nathalia generoso é uma nomade digital da nova geração

Muita gente tem vontade de sair por aí desbravando o mundo, mas na hora de botar a mão na massa e fazer o sonho virar realidade, começam a surgir centenas de dúvidas e medos, especialmente no aspecto financeiro: “como se manter?”, “como ganhar dinheiro em outro país?”, “dá pra trabalhar pelo computador com a minha profissão?”, “tenho que passar um ano economizando para poder viajar?”.

A resposta para todas essas perguntas na verdade é bem simples! Com toda a tecnologia a nosso favor nos tempos de hoje, é possível sim fazer praticamente tudo pelo computador, ou até mesmo buscar trabalho em outros países antes mesmo de comprar sua passagem.

É claro que algumas profissões são mais fáceis e mais óbvias de se trabalhar remotamente. É o caso de jornalistas, publicitários, escritores e artistas em geral.

Profissões menos convencionais também podem se dar muito bem no mundo digital, aliás, arrisco dizer que na maioria das vezes a concorrência é bem menor online do que na sua cidade, por exemplo.

Fiz uma lista de algumas profissões que, apesar de não parecerem, podem se dar super bem trabalhando remotamente.

  • Advogados – Você não precisa necessariamente estar presente para atender clientes ou sessões. Todos os trâmites podem ser feitos via Skype. A entrega de documentos pode ser feita por escâner e você só precisa de algum representante, caso seja necessário comparecer ao tribunal, mas para isso basta deixar combinado com um amigo que também seja advogado e pronto! Inclusive, se vocês forem sócios, vocês podem até pensar em viajar para países que têm interesse em, um dia, expandir seu escritório.
  • Psicólogos – Já existem consultas, não apenas de psicólogos, mas também de médicos, via internet! Tudo que você precisa é uma câmera, um microfone e um lugar tranquilo para atender seus pacientes. Tenho certeza que a maioria vai até preferir não ter que se deslocar até o consultório toda semana, com a correria que todo mundo anda vivendo hoje.
  • Engenheiros – É o mesmo caso dos advogados: geralmente esses profissionais não trabalham sozinhos e sempre terão um representante na obra ou projeto (dependendo da área de engenharia que você for atuar). Há, também, profissionais que se especializam apenas em estudar e aprovar projetos, isso facilita bastante, pois os documentos podem ser escaneados e enviados por e-mail facilmente.
  • Professores – Não precisa nem comentar muito, certo? É óbvio que a melhor maneira de ensinar hoje em dia é através da internet. Você pode até criar grupos, ou salas, e montar turmas de acordo com seus horários disponíveis.
  • Contador – Eu tenho uma contadora que mora na mesma cidade que eu, mas eu só a vi pessoalmente uma vez na vida! Sempre que tenho algum problema com contas e finanças eu chamo pelo Whatsapp e ela resolve em um dia ou dois, tudo por sistemas online, apenas com as fotos dos documentos que eu enviei.
muitas profissões têm alternativas de trabalho remoto

Além dessas profissões mais comuns, tem também muitas e muitas outras áreas que são fáceis de transformar em trabalho remoto, basta a gente sair da zona de conforto e pensar um pouco em como mudar de vida.

Outra ideia é trabalhar com artesanato, artes e venda de produtos de interesse dos turistas. Tem gente que tem o dom para esses trabalhos manuais e nem sabe, só porque nunca tentou. Esses produtos são muito bem valorizados fora do Brasil e conheço várias meninas que só vivem disso.

Se ainda assim você acha que não conseguiria se adaptar, você pode pegar o que você sabe fazer, sua profissão ou algo que você seja bom, e fazer vídeos para um canal no Youtube. Sabia que é possível ganhar dinheiro com publicidade e cliques nos seus vídeos? Criar um blog também é uma boa ideia para quem gosta de escrever e dar dicas sobre os lugares que você já visitou, a monetização funciona do mesmo jeito que o Youtube.

Caso você já trabalhe (e goste do seu trabalho) em alguma empresa, vale a pena conversar com seu chefe sobre a possibilidade de trabalhar remotamente. Mostrar para ele que um funcionário a menos na empresa não significa dor de cabeça, mas sim um espaço a mais na sala, menos cafezinhos, economia de energia e por ai vai. Vocês podem tentar fazer o teste por algumas semanas na sua casa mesmo, e depois que oficializarem é só se jogar no mundão.

Se você ainda não tem trabalho, não se preocupe! Alguns países como a Colômbia, por exemplo, sempre contratam estrangeiros para trabalhos informais, como em cafeterias, bares e restaurantes, hostels e muito mais. Basta dar uma procurada ou ir com o coração aberto para as oportunidades que surgirem.

Geralmente os países mais fáceis de aceitarem estrangeiros trabalhando estão na América do Sul, tanto por conta do idioma e da quantidade de turistas brasileiros que precisam ser atendidos, quanto pelas leis que são mais brandas, mas nada te impede de procurar em outros lugares também!

A ideia não é ficar em um lugar para sempre, mas sim juntar um dinheirinho em cada lugar que você passar e seguir para o próximo.

Se você ainda não chegou na idade para trabalhar, que tal pesquisar profissões que você gostaria de exercer e que são facilmente transformadas em trabalho de um nômade digital? Foi isso que eu fiz, desde os meus 11 anos eu comecei a planejar qual profissão iria exercer: o único requisito era que ela me desse a flexibilidade de estar em qualquer lugar, por isso escolhi o jornalismo (e também porque amo escrever).

Desde que terminei a faculdade, demorei ainda 7 anos para conseguir uma certa estabilidade de poder viajar tanto tempo, mas valeu a pena esperar e planejar cada passo com segurança e certeza!


Ea3dc39ca0b2f6b5f17abddec1f0e9a4

Nathalia

Eu viajo. É disso que eu vivo e eu vivo para isso. Não posso imaginar minha vida de outro jeito ...

+ Ver mais

Out 11, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar Nathalia saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor