dicas de como comprar passagens aéreas baratas

Passagens aéreas costumam ser o item mais caro de uma viagem, ainda mais quando a viagem precisa ser em uma data específica. Por isso é importante adicionar a pesquisa de passagens aéreas à sua rotina, ou deixar que alguns sites e apps trabalhem para você. Nesse artigo, vou começar dando dicas gerais de como comprar passagens aéreas baratas.

Existem muitos mitos e verdades sobre passagens aéreas. São tantos que às vezes a gente se perde! Aqui vou tentar explicar um pouco sobre o funcionamento da dinâmica de preços de passagens e como tirar melhor proveito disso.

Para começar a entender esse mistério, vamos pensar na nossa velha e conhecida lei da oferta e procura. As passagens que todo mundo quer serão mais caras, via de regra. A partir disso, vocês já sabem que passagens nos meses de férias, passagem em feriado prolongado e datas similares vão subir de preço.

Para nossa alegria, as datas menos procuradas terão preços relativamente bem menores, por isso que voar de terça, quarta e sábado é mais barato. A maioria das pessoas procura voos que saem na segunda (para trabalho) ou na sexta (para curtir o fim-de-semana em algum lugar por exemplo).

Existe portanto uma enorme procura para viagens que saem na sexta e voltam na segunda, pois a maioria segue o calendário de trabalho executivo, ou seja, trabalham de segunda à sexta. Ao mesmo tempo, também existe grande procura para segunda-feira, pois é o primeiro dia da semana, onde todo mundo começa a dieta, os novos projetos, trabalhos, etc.

Quando você escolhe uma passagem aérea na terça-feira, na quarta-feira ou no sábado, estará escolhendo dias que estão “no meio” dos períodos mais procurados. Ou seja, são “inconvenientes” para a maioria do público, por isso custam menos. O mesmo raciocínio vale para datas comemorativas ao longo de um mês ou ano, como carnaval, natal e feriados prolongados. Se você viaja fora da temporada, sempre vai pagar barato. Se souber onde procurar, é claro. Segue comigo que já te conto!

Perai! Então quer dizer que se viajar nas datas mais procuradas vou sempre pagar caro? Não! Com o aumento da procura por voos no Brasil nos últimos anos, as companhias aéreas têm feito diversas promoções em feriados e férias, para atender a um público que só cresce. Como será explicado melhor abaixo, as companhias internacionais também fazem promoções para garantir que vão preencher determinados voos, para competir com a concorrência, mesmo que sejam em datas comemorativas.

Bote isso na cabeça: preços de passagens variam de acordo com um enorme número de fatores. É por isso que o mais importante é você pesquisar sempre, fazer alertas de preços e datas nos sites e apps de busca e estar sempre de olho.

Logo abaixo vou dar dicas sobre onde procurar passagens baratas em qualquer época do ano. Vamos começar pelas dicas mais gerais, depois partimos para as específicas.

1. Dicas gerais sobre como comprar passagens aéreas mais baratas:


Existem várias formas de como comprar passagens aéreas baratas
  • O preço de passagens é determinado por inúmeras variáveis. Não existe fórmula mágica.
  • Uma das variáveis que determina preço de passagens é o valor do dólar, e consequentemente a valorização e desvalorização do real. Fique de olho nas tendências do mercado para não correr o risco de comprar na alta.
  • A passagem é o primeiro item que você precisa ver pra viajar, pois reserva de hostel, conversa com anfitrião e tudo mais vai depender da data que você achar voo barato.
  • Pesquise com frequência, adicione isso à sua rotina, pois se você conhece os valores médios de passagem você corre menos risco de ser enganado por uma promoção que parece boa mas não é.
  • Se tiver flexibilidade, tente viajar fora da temporada.
  • Se conseguir, mantenha a “poupança da passagem aérea” para conseguir pegar promoções relâmpago, pois elas vêm e vão muito rápido.
  • Falando em rapidez, se descobrir uma passagem que tem certeza que está barata, compre na hora. Tem milhares de outros viajantes pesquisando como você e quando um destino está barato mesmo, as passagens podem acabar em questão de horas. Por isso é bom saber o preço médio, pois garante mais certeza pra comprar de surpresa.
  • Utilize a tecnologia a seu favor. Existem muitos sites e aplicativos de busca de passagens aéreas, vou listar alguns abaixo.

2. Sites e aplicativos de busca de passagens ou “agregadores”


Sites de pesquisas te ajudam e muito para comprar passagens aéreas baratas

Os sites de busca de passagens aéreas mostram promoções e descontos, mas é preciso persistir, pois quem tem preguiça de fuçar e esperar por aquela oferta especial não encontra a passagem dos sonhos, ou paga caro por ela.

Existem dezenas de sites e aplicativos com alertas de promoção de passagem, aqui vão alguns:

  • Voopter: Considero o Voopter o melhor dentre os mais novos, porque permite que você pesquise sem data determinada (assim pode programar as férias quando surgir a passagem barata), permite procurar só a data sem o lugar (assim você pode procurar lugares para quando tiver férias) e permite procurar apenas pelo preço (assim você não ultrapassa o orçamento planejado). Tem alertas em app e site.
  • Hopper: Eles investem mais no app do que no site e prometem prever preços de passagens com precisão de 95% com até um ano de antecedência. Também tem serviços para outras coisas de viagem, como hotel. Também permitem programas alertas.
  • Kayak: É um site de planejamento geral também, mas tem a ferramenta Explore que mostra em um mapa o preço mínimo cobrado por passagens em cada cidade, no Brasil e no exterior, assim você tem um horizonte de barateza a buscar. Você pode ainda filtrar por preço, clima, continente, entre outras opções.
  • Google flights: mostra tendências de preço, assim como o Hopper, mas o legal do google flights é que ele te mostra uma visão geral das datas, ou seja, você consegue visualizar os menores preços num calendário mensal por destino. Você pode deixar seu e-mail para receber avisos das alterações de preços.
  • Sites especializados em promoção de passagem aérea: os mais confiáveis na minha opinião são o Melhores destinos e o Passagens Imperdíveis. Estão presentes em todas as redes sociais e também têm aplicativos. Deixe seu e-mail para receber alertas de promoções para qualquer destino o ano todo, inclusive nas férias.
  • Secret Flying: é um site pouco conhecido pelos brasileiros e que mostra voos com preços muito baixos devido a erros das companhias. Só tem alguns problemas: esses errinhos são detectados rapidamente e as “promoções” acabam muito rápido. Outra coisa é que as datas não são nada flexíveis, ou seja, se o erro apareceu você tem que abraçar seja na data que for, pois não tem como escolher. Pra quem está fazendo viagens de longo prazo, ou viagens mais livres, compensa pra caramba.
  • Outros sites para encontrar passagem que são pouco conhecidos pelos brasileiros: Momondo, JetRadar, Expedia, Mundi, Cheapoair e Fareness.

O Jet Radar está disponível tanto para brasileiros como portugueses. Permite acesso a um banco de dados de voos em mais de 700 companhias aéreas. Além disso, os preços são mesmo o valor final, já que o site não ganha comissão. Você tem disponibilidade de filtros diversos, como número de conexões, aeroporto mais próximo e outros.

O Expedia se diferencia pelo seu programa de fidelidade, chamado Expedia+, que pode te dar acesso a ofertas exclusivas e descontos extras em outras coisas como reservas de hotel.

Já o Mundi faz a comparação entre companhias aéreas e agências de viagem do mundo todo, ou seja, centraliza informações nacionais e internacionais, porém não vende nada, só direciona as pessoas aos sites de venda. As passagens são divididas por categorias, que vão desde “promoção” até “companhia aérea”, vale a pena xeretar o site deles.

O Momondo, costumo dizer, não é para iniciantes. Todas as passagens são pagas direto em dólar. O site permite ainda montar conexões entre companhias aéreas diferentes. Ele é ótimo, mas costuma funcionar melhor com quem tem experiência em voar. Ele é mais novo no Brasil e também faz busca em outros sites de passagens citados aqui, como o ViajaNet e o Expedia.

O Cheapoair te dá códigos promocionais de desconto para compra de passagens aéreas. Para encontrar um código, procure no Google “cheapoair discount code”, só tome cuidado de abrir apenas o site deles e não outros sites que podem ser golpe. Se te pedir dados de cartão de crédito, não é o certo.

Com o site Fareness, você pode incluir o aeroporto de partida e ver pra qual destino as passagens estão mais baratas. O site só funciona em inglês, mas permite buscar a partir de aeroportos brasileiros.

  • Site que mostra preços de passagem aérea nos próximos 6 mesesViajanet - Ferramenta quando viajar. Uma invenção ótima do pessoal do Viajanet, que é um dos melhores sites para comprar passagens aéreas baratas e de planejamento de viagem do Brasil.
  • Site que mostra passagens aéreas baratas mês a mês: Skyscanner. Uma dica quando usa o skyscanner é ver o preço na data que eles mostram como mais barata, depois, limpar os dados de navegação e entrar no site das companhias aéreas pra ver, na mesma data, se a promoção está lá. Digo isso porque às vezes o Skyscanner coloca preços maiores. A mesma coisa acontece com o decolar.com, muitas vezes a taxa de serviço deles é muito alta. Fiquem ligados e sempre façam double check, ou seja, pesquisem de várias fontes!
  • Sites para planejar viagem em geral: são como agências online, que mostram hotel, aluguel de carro, entre outras coisas importantes para planejamento de viagem de forma generalizada. Parece que não faz sentido escrever sobre esse tipo de site neste artigo, mas olha só: o site Quanto custa viajar, que trata de muitos aspectos de viagem, disponibiliza uma ferramenta de busca de passagens muito legal que mostra os melhores preços de passagem aérea encontrados pelos próprios usuários nas últimas 24 horas por meio do Viajanet. O bom dessa ferramenta é que você tem opções de destino flexível. Você só precisa preencher a origem e tem opções gerais para o campo de destino como “Internacionais”, “América Latina”, “Europa” e outros. Imagina se você encontra uma passagem baratinha para um destino novo e se surpreende? Já compra a passagem, depois fecha com um host worldpackers no destino surpresa e pronto! Férias baratas como você nunca imaginou! Outros exemplos de sites assim são o Orbitz e o Rome2Rio.
  • Sites para comprar passagens usando o mercado de milhas: O Maxmilhas e o 123milhas são os dois maiores sites do setor atualmente. Muita gente pensa que precisa ter milha pra usar esse sites, mas não é o caso. Você compra passagens mais baratas por meio de milhas que outras pessoas vendem ao site. Já usei diversas vezes e conheço muita gente que usou, são confiáveis e os preços são mesmo vantajosos.

Se você sabe que precisa viajar numa época muito competitiva, pare tudo que está fazendo e vá programar alertas. 

Epa, espera, termine de ler o texto primeiro!

3. Perguntas mais comuns, mitos e verdades sobre passagens aéreas baratas


Descolar uma boa passagem é o segredo para férias baratas

  • Viajar de madrugada é mais barato? Sim.

Pela mesma lógica que mencionei acima, voar num horário que nem todo mundo consegue pode te trazer uma economia de até 50% nos preços das passagens.

Mas calma aí, voar de madrugada é mais barato, então comprar de madrugada é mais barato também? Não necessariamente!

A lógica da oferta e da procura pode ser aplicada para comprar passagem de madrugada, afinal menos gente faz isso. Porém não é garantia de que sua passagem seja sempre mais barata se comprar às três da manhã. Existem casos de sucesso, mas não há provas definitivas disso.

Uma vez que o tráfego é menor das 23h às 5h da manhã, as companhias tendem a incentivar a compra nesse horários para diminuir o congestionamento de aeroportos, então por isso pode-se encontrar passagens boas nesses horários.

A lógica é mais ou menos assim: as companhias aéreas têm classes tarifárias, que são os tipos de passagens. Por exemplo, a gente sempre voa de classe econômica (pelo menos eu haha). As companhias então têm um número limitado de passagens por classe. Quando essas passagens acabam, o preço da próxima classe será mais alto e assim por diante. Só que no meio desse processo existem passagens que não foram emitidas por conta de diversos fatores, como reservas que não foram confirmadas, etc. Essas passagens são lançadas novamente – de madrugada – a preços promocionais. Tem como saber quais passagens serão e quando serão lançadas? Não.

  • Existe um dia da semana melhor para comprar passagens aéreas? Talvez.

De acordo com o Skyscanner, um dos maiores sites agregadores do mundo, comprar passagens de terça-feira te dá uma chance maior de que a passagem seja mais barata.

Porém, de acordo com o Melhores Destinos, que é outra autoridade no setor, essa história de melhor dia para comprar é um mito. Segundo o Melhores Destinos, as promoções variam muito devido ao enorme número de fatores que determina o preço de passagens aéreas, como por exemplo: a demanda, grandes eventos ocorrendo em cidades de partida e destino, competição entre as companhias, promoções relâmpago, entre outros.

Realmente, se você ficar pesquisando destinos em diversos sites de passagens, vai perceber que os preços variam de uma hora para outra, mas não é determinado ao acaso: as companhias monitoram constantemente a demanda e ocupação de seus voos. Por isso, sempre que o mercado está aquecido, as empresas aumentam os preços.

Daí quando os voos estão com baixa procura, acontecem as promoções relâmpago! Por isso que sempre digo: coloque a pesquisa de passagens na sua rotina, pois assim saberá quais são os preços médios praticados para seus destinos preferidos ou mais desejados. Assim você saberá quando uma promoção é realmente boa e poderá aproveitar para comprar passagens aéreas na hora, quando estiverem com preços mais baixos. Aliás, outra dica importante é quando descobrir uma passagem barata compre na hora, pois como já falamos, os preços mudam muito rápido.

  • Existe uma época melhor para comprar passagens aéreas? Depende do destino.

Novamente estamos lidando com oferta e procura. Você já deve estar cansado de ler isso, mas é a vida. O Skyscanner lançou uma pesquisa imensa, onde analisaram detalhadamente os milhões de voos armazenados no banco de dados do site. Descobriram então os meses mais baratos para viajar para os principais destinos internacionais buscados pelos brasileiros. O resultado nos mostrou que cada destino tem um comportamento particular. Por exemplo, novembro é o mês mais barato para viajar para a Europa; agosto, setembro e outubro são os melhores meses para quem quer ir aos Estados Unidos; enquanto outubro e novembro tem os voos mais baratos para Santiago e Buenos Aires, e por aí vai. Por isso é importante pesquisar rotineiramente e criar seu próprio mini banco de dados com seus destinos preferidos.

Nesse vídeo o Alvaro também deu algumas dicas de como comprar passagens aéreas mais baratas na América do Sul:

  • Comprar no último minuto é garantia de economia? Não, mas você pode se surpreender.

A MaxMilhas, que é outra grande empresa do setor passagens aéreas, nos deu uma informação interessante: as companhias aéreas procuram encher pelo menos 60% do avião o mais rápido possível, pra ter certeza de que o voo vale a pena. Até esses 60% o preço é um, depois ele vai aumentando conforme o voo vai ficando lotado, depois cai novamente quando percebem que o voo não vai encher - aí vem as promoções relâmpago.

É por isso que às vezes tem gente comprando passagem no dia anterior e conseguindo preços incríveis. Pela minha experiência pessoal, isso costuma funcionar em datas menos concorridas. Faz sentido que as companhias façam promoções nessas condições pra encher os voos menos concorridos. Novamente, não é regra absoluta.

  • Quanto mais antecedência melhor? Não.

Faltando muitos meses para uma viagem as empresas ainda não tem parâmetros suficientes, então colocam um preço padrão daquele destino. Depois, quando as pessoas começam a comprar, reservar e tal, as empresas vão se adequando ao longo dos meses. Tudo isso é feito automaticamente.

Há quem diga que o passagens são mais baratas três meses antes da partida para internacionais e 45 dias para nacionais. Também há quem diga que 30 dias é o número ideal e tem gente que fala 15 dias.

Infelizmente não tem como ser preciso ou criar um número mágico. A essa altura do texto você já deve ter percebido isso hahah Pode haver um histórico, mas falando de minha experiência pessoal, já vi passagem barata com antecedências muito diversas.

Para que você tenha uma base, uma bom intervalo de antecedência para comprar passagens aéreas baratas é de 90 dias para voos internacionais e 30 dias para domésticos. Esse é o número que mais encontrei nos blogs e sites que dão dicas sobre viagem.

  • Comprar passagens com ida e volta é sempre mais barato? Costuma ser, mas nem sempre.

Geralmente ida e volta compensa, mas pode ser que esteja baixa a procura para o trecho (de ida ou de volta), ou pode ser que um destino novo gere promoções para só um trecho, enfim, devido ao grande número de fatores que já citei aqui, você pode sim encontrar trecho único mais barato que ida e volta.

  • Comprar na janela anônima é sempre mais barato? Não necessariamente, mas pode ser.

Talvez você tenha percebido o comportamento dos cookies do seu navegador. Cookies, em resumo, são informações guardadas sobre seus padrões de navegação, como quais sites acessou, que tipo de busca fez no google. Com eles os sites das empresas aéreas podem “perceber” se você buscou um destino e podem, sim, acabar mostrando preços maiores. Como disse acima, é sempre bom fazer o double check!

Por outro lado, de acordo com o Skyscanner, os cookies gerados pelo acesso especificamente no site deles não exercem influência nos preços das passagens, pois a sessão é anônima até que você visite o site da companhia aérea. Ainda assim, “o precavido morre de velho”, então vale a pena limpar seu histórico de navegação, cache, cookies e tudo mais antes de comprar passagens. Além disso, lembre-se sempre de utilizar sites conhecidos e confiáveis, com boa reputação e recomendados por outros clientes.

Eu mesma fiz uma pesquisa sobre compra de passagens com janela anônima e no meu caso as diferenças não foram significativas. Inclusive alguns voos estavam mais baratos na janela normal do que na anônima. Por isso digo que “não necessariamente” a janela anônima é o segredo absoluto da barateza.

  • Comprar do site da companhia aérea é sempre mais barato? Nem sempre.

É preciso buscar no site das companhias aéreas sim, mas os agregadores às vezes encontram promoções que nossos olhos não veem. Por mais extensa que seja sua pesquisa “na mão” em cada site das companhias, um sistema de busca automatizado como os sites e apps que listei aqui poderão encontrar tarifas mais baratas de forma muito mais eficiente.

Tem uma coisa que pode dar diferença em casos assim: alguns sites de busca cobram pelo serviço, e cobram muito. Vou dar um exemplo de experiência pessoal: Fui comprar uma passagem pra Amsterdam pelo Decolar.com, que é um dos sites mais usados pelos brasileiros. Vi uma passagem super barata (pois já sabia das médias de preço antecipadamente) e fui louca clicando para comprar correndo. Quando cliquei para efetivar a compra, o Decolar estava me cobrando uma taxa de serviço de 300 reais, aumentando assim o preço da passagem. Parei. Pensei. Voltei a pesquisar em outros sites agregadores e achei a mesma passagem com o preço justo em outro site, sem essa taxa.

Por isso digo: sempre procure em mais de uma fonte! Sempre use sites diversos e procure passagens com frequência. Nenhum site é garantia de preço baixo.

  • Milha vale a pena? Depende.

Milhas podem te trazer upgrades (como voar primeira classe), presentinhos (brindes), ou mesmo passagens aéreas inteiras. Porém, devo dizer de cara que se você não viaja sempre, dificilmente vai acumular milhas suficientes para uma passagem para outro continente. Dentro do Brasil sim, talvez até dentro da América Latina.

Não desanime! Existem os programas de pontos que podem virar milhas aéreas a partir de compras que você faz no dia-a-dia, como o Multiplus, Netpoints, Km de vantagens e outros. Nesse caso vale a pena pra quem usa bastante cartão de crédito e faz muitas compras online.

Existem também as alianças de companhias aéreas, que servem para que você possa usar as mesmas milhas com várias companhias de forma intercambiável. Vale a pena entrar no site de cada aliança e ver se as companhias fazem os destinos que você quer.

Caso você decida pelas milhas e viaje sempre usando elas, lembre-se: milha é negócio de longo prazo. Outra coisa: não basta apenas viajar para acumular milhas, tem que se cadastrar nos programas de milhagem. Depois de se cadastrar, lembre-se de juntar tudo no mesmo programa! Por exemplo, eu tenho pontos na Emirates quando voei pra China, e tenho pontos na British Airways quando voei pra Inglaterra. Tenho uma quantidade razoável nas duas companhias, mas se juntasse tudo daria um vôo inteiro. 

É mais fácil tentar se fidelizar e voar sempre com a mesma pra tentar acumular um número bem grande de pontos e ter mais vantagens como falei acima.

Tem que ver se vale pra você. Para isso você precisa entrar no site de cada um desses programas de fidelidade e estudar as condições oferecidas. O blog Viaje na Viagem fez um post sobre 3 pegadinhas de programas de milhas pra ficar esperto.

O assunto “milhas” daria um livro, pois cada situação é diferente dependendo da companhia aérea, da frequência de viagem, do cartão de crédito, do quanto se compra, da época em que se trocam pontos por milhas, e mais uma dezena de fatores. O blog Sunday Cooks fez um ótimo resumo sobre milhas. O blog Todos a Bordo fez uma comparação de cada programa de milhas por preço da mensalidade e valor de milha para troca.

Espero que essas dicas tenham esclarecido um pouco o universo misterioso das passagens aéreas! Mande perguntas nos comentários ou pelas minhas redes sociais.


83c7d46f2267b3467948759dc509165d

Juliana

Engenheira, tradutora e autora do Virando Gringa, segue lá! Gosta de falar de viagem muito barata...

+ Ver mais

Out 15, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar Juliana saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor