Os 5 melhores mercados de rua do Rio de Janeiro para gastar pouco

Confira as melhores opções de mercado de rua no Rio de Janeiro para quem quer comprar roupas, comidas, bugigangas ou lembrancinhas com um preço bom!


Bdbb7e514e0cb59a6d72d65fb3d3ba95

Jun 06, 2019

Olá, meu nome é Paula Félix. Nascida em Brasília, me mudei para o Rio de Janeiro aos 12 anos, mas ainda não perdi o sotaque. Desde criança, sempre ...

os melhores mercados de rua do Rio de Janeiro

Nós todos sabemos que umas comprinhas durante as férias não machucam ninguém, né? Se você não é muito fã dos tradicionais shoppings, deu sorte! Em doze anos morando na Cidade Maravilhosa, aprendi que a cidade tem muitas opções de mercados de rua onde você pode encontrar lembranças, comida de todas as regiões do país, produtos de couro, pinturas, artesanato e até mesmo pedras preciosas.

Fiz uma lista dos cinco melhores mercados de rua do Rio para quando o dia está nublado ou frio e a praia não é uma opção - ou se você está apenas esperando melhorar das queimaduras de sol.

Confira os melhores mercados de rua do Rio de Janeiro:

1. Feira Hippie de Ipanema


Mercados de rua do Rio de Janeiro: Feira Hippie de Ipanema

A Feira Hippie é um dos mercados ao ar livre mais conhecidos da cidade e uma boa dica do que fazer em Ipanema. Acontece aos domingos, faça chuva ou faça sol, na Praça General Osório.

Dezenas de vendedores de rua oferecem uma grande variedade de souvenirs e obras de arte típicas brasileiras, joias, roupas, sapatos e comidas deliciosas, como tapioca e cuscuz com leite condensado.

Essa feira é famosa especialmente por sua localização no coração de Ipanema e a poucos metros da praia.

  • Quando? Aos domingos, das 07h às 19h, então é melhor não deixar para depois!
  • Como chegar? Estação General Osório de metrô. Todas as saídas são próximas da feira.
  • Recomendado para pessoas que gostam de artesanato, comidas típicas brasileiras e produtos exclusivos. Uma boa atração para se visitar a caminho da praia.

2. Feira de São Cristóvão


Mercados de rua do Rio de Janeiro: Feira de São Cristóvão 

Esse mercado tem algo de especial: está localizado no Centro de Tradições Nordestinas, um espaço totalmente dedicado à cultura e essência do Nordeste brasileiro. As ruas do mercado foram batizadas com nomes de estados da região, os palcos, por sua vez, com nomes de grandes artistas nordestinos.

A Feira de São Cristóvão existe desde 1945 e tem centenas de lojas que vendem roupas típicas, artesanato e, o que é mais importante - muita, muita comida! É impossível ir embora desse lugar com o estômago vazio. Na minha última visita, fomos um grupo de quatro pessoas e pagamos R$45 por uma refeição completa: baião-de-dois, aipim frito, carne de sol e farofa.

A comida, além de deliciosa, é preparada da maneira mais tradicional possível por pessoas que fizeram isso a vida toda e cozinham com amor. Tanto na entrada quanto no interior da feira, você provavelmente será abordado por algumas pessoas distribuindo panfletos e fazendo ofertas para diferentes restaurantes, então escolha com sabedoria!

No quesito entretenimento, a Feira de São Cristóvão também impressiona pela variedade. Há, quase todos os dias, apresentações de música ao vivo e o tradicional forró, que atrai pessoas da cidade (e do país inteiro) para dançar. Se você quiser liberar seu lado cantor, há vários bares com karaokê e uma grande seleção de músicas para cantar enquanto degusta os melhores sabores de cachaça.

  • Quando? De terça-feira à domingo. Terça à quinta-feira, das 10h às 18h. Às sextas, abre 10h e funciona até as 22h de domingo, sem interrupções!
  • Como chegar? A Feira de São Cristóvão está localizada no bairro de São Cristóvão, na Zona Central do Rio. Você pode chegar lá de metrô e ônibus, descendo na estação Estácio e pegando o ônibus Integração Expressa 209A (ônibus azul e cinza, você provavelmente verá uma fila de pessoas esperando por ele) que sai a cada 30 minutos. Há também um estacionamento, para aqueles que preferem ir de carro.
  • Recomendado para quem deseja uma imersão cultural e muita diversão. É fácil de se passar um dia inteiro na Feira, portanto é bom separar tempo para que seja possível aproveitar o máximo possível das atrações.

3. Saara (ou Mercado Popular Uruguaiana)


Mercados de rua do Rio de Janeiro: Saara 

O Mercado Popular Uruguaiana, carinhosamente apelidado de Saara pelos cariocas devido ao calor intenso, está situado no coração do centro da cidade. Ao lado da estação de metrô de Uruguaiana, é um grande camelódromo e complexo comercial que se estende pela Rua Uruguaiana e seus arredores.

Contando com centenas de estandes, o camelódromo do Rio oferece produtos importados, DVDs, eletrônicos, roupas, sapatos, comida, serviços (consertos de telefone, por exemplo), livros, óculos de sol - tudo o que você puder imaginar.

É uma experiência antropológica por si só e eu te desafio a deixar o lugar sem comprar nada, é quase impossível. Especialmente porque os vendedores são bastante persistentes em oferecer uma enorme quantidade de coisas que você não precisa - ou que não sabia que precisava.

O segredo aqui é pechinchar! Essa arte está no sangue do carioca. Quando um vendedor te der um preço, comece uma negociação. É quase garantido que você conseguirá um desconto no que quer comprar.

  • Quando? Segunda à sexta, das 08h às 19h. Sábados, das 9 às 15h. Não abre aos domingos. Tenha em mente que Saara fica muito cheio durante quase todo o dia. Para evitar estresse, é bom contornar os horários de pico, que são de segunda a sexta-feira, das 07h às 09h e das 17h às 19h.
  • Como chegar? Metrô para a estação Uruguaiana ou Carioca. O camelódromo é muito extenso, então é possível ter acesso às lojas por ambas as estações.
  • Recomendado para um dia de compras. É importante ir vestido confortavelmente, pois se anda muito no centro do Rio e o calor é intenso na maior parte do ano.

4. Feira do Lavradio


Mercados de rua do Rio de Janeiro: Feira do Lavradio 

A Feira do Lavradio acontece no primeiro sábado de cada mês, então se você tiver sorte o suficiente para estar no Rio durante esse período, você precisa conferir! 

A Rua do Lavradio é uma rua no bairro da Lapa, um dos bairros mais conhecidos do Rio de Janeiro. A Lapa consegue captar bem a essência da boemia carioca com os seus botecos de arquitetura tradicional, além de ser famosa também pela cena noturna, com seus bares e boates.

Também chamada de Feira do Rio Antigo, é o lugar certo para ir se você é um fã de roupas vintage, antiguidades, fotos antigas, vinis e esse tipo de coisa. São mais de 400 expositores! Músicos de rua também são vistos ao redor da área tocando um pouco de jazz ou samba para combinar com um dia ensolarado e uma caipirinha gelada.

  • Quando? Primeiro sábado de cada mês, das 09h às 17h.
  • Como chegar? Basta pegar o metrô até a estação Cinelândia ou na estação Carioca e caminhar por cerca de 10 minutos até a Rua do Lavradio. A feira acontece em toda a sua extensão.
  • Recomendado para um dia de compras com uma pitada de turismo. Como a feira fica no meio de um bairro histórico, é uma ótima oportunidade para fazer umas comprinhas e visitar pontos turísticos, como a Escadaria Selarón, os Arcos da Lapa e a Catedral Metropolitana.

5. Mercadão de Madureira


Mercados de rua do Rio de Janeiro: Mercadão de Madureira 

Um gigante dos mercados de rua, o Mercadão de Madureira é simplesmente o maior shopping popular do Brasil! E não é só isso: no ano passado também foi declarado como Patrimônio Imaterial do Estado do Rio de Janeiro.

Desde 1959 ele existe no mesmo lugar e reúne pessoas de todas as partes da cidade e do estado. Com seus 580 expositores, virou um símbolo do comércio carioca. Lá é possível encontrar uma grande variedade de mercadorias em atacado e varejo: desde roupas, alimentos, eletrônicos, bijuterias até artigos mais específicos, como ervas medicinais.

Na questão da variedade, é semelhante ao camelódromo da Uruguaiana, mas oferece um grande pólo comercial e alimentício fora da Zona Sul e Central do Rio, que são as mais populares entre os turistas.

O Mercadão recebe cerca de 100.000 pessoas todos os dias e possui grande infraestrutura, contando com 16 galerias espalhadas por dois andares.

  • Quando? Segunda a sábado, das 07h às 19h.
  • Como chegar? Metrô: saltar na estação de Vicente Carvalho, na linha 2, e pegar os ônibus 355. Se vier pela linha 1, é preciso fazer baldeação na estação Estácio. Carro: Linha amarela, saída 3 (Madureira – Rua Goiás).
  • Recomendado para quem deseja, além de fazer umas comprinhas, sair do tradicional e explorar uma parte totalmente diferente do Rio.

Visitar mercados de rua no Rio de Janeiro é uma boa maneira de conhecer a cultura local. Você terá a chance de ter um gostinho do que é morar no Rio e por que tantas pessoas querem visitar essa bela cidade. Aproveite!


Bdbb7e514e0cb59a6d72d65fb3d3ba95

Jun 06, 2019

Olá, meu nome é Paula Félix. Nascida em Brasília, me mudei para o Rio de Janeiro aos 12 anos, mas ainda não perdi o sotaque. Desde criança, sempre ...


Gostou? Não esqueça de deixar Paula saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor