Categorias

Como viajar o mundo me fez querer abrir um hostel na minha própria cidade

Era uma vez, havia essa mulher chamada Alejandra Ugalde, uma worldpacker na Jungla del Jaguar. Agora, ela é dona do Corral d Comedias Hostel, no México. Ela é uma Viajante e uma Anfitriã. Ela conhece profundamente a essência pura da Worldpackers. Aqui vai uma história contada por ela mesma…

Worldpackers_Jungla del Jaguar

Para mim, viajar é uma das únicas coisas que realmente faz você se sentir viva. Conhecer novas culturas, pessoas, comidas, paisagens e experiências realmente abre os seus olhos e faz você perceber que o mundo tem muito mais do que imaginamos. Ninguém tem uma ampla percepção do mundo se ficar no mesmo lugar a vida toda. Estive viajando por 3 anos agora, sempre voltando para casa cara colocar as coisas em perspectiva.

Uma vez fui para Costa Rica com o meu melhor amigo, Emiliano, e não traçamos um itinerário, só sabíamos que tínhamos que chegar a Drake Bay e, de resto, iríamos onde o destino nos levasse. Foi na Costa Rica que decidimos nos tornar worldpackers e foi fantástico. Eu não sabia muito bem o que esperar, mas tudo se revelou ser uma experiência incrível.

Sempre pensei que era preciso dar algo de volta à terra para qual você viaja. Então, trabalhar em um hostel e ajudar outros viajantes e anfitriões enquanto tiver a chance de conhecer o lindo Corcovado, na Costa Rica, me pareceu o acordo perfeito, e realmente foi. Como uma engenheira ambiental, ir a um lugar tão remoto, cheio de natureza e quietude foi absolutamente impecável.

Eu tive a chance de me envolver com o estilo de vida na selva e aprender a viver em meio à natureza. Aquilo foi impagável! Eu aprendi muito sobre desenvolvimento sustentável como uma worldpacker, mas também aprendi sobre o gerenciamento de um hostel, o que me deu as ferramentas necessárias para abrir meu próprio hostel.

Como viajante, eu estou sempre tentando ajudar aqueles que se arriscam a viajar para o exterior e conhecer o mundo, então ter um hostel na minha cidade-natal foi uma ideia perfeita. Dar aos viajantes uma casa quentinha, acolhedora, amigável e bonita era o meu sonho.

Eu me lembro de todas as histórias incríveis que eu tive nos hostels por onde passei, é por isso que eu quero que os viajantes construam suas próprias histórias aqui. Guanajuato é uma cidade bonita para explorar, então por que não ter um hostel por aqui? Tudo se resume a compartilhar o que é seu com os outros.

Meus parceiros e eu queríamos que nosso hostel fosse o mais diverso possível e envolver worldpackers de países diferentes definitivamente traz ao lugar ótimas energias internacionais que conhecemos quando nós mesmos viajamos o mundo. Provavelmente, eu não saberia da Worldpackers se eu não fosse uma viajante worldpacker, mas, como sempre estamos procurando por diferentes formas de viajar, em algum momento eu iria ter descoberto a plataforma.

Receber worldpackers é uma ótima forma de estabelecer conexões com as pessoas e, muitas vezes, os viajantes são trabalhadores muito dedicados. Eles são muito úteis, sempre trazendo novas ideias ao lugar, fazendo com que tudo seja muito mais interessante para os hóspedes. Aqui no Corral d Comedias Hostel, queremos que as pessoas nos ajudem a manter o lugar limpo, organizado e agradável. Além disso, as pessoas também podem dar ideias sobre como torná-lo ainda melhor para os hóspedes. Procuramos por pessoas responsáveis e confiáveis.

Está nos meus planos continuar viajando como uma worldpacker, especialmente quando eu estiver me aplicando e esperando por um match. Então, sempre que um anfitrião me aceitar, eu irei correndo para lá.

Enquanto trabalhava em outros hostels, eu sempre pensava sobre o que eu faria se tivesse meu próprio hostel: como eu o decoraria, o que eu cozinharia, o que ofereceria aos viajantes e o que eu gostaria que ele tivesse, até que eu percebi que aquilo não era impossível de se fazer. Então, eu comecei a procurar oportunidades e formas de tornar meu sonho realidade. E aqui estou eu.

Eu espero que Corral d Comedias Hostel melhore a cada dia, se tornando um lugar onde viajantes podem se sentir confortáveis e bem-recebidos. Pessoalmente, eu quero continuar viajando como uma worldpacker - dessa forma, eu posso aprender com outros hostels e trazer boas ideias ao meu próprio negócio. Todos aprendemos muito com os outros, então aprender e compartilhar o aprendizado com outros hostels me fará melhorar tanto como anfitriã, como ser humano, fazendo o mundo um lugar melhor para todos.

Pela worldpacker Alejandra Ugalde



Curtiu? Mande um Obrigado! Dúvidas? Comente :-)


Comentários