Categorias

Como foi minha experiência Worldpacker em Curitiba

Passei algum tempo trabalhando em troca da acomodação no Knock Knock Hostel, em Curitiba. Vou contar um pouco das minhas funções, sobre a turma do staff, a estrutura do hostel e o que curtia fazer no tempo livre.


Ce7e6c312d1c9d3e59fca4d7d2a6243d

Gustavo

"O mundo é muito grande pra se viver em apenas uma cidade" E é pensando nisso que eu escolhi te...

Abr 24, 2018

Ponto turístico em Curitiba

1. Funções

Minha função como Worlpacker era na recepção, eu tinha o horário da tarde, que começava às 12h e ia até 17h.

Ficava recepcionando os hóspedes, fazendo check-in, acompanhando os hóspedes até o quarto e mostrando o hostel.

2. Estrutura

O hostel é bem grande!

No térreo tem a recepção e a sala de cinema, com um projetor mesmo. 

Subindo as escadas tem três quartos compartilhados. Mais um lance de escadas e você encontra a cozinha e mais dois quartos.

No mesmo andar existe a sala de convivência, computador, espaço de leitura e mais um quarto. 

Seguindo um corredor você encontrar a churrasqueira e a saída para o terraço, com rede e grama artificial.

É muito espaçoso, ótimo lugar.

cozinha do Knock Knock Hostel

3. Relação com staff

Minha relação com os hóspedes era ótima.

Com staff éramos como uma família, dividíamos o mesmo quarto, era como se fosse irmãos mesmo. Um de nossos anfitriões dormia no mesmo quarto, era como se fosse o nosso pai, apesar da mesma idade.

4. Benefícios

No hostel éramos incentivados a tentar ser microempreendedores. 

Lá tinha um balcão para expormos nossa arte ou o que quisermos. Eu cheguei a fazer torta com o outro voluntário para vendermos para os hóspedes.

5. Localização

O hostel fica localizado no bairro do lado do centro de Curitiba. Há 15 minutos de distância do Largo da Ordem, um espaço muito conhecido por todos os curitibanos. Lá você encontra o Cavalo Babão, uma estátua simbolizando a época onde ali era uma parada para os cavalos exaustos beberem água e seus donos descansarem da viagem feita.

Lá também é o começo da Rua Trajano Reis, com seus bares e baladas.

6. Tempo livre

No meu tempo livre eu ia muito aos parques , Curitiba tem muitas opções de parque. Amava andar de bike, que eu pegava emprestado no hostel. 

Curti muito o dia em Curitiba, mas a noite não ficava pra trás não, muita festa barata e boa que eu fui.

Se você quer se dar bem no hostel vá e viva respeitando a boa convivência e energia do lugar.

É ótimo, eu me senti em casa lá, numa família.

Seja você mesmo lá e se divirta muito!



Ce7e6c312d1c9d3e59fca4d7d2a6243d

Gustavo

"O mundo é muito grande pra se viver em apenas uma cidade" E é pensando nisso que eu escolhi te...

Abr 24, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar GustavoPaiva saber :-)


Comentários