Melhores viagens Brasil: TOP 10 destinos para conhecer já

Confira uma lista com os 10 melhores destinos do Brasil onde é possível se hospedar de graça fazendo trabalho voluntário.

Bárbara Nicoli

Mar 30, 2023

10min

melhores-viagens-brasil

O Brasil é um dos maiores países do mundo em extensão territorial, ficando atrás apenas da Rússia, Canadá, China e Estados Unidos. 

Já parou pra pensar em quantos destinos existem para conhecer no meio dessa imensidão territorial? Por isso, nesse texto separamos os 10 melhores lugares para viajar no Brasil, confira!

Melhores viagens pelo Brasil: 10 lugares para conhecer 



O nosso país é riquíssimo em cultura e história, sem falar das belezas naturais que vão de praias paradisíacas à florestas tropicais. E o melhor de tudo, é que existem lugares para viajar no Brasil para todos os bolsos, é só você escolher um destino e se jogar!

Na maioria dos lugares ainda é possível se hospedar de graça através da plataforma da Worldpackers e viver experiências incríveis, fora do turismo tradicional. Basta se tornar membro da comunidade e entrar em contato com os anfitriões espalhados por todo o Brasil. Você pode colaborar com: 

  • Projetos sociais
  • ONGs
  • Comunidades sustentáveis
  • Limpezas de praias

E ainda receber em troca hospedagem, alimentação e outros benefícios. Você ajuda o anfitrião com algumas horas por semana e no seu tempo livre você conhece os destinos e vive uma imersão na cultura local. Já imaginou poder viajar para os melhores destinos do Brasil e ainda ter uma experiência incrível fazendo um trabalho voluntário?

Melhores destinos Brasil: turismo ecológico e de aventura



1. Chapada dos Veadeiros, Goiás

A Chapada dos Veadeiros é um dos melhores destinos do Brasil para quem gosta de turismo ecológico. Fica localizada no estado de Goiás, a apenas 260 quilômetros de Brasília.

A melhor época para visitar a Chapada é de maio a setembro, que é o período da seca. As trilhas que passam pelos rios e cachoeiras ficam mais seguras e os passeios se tornam mais agradáveis nessa época.

Os melhores lugares para se hospedar na Chapada são: Alto Paraíso de Goiás, Vila de São Jorge e em Cavalcante. Inclusive, em todos esses lugares é possível se hospedar de graça fazendo um trabalho voluntário.

Como é o caso da Pousada e Hostel Cavalcante, que tem vagas para voluntários ajudarem com o jardim ou na recepção. São 25 horas de trabalho por semana e 2 dias inteiros de folga. Além da acomodação, o anfitrião ainda oferece para os voluntários café da manhã, lavanderia gratuita e desconto em passeios pela Chapada. Confira aqui essa vaga!

Além dessa pousada, há outros anfitriões que recebem voluntários na Chapada dos Veadeiros, dá uma olhada em todas as oportunidades aqui.

2. Chapada Diamantina, Bahia



A Chapada Diamantina também é um dos melhores destinos do Brasil para os amantes da natureza. Fica localizada na Bahia, a pouco mais de 400 quilômetros de Salvador e envolve 7 cidades. São inúmeras trilhas, cachoeiras, cavernas subterrâneas, paredões gigantescos e vales para conhecer.

Os melhores meses para visitá-la vão de abril a outubro, que são os meses com menos incidência de chuvas. Mas pode ser visitada em qualquer época do ano, sempre vai ter algum passeio para fazer, mesmo com chuva.

Os melhores lugares para ficar são em Lençóis, que é a cidade mais estruturada da Chapada e no Vale do Capão, uma pequena vila do município de Palmeiras. Nesses dois lugares há anfitriões que recebem voluntários.

3. Alter do Chão, Pará

Alter do Chão, no Pará, é um dos melhores destinos para conhecer a Floresta Amazônica. Você pode chegar pelo aeroporto de Santarém, que fica a 36 quilômetros da vila de Alter, ou através de embarcações que saem de Belém do Pará ou de Manaus.

A viagem de barco é uma experiência incrível, leva em torno de 2 a 3 dias, a depender do seu ponto de partida (Belém ou Manaus) e o passageiro leva a sua própria rede para pernoitar no barco. A alimentação é inclusa na passagem e ainda há uma comércio dentro do barco que vende lanches e bebidas à parte.

Os melhores meses para visitar Alter do Chão vão de agosto à dezembro, que é a época do verão amazônico, onde as praias de rio aparecem. No restante dos meses, as praias ficam submersas e a paisagem muda totalmente.

Na vila de Alter do Chão, você pode se hospedar de graça no conforto de uma pousada, que é o caso da Pousada Flora. A contribuição semanal é de 30 horas e 2 dias de folga. O anfitrião oferece, além da acomodação, café da manhã e passeios de graça. A pousada também possui um barco que fica na Ilha do Amor, que com certeza você vai conhecer se fizer voluntariado por lá. Dá uma espiada na vaga da Pousada Flora, em Alter do Chão.

4. Lençóis Maranhenses, Maranhão



O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é um destino cobiçado por turistas do Brasil e do mundo inteiro. A junção das dunas de areia branquinha com as lagoas em tons azulados e esverdeados formam uma das paisagens mais lindas do Brasil.

Os Lençóis ficam a aproximadamente 250 quilômetros de São Luís, capital do estado do Maranhão. As cidades porta de entrada do parque são Barreirinhas, Santo Amaro e a vila de Atins. É possível chegar lá de carro ou de ônibus, saindo de São Luís, e em Atins chega-se somente de barco ou veículo 4x4, saindo de Barreirinhas. 

A melhor época para visitar os Lençóis Maranhenses é de junho a setembro, pois antes disso é a época das chuvas e após setembro, o nível de água das lagoas diminuem e algumas até secam.

Em Barreirinhas, de onde saem a maioria dos passeios para as lagoas, é possível fazer trabalho voluntário no Z18 Hostel. O albergue possui saída direta pro Rio Preguiças e fica ao lado do centrinho da cidade. O anfitrião disponibiliza acomodação em quarto compartilhado e café da manhã, enquanto o voluntário contribui com 25 horas de trabalho por semana e 1 dia de folga.

Melhores destinos Brasil: turismo histórico



5. Ouro Preto

Outro Preto é uma charmosa cidade localizada em Minas Gerais, a apenas 100 quilômetros da capital do estado, Belo Horizonte. Fundada em 1711, a cidade é conhecida por seu patrimônio histórico e cultural, e por sua arquitetura colonial preservada. Por isso, é um dos melhores lugares para viajar no Brasil para quem gosta de turismo histórico.

É fácil chegar em Ouro Preto, por ser próxima da capital do estado, existem vários horários de ônibus diariamente. Outra maneira é ir de carro próprio ou alugado, ou ainda, fazer um passeio bate e volta saindo de Belo Horizonte.

É possível visitar as cidades históricas de Minas Gerais em qualquer época do ano. Os meses com menos incidência de chuvas são os meses de maio a agosto. Já os meses mais quentes vão de setembro a abril e os mais frios de junho a agosto. Novembro a março são os meses mais chuvosos.

Em Ouro Preto, você pode se hospedar de graça em um hostel fazendo trabalho voluntário em diversas atividades, como na recepção, na limpeza e nas tarefas domésticas, ou então, ajudar na cozinha, na jardinagem e em consertos gerais.

6. Pirenópolis



Pirenópolis é outra cidadezinha histórica e encantadora situada no estado de Goiás. Fica localizada a 130 quilômetros de Goiânia e a 150 quilômetros de Brasília, tendo fácil acesso por qualquer uma das duas capitais. Há ônibus diariamente saindo de Goiânia e de Brasília.

A cidade é famosa por sua arquitetura colonial, com muitas casas históricas e igrejas bem preservadas do século XVIII e XIX. O centro histórico de Pirenópolis é um dos mais bem preservados de todo o estado de Goiás e foi tombado como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Além da arquitetura, Pirenópolis também é um paraíso em questão de beleza natural, a cidade é cercada por rios, cachoeiras e trilhas ecológicas.

A época da seca na região vai de maio a setembro, então os melhores meses para visitar a cidade são os meses de maio e junho, pois a vegetação ainda está bem verde e as cachoeiras cheias de água. Além de que, entre maio e junho, é quando acontece a Festa do Divino, uma celebração religiosa que tem origem em Portugal e é muito famosa na cidade goiana.

Em Pirenópolis, além de poder se hospedar de graça, você pode desenvolver uma nova habilidade fazendo um trabalho voluntário num sítio de permacultura. No Recanto Ecológico, você vive na prática a permacultura e a vida em meio a natureza. Você ajuda o anfitrião com 25 horas de trabalho por semana e no seu tempo livre, conhece cada cantinho da linda cidade de Pirenópolis.

7. Paraty



Paraty é uma cidade histórica localizada no litoral sul do estado do Rio de Janeiro, a 250 quilômetros da capital do estado e a 270 quilômetros da cidade de São Paulo. A melhor maneira de chegar até Paraty é de carro ou ônibus. Há horários diariamente saindo do Rio de Janeiro ou de São Paulo.

Fundada no século XVII, a cidade é conhecida por sua arquitetura colonial preservada, suas belas praias e pela riqueza da sua cultura. O centro histórico de Paraty é um dos mais bem preservados do Brasil e foi declarado Patrimônio Histórico Nacional em 1966.

Os meses de verão (dezembro a março) são também os meses mais chuvosos na região de Paraty. Os melhores meses para visitar a cidade é após esse período, entre abril e novembro, quando a temperatura é mais amena, ideal para caminhar pelas ruazinhas de pedra da cidade e fazer as trilhas da região.

Em Paraty há mais de 20 oportunidades para fazer trabalho voluntário e se hospedar de graça, desde pousadas no centro histórico até hostels no meio da mata atlântica. Confere todas as vagas aqui.

Melhores destinos no Brasil: praias



8. Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

Combinei esses dois destinos pois eles ficam muito próximos e por isso vale a pena visitar os dois na mesma viagem, se você tiver tempo. Apesar de serem perto, um destino é o oposto do outro, Boipeba é calmaria enquanto Morro de São Paulo é puro agito. Em ambos os lugares, as praias são paradisíacas com águas cristalinas, piscinas naturais cheias de peixinhos e coqueirais embelezando ainda mais a beira do mar.

Para chegar nesses destinos, o ponto de partida é a cidade de Salvador, na Bahia. Para o Morro de São Paulo há transporte direto, através de catamarã, e para Boipeba, é necessário ir até a cidade de Valença e em seguida pegar uma lancha rápida até a ilha. Nas duas ilhas existem anfitriões que aceitam voluntários, confira:

Na Bahia é calor o ano inteiro, sendo possível visitar as ilhas de Boipeba e Morro de São Paulo em qualquer época do ano. Nos meses de verão (dezembro a março) é quando as ilhas ficam mais cheias de turistas e também é a época que ocorrem mais chuvas. 

Continue viajando pelo nordeste: roteiro de 7 dias em Maceió.

9. Florianópolis

A ilha de Florianópolis, em Santa Catarina, possui mais de 42 praias, por isso é um dos melhores destinos do Brasil para quem quer relaxar e curtir uma prainha. A ilha é dividida entre as praias do sul, do leste e do norte da ilha, tendo opções para todos os gostos, desde as mais calmas para um mergulho até as mais agitadas para surfar.

A melhor maneira de chegar na ilha é de avião pelo aeroporto da cidade que possui voos regulares para quase todas as capitais do país, ou de carro e ônibus através da rodovia BR 101.

A cidade pode ser visitada o ano inteiro, mas para quem quer pegar praia, a melhor época é no verão, que vai de dezembro a março. Nos outros meses a água do mar fica bem gelada, mas ainda assim é possível curtir as praias e fazer as inúmeras trilhas que a ilha proporciona.

E uma boa dica é que na ilha da magia existem mais de 50 lugares que recebem voluntários, você pode escolher em qual praia quer se hospedar e enviar uma mensagem para o anfitrião, confere as oportunidades:

10. Ilha Grande



A Ilha Grande fica localizada no litoral sul do Rio de Janeiro, a aproximadamente 160 quilômetros da cidade maravilhosa. A ilha possui mais de 100 praias espalhadas pelo seu território, algumas desertas e selvagens com acesso somente por barco ou trilha. Não há carros na ilha, os meios de locomoção são barcos e as próprias pernas.

Para chegar em Ilha Grande é necessário ir até a cidade de Angra dos Reis e de lá, pegar um barco até a ilha. Há barcos saindo também das praias de Conceição de Jacareí e de Mangaratiba.

A melhor época para visitar a Ilha Grande é de abril a junho, pois a chance de pegar chuva é menor e já é baixa temporada, então os preços estão mais acessíveis e a ilha não está mais tão cheia de turistas.

Em Ilha Grande você pode se hospedar de graça enquanto faz um trabalho voluntário num hostel ou numa pousada, confere aqui.

Gostou dessas dicas? Agora que você já sabe que é possível conhecer os melhores destinos do Brasil fazendo trabalho voluntário, que tal criar um perfil gratuitamente na comunidade Worldpackers e começar a salvar suas vagas de voluntariado favoritas? 



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor

Mais sobre esse tema