As 10 melhores praias da América do Sul para ficar de graça

Gosta de mar, sol, areia, sossego e aquela brisa do mar? Juntei as 10 melhores opções de praias na América do Sul em que você pode trocar trabalho por acomodação.

6min


5877ccaf6703ee62237807df98d7474c

Luiza

Ago 09, 2018

Jornalista e passarinho! Viajar, conhecer novas culturas e me conectar com novas pessoas e experiências é o que me move!

Jovens curtindo uma das melhores praias da América do Sul

Ir à praia e aproveitar tudo que ela tem de bom é terapêutico, alivia o estresse e te reconecta com a natureza e com seu interior. Vivenciar isso por um tempo maior do que em viagens convencionais, de forma mais econômica e local, além de divertida, é possível através de uma experiência worldpacker

As 10 melhores praias da América do Sul pra ficar de graça são:

  1. Necochea, Argentina;
  2. Florianópolis, Brasil;
  3. Trancoso, Brasil;
  4. Puchuncaví, Chile;
  5. Vinã del Mar, Chile;
  6. Santa Marta, Colômbia;
  7. Montañita, Equador;
  8. Huanchaco, Peru;
  9. Punta Ballena, Uruguai;
  10. Punta del Diablo, Uruguai.

Confira as 10 sugestões de hostels para fazer um intercâmbio de trabalho em praias da América do Sul:

1. Necochea, Argentina


Necochea, Argentina

Uma das praias mais agitadas do litoral da Argentina, Necochea é um ótimo destino para surfar, passear por dunas e praticar esportes marítimos. Muitos argentinos escolhem passar suas férias de verão por lá.

O DYD, um pequeno hostel familiar, aconchegante, tranquilo, próximo à praia e muito “buena onda” procura voluntários que possam ficar algum tempo para ajudar em tarefas de limpeza, recepção, administração e bartender.

2. Florianópolis, Brasil


Florianópolis, Brasil

Florianópolis é uma antiga conhecida dos fãs do litoral brasileiro. A cidade é composta por uma parte continental, a ilha de Santa Catarina e ainda algumas pequenas ilhas ao redor. A grande quantidade de praias deslumbrantes fazem jus ao apelido “ilha da Magia” que a cidade recebeu.

Em um dos principais pontos turísticos da cidade, a Barra da Lagoa, dois amigos que tinham em comum o sonho de ter um hostel abriram o The Search, uma casa enorme de frente pra praia, com piscina, mini rampa de skate e toda a estrutura de um ótimo hostel. Eles procuram voluntários proativos que possam ajudar na recepção, recebendo hóspedes, dando dicas de passeios e festas e ajudando no café da manhã.

3. Trancoso, Brasil


Trancoso, Bahia, Brasil.

Esse pequeno vilarejo no litoral da Bahia é um paraíso perdido e não conheço uma pessoa que tenha passado por lá e não tenha se apaixonado. O mar azul e toda paz que rodeia esse lugar são realmente indescritíveis. O Quadrado, coração da antiga vila de pescadores, fica no alto de um morro, proporcionando uma vista privilegiada das praias da região.

Numa pracinha afastada da zona turística fica o Balaio, um pequeno e carismático hostel, com um ambiente de alegria e amigos. Eles precisam de voluntários para ajudar na limpeza e organização de lá, em troca oferecem acomodação, café da manhã e a oportunidade de conhecer algumas das mais lindas praias brasileiras.

Ps: Minha primeira experiência worldpacker foi no Balaio Hostel e oportunidade de viver tudo isso fez com que eu me apaixonasse por esse estilo de viagem, por isso essa é uma dica muito especial.

4. Puchuncaví, Chile


Puchuncaví, Valparaíso, Chile.

Puchuncaví é um município na região de Valparaíso e o destino ideal para quem procura sossego e distância de grandes cidades. O principal atrativo de lá é o mar! Incrível, né? Porém, Valparaíso, que fica bem próximo, é uma cidade cheia de arte, bares, restaurantes e vida noturna e pode ser uma ótima opção para um passeio aos finais de semana.

Aos interessados em conhecer essa tranquila praia, o acolhedor Hostal Maitencillo procura voluntários queiram contribuir com a limpeza e organização do ambiente, além de dar uma mãozinha na cozinha.

5. Vinã del Mar, Chile


Parte da orla de Vinã del Mar, Chile.

Ali pertinho de Valparaíso fica a conhecida Viña del Mar, um dos principais balneários do Chile. Além das praias, a cidade também é conhecida por seu valor histórico e cultural e toda a área verde que ostenta. A gastronomia local também merece destaque e encanta a todos que passam por lá.

Com uma incrível vista para o Oceano Pacífico, o Renãca Beach Hostel é um ambiente para quem gosta de relaxar, curtir e conhecer pessoas de variados cantos do mundo. Eles aceitam voluntários para ajudar com a organização de eventos, limpeza, organização e jardinagem.

6. Santa Marta, Colômbia


Santa Marta, Colômbia.

Que a Colômbia é um país com praias de tirar o fôlego não é novidade, mas Santa Marta merece destaque com seu mar do Caribe e o clima menos turístico e mais autêntico que outras praias do país. Com opções de passeios em praias, culturais ou gastronômicos, a cidade tem um charme colombiano especial.

Não bastasse isso, Santa Marta ainda conta com uma atração extra: o Rua Hostels. Com uma ótima estrutura e decoração impecável, o hostel precisa de voluntários para ajudar na recepção.

7. Montañita, Equador


Montañita, Equador.

Essa pequena praia no Equador é o destino ideal para o viajante que gosta de surfar e curtir a noite. O pequeno vilarejo já foi conhecido como a Ibiza da América do Sul devido ao seu clima de festa. Hoje é conhecida, além das festas, pelo surfe, a abundante vida selvagem e o clima da cidade. Muitos mochileiros colocam Montañita na rota do mochilão pela América do Sul.

O Haleiwa Hostel e Surfschool, isso mesmo, um hostel com uma escola de surf, chama atenção pelo clima acolhedor e divertido que tem. Aos voluntários que se interessam em ajudar com a recepção e limpeza do hostel, eles oferecem café da manhã, almoço, acomodação e aulas de surf ilimitadas. Já imaginou?

8. Huanchaco, Peru


Barcos de junco em Huanchaco, Peru. 

Outro bom destino para a prática de surf, Huanchaco é uma cidade com boas ondas e herança histórica. Uma das curiosidades da cidade são os tradicionais barcos de junco que os locais ainda usam para surfar. Uma mistura perfeita de natureza, história e diversão.

Na pequena cidade peruana, a um quarteirão de distância da praia, fica o Frog’s Chillhouse, um hostel bem agitado e cheio de vida. Oferecendo tours pela cidade, ioga ao pôr do sol, torneios de ping pong, vôlei na praia e aulas de cumbia, eles procuram um voluntário para trabalhar no bar!

9. Punta Ballena, Uruguai


Punta Ballena, Maldonado, Uruguai.

Essa é uma pequena praia bem próxima da badalada Punta del Este. Diferente de vizinha, Punta Ballena é uma praia muito tranquila, cheia de andorinhas no céu e um pôr do sol de tirar o fôlego. Inclusive, é lá que fica a Casapueblo, antiga casa de verão de Vilaró e que hoje abriga um museu conhecido pela vista, principalmente ao final da tarde.

Como dica de quem já foi voluntária lá, o Andorina Hostel é um cantinho muito tranquilo, com clima divertido e contato com a natureza. Perfeito para quem quer relaxar sem abrir mão de conhecer novas pessoas, praticar o espanhol e aproveitar uma linda praia. A vaga é para voluntários que queiram ajudar na limpeza, organização e recepção.

10. Punta del Diablo, Uruguai


Punta del Diablo, Uruguai

A poucos quilômetros da distância da fronteira com o Brasil, Punta del Diablo é uma das praias mais charmosas que o Uruguai tem. O clima de vila de pescadores que se mistura ao ambiente de jovens, bares e restaurantes com comidas típicas da região tornam a cidade um ótimo destino para o verão.

A Posada de la Viuda, uma casa enorme com piscina, churrasqueira, redes para descansar e mesa de sinuca é uma das melhores opções para conhecer Punta del Diablo da melhor forma. Eles aceitam voluntários para trabalhar na limpeza e arrumação dos quartos.

A América do Sul é, sem dúvidas, um continente cheio de riquezas e lugares a serem descobertos, entre montanhas, grandes cidades, desertos e deslumbrantes praias que ficam em diversos países e você pode conhecer voluntariando em hostels, projetos sociais ou ecológicos. Poder conhecer o litoral do continente, entre oceanos Atlântico e Pacífico, é uma experiência única e que vale ser vivida!

Algumas dicas não são apenas para destinos específicos, mas sim para economizar em todas as viagens! Se você quer se tornar um especialista no assunto, pode fazer o curso da Worldpackers de Como Viajar Barato e aprender todas as dicas para viajar mais e gastar menos.

Voluntariou ou conheceu alguma praia super bacana na América do Sul que não está na lista? Compartilhe nos comentários e ajude viajantes a conhecerem cada vez mais nosso continente! 


5877ccaf6703ee62237807df98d7474c

Luiza

Ago 09, 2018

Jornalista e passarinho! Viajar, conhecer novas culturas e me conectar com novas pessoas e experiências é o que me move!


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor