Alternativas para gerar receita e lucro nos primeiros 5 anos de negócio.

Passou-se o tempo em que albergues, hostels e pousadas eram considerados locais de viajantes sem nenhuma grana para gastar. Atualmente, os jovens millennials que se tornaram viajantes estão procurando cada vez mais ambientes integrados, dinâmicos e aconchegantes. Em contrapartida, o mercado da hospitalidade tem buscado diferentes alternativas de como ganhar dinheiro e gerar receita além das camas individuais, privadas ou em dormitórios.

Então, como juntar o útil ao agradável? Como gerar receita além do óbvio que são as camas disponíveis?

Conversamos com o Guilherme Perez, Business Manager e Proprietário do WE Hostel – São Paulo, sobre o processo decisório com relação aos desafios enfrentados assim que abriu seu estabelecimento: “No começo, nossa receita basicamente era de hospedagem. Como não tínhamos experiência em hospedar pessoas, apenas referências e estudos, focamos todo o nosso esforço em como receber os nossos hóspedes. Tivemos um payback de aproximadamente 2 anos e meio, abaixo do indicado para o mercado, que é de 4 a 7 anos. Porém ainda não atingimos a meta de 30% de margem, estamos no caminho certo.”

Para ajudar donos e gerentes de albergues, hostels e pousadas a tomar essa decisão de expansão do negócio e planejamento estratégico com foco em lucro em cima de novas ideias, listamos aqui cinco alternativas para gerar mais receita na sua propriedade. Vamos lá:

RESTAURANTES E CAFETERIAS

Uma das alternativas mais comuns é criar uma estrutura de consumo de comes e bebes em seu negócio. Restaurantes e cafeterias precisam de uma licença e alvará específico por conta da inspeção sanitária, mas o lucro gerado a partir da venda de produtos geralmente é significativo. “Estrangeiros consomem mais bebidas e comidas pois, majoritariamente, estão por aqui a passeio e buscam novas experiências. No bar, nossa principal fonte de receita vem de moradores da cidade, não hóspedes, que comparecem em nosso bar e festas.”, sugere Guilherme.

FESTAS E EVENTOS FECHADOS

Também uma alternativa simples, de certa forma, seria alugar parcialmente seu estabelecimento para festas temáticas e eventos fechados. É uma ótima opção para a qualquer temporada ou até para gerar notoriedade quanto à sua localização, permitindo ostentar sua decoração especial para o evento e divulgar fotos nas redes sociais em um trabalho de Marketing Digital com geolocalização e hashtags.

COWORKING SPACES

Justamente para trazer os nômades digitais para seus estabelecimentos, muitos donos e gerentes de hostels e albergues estão transformando certos espaços de suas propriedades em coworking spaces, ou seja, criando um ambiente propício para quem trabalha em seus laptops e precisa de uma poltrona confortável para passar o dia concentrado, assim como uma internet rápida e estável. Salas mais quietas para reuniões também são muito bem-vindas e os millennials tecnológicos agradecem.

PRODUTOS CUSTOMIZADOS

Alguns albergues, hostels e pousadas montam uma identidade visual tão marcante que desenvolvem um material de Marketing de Produto direcionado para seus hóspedes. Seja na criação de camisetas, canecas, chaveiros, chinelos ou quaisquer itens que possam estampar o logotipo do local ou da cidade/país. A venda desses produtos e souvenirs gera uma receita tímida, mas que pode crescer ao ser combinada a eventos maiores e talvez regionais.

SERVIÇOS TURÍSTICOS

Outra possibilidade que também pode ser aproveitada é a oferta de serviços turísticos que podem ser terceirizados ou não. No entanto, esses serviços precisam ser de empresas ou pessoas confiáveis para que não ocorra nenhum tipo de desentendimento com seus hóspedes, como aconteceu a princípio com o Guilherme, no WE Hostel: “Tínhamos um fornecedor de transportes (aeroporto, festas, shows, etc.) que não cumpria os horários e, assim, deixava nossos hóspedes insatisfeitos com a gente. Tivemos que parar, recomeçar a mapear fornecedores e reestruturar a operação.”

---

Com o tempo e o desenvolvimento do seu próprio negócio, soluções aparecerão das formas mais variadas, sejam em sugestões de hóspedes ou de membros da sua equipe de colaboradores. O importante é não deixar o trabalho operacional do dia a dia te fazer esquecer da inovação e na busca por soluções táticas para aumentar a receita do seu estabelecimento.

Quem sabe se, em um futuro não muito longe, o lucro que você estiver gerando com locação para eventos, restaurante, bar ou até serviços turísticos, será maior que a sua venda de camas livres? Você só saberá a resposta para essa pergunta se começar a administrar e planejar com calma o seu negócio.

Conte-nos quais as melhores práticas de como gerar receita e lucro? Quais foram seus aprendizados? ☺


Curtiu? Mande um Obrigado! Dúvidas? Comente :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor