9. Como economizar nos principais gastos durante a viagem

Saiba quais são os principais gastos de viagem e como você consegue economizar ao máximo em cada um deles: hospedagem, alimentação, transporte e mais!

5min

como-economizar-nos-principais-gastos-durante-a-viagem

Os principais gastos durante a viagem são:

  • Alimentação
  • Transporte
  • Acomodação
  • Lazer

Saiba como economizar com os principais gastos de viagem

Alimentação

  • Para economizar durante uma viagem de low budget, o ideal é cortar os gastos supérfluos. 
  • Quando estamos de férias ou fora da nossa zona de conforto, é normal que gastemos um pouco mais com comidas de rua ou em restaurantes, bares, drinks e festas. Afinal, queremos conhecer a fundo a cultura e a culinária do país. Mas sempre que puder evitar, ou diminuir estes gastos - por exemplo, saindo apenas uma vez na semana - é o ideal. 
  • Faça compras no mercado e opte por cozinhar no próprio hostel ou onde esteja hospedado ou voluntariando. Estes lugares geralmente possuem cozinha equipada com tudo o que você precisa para preparar uma refeição básica. 
  • Evite comprar comida pronta. Se você fizer as contas por conta, vai ver que, em geral, o valor daquele almoço pronto vale o preço de três dias de refeições preparadas no hostel.
  • Sobre bebida, inclusive alcoólica, você não precisa deixar de usufruir dessas diversões se você acha que são parte fundamental da viagem, mas pode moderar. Beber duas ou três cervejas a menos pode significar pagar a entrada em algum parque, por exemplo.

Transporte local

  • Transporte só o público. Não tem nada de errado em pegar ônibus, metrô, bonde, etc. Pesquise no local onde está se há algum cartão de transporte que te proporciona descontos ao usar metrô e ônibus juntos, por exemplo, ou que você possa poupar contratando os serviços mensalmente.
  • Nada de ficar chamando Uber o tempo todo, porque além de caro, você vai perder o melhor da cidade que é viver o dia a dia como um local, desfrutando das paisagens com calma, ao invés de chegar no destino, tirar algumas fotos e ir embora. 
  • Use e abuse das bikes! Compre alguma usada caso vá passar um tempo maior no seu destino ou então adquira os passes das bicicletas públicas que normalmente existem em médias e grandes cidades. O meio ambiente e seu bolso mandam beijos de luz!

  • É aquela velha história: não é sobre o destino e sim sobre a jornada, por isso, caminhar pela cidade também é uma boa opção.
  • Algumas cidades mais turísticas como San Diego, Los Angeles, Cidade do México e São Paulo, por exemplo, contam com patinetes motorizados espalhados pelas áreas centrais, além de muito divertido, você terá uma outra perspectiva da região.

Transporte entre cidades ou países

  • Se você é um viajante lento, prefira ficar em cada lugar por pelo menos um mês e explorar uma região ou continente completamente antes de passar para outro. Dessa forma, você evita ao máximo usar aviões. 
  • Seja adepto de apps como o BlaBlaCar onde você compartilha viagens! Peça carona sempre que possível e busque por promoções de passagens de ônibus.
  • Caso o uso do avião seja inevitável, use sites como o SkyScanner para encontrar passagens aéreas com bons preços.

Acomodação

  • Use sites de reservas de hospedagem para analisar e calcular o preço médio da noite no destino buscado. Em muitos lugares, você encontra preços menores se negociar diretamente com as pessoas locais.
  • O site Couchsurfing é a plataforma mais famosa para quem busca um "sofá-amigo" grátis pelo mundo por alguns poucos dias.
  • Já foi o tempo em que acomodação era sinônimo de um dos maiores gastos da viagem. Hoje em dia você pode, literalmente, não gastar nada com acomodação em qualquer lugar do mundo. 
  • A plataforma da Worldpackers oferece a ponte entre viajantes e anfitriões dispostos a trocarem acomodação e outros benefícios por algumas horas de trabalho voluntário por dia. 
  • Existem pelo menos 24 diferentes tipos de ajuda que você pode oferecer a milhares de hostels, projetos sociais, comunidades, projetos ecológicos, eco-vilas, casas de família, acampamentos de surfe e campings ao redor do mundo: recepção, limpeza, lavanderia, ajudante de cozinha, chef de cozinha, guia turístico, redes sociais, produção de conteúdo, cuidado de animais, cuidado de crianças, aulas de idiomas, aulas de esportes, e muito mais! Basta você encontrar a melhor vaga que se encaixa em seu perfil e aplicar com certa antecedência.
  • Veja este guia completo com tudo que você precisa saber sobre esse intercâmbio de habilidades. 
  • Levar uma barraca compacta com você possibilita ficar em campings e gastar muito menos, além da experiência super bacana de acampar.

Lazer

  • Para tours e passeios, comprar com antecedência e pesquisar bastante antes de fechar com qualquer empresa, agência ou site é essencial, já que muitas delas se aproveitam de turistas desinformados e acabam cobrando valores exorbitantes. 
  • Sempre que possível, procure fazer o passeio por conta própria, indo de ônibus ou até mesmo caminhando. Assim, você só gasta o dinheiro da possível “entrada” para a atração e economiza a comissão da agência. 
  • Um exemplo claro disso é a visita ao Coliseu, por exemplo. Para entrar e visitar com guia o valor é de 35 Euros, sendo que para fazer a visita por conta própria você gasta apenas 12 Euros e pode alugar um áudio-guia por mais 5 euros.
  • Outro exemplo é a visita às pirâmides de Teotihuacán, na Cidade do México: as agências cobram de 500 a 700 Pesos Mexicanos para este tour, mas se você fizer por conta própria (como eu fiz), irá gastar um total de 180 Pesos Mexicanos (110 para transporte ida e volta + 70 de entrada). Por isso é importante pesquisar as melhores formas de fazer o passeio que você pretende já que sempre tem muita informação online e basta dedicar um pouquinho de tempo e planejar.

Diversos

  • Viajantes de longo prazo têm uma variedade de outras categorias para seus gastos, dependendo de como eles viajam. Essas categorias que você também precisa colocar em seus orçamentos incluem: Internet de celular, assinaturas (iCloud, Netflix, Prime, Spotify, etc.) e livros (incluindo os eBooks).

Programa de milhagens e pontos

Você ainda pode participar de programas de milhas e ganhar descontos e até recompensas. Algumas opções são Smiles, Multiplus e até o programa de milhagem do seu cartão de crédito. A ideia é escolher uma opção e focar seus gastos e suas milhas em um só lugar. 

Mão à obra: hora de começar a planejar sua viagem!

Agora que você já sabe quais categorias precisará orçamentar, esperamos que você tenha uma noção de como elas podem variar. Mas, no final das contas, o que é bastante útil também (pelo menos para mim) é ver os orçamentos de outras pessoas. 

Veja o quanto elas realmente gastaram em seu passeio pelo sudeste da Ásia ou no seu inverno no interior da Itália. Dessa forma você consegue até mesmo encontrar alguém que viaje no mesmo estilo que você e então tornar tudo mais fácil de ser planejado. No final, este é o grande segredo do sucesso da comunidade Worldpackers: a parceria e o compartilhamento de informações!

E aí, já pegou papel e caneta, abriu um bloco de notas novo ou criou uma planilha para começar?

Planejamento e economia na viagem

Acesse agora esse conteúdo e mais 210 aulas da trilha exclusiva da Academy e aprenda como ter um estilo de vida com mais liberdade e propósito.