vista panorâmica de cidade mineira

Muitos pensam que é necessário viajar para o exterior para aperfeiçoar um idioma, mas há cidades chaves onde você pode voltar bem avançado no seu idioma preferido. Tudo vai depender de você.

1. Em Minas, comece pela capital

Meu ponto de partida, onde passei a maior parte do tempo na minha experiência voluntária foi na cidade de Belo Horizonte. A capital mineira é uma cidade bem atraente e tem muitas coisas a oferecer. Através dela, temos acesso as cidade históricas mais interessantes do país.

Fui voluntária no Lá em Casa Hostel e no próprio hostel o voluntário logo de cara tem a oportunidade de desenrolar a língua francesa, pois o anfitrião é francês e ele acaba recebendo visitas de amigos franceses a todo tempo.

Por isso, caso estude e queira melhorar a habilidade nessa língua, estará num ótimo lugar, mesmo que ainda não consiga ir à França ou qualquer outro país de língua francesa.

2. Recepcionando estrangeiros

Em um hostel, você pode desenvolver várias habilidades.

Auxiliar na recepção é a maneira mais fácil de conhecer todos que entram e saem do local. Por isso, muitos idiomas são falados, principalmente o inglês. Você pode ficar tremendamente afiado em várias línguas.

Eu, por exemplo, cumpria o turno das seis da tarde até a meia-noite. Na recepção havia um bar e muitos vinham comer e beber por ali no período da noite. Conheci muitos estrangeiros que passaram boa parte desse período conversando comigo e com os demais hóspedes.

Na maior parte do meu tempo eu aprendia, praticava e aperfeiçoava inglês cada vez mais.

voluntária aproveitando tempo livre em cidade mineira

3. Dias de folga históricos

No geral, a maioria dos estrangeiros valorizam muito a história, por isso, nem só de Rio de Janeiro e São Paulo vive o Brasil.

Minas é um dos principais estados visitados no país. Ao visitar cidades como Tiradentes, Mariana, Sabará, São João Del Rey e principalmente Ouro Preto, você tropeçará com uma grande quantidade de estrangeiros, mesmo sem querer.

No hostel que fiquei a passeio durante a minha folga do trabalho de voluntária, conheci e fiz amigos de diversos países. Como era feriado de Natal, fizemos uma ceia comunitária e entre os participantes havia brasileiros, americanos, canadenses, espanhóis, argentinos, se não me esqueci de mais nenhuma nacionalidade.

A maioria de meus passeios por Ouro Preto, eu fiz com uma brasileira, uma americana e um francês que conheci por lá mesmo.

4. Amizades internacionais

Durante um mês de estadia em Belo Horizonte e região, na maioria dos lugares que visitei tive a companhia de novos amigos, brasileiros ou estrangeiros. Por isso, tive a oportunidade de praticar inglês no trabalho e também durante meus passeios no Instituto Inhotim, em Brumadinho, nos pontos turísticos de Belo Horizonte e demais cidades históricas.

Através dessas companhias pude ter contato com a cultura de países como Japão, Suíça, França, Espanha, Estados Unidos, Argentina, Chile, Irã e várias outras culturas de estados brasileiros que ainda nem tive a chance de colocar meus pés.

Fica a dica!


0485d73db877f3281927ec99c2d465d3

Viviane

I am a blogger, journalist, English teacher and a christian missionary. Fond of traveling, I can ...

+ Ver mais

Ago 21, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar Viviane saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor