Um ano sabático com a Worldpackers

Sai do meu emprego de forma inesperada e por razões particulares decidi fazer um mochilão de 15 dias pelo Uruguai, voltando de lá resolvi que seria meu ano sabático. Depois de muita pesquisa, optei por mochilar e fazer voluntariado pela Worldpackers.


A5fc754c2b12a0b93f9cfe7fa7ac3a74

Larissa

Acha a aventura perigosa? Tente a rotina! Do Brasil para a América do Sul. "Dentro de nós. É o ún...

+ Ver mas

Oct 03, 2018

Paisagem da Pousada Signora Del Lago

O meu momento pessoal na época que tomei a decisão de ter essa experiência era de reflexão e autoconhecimento.

Momento em que decidi parar tudo o que eu estava fazendo, tudo o que eu fazia apenas porque todo mundo fazia, apenas seguindo o fluxo. 

Parei para me conhecer realmente, para ir atrás do que eu acredito e viajar sozinha foi a maneira em que eu escolhi passar por tudo isso.

Depois de ouvir tantos relatos e conhecer pessoas com dinheiro, emprego, relacionamentos, carro, casa, reclamando que não eram felizes, resolvi sair dessa bolha social na qual crescemos e vivemos.

Sair da minha zona de conforto, fazer alguma tarefa em que eu tenha pouca experiência, fazer amizades por onde eu passar, me virar nos momentos de perrengue, enfim, passar por tudo que me faça pensar de forma diferente e enxergar o mundo de outra maneira.

Optei por sair em busca de mim mesma, por servir de forma desinteressada, para gerar crescimento do todo.

Fazendo voluntariado pela Worldpackers, eu tenho a liberdade de prolongar o tempo da minha viagem e ficar mais tempo em cada lugar, explorando tudo que o local tem a me oferecer.

O motivo principal das minhas escolhas sempre é estar em contato com a natureza, isso é essencial para mim. Participar de todas as experiências e estar sempre receptiva ao que isso me proporciona.

Santa Catarina sempre foi um lugar para o qual eu viajava, mas somente na região do litoral. Já tinha conhecimento do quanto essas regiões de serras eram maravilhosas.

Pesquisando na Worldpackers, encontrei a cidade de Rio dos Cedros, a 60km de Blumenau, onde tinha a Pousada Signora Del Lago disponível para o voluntariado.

Pousada Signora Del Lago

Eu pretendo continuar fazendo a região da Serra de Santa Catarina e depois ir para o litoral descendo até o Rio Grande do Sul, sempre focada no meu objetivo e buscando sistemas e vivências diferentes do que vivemos nas grandes cidades.

Aproximando-me do que eu acredito que é possível, ou seja, um mundo mais sustentável sem tanta produção de resíduos, sem tanto consumo, vivendo e produzindo com o que a natureza nos oferece.

Gerando o menos possível de impacto ao meio, nos adequando e trabalhando junto com a natureza, e não contra ela.

O anfitrião da Pousada Signora Del Lago sempre precisa de voluntários para ajudar na manutenção e na continuidade do lindo lugar. Ele sozinho não consegue fazer todas as demandas diárias que o local precisa. 

Cachoeira próxima da Pousada

Se você for aplicar para essa vaga, esteja ciente que você vai para um lugar extremamente encantador, com rios, montanhas, cachoeiras e trilhas. 

Esteja disposto a desfrutar de tudo que essa bela natureza oferece, mas também seja responsável e pró-ativo para desempenhar suas funções.

Eu recomendaria esse anfitrião para pessoas que gostem de estar na natureza, que sejam abertas a desempenhar as mais diversas funções e que estejam dispostas a aprender e promover a real troca com o lugar. Que tenham disposição para realmente vir a somar nesse lugar.

Não pode ter frescura não, porque terá que conviver com muitos bichos e situações inusitadas. 


A5fc754c2b12a0b93f9cfe7fa7ac3a74

Larissa

Acha a aventura perigosa? Tente a rotina! Do Brasil para a América do Sul. "Dentro de nós. É o ún...

+ Ver mas

Oct 03, 2018


¿Te gusta? No te olvides de dejar Larissa saber :-)


Deja tu comentario aquí

Escriba aquí sus preguntas y saludos al autor