Dicas WP para Projetos Ecológicos: como se preparar para as experiências

O planejamento das atividades é um dos passos mais importantes para as vivências e, por isso, preparamos um material especial com dicas de planejamento dos nossos Anfitriões com Potencial de Projetos Ecológicos.

Alinhando expectativas em seu perfil na Worldpackers

1. Ter um plano a longo prazo para seu projeto pode ajudar muito na estruturação das atividades do dia a dia dos voluntários - e até mesmo a escolher bem quais são os grupos de habilidades que você pedirá dos viajantes na plataforma. Para te ajudar nesse plano, organize em um calendário as atividades de acordo com suas prioridades: os objetivos com maior grau de importância e urgência devem ser priorizados, sem esquecer-se das atividades de rotina (como cuidado com animais, cultivo da horta e plantações, entre outros).

2. Caso alguma atividade seja parte do dia a dia - como limpar a acomodação, manejar resíduos, atividades extras informadas no perfil (como aulas de yoga) ou até mesmo cozinhar para si mesmo - mas não esteja dentro das horas de ajuda combinadas pelo site, certifique-se de que o viajante está ciente dessas informações com antecedência.

3. Se as atividades do seu projeto variam de acordo com outros fatores - como estação do ano, condições meteorológicas ou alguma época específica -, sempre deixe isso claro em seu perfil para que não haja um desalinhamento de expectativas. Você pode criar vagas distintas com descrições diferentes para que, quando aquela atividade específica não estiver disponível, você possa fechar a vaga e reabri-la somente quando precisar de voluntários novamente.

4. Caso necessite de qualquer pagamento de taxas para ajudar no dia a dia, informe os motivos e valores em seu perfil de forma clara, e confirme com o viajante se ele está ciente desse pagamento antes de confirmar a viagem pela plataforma.

5. Se possível, compartilhe o cronograma de atividades com os viajantes via inbox da plataforma antes mesmo de a experiência começar. Dessa forma, os voluntários já terão uma ideia do tipo de atividade que farão e poderão se preparar melhor.

6. Se preferir, peça ajuda aos primeiros voluntários que receber para estruturar um planejamento mais claro das atividades.

Treinamento

1. Caso possua atividades teóricas, tenha os materiais necessários preparados para quando os voluntários chegarem - e também os deixe cientes disso com antecedência.

2. Deixe todos os equipamentos necessários preparados, e certifique-se de que estão em boas condições e que permitam que o voluntário te ajude em segurança. Em atividades que possam oferecer algum tipo de risco de acidentes - como construção, atividades em ambientes muito altos ou que exijam alguma habilidade especial -, garanta que os voluntários serão supervisionados por um profissional mais experiente.

3. Por mais simples que seja uma atividade, tenha em mente que nem todos os voluntários já tiveram experiência nesse exercício. Por isso, reserve um tempo para que você ou algum membro do seu projeto possam demonstrar as atividades e treinar pessoalmente cada um dos voluntários. Isso, além de mostrar o quanto você se preocupa com a qualidade das experiências, ajuda a melhorar toda a dinâmica da troca colaborativa.

4. Sempre tenha em mente que as experiências devem ser positivas para você e para os voluntários. Durante o treinamento, procure encontrar as atividades em que o voluntário tem mais interesse e aptidão. Assim, você poderá direcionar melhor as atividades dentro do seu time de voluntários.

5. Deixe um espaço em aberto durante o treinamento para que os voluntários se sintam à vontade quando tiverem perguntas.

6. Lembre-se de delegar as tarefas e de combiná-las bem com os viajantes. Por exemplo, se a tarefa for a colheita de frutas, é importante que treine os voluntários sobre como realizar a colheita da maneira correta, dentro dos padrões de limpeza e manejo adequados.

7. Em projetos ecológicos, é comum que o anfitrião dê flexibilidade aos voluntários para que possam escolher a atividade que mais os agrada. Nesse caso, não se esqueça de deixar as atividades equilibradas entre todos os viajantes para que ninguém se sinta sobrecarregado nas atividades, e de combinar muito bem o que espera dos voluntários.

Durante as experiências

1. Certifique-se de que o voluntário terá momentos de aprendizado e que ele se sentirá útil na colaboração com a rotina e, ao mesmo tempo, terá tempo suficiente para curtir a experiência e trocar conhecimentos.

2. Sempre que possível, divida com os voluntários as melhores técnicas e métodos usados no dia a dia - e não se esqueça de pedir aos viajantes que compartilhem o que sabem com você. Além disso, inclua na rotina alguns momentos em que você mostrará práticas sustentáveis aos voluntários, e ajudá-los a adaptar essas técnicas para o dia a dia deles.

3. Delimite os horários das refeições e deixe claro qual é o tipo de refeição oferecida e quem é responsável pelo preparo. Também informe se as horas das refeições estão inclusas ou não na quantidade de horas de ajuda estipulada.

4. Mostre aos viajantes o impacto das ações deles no dia a dia e a longo prazo: isso tende a deixá-los ainda mais motivados!

Esperamos que essas técnicas te ajudem a criar um planejamento completo para que suas experiências sejam incríveis! Não se esqueça de compartilhar com nossa comunidade suas técnicas de planejamento no campo de comentários abaixo! =)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor