8. Monetização e Sustentabilidade Financeira

Para ganhar dinheiro e viver como influenciador de viagem é preciso persistência. Você precisa construir uma base de fãs, para vender os seus produtos e serviços.

B245a99c3b523473a132ff0113ddd3a0

Tati Bertucci

Mai 10, 2020

9min

monetizar instagram de viagem

Quando é a hora certa de se preocupar com isso

Se pudermos dar um único conselho para qualquer pessoa que sonha em ganhar dinheiro enquanto viaja em tempo integral, esse conselho seria: tenha paciência! 

O momento certo de começar a monetizar o seu conteúdo é quando você já tem uma base de fãs formada, que confiam em você e que gostariam de adquirir os seus produtos e serviços. 

É praticamente impossível receber dinheiro suficiente para manter todas as suas viagens e viver com conforto quando uma base grande de seguidores engajados ainda não foi construída, pois são eles que darão todo o retorno financeiro ao influencer. 

Muitos indivíduos acabam se frustrando seriamente neste caminho e desistindo de tudo, quando, na verdade, não construíram a sua estratégia de forma correta para que o seu conteúdo fosse algo que agregasse valor às pessoas e valor monetário para si mesmo

A importância da estratégia e do propósito


monetizar instagram de viagem estrategia

Geralmente, as pessoas que não fazem ideia de como irão monetizar os seus conteúdos demonstram o quanto ainda estão perdidas e sem uma estratégia definida. Se você ainda não sabe o que está fazendo ou onde vai chegar com o seu conteúdo, como pode ter retorno financeiro? 

Nesses casos, o ideal é continuar tentando e criando conteúdo até que você finalmente consiga entender o seu propósito e, dessa forma, descobrir as oportunidades para monetizar o seu canal e redes sociais. 

Quanto mais você conseguir esperar, melhor será. Enquanto isso, desenvolva o seu conteúdo cada vez mais e foque em como pode ter mais exposição e alcançar mais pessoas para conseguir monetizar essas redes no futuro. 

Até porque as marcas não acham que você é especial o bastante quando ainda está começando e tem poucos seguidores. Se você ainda não tem uma quantidade de atenção suficiente, ainda assim pode receber mensagens de marcas que querem enviar produtos em troca de divulgação, o que pode ser interessante para alguns Travel Influencers em ascensão

Diversifique suas fontes de renda


monetizar instagram de viagem renda

O caminho da prosperidade do seu canal e das suas redes pode ser longo, pode durar meses ou anos, e se você não tiver outra forma de sustento nesse meio tempo pode ter uma vida cheia de tensão, que vai afetar a sua criatividade

Portanto, quando decidir se tornar um Travel Influencer, você vai precisar continuar trabalhando com outras coisas até que o seu conteúdo comece a ser lucrativo, para então conseguir manter-se financeiramente somente com ele. 

Isso significa que você pode escolher continuar em um trabalho tradicional ou então abandonar todas as ideias antigas de como ganhar dinheiro, porque não é só em um emprego convencional que você conseguirá fazê-lo. 

A seguir, vamos te dar algumas sugestões de trabalho, mas tenha em mente que não se trata de um manual, mas sim algumas ideias para você dar o primeiro passo para começar a ganhar dinheiro e depois poder ir explorando por si mesmo. 

Uma das formas mais interessantes de trabalho para quem quer ser um Travel Influencer é começar sendo um nômade digital. Esse é o termo utilizado para as pessoas que trabalham remotamente pelo computador e ganham dinheiro online, sem precisar se fixar num só lugar.

Faça um portfólio profissional


monetizar instagram de viagem habilidades

Para fazer isso, você pode usar as suas habilidades de criação de conteúdo em texto, foto e vídeo, e já ir treinando para a criação do seu próprio conteúdo. Se você ainda não tem nenhuma marca te levando para viajar, pode pesquisar lugares de acomodação, como hostels por exemplo, que têm fotos ruins em seus sites e redes sociais e entrar em contato dizendo que você gostaria de tirar fotos para eles em troca de hospedagem.

Quando você ainda não tem um portfólio, essa é uma ótima maneira de começar a criar um, se hospedando de graça na sua cidade mesmo, assim você não gasta dinheiro com deslocamento. O portfólio é uma coleção dos trabalhos realizados por uma pessoa ou empresa que serve de modelo para alguém analisar como você trabalha. 

Você pode criar o seu próprio site com um campo onde colocará os trabalhos que tem realizado. Com o site criado, você pode enviar o link dele quando entrar em contato com novos locais para fazer a sua proposta. Essa é uma forma de você parecer mais profissional e ter mais chances de receber atenção e começar a trabalhar na área. 

Muitas vezes, ter apenas redes sociais não é o suficiente. Com o seu portfólio de fotos já construído, você pode começar a cobrar pelo seu serviço e ir a destinos turísticos que gostaria de visitar. Enquanto trabalha fazendo fotos de hotéis e estabelecimentos, também pode aproveitar a oportunidade para criar o seu próprio conteúdo para o seu canal e redes sociais. 

Você pode fazer o mesmo com vídeos, redação de textos, criação de sites, ou qualquer que seja a sua habilidade. Comece com permutas ou cobrando um valor baixo e vá aumentando o valor conforme melhora as suas habilidades. Por mais que todo esse trabalho ainda não seja a vida dos seus sonhos, certamente são pequenos passos que você pode trilhar para chegar lá. 

Se você parar para analisar, essa é uma fórmula muito simples. Confie em si mesmo, estude e desenvolva as suas habilidades. Você vai começar pequeno, trabalhando, até construir a sua própria base de seguidores.


monetizar instagram de viagem redes sociais

Quais são as formas de monetização existentes

Existem diferentes formas de monetizar o seu conteúdo e você pode começar testando várias para conseguir entender qual lhe agrada mais, para poder fazer mais dinheiro com elas.

1. Vídeos no YouTube

O YouTube paga os criadores de conteúdo pelas visualizações dos vídeos e essa talvez seja a primeira forma de monetização que passou pela sua cabeça, apesar de não ser uma das mais lucrativas. Isso porque a estimativa é de que o YouTube pague entre US$0,60 e US$5 a cada mil visualizações, isso significa que você precisa ter vários vídeos com muitas visualizações para fazer um bom valor mensal só com o YouTube, o que não é uma tarefa muito fácil. 

Contudo, a plataforma é ótima para te dar destaque no mercado, vai fazer você ser mais conhecido, o que pode chamar a atenção de mais seguidores e das marcas, portanto, é muito importante estar presente no YouTube, criando conteúdos novos constantemente.

2. Criação de produtos

Muitos Travel Influencers criam a sua própria loja de produtos, onde vendem camisetas, canecas, cadernos e eBooks, por exemplo. Outros publicam livros e criam os seus próprios cursos online. Use a sua criatividade para criar algo que tenha a ver com o seu conteúdo e com o que o seu público gostaria de adquirir.

3. Serviços

Você também pode criar seus próprios serviços, como ministrar cursos presenciais, palestras ou dar consultorias, vendendo-os por um preço fixo a hora.


monetizar instagram de viagem posts patrocinados

4. Posts patrocinados

Crie uma agenda de conteúdos para publicar em seu canal e redes sociais e venda espaços para fazer posts patrocinados por marcas e empresas. Para ajudar a impulsionar a venda dos seus posts patrocinados você pode criar pacotes, como, por exemplo:

  • Vender 1 vídeo no seu canal do YouTube + 2 posts nas redes sociais + 3 Instagram Stories por um preço menor do que se a empresa comprasse cada item separado.

Você também pode negociar com a empresa e tirar um dos itens, fazendo pacotes diferentes para conseguir vender mesmo se o orçamento da marca não for tão grande.

5. Programa de Afiliados

Você pode fazer parceria com sites e lojas que tenham a ver com o conteúdo que cria e receber uma comissão a cada vez que um seguidor seu compra pelo link que você indicou, ou usa algum código de desconto que a loja disponibilizou especialmente para o seu público. 

A indústria da viagem é uma das maiores indústrias do mundo, logo, existe muito espaço para você conseguir fazer dinheiro com ela. Sempre comece com as marcas pequenas, que são menos experientes com Travel Influencers, pois assim ao mesmo tempo que consegue ajudá-las, você também vai conseguindo entender qual é o seu valor, até chegar nas marcas maiores. 

Existem apenas duas coisas importantes a se pensar:

  • Você não deve monetizar a sua fama e sim as suas habilidades e talentos 
  • Você não pode colocar todos os ovos em uma só cesta e ter apenas uma fonte de renda, porque se ela não der certo, você vai quebrar. 

Em contrapartida, também não é interessante ter uma lista infinita de fontes de renda, porque você terá mais retorno financeiro se dominar uma área e ser reconhecido por ela. Você já deve saber que marcas ou influencers que são considerados número um em seu ramo são os que ganham mais dinheiro, porque são os que recebem mais atenção. 

Eles chegaram nesse patamar por que se especializaram e é muito mais difícil se especializar em algo se você divide a sua energia em diversas outras tarefas. Escolha 4 ou 5 fontes de renda ao invés de 20, ficará mais fácil de você dominá-las, desenvolvê-las e aumentar o rendimento de cada uma ao invés de receber pequenas porcentagens de dinheiro em dezenas de opções. 

Para saber quais serão as melhores fontes de renda para você começar a focar, tente várias opções diferentes e veja qual você gosta mais, porque também é mais fácil querer se desenvolver e se motivar a vender algo que você se identifica e ama fazer.

Formas de alcançar a meta de orçamento que você precisa


monetizar instagram de viagem dinheiro

Agora você deve estar se perguntando qual é a quantidade de dinheiro que deve juntar para iniciar a sua vida como Travel Influencer ou até mesmo como nômade digital. Para descobrir esse valor, você precisa pesquisar o custo de vida mensal do local ou locais em que deseja visitar nos próximos meses. 

Seria interessante juntar de três a seis meses de custos, assim, se tiver gastos imprevistos, você terá esse dinheiro guardado que te dará segurança. 

Então, por exemplo, se você vai para um lugar onde vai precisar de 1.500 euros por mês para viver, incluindo hospedagem, alimentação, transporte e outros gastos essenciais, se sentirá confortável se tiver pelo menos de 4.500 a 9.000 euros na sua conta bancária e ter a certeza de que vai receber 1.500 euros por mês trabalhando no local. 

Se esses valores parecem muitos altos para a sua realidade atual, saiba que você pode diminuir drasticamente os custos da sua viagem, se não faz questão de viver com total conforto, ao menos no início da sua vida de nômade digital e futuro Travel Influencer. 

Como diminuir seu gasto fixo mensal 

Você pode se hospedar em hostels em troca de trabalhar algumas horas por semana para eles. Com isso, você corta o custo de hospedagem, que é um dos mais altos de uma viagem, e ainda tem tempo livre para fazer outros trabalhos no local ou trabalhar online. 

Viver em hostels pode diminuir a sua privacidade temporariamente, mas ao mesmo tempo abre a sua mente, ao passo que te faz conviver com diferentes pessoas do mundo todo e te dá a oportunidade de aprender muita coisa com elas, além de contatos profissionais. 

Na Worldpackers você pode encontrar uma lista imensa de hostels em diversas cidades do mundo que aceitam te hospedar em troca do seu trabalho. E vários deles ainda te dão de 1 a 3 refeições por dia, além de outros benefícios, o que deixa a sua viagem ainda mais barata e divertida. 

Ao pesquisar as vagas, você tem acesso ao tipo de trabalho que precisará fazer no hostel, quantas horas trabalhará por semana e quais benefícios o hostel oferece. A estratégia ideal para você é fazer uma combinação de vagas em destinos que tenham a ver com você e que te ajudarão a criar conteúdo para as suas redes e que ainda lhe dê horas vagas e dias vagos para você trabalhar para si mesmo online. 

Com isso, você manterá a sua fonte de renda e contribuirá para a expansão do seu conteúdo e, consequentemente, para o crescimento da sua base de fãs.