3 destinos paradisíacos brasileiros para ir nas férias com pouco dinheiro

Conhecer o Brasil pode ser mais caro que uma viagem internacional, mas também pode sair quase de graça. Você vai descobrir agora onde ir nas férias com pouco dinheiro e ter uma experiência incrível.


E56e2ad24ca6a189efd54a2cfcd71838

Raquel

Uma jornalista brasileira que escreve sobre pessoas. Eu viajo para conhecer histórias de vida e...

+ Ver mais

Ago 21, 2018

Arara Canindé na Chapada dos Veadeiros

Selecionei parques nacionais, trilhas, praias e cachoeiras que consegui conhecer gastando pouco, além de dicas sobre como usar a economia colaborativa para entender como viajar barato em suas férias. Confira! 

1. Onde ir nas férias com pouco dinheiro em Goiás: Chapada dos Veadeiros

Trabalhando em hostel

A cidade com mais estrutura para quem vai conhecer Chapada dos Veadeiros é, sem dúvidas, Alto Paraíso. Esse destino é uma ótima opção para quem quer economizar trocando suas habilidades por hospedagem e outras ajudas de custo em um hostel.

Há um esquema de caronas entre Alto Paraíso e as cachoeiras, vales e parques da Chapada dos Veadeiros consolidado há anos. Aconselho um pouco de atenção, mas só tive experiências positivas e ainda fiz amigos na essa estrada. 

Chapada dos Veadeiros é um destino para viajar nas férias com pouco dinheiro

Acampando

A vila de São Jorge é um amor de vila. Ela foi formada por garimpeiros de quartzo e hoje tem cerca de 700 habitantes. Esse número se multiplica todo mês de Julho, com o Encontro de Culturas Tradicionais do Cerrado.

De longe, o evento mais legal que já participei. Prepare-se para fazer trilhas incríveis, comer comidas veganas, tomar a cachaça do Waldomiro e entrar em contato com artistas e culturas de todo o país.

Eu fiquei no Camping do Encontro e recomendo muito, por causa desse lugar pude conhecer a Cachoeira Santa Bárbara, diferente de tudo que já vi na vida. 

2. Onde ir nas férias com pouco dinheiro na Bahia: Chapada Diamantina

Trabalhando em Hostel

A charmosa cidade de Lençóis é a opção mais comum de quem quer conhecer a Chapada Diamantina trabalhando em um hostel bacana. Lençóis conta com trilhas leves e agências de turismo para os passeios mais bacanas. Passei uma noite por lá e viajei na combinação de cores das casas, dignas de foto no insta.

Acampando

O Vale do Capão é uma vila formada por trabalhadores da época em que o garimpo era permitido na Chapada Diamantina. Você vai encontrar imensos murais do artista Salomão Zalcbergas pelas ruelas do Vale e a cada passo entender mais sobre essa história.

O Seu Dai é um dos moradores mais antigos da região e já garimpou muitos diamantes. Hoje é dono de um camping bem simples, que leva seu nome. Ele pode te contar muitas histórias, te indicar cachoeiras e ensinar o ponto perfeito de colher uma jaca.

Mural de Salomão Zalcbergas no Vale do Capão

3. Onde ir nas férias com pouco dinheiro no Rio de Janeiro: Ponta Negra

Trabalhando em hostel

Você que leu alguma coisa sobre Paraty sabe que é uma cidade encantadora. O que você talvez não saiba é que ela é repleta de hostels, super bem localizados, que recebem voluntários.

Essa é uma das cidades do Rio de Janeiro mais legais para explorar sozinho. Você vai encontrar igrejas e casarões coloniais no centro histórico, além de eventos como a mostra internacional de cinema de Paraty, a famosa festa do divino e o carnaval tradicional, que conta com bonecos gigantes. Basta pegar um barquinho no bairro das Laranjeiras para chegar em Ponta Negra.

Acampando

A praia do sono foi o destino que escolhi para passar a virada de ano, foi tão bom, que voltei outras duas vezes. Na última, achei muito lotado. Minha dica agora é pegar um barquinho até Ponta Negra, uma praia menor, mais vazia, com camping e linda. Ela dá acesso a cachoeira do Saco Bravo. Um lugar que merece uma foto.

Ponta Negra, em Paraty

3. Como viajar barato de ônibus

Você já ouviu falar em ID Jovem? O ID Jovem é um programa do governo que concede vagas gratuitas ou com desconto para transporte coletivo interestadual. As regras para participar são:

  • Ter entre 15 e 29 anos;
  • Pertencer a uma família com renda mensal de até dois salários mínimos;
  • Possuir cadastro atualizado no Cadastro Único do Governo Federal.

Pode ser que você não se encaixe no programa, mas pode passar essa dica para seu amigo que está começando a viajar. 

4. Como viajar barato de carona compartilhada

Grupos de facebook

Antes de gastar com uma passagem para seu próximo destino, vale muito entrar em um grupo de caronas do local. Todos os destinos dessa lista contam com um deles. 

Existe um grupo para fazer a conexão de Brasília-Chapada dos Veadeiros, de Lençóis para o Capão e também do Rio de Janeiro para Paraty.

Exemplo para pedir uma carona:

[Procuro]

Carona de Brasília para São Jorge no dia 10 de julho período da manhã.

Contribuo com a gasolina.

Obrigada.

Exemplo para oferecer uma carona:

[Ofereço]

Carona de Brasília para São Jorge saindo do aeroporto no dia 10 de julho às oito da manhã. Contribuição: 50 reais.

Interessados inbox.

Aplicativos

Os aplicativos de carona tem a vantagem de disponibilizar a avaliação do motorista e também a de você receber avaliações positivas. Eu uso o BlaBlaCar e o BeepMe.

Você posta a data que pretende ir e voltar. Com o tempo, possíveis caroneiros entram em contato com você. Uma vez o carro da minha carona quebrou, na altura de campinas. Da oficina mesmo encontrei outra carona no aplicativo e segui viagem. Costuma ser mais rápido e barato que ônibus.

Morro do Pai Inácio na Chapada Diamantina

5. Como viajar barato de avião

O primeiro passo para economizar na sua passagem de avião é preencher, no Google Flights, as datas da sua viagem e aplicar um alerta de passagens. Assim você acompanha por e-mail as quedas de preço.

Já ouvi a dica de fazer sua pesquisa de passagens abrindo uma aba anônima e que, entre terça e quinta, são os dias mais baratos para comprar trajetos nacionais.

Sites que aplicam alerta:

  • Skyscanner;
  • Voopter;
  • Decolar.com;
  • Momondo;
  • Melhores destinos

Eu já consegui ida e volta, São Paulo-Brasília, por 250 reais. Precisei de paciência, muita pesquisa e um pouco de sorte. Você também consegue! 

6. Como comer barato em suas férias

Minha dica é se hospedar em um local com cozinha coletiva e deixar algumas frescuras de lado. É possível se alimentar bem, de forma simples, fazendo uma feira ou compras no mercado. Com amigos para dividir as refeições fica mais barato ainda! Fiz isso no Rio de Janeiro, na Bahia e em Goiás. Quem topasse fazer um prato especial, não lavava a louça!

Restaurantes são caros, até mesmo na sua cidade, mas se não puder cozinhar algum dia, fuja dos restaurantes para turistas. Outra opção é comprar uma refeição caseira e típica, feita por locais, em plataformas como Meal Sharing, Eat With e o Dinneer.

Deixo também essa live feita com o Cadu Cassau, contando como viajar o Brasil voluntariando:

Confira mais destinos brasileiros onde ir nas férias com pouco dinheiro no Sola no Mundo e dicas pelo face e pelo insta!


E56e2ad24ca6a189efd54a2cfcd71838

Raquel

Uma jornalista brasileira que escreve sobre pessoas. Eu viajo para conhecer histórias de vida e...

+ Ver mais

Ago 21, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar Raquel saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor