Conheça as 18 melhores praias de São Paulo: destinos surpreendentes

Guia completo com as 15 melhores praias de São Paulo para você escolher aquela que mais combina com o seu estilo, da calmaria ao agito.

13min

melhores praias de São Paulo

Quando se fala em São Paulo, geralmente pensamos em prédios, trânsito, barulho, gente apressada e metrô lotado. 

Mas longe de toda essa bagunça, o litoral de São Paulo guarda praias paradisíacas para todos os estilos e gostos. 

Das mais isoladas às mais badaladas, com direito a cachoeira, quiosques, mergulhos e boas ondas para surfar, as melhores praias de São Paulo vão te surpreender. 

Neste artigo, vamos compartilhar dicas para você curtir as 15 melhores praias do estado de São Paulo e outras opções incríveis pertinho delas, seja viajando só, em casal, com amigos ou com a família:

  1. Praia do português - Ubatuba 
  2. Praia do Félix - Ubatuba
  3.  Praia Vermelha - Ubatuba
  4.  Praia do Cedro/Cedrinho - Ubatuba
  5.  Praia do Flamingo - Ubatuba
  6.  Maresias - São Sebastião
  7. Praia da Paúba - São Sebastião
  8. Boiçucanga e cachoeiras - São Sebastião
  9. Praia Brava - São Sebastião
  10. Praia de Calhetas - São Sebastião
  11. Praia dos Castelhanos - Ilhabela
  12. Praia de Iporanga - Guarujá
  13. Praia de São Pedro - Guarujá
  14. Praia de Sangava - Guarujá
  15. Praia do Gonzaga - Santos
  16. Praia do Guaraú - Peruíbe
  17. Dunas de Juruvaúva - Ilha comprida
  18. Praia da Laje - Ilha do Cardoso

Continue lendo para saber mais sobre cada uma delas! E além de passear pelas praias de São Paulo, você ainda pode viver experiências incríveis e super econômicas em vários desses destinos paradisíacos trocando hospedagem por trabalho. 

As experiências vão desde ajudar na recepção de hostels na capital a se juntar com uma galera para fazer limpeza de praias no litoral paulista. Inspire-se com estes relatos:

Melhores praias do litoral norte de São Paulo: Ubatuba

1 e 2. Praia do Português e Praia do Félix (Ubatuba)

Com apenas 30 metros de extensão, a Praia do Português, em Ubatuba, tem se tornado parada obrigatória para os jovens que buscam tranquilidade. Seu mar de tons azuis esverdeados e águas calmas é uma delícia.

O acesso é feito a partir da Praia do Félix, dentro de um condomínio na Rodovia Rio-Santos, na altura do quilômetro 34. No canto direito da Praia do Félix você encontrará uma trilha com duração média de 10 minutos para a Praia do Português. 

Por ser uma praia bem pequena e calma, não há nenhum tipo de infraestrutura. A ideia é mesmo relaxar. 

Mas não se preocupe: a Praia do Félix oferece diversas opções de quiosques, ecoturismo e ainda tem um mar bem versátil para quem gosta tanto da calmaria, quanto das ondas agitadas para surf.

Saindo da Praia do Félix também é possível fazer um passeio de barco (por cerca de R$35) até a Ilha do Prumirim, uma das mais visitadas da região. O lugar é cheio de encanto e beleza com águas cristalinas que parecem um verdadeiro aquário natural e são ótimas para praticar snorkel.


Praia do Português - Ubatuba

3. Praia Vermelha (Ubatuba)

Destino certo para quem ama surfar, a Praia Vermelha é considerada por muitos uma das melhores praias de São Paulo e já foi palco de diversos eventos. Com beleza estonteante e areia fina e clara, a praia possui ondas agitadas e tubulares, perfeitas para os surfistas

Ela não é recomendável para crianças ou pessoas com pouca experiência no mar. Sendo assim, tem um público mais jovem. É comum ver diversos esportes sendo praticados por lá, como futevôlei, vôlei e frescobol. Vale destacar que o nascer do sol na Praia Vermelha é um dos mais bonitos da região.

4. Praia do Cedro ou Cedrinho (Ubatuba)

Para quem prefere uma praia mais sossegada e propícia a mergulho, a melhor opção é ir até a praia do Cedro ou Cedrinho, uma das mais bonitas do litoral norte paulista. Cercada por verde intenso e águas cor de esmeralda, a Cedrinho é perfeita para quem quer relaxar. 

Existe um pequeno quiosque na região com opções de caiaque e estacionamento próximo. Mas vale ressaltar: o acesso só é possível a partir de uma pequena trilha.



Para chegar à praia é necessário passar pela Praia Vermelha, seguir na estrada de terra sentido à Ponta Grossa e caminhar por mais uns 10 minutos em meio à Mata Atlântica. A ida é tranquila, mas por ser uma trilha um tanto quanto íngreme, a subida se torna um pouco mais complicada. 

Ainda assim, todo o esforço vale a pena. A vista é deslumbrante e a água perfeita para se refrescar e curtir com amigos ou com a família.

Tanto a praia Vermelha quanto a Praia do Cedro estão localizadas na região central da cidade de Ubatuba, próximo ao aquário e ao Projeto Tamar. Existem também a praia Vermelha do Sul e a praia do Cedro do Sul, situadas no sul da cidade, que fazem parte da Trilha das 7 praias.

5. Praia do Flamengo (Ubatuba)

Apesar de não ser tão conhecida, a praia do Flamengo é daquelas de tirar o fôlego. Ela está localizada na região sul de Ubatuba, bem pertinho da famosa Praia de Sununga, onde fica a Gruta que Chora, e da Marina, no Saco da Ribeira. 

Nessa praia praticamente deserta, algumas casinhas na areia e barquinhos compõem a paisagem junto a um quiosque, onde é possível ver a sinalização para a trilha das 7 fontes.

Com águas calmas, cor de esmeralda e cheia de peixinhos, o lugar é perfeito para quem quer entrar em contato com a natureza e relaxar. Poucas pessoas frequentam o local e boa parte daqueles que chegam já seguem em direção à trilha das 7 fontes. Essa é uma das mais tranquilas entre as melhores praias do estado de São Paulo.

Para acessar a praia é preciso seguir à direita na praia da Ribeira, logo após a marina. Dali você percorre uma pequena trilha autoguiada, de nível fácil, com duração de aproximadamente 20 minutos. Enquanto caminha, aproveite para apreciar a natureza: atente-se ao som dos pássaros, à flora e à vista incrível.

Para aproveitar bem os encantos da cidade de Ubatuba e desfrutar de todas as atrações com tempo e calma, você pode escolher uma vaga de voluntariado na região e se envolver ainda mais na cultura local. Olha só algumas opções:

Leia também nosso guia completo de o que fazer em Ubatuba e o artigo sobre onde ficar em Ubatuba, e veja dicas para viver por um mês em Ubatuba com R$ 300.

Praias de São Paulo: São Sebastião

6 e 7. Maresias e Paúba (São Sebastião)

Quem curte surf não pode deixar de passar em Maresias. Famosa por ser o berço do campeão mundial Gabriel Medina, Maresias é uma das melhores praias de São Paulo para surfar. Mas além de ser perfeita para os amantes do surf, ela também é conhecida por sua ótima infraestrutura, cheia de restaurantes, bares e baladas. Junto com Juquehy, as duas disputam o lugar de praias mais badaladas de São Paulo.

Se você quer fugir do agito, mas ainda ficar por perto de toda a infraestrutura que a região oferece, conhecer Paúba pode ser uma ótima opção. 

A praia é pequena e fica localizada a apenas 3km depois de Maresias, sendo acessível pela rodovia ou através de uma trilha que une as duas praias. A trilha é fácil, está localizada no canto esquerdo da praia de Maresias e demora cerca de 20 minutos. 

Lá também fica o Mirante de Paúba, que dá direito a uma vista deslumbrante. Bem mais vazia que sua vizinha, Paúba costuma ter ondas boas para surf na parte direita, enquanto a parte esquerda tem águas mais calmas boas para mergulho. O pôr do sol na praia é um dos mais bonitos da região.

8. Boiçuganga  e Cachoeiras (São Sebastião)

Não só de mar e areia se faz a vida em São Sebastião, uma das melhores cidades para aproveitar o verão no litoral norte de São Paulo. A cidade está cheia de opções para todos os gostos, inclusive para aqueles que amam estar em contato com a natureza e tomar um banho de cachoeira. Além disso, ela está entre um dos lugares mais baratos de São Paulo para se conhecer.

Boiçuganga é uma das melhores praias da região, cheia de vida noturna e atrativos maravilhosos. Localizada a apenas 10km de Maresias, ela possui águas mais agitadas, boa infraestrutura e uma pista de skate. E a menos de 5km da praia é possível encontrar a trilha para as cachoeiras de Ribeirão de Itu.

São três cachoeiras, conhecidas como Hidromassagem, Pedra lisa e Samambaia, com quedas d’agua belíssimas e piscinas naturais para mergulho. A trilha é autoguiada e tem diferentes níveis, sendo a primeira e segunda mais acessíveis, enquanto a terceira cachoeira é acessada por um caminho mais longo e difícil, com subidas intensas.

Confira algumas oportunidades de voluntariado em São Sebastião:


Cachoeira do Samambaia em Ribeirão do Itu - Boiçucanga (São Sebastião)

9. Praia Brava (São Sebastião)

Perto da praia de Boiçucanga está também a trilha da praia Brava, outra favorita dos surfistas na região. E não é à toa. O nome já diz tudo: o mar é bravo, com ondas fortes e perigosas. 

O acesso é restrito, feito somente por trilha de nível moderado com subidas e descidas íngremes ou barco e não possui qualquer infraestrutura. Portanto, é perfeita para quem se encontra na região e quer aproveitar um local mais rústico e sossegado. 

A Praia Brava é considerada uma das praias mais bonitas de São Paulo e uma das mais bem preservadas. No canto direito é possível encontrar uma pequena queda d’agua de 4m de altura.

10. Praia de Calhetas (São Sebastião)

A praia de Calhetas é uma das queridinhas no quesito beleza, com águas coloridas, mar calmo e uma cachoeira bem próxima com queda d’água de 40 metros. Mas cuidado: a cachoeira é perigosa para banhos. 

Na verdade, a praia é uma península entre Toque Toque Pequeno e Toque Toque Grande e está dividida em duas, sendo que no meio há um mirante incrível chamado Ponta de Calhetas. Dali e da areia é possível admirar um belíssimo pôr do sol.

Para chegar na praia é necessário entrar no Sítio Calhetas, localizado na Rodovia Rio-Santos. Lá não há lugar para estacionar, por tanto o recomendado é ir a pé ou de ônibus. Da entrada do sítio até a praia são cerca de 10 minutos de caminhada e não há nenhuma infraestrutura no local, então leve lanche e água.

Leia também: 



11.  Praia do Bonete (Ilhabela)

Ilhabela, como o próprio nome já diz, é uma ilha, com algumas das melhores praias do litoral de São Paulo. Ótima opção para quem gosta de estar em meio à natureza, usufruir de cachoeiras e visitar praias com paisagens incríveis.

Entre várias opções de o que fazer em Ilhabela está a Praia do Bonete, considerada uma das 10 praias mais bonitas do Brasil pelo The Guardian. Com apenas 800 metros de extensão, ela preserva sua aparência rústica com areias branquinhas, ondas grandes, tubulares ótimas para o surf e uma comunidade caiçara. 

O lugar é referência para os amantes de aventura que querem estar na natureza e conhecer mais sobre a cultura local.

Mas saiba que o acesso à praia não é fácil! Tanto encanto tem seu preço. Só há duas formas de chegar lá: de barco ou trilha de mais de 10km pelo Parque Estadual de Ilhabela. A trilha exige preparo físico e dura em torno de 3 a 6 horas, mas passa por diversos lugares incríveis como cachoeiras e mirantes que tiram o fôlego. 

Já a travessia de barco deve ser feita em dias com tempo bom e propício à navegação. O passeio tem duração média de 40 minutos. 

Dica de ouro: não se esqueça de levar repelente. Há muitos borrachudos na região.

Confira também o vídeo abaixo, sobre uma experiência de voluntariado em Ilhabela:

Melhores praias do litoral sul de São Paulo: do Guarujá ao fim do estado 

12 e 13. Praias de Iporanga e São Pedro (Guarujá) 

Já na divisa entre litoral norte e litoral sul de São Paulo, o Guarujá guarda ótimos segredos. Destino de diversos paulistanos nas férias, a região é cheia de pequenas praias particulares com acesso restrito, que preservam beleza e tranquilidade. Entre elas, a Praia de Iporanga.

Com apenas 800 metros de extensão, a Praia de Iporanga possui areia fina e escura e mar cristalino com ondas calmas e tranquilas. Ela também tem muita vegetação nativa ao redor e conta com uma cachoeira considerada uma das mais bonitas da região. Ali é possível tomar banho de água doce e salgada ao mesmo tempo!

Como o próprio nome já diz, a praia fica no condomínio de Iporanga, em área de preservação ambiental. Através dele, também é possível acessar a Praia de São Pedro. Ambas possuem um número máximo de visitantes por dia, sendo assim, o melhor é chegar bem cedo.

Diferentemente de Iporanga, a Praia de São Pedro é a queridinha dos surfistas na região. É uma praia de tombo, com ondas bem formadas e sem nenhum tipo de infraestrutura ou quiosque no local.

14. Praia do Sangava (Guarujá)

Conhecida também como Praia do Congava, a pequena praia deserta do Guarujá possui areias finas, claras e um mar calmo com formação de piscinas naturais na maré cheia. É uma praia bem tranquila e ótima para mergulho, contando até com uma caverna submersa onde é possível observar vida marinha.

Seu acesso é feito através de uma trilha na Praia do Góes ou de barco. A trilha pode ser puxada, considerada de nível médio ou difícil e demora cerca de uma hora pelo Morro do Limão. Apesar do esforço, a vista e o destino compensam. Se decidir ir pela trilha, lembre-se de levar repelente. Apesar de não haver mosquitos na praia, os borrachudos no caminho podem não ser tão gentis.

Já aqueles que preferem ir de barco devem sair da ponte Edgar Perdigão, no Pier da Ponta da Praia no lado de Santos. O percurso dura em média 20 minutos. No entanto, os barcos não podem atracar na praia, ou seja, a partir do barco você desembarcará no mar. Evite ir em dias em que o mar esteja agitado, pois o acesso pode ser mais difícil. 

Quer se hospedar de graça voluntariando no Guarujá? Você pode ajudar na limpeza de um hostel enquanto aproveita a praia, colaborar com limpeza, organização e interação com os hóspedes e ajudar a montar um novo hostel por lá.

15. Praia do Gonzaga (Santos)

Iniciando a lista de melhores praias de São Paulo no litoral Sul, a Praia do Gonzaga é uma das mais famosas da região. Localizada a mais ou menos 80km de distância da capital, sua orla é conhecida por abrigar diversos quiosques, com ótima infraestrutura e uma faixa extensa de areias douradas com muito espaço para banhos de sol e esportes.

As águas são calmas e tranquilas, o que torna essa uma boa escolha para famílias com crianças. Além disso, a região é histórica. O bairro do Gonzaga foi fundado no final de 1800 e nele ficam a Praça da Bandeira, a Praça da Independência e a Fonte 9 de julho. Em diversos pontos do bairro é possível sentir a passagem do tempo e conhecer mais sobre sua história.

Perto da Praia do Gonzaga você também encontra outras atrações como o maior jardim à beira-mar do mundo segundo o Guinness Book, com 5km de extensão; a famosa Praia Boqueirão; o Museu do Pelé e a Praia José Menino, muito frequentada por surfistas e skatistas. É uma das praias mais urbanas do litoral de São Paulo.

Se animar de passar um tempo por lá, veja as vagas de voluntariado em Santos.



16. Praia do Guaraú (Peruíbe)

Localizada a 8km do centro da cidade de Peruíbe, ao lado da Reserva Ecológica da Juréia, a Praia de Guaraú é considerada pela UNESCO como um dos 5 patrimônios Naturais da Humanidade

O lugar é chamado por muitos de Caribe da Baixada Santista. Não à toa, afinal, ali você encontra uma flora belíssima com manguezais, encontros de água doce e salgada e belos rochedos que dão destaque à paisagem. A praia possui 1,5 km de extensão e tem opções de trilha, caiaque, surf, entre outros atrativos.

Próxima à Praia de Guaraú fica a ilha de mesmo nome. Situada em área de preservação ambiental, ela é acessível somente por barco. Suas águas possuem tons verdes e azulados e uma vida marinha diversa, sendo ótima para mergulho. 

Leia também: TOP 12 cachoeiras em SP, perto da capital

17. Dunas de Juruvaúva (Ilha Comprida)

Ilha Comprida, o maior banco de areia do Estado de São Paulo, com 74km de extensão, reserva muitos encantos. A Praia de Juruvaúva possui dunas de até 10 metros de altura, mirantes de uma paisagem rústica e natureza selvagem praticamente intocadas.

Localizadas em área de preservação e proteção ambiental em meio à vegetação, as Dunas de Juruvaúva só podem ser exploradas a pé e possuem trilhas de até 3.600 metros de extensão. Elas ficam a cerca de 35 km do Boqueirão Norte, sentido lado Sul na Av. Beira Mar (depois da estrada de pedrinhas).   

Você pode conhecer Ilha Comprida sem pagar por hospedagem, ajudando com pintura e decoração em uma pousada.

18. Praia da Laje (Ilha do Cardoso) 

Com mais de 13 mil hectares de fauna e flora abundante, sendo a região que mais concentra Mata Atlântica restante no país, a Ilha do Cardoso tem diversas atrações que não poderiam ficar de fora desta lista de melhores praias de São Paulo.

A ilha ganha o coração dos aventureiros que querem explorar e viver aventuras em meio à natureza, com cachoeiras, praias praticamente desertas, trilhas e espécies de animais e plantas raros em outras regiões.

O arquipélago, localizado no Parque Estadual da Ilha do Cardoso, só é acessível através dos barcos que saem de Cananéia diariamente. Ele é divido em três (Perequê, Marujá e Ilha da Casca). No entanto, somente os dois primeiros destinos estão abertos para visitação pública.

O destaque da Ilha vai para a Praia da Laje. Praticamente deserta, com 7km de extensão, ela é acessível através de uma trilha de 1 km que sai da Praia do Marujá. Com vista deslumbrante e natureza exuberante, é um perfeito refúgio quem busca paz.



Com tantos lugares incríveis para conhecer no litoral de São Paulo, fazer um voluntariado pode ser uma ótima oportunidade para conhecer todos eles com calma, aproveitar muito mais da cultura local e ainda viver experiências incríveis junto aos anfitriões e outros viajantes

Além de tudo, pode ser uma excelente chance de descobrir ainda mais destinos incríveis para compartilhar. Se quiser mais informações, veja nosso guia sobre como funciona o voluntariado Worldpackers e confira nossos cursos para ser um voluntário extraordinário.

Curtiu as dicas? Conta para a gente se você acrescentaria algum outro destino a essa lista de melhores praias de São Paulo!



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor



Mais sobre esse tema