Guia completo para conhecer a região de Andaluzia, na Espanha

A Andaluzia é uma das regiões mais incríveis da Espanha, com praias de tirar o folego e montanhas incríveis. Confira esse guia para conhecer as atrações da região.

Ed1f122864f5b83c2ad23f5b697ee1fd

Pietro

Set 13, 2019

14min

A Andaluzia, que tem como capital Sevilha, se localiza na parte sudoeste da Espanha, fazendo fronteira com Portugal, Gibraltar, Estremadura, Castela-Mancha e Múrcia. No litoral, é banhada tanto pelo Oceano Atlântico quanto pelo Mar Mediterrâneo. É considerada uma das regiões mais lindas da Espanha.

O nome Andaluzia vem de como os muçulmanos chamavam a região por volta do século VIII. É possível notar a presença e influência moura e árabe por toda a região, onde se encontram construções, castelos e lugares históricos com os mesmos traços encontrados em Marrocos. 

Mesquitas e palácios povoam a região a cada poucos quilômetros um do outro, e nas principais cidades é possível observar a mescla de culturas entre moura, árabe, católica, barroca e gótica. 

Na sequência do texto iremos conhecer um pouco mais sobre todas as províncias da região, suas capitais e algumas cidades imperdíveis em cada uma.

Confira este guia para conhecer toda a região de Andaluzia, na Espanha:

1. Sevilha


Praça Espanha, Sevilha, Andaluzia

A principal cidade da Andaluzia é Sevilha, sua capital. Com o rio Guadalquivir, único rio navegável por navios em toda a Espanha, muita da história começou nesta cidade. Muitos dizem que a cidade berço do flamengo representa a Espanha como um todo, com suas tradições e características.

Sevilha possui o sexto aeroporto mais movimentado do país (Aeroporto de Sevilha - SVQ), localizado aproximadamente a 11 km do centro da cidade. Há transporte público de fácil acesso entre os pontos. 

Outra opção é chegar de ônibus, que por ter uma malha rodoviária extensa, funciona muito bem no país. As principais companhias da região são a Avanza Bus e a Comes

Por último, a operadora de trem mais importante se chama Renfe e conecta as principais cidades da Espanha. O nome da estação de Sevilha é Sevilha Santa Justa.

Dentro da cidade é importante utilizar o transporte público, que funciona com excelência, principalmente por conta do calor. No verão, pode chegar a 50°C, motivo pelo qual a melhor época para visitar o local é entre março e junho e setembro e novembro.

A Espanha é o país das tapas, portanto, esteja preparado para sentar em um café e pedir três ou quatro pratinhos de petiscos. Em Sevilha especialmente você deve comer gazpacho, cazón en adobo e huevos a la flamenca. As tapas costumam sair entre €2 e €3 cada pratinho, enquanto um chope costuma sair em torno de €3.

Em questão de acomodação, o melhor é estar perto da Plaza de España, pois deste local é possível acessar facilmente as regiões turísticas da cidade. Utilizando Booking ou Hostelworld você pode localizar os hostels olhando pelo mapa! 

Outra opção é voluntariar em Sevilha em troca de acomodação. São algumas horas de trabalho por dia e você recebe hospedagem e outros benefícios. Ótima oportunidade para conhecer a região por mais e economizar. Você pode encontrar diversas opções de voluntariado na Worldpackers, confira algumas opções:

Algumas das principais atrações da cidade:

  • Navegar no rio Guadalquivir

Rio Guadalquivir

Como mencionado anteriormente, este rio é o único navegável da Espanha, sendo um passeio imperdível na cidade. Pode-se comprar o ingresso no próprio momento, à beira do rio.

  • Real Alcazar

Nominado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, o Real Alcazar são os palácios mais antigos da Europa. A mistura dos estilos árabe, gótico, renascentista é incrível.

  • Maior catedral gótica do mundo

A Catedral de Sevilha, maior no estilo gótico em todo o mundo, é um dos principais pontos turísticos da cidade. A torre, anexada pela igreja católica, com mais de 100 metros, é Patrimônio Mundial pela UNESCO.

  • Flamenco

Sevilha é o berço do flamenco, dança tradicional dessa região. Não se pode ir a Sevilha sem assistir a um espetáculo em um tablao (nome das casas onde os shows acontecem).

  • Plaza de España

Nesta praça principal se encontra construções mirabolantes e impressionantes, sendo cruzada por um canal que se pode navegar de canoas.

Bônus - cidades próximas a Sevilla

    1. Carmona - Cidade com uma zona arqueológica onde se encontra uma necrópole romana;
    2. Osuna - Onde se gravaram alguns episódios de Game of Thrones;
    3. Lebrija - Fronteira com Cádiz.

2. Cádiz

A história de Cádiz é ligada com sua posição militar e comercial estratégica. A partir de Cádiz saiu Aníbal, para conquistar a Itália, e Julio César concedeu o título de civitas federata do Senado romano. Seu auge foi durante o Império romano, contando com anfiteatros e aquedutos.

Para chegar a Cádiz de avião deve-se utilizar o aeroporto de Sevilha, mencionado anteriormente, ou de Jerez. No entanto, a cidade possui uma estação de trem, que pode ser acessada através da Renfe. Os ônibus que vão até este lindo estreito também são da Comes e da Avanza Bus.

Para conhecer a cidade você não necessita de carro nem de transporte público, tudo pode ser feito a pé. A parte mais turística da cidade, inclusive, não pode ser acessada de carro. Com relação à época do ano, indico ir no auge do verão mesmo, pois como a cidade é praticamente cercada por água, você pode aproveitar as lindas praias.

É importante se organizar e reservar sua acomodação com antecedência, porque Cádiz (a província inteira) no verão fica completamente cheia, muitas vezes até cidades menos conhecidas ficam sem uma cama sequer para as noites - especialmente fim de semana. Outra opção é fazer um voluntariado em Cádiz, aqui estão algumas oportunidades disponibilizadas pela Worldpackers:

Alguns dos pontos turísticos:

  • A Plaza de San Juan de Dios

Onde aconteciam as trocas de produtos indianos, pode-se encontrar diversos cafés e restaurantes.

  • O teatro romano

Descoberto sem querer, enterrado, em 1980.

  • Catedral de Cádiz

Caredral de Cádiz

Levou um século para ser construída, misturando do barroco ao neoclássico.

  • Faro de Trafalgar

Onde aconteceu a batalha naval chamada de Batalha de Trafalgar, em 1805. Uma das mais importantes do século XIX, França e Espanha contra Inglaterra.

3. Málaga


Málaga, Andaluzia, Espanha

O território de Málaga foi habitado desde os tempos remotos, como pode-se confirmar pela pinturas rupestres encontradas. Além disso, foi primeiro colonizada pelos fenícios e gregos,  utilizada como ponto de comércio com outras áreas do Mediterrâneo. Seu litoral é conhecido como Costa do Sol, possuindo centenas de praias paradisíacas.

Para chegar a Málaga de avião se utiliza o aeroporto de Málaga. Para ir embora, vá com um pouco de antecedência pois o mesmo é muito grande e parece um labirinto. De lá há um trem que se conecta com o metrô da cidade, super fácil acesso e econômico. A cidade possui uma estação de trem, que também pode ser acessada através da Renfe

Em Málaga você fará tudo caminhando pois todos os pontos turísticos estão próximo da região central, onde carros não podem entrar, sendo tudo restrito a pedestres (este bairro central é minha indicação de onde é melhor hospedar-se). 

Uma sugestão é tentar ir a Málaga durante o período da Feira de Málaga, o que normalmente é no mês de agosto, atraindo gente do mundo inteiro.

Málaga possui excelentes tapas e uma paella incrível, mesmo que não seja típico da região, segue alguns que você não pode perder:

    1. Espetos de sardinas;
    2. Ensalada malaguena;
    3. Boquerones fritos al limón.

O ideal é verificar algum hostel ou um apartamento na região central, preferencialmente dentro da área pedonal ou na Malagueta. De qualquer ponto desta área até qualquer atração turística não são mais do que 15 minutos caminhando. Há também a opção de fazer um voluntariado em Málaga, confira algumas das oportunidades:

Alguns pontos turísticos:

  • Malagueta

Praia de Malagueta

Praia mais famosa de Málaga, possui uma água límpida e cristalina. Fica ao lado do porto.

  • Castelo de Gibralfaro

Uma longa caminhada, que, ao fim, é recompensada com uma vista exuberante.

  • Forte de Alcazaba

Em frente ao Castelo, porém é uma caminhada diferente (dica: aos domingos, após as 14h30, o forte e o castelo têm entrada isenta).

  • El Palo e Peñol

Duas praias menos turísticas, em Málaga, porém graciosas.

Bônus - Algumas cidades próximas:

    1. Nerja - Possui diversas praias “escondidas”, onde você deve alugar um caiaque para poder acessá-las;
    2. Ronda - Cheia de muralhas e portas islâmicas, misturada a praça de touros, dão um charme para a cidade.

4. Granada


Granada, Andaluzia, Espanha

Granada é a capital mais alta de toda Andaluzia, possuindo diversos patrimônios culturais da Espanha. A Alhambra e o bairro Albaicín, por exemplo, são considerados patrimônio da humanidade da UNESCO.

Em Granada está o Aeroporto Federico García Lorca de Granada (GRX), cerca de 17 km da cidade. Para o translado você encontra um eficiente transporte público, podendo também contratar um táxi ou um transfer. Como as outras cidades da Andaluzia, você pode chegar de trem utilizando o Renfe

Granada é uma cidade relativamente pequena, portanto, tudo que será necessário fazer na cidade, é possível fazer a pé. A cidade encanta pela facilidade de chegar aos lugares, em pouco tempo e sem muito esforço. 

Uma boa época para visitar Granada é entre março e junho e entre setembro e novembro. Como toda a região da Andaluzia é fanática por tapas, seguem algumas comidas típicas de Granada que você não pode perder:

    1. Tortilha de Sacromonte;
    2. Remojón granadino;
    3. Salada de Zalamandroña.

As melhores regiões para ficar em Granada são no centro da cidade ou no belo bairro de Albaicín. Granada também oferece opções de voluntariado, com grandes oportunidades, veja algumas:

Principais pontos turísticos:

  • Alhambra

Importante lembrar que Alhambra é uma outra cidade, próxima de Granada, porém é o ponto turístico mais importante da região, portanto, vou incluí-la aqui. A Alhambra começou a ser construída em 1237 por um sultão e ficou sob poder mouro até 1492. Depois passou a ser propriedade dos reis espanhóis. 

Da mesma maneira que Málaga, aqui você também encontra uma Alcazaba (um forte militar) além de dois castelos. A decoração árabe adorna cada detalhe do lugar. Reserva ao menos umas seis horas para este local.


Alhambra
  • Catedral de Granada

Se encontra no coração da cidade.

  • Capela Real e sepulcro

Onde estão os Reis Católicos Espanhóis (Rainha Isabel de Castilla e Rei Fernando de Aragão).

  • Mercado de artesanato - Alcaicería 

Várias lindas ruas pequenas com diversas lojas de artesanato local.

Alguns lindos vilarejos da província:

    1. La Malahá - Você irá encontrar as famosas águas termais e uma necrópole ibérica;
    2. Padul - Aqui foram encontrados ossos remanescentes de mamutes.

5. Córdoba


Córdoba, Andaluzia, Espanha

Córdoba foi fundada no ano de 169 a.C como uma colônia latina chamada Corduba. Outro grande marco na história da capital foi o estado de sítio, entre 143 a.C. e 141 a.C, liderada por Viriato, um lusitano que lutava contra a expansão do Império Romano.

O Aeroporto de Córdoba (ODB) fica bem próximo da cidade, aproximadamente 6 km, sendo possível chegar ao centro de ônibus em aproximadamente 45 minutos. A cidade também conta com uma estação Renfe para quem chega de trem, sendo esta estação bem no coração da cidade.

Córdoba possui diversas localizações ótimas para hospedar-se, afinal, é uma cidade pequena, onde tudo se faz a pé. O centro da cidade é um ótimo ponto, próximo à mesquita-catedral. Córdoba é outra das lindas cidades da Andaluzia que oferecem possibilidade de voluntariado, confira algumas:

Receba nossos hóspedes e aproveite o Sul da Espanha;

Ajudante para tudo;

Hostel na linda Córdoba precisa de você;

Por não ser uma cidade tão quente como Sevilha, apesar de também não possuir mar, indico qualquer época do ano para apreciar alguns clássicos pratos cordobeses, como o Salmorejo cordobés (uma espécie de molho de tomate para comer com pão), o flamenquín e o rabo de touro.

Algumas das principais atrações de Córdoba:

  • Mesquita-Catedral de Córdoba

Hoje a terceira maior mesquita do mundo, demonstra claramente a mistura de culturas que aconteceram no sul da Espanha no decorrer dos anos. O estilo islâmico com um templo católico no centro causa certa estranheza e fascínio.


Detalhes da Mesquita Catedral de Córdoba
  • Judiaria

Um ótimo bairro para uma caminhada, com ruas pequenas e lindas.

Bônus - algumas cidades imperdíveis próximas a Córdoba:

1. Montilla - Lar dos vinhos Montilla-Moriles, possui diversas bodegas impressionantes;

2. Rute - Uma das cidades com mais resquícios árabes do sul da Espanha. Possui uma gastronomia que encanta toda a região;

3. Priego de Córdoba - A cidade das águas. Marcada por as diversas nascentes presentes na região.

6. Almeria


Almeria, Andaluzia, Espanha

A história moderna da província de Almeria é marcada pela ocupação muçulmana, nos arredores do ano 710, o que deixou marcas na arquitetura e costumes da região. A cidade em si foi fundada em 955, quando Abderramán III deu início às obras da Alcazaba.

O Aeroporto de Almeria se encontra aproximadamente a 9 km de distância da cidade, possibilitando chegar à mesma através de transporte público, o que toma aproximadamente uma hora. Indico ir acordado e olhando pela janela quando estiver chegando, pois o aeroporto se encontra apenas a 500 metros distante da costa, o que resulta em uma lindíssima vista. 

A cidade conta com uma estação Renfe, portanto, é possível chegar de trem, de onde é possível caminhar para qualquer local. Da mesma maneira que as outras províncias, Avanza Bus e Comes fazem o transporte rodoviário na região.

Os melhores bairros para se hospedar em Almeria são o bairro El Zapillo ou nas proximidades da Plaza de la Constituicion, por serem locais próximos aos pontos turísticos. Indico, como sempre, realizar um voluntariado em Almeria para conhecer melhor esta incrível região da Andaluzia. 

Muitas coisas podem ser feitas caminhando, porém há pontos turísticos que são um pouco mais distantes. Se você não é fã de longas caminhadas, táxis têm preços justos e os ônibus funcionam adequadamente.

Almeria tem uma culinária um pouco distinta do resto da Andaluzia, pois não é baseada tanto no pescado. Seguem algumas sugestões:

    1. Gurullos com coelho;
    2. Chérigan;
    3. Sopa Bullabesa de Almería.

Alguns pontos turísticos da cidade:

  • Alcazaba

Antiga cidade árabe, com mesquitas e cercada por paredes, em um dos pontos mais altos da cidade. Possui um dos castelos mais importantes da Andaluzia.

  • Casas-Gruta

Pelo calor na região desértica, muitas grutas foram utilizadas como proteção térmica, construindo casas no seu interior.

  • Deserto de Tabernas

Casas no Deserto de Tabernas

Maior deserto da Europa com mais de 10 mil hectares. Está localizado entre duas montanhas, Los Filambres e Alhambilla. Diversos filmes foram filmados no local.

Algumas cidades na região de Almeria:

    1. Mojácar - Um dos locais mais turísticos da província (fora a capital), com mais de 2 km de praia. Possui um visual clássico da Andaluzia, totalmente branco;
    2. Las Negras - Possui as melhores praias da província, contando, inclusive, com um castelo próximo à areia.

7. Huelva

Huelva foi fundada pelos fenícios em 1000 a.C, sendo chamada pelo nome de Onoba. Além disso, foram encontrados restos que datam entre 3000 e 2500 a.C, sendo o povoamento mais antigo da Península Ibérica.

Para chegar em Huelva de avião é necessário usar o anteriormente citado Aeroporto de Sevilha e de lá tomar um ônibus ou um trem. Alternativamente se pode voar até Faro, em Portugal, e entrar na Espanha por algum meio de transporte terrestre.

Há duas ótimas opções de localização para hospedar-se na cidade de Huelva. A primeira opção é ficar justamente no centro, próximo a todo o movimento da capital, enquanto a segunda opção é ficar em Punta Umbria, próximo a praia. 

Por suas melhores atrações serem praias, o mais conveniente é visitar a região durante o verão. A cidade é pequena, portanto, para locomover-se não é necessário nenhum tipo de transporte motorizado. Seguem alguns pratos típicos da região, que podem ser encontrados por preços que variam entre €4 e €8:

    1. Jamón Ibérico (Presunto Ibérico);
    2. Gambas de Huelva;
    3. Patatas com Choco.

Abaixo, melhores pontos turísticos da província de Huelva:

  • Isla Canela

Sete quilômetros de praia cristalina e límpida, na fronteira com Portugal. Da praia, é possível ver Portugal do outro lado do rio Guadiana. Costuma ser um refúgio de verão para portugueses e espanhóis durante o verão.

  • Palos de la Frontera

Uma cidade próxima a Huelva onde você encontra o Mosteiro Rábida, a baía Carabelas e um parque.

  • Parque Doñana

Um dos parques mais lindos da Andaluzia e de toda a Espanha. Há mais de um tipo de visita: clássica, especial ou privada. Importante se informar sobre as opções antes de ir.

8. Jaén


Jaén, Andaluiza, Espanha

Jaén não possui aeroporto, portanto, a maneira mais fácil de chegar de avião é ir até Granada e percorrer a distância de 100 km de carro ou ônibus. Jaén também é conectada com Madrid através do Renfe (malha ferroviária que cobre toda a Espanha) e com toda a Andaluzia através da malha rodoviária.

É uma cidade pequena, então não é necessário carro nem usar o transporte público, tudo é feito caminhando. Uma boa dica é tentar encontrar acomodação perto da Catedral de Jaén, onde você estará perto de tudo. Outra opção é voluntariar em Jaén, como esta oportunidade

A cidade não está na costa, portanto é interessante visitá-la um pouco antes do verão, ou um pouco depois, pois o calor costuma ser quase insuportável. Seguem algumas dicas de comidas locais:

    1. Pipirrana jaenera;
    2. Experimente o azeite de oliva da região;
    3. Um tapa de feijão verde, alcaparras e molho de tomate.

Vamos para algumas das atrações da região:

  • Castillo de Santa Catalina

Na verdade são mais ruínas que qualquer outra coisa, porém é possível subir até a cruz e ver toda a cidade e serra. Disponível ao público.

  • Catedral de Jaén

Caredral de Jaén

Uma das igrejas mais bonitas de toda a Espanha.

  • Baños Árabes (Palácio de Villardompardo)

Os Banhos Árabes de Jaéz são uma parada obrigatória. Inicialmente construído pelos árabes, foi transformado em um palácio após a reconquista da Igreja Católica.

Alguns vilarejos imperdíveis no oeste da Andaluzia:

    1. Segura de la Sierra - Cidade a mais de 1.000 metros de altitude, possui uma riqueza natural incomparável. Deve-se visitar o Parque Natural Sierras de Cazorla, Segura y las Villas. Além disso, um dos últimos Banhos Árabes conservados em toda a província estão localizados nesse vilarejo;
    2. Cazorla - Patrimônio natural da região. Visitar o Castelo de Yedra é uma programação imperdível;
    3. Baños de la Encina - O castelo de Baños de la Encina é um dos mais antigos da Europa, construido em 968. Subindo o mesmo, é possível ver toda a Serra Morena.

Como pudemos ver, a Andaluzia é uma das regiões autônomas mais interessantes da Espanha. Cada uma de suas províncias possui suas atrações, arquitetura, cultura, comidas, climas e especificidades. 

Preparado para conhecer a Costa do Sol, em Málaga? Ou talvez aprender a fazer Kite Surf em Tarifa? A Andaluzia tem tudo para oferecer, encanta a todos que a conhecem e está recheada de oportunidades para você que quer um tempo aproveitando a vida e conhecendo lugares lindos. Que tal abrir a Worldpackers e encontrar o host perfeito praa você? 



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor


Mais sobre esse tema