Vantagens, desafios e 5 dicas essenciais para viajar só com bagagem de mão

Independente do destino, tempo de viagem, época do ano ou companhia aérea, é possível viajar levando apenas uma mala de 10 quilos e em 5 dicas eu te provo como.


294981b6996e311f25ec60ef237c976a

Abr 03, 2019

Espírito livre, viajante, otimista e fascinada por ouvir e contar histórias | A free spirit, a traveler, an optimist who loves to hear and tell sto...

As melhores dicas para viajar só com a bagagem de mão

Eu aderi ao conceito de viajar de maneira mais leve e prática há alguns anos, ou seja, comecei a embarcar só com uma mala de mão. 

Enfrentei o inverno chileno usando criatividade nas combinações, o verão português com roupas básicas e seis semanas na Escócia sem despachar bagagem. Mas afinal, porque e como fazer isso?

As principais vantagens de viajar só com bagagem de mão são:

1. Rapidez

Fazer o check-in online, ir direto para o embarque e não enfrentar filas são as principais vantagens. Ao chegar ao seu destino, deixar o aeroporto rapidamente é outra: nada de esteira ou risco de extravio. Seus pertences estarão o tempo todo com você no avião e isso equivale a uma preocupação a menos.

2. Economia

Atualmente, muitas companhias aéreas vendem passagens promocionais por um preço bem mais baixo do que o normalmente praticado, desde que o passageiro viaje apenas com mala de mão. Se desejar despachar alguma bagagem, precisará comprar a franquia, e isso normalmente eleva o preço para um valor não tão promocional assim.

3. Praticidade

Viajar somente com uma mala de mão significa menos peso para carregar, mais eficiência ao se locomover no aeroporto, no transporte público e na cidade e menos chances de você se atrapalhar com as malas.

Os principais desafios de viajar só com bagagem de mão são:

1. Desapego

Parece bobo, mas antes de tudo é preciso desapegar da ideia de que para uma viagem de 30 dias você precisará de 30 peças. Desapegar do secador de cabelo, do barbeador elétrico, dos frascos de perfume e da necessaire completa de maquiagem. Deixar os vários tipos de sapato e o kit de acessórios para trás. 

Isso pode ser um desafio, mas a economia, a praticidade e a rapidez de viajar apenas com bagagem de mão valem o esforço. 

Menos é mais: peças versáteis de tecido leve e que não amasse, toalhas menores, dois ou três pares de sapato e, no caso da necessaire, tudo precisará estar em frascos pequenos (no máximo de 100ml, que é o permitido pelas companhias aéreas). Ao transportar líquidos, procure etiquetá-los se não estiverem na embalagem original e coloque-os em sacos herméticos no estilo ziploc. Por fim, dê preferência para levar remédios em comprimido.

2. Organização

Pense com antecedência em combinações possíveis de peças de roupa. O ideal é que todas as peças selecionadas combinem umas com as outras, assim você poderá levar poucas delas, mas irá variar o look. Escolha as mais básicas e de cores neutras. 

Ao arrumá-las na mala, aproveite os cantos. Essa parte será um pouco como brincar de Lego: fazer rolos com as peças de roupa, ir encaixando e aproveitar cada pequeno espaço. Também existe uma técnica chamada "bundle wrapping" que é bem útil. Tenha paciência nessa fase: organizar a mala de mão exige treino e prática.


Bagagem de mão com algumas roupas, sapatos, câmera e computador

Confira essas 5 dicas essenciais para viajar só com a bagagem de mão:

1. A escolha da mala

As medidas da mala precisam ser de 115 cm no total: 55 cm de altura, 35 cm de largura e 25 cm de comprimento incluindo as rodas e a alça. O peso máximo permitido saindo ou vindo para o Brasil é de 10 kg

Alguns viajantes preferem mochilas às já conhecidas malas de rodinhas, pois isso traz mais versatilidade para a viagem. No entanto, é uma opção pessoal, já que levar todo o peso nas costas pode não ser muito fácil também. 

Caso opte pelas malas de rodinha, fique atendo ao material e verifique se ela é leve e resistente. Além disso, dê preferência àquelas que possuem alça dupla e divisões internas.

2. Como levar a necessaire

Procure levar a sua necessaire na bolsa pessoal. Lembre-se da dica dos frascos pequenos, verifique o limite de líquidos que a companhia estabelece e coloque-os nos sacos herméticos, pois ao passar pela segurança antes de embarcar, talvez você precise mostrar os itens a algum funcionário.

Está na dúvida sobre levar um produto que não sabe se irá usar? Não leve. Se algum dos seus itens de higiene acabar e for necessário, compre no local. Caso você esteja em um hostel, é comum que haja alguns itens sobrando como xampu, protetor solar e cremes que viajantes deixaram para trás e ficam disponíveis para quem quiser usar: pergunte se isso é praticado no hostel quando precisar de algo antes de ir comprar. Lembre-se de não levar objetos cortantes.

3. Documentos necessários

Não leve todos os seus documentos. Carregue só o necessário: passaporte, carteira de motorista e talvez o RG. Deixe o resto em casa. Leve um ou dois cartões, mas não todos. Procure deixar pelo menos um no Brasil. Salve em uma nuvem ou deixe com algum parente fotos dos seus documentos e do visto, para facilitar caso você acabe por perder algum.

4. Como levar eletrônicos e livros

Tente levá-los também na bolsa pessoal e selecione apenas aquilo que você realmente precisa. Se puder escolher, carregue um laptop pequeno e mais leve. Caso deseje ter consigo livros e guias, opte pelos digitais ou pelos de bolso. Isso faz diferença principalmente no quesito peso da bagagem.

5. A escolha das roupas

E se for inverno? Embarque com o casaco mais grosso na mão ou no corpo e coloque mais de um casaco se for o caso. Vá vestindo o cachecol e o cinto também, isso libera espaço na sua mala de mão. Procure embarcar com a bota, que ocupa mais espaço e é mais pesada, deixando o tênis para a bagagem. 

Além disso, saiba que você terá que lavar algumas peças no chuveiro e talvez encontrar uma lavanderia barata, dependendo do tempo que ficará no local. Por isso, pensar em tecidos que não amassem também é importante. Mesmo se tiver que pagar pela lavanderia, sai mais barato do que carregar todas as peças que você usará e viajar com muitas malas, pagando mais por isso e correndo risco de extravio.

Nesse vídeo abaixo, a expert Nath Generoso também dá dicas de como fazer uma mala de 8 kg para um mochilão:

É isso galera, aproveitem as dicas de como viajar só com a bagagem de mão e boa viagem! Uma vez adeptos à mala de mão, será difícil pensar em despachar sua bagagem de novo.


294981b6996e311f25ec60ef237c976a

Abr 03, 2019

Espírito livre, viajante, otimista e fascinada por ouvir e contar histórias | A free spirit, a traveler, an optimist who loves to hear and tell sto...


Gostou? Não esqueça de deixar Thami saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor