Categorias

Minha experiência em Praga

Quando escolhi Praga para minha viagem voluntária, não imaginei quanta coisa linda me esperava.


Ce7e6c312d1c9d3e59fca4d7d2a6243d

Gustavo

"O mundo é muito grande pra se viver em apenas uma cidade" E é pensando nisso que eu escolhi te...

Abr 06, 2018

Voluntário em passeio no Rio Moldava em Praga

Eu, antes de pensar em ir à República Checa, queria muito conhecer algum lugar em que teve um período socialista forte em sua história, para saber qual é o pensamento da população atual, quais eram os resquícios na cidade.

Pois bem, Praga se encaixava nisso e ao ouvir sobre as festas e a ideia de que lá é barato, já fui escrevendo mensagens pros hostels na plataforma.

Me apliquei e fui escolhido.

Não sei pra você, mas o momento que eu acho mais estressante numa viagem é chegar e sair de uma cidade, nessa hora eu suo até mesmo no frio do Ártico.

Bem, peguei o metrô sentido ao hostel e o que mais chamou minha atenção foi o som que precede os avisos entre as estações, é sinistro. É um tom vindo de um filme de terror, é arrepiante, mas legal.

O metrô dá uns 4 reais, mas não existe catraca, eles confiam que você vai fazer as coisas certinho.

Praga me lembra uma música clássica, uma de Chopin. Até existe o busto dele numa rua principal. Ela é uma cidade que tem orgulho de seu tempo medieval.

Seu maior castelo, aberto para visitação é enorme e tem bandas e personagens vestidos de acordo com aquela época. Eu entrei de graça pois era voluntário do hostel e tive essa vantagem, mas não é muito caro pro público em geral. Todo o ambiente envolta do castelo faz você ser transportado para aquela época, eu achei incrível.

Vista da cidade de Praga

No metrô de Praga - que tem as mais compridas escadas rolantes que eu já vi na minha vida- tem umas barraquinhas que vendem pizza, são muito boas e baratas, vale muito a pena.

Trdelnik são rolinhos assados na brasa que você precisa experimentar, é um clássico dos turistas, é entre uns 7 a 12 reais, tem em todo canto, de todo jeito.

Além disso tem restaurantes que servem sopas incrementadas por uns 6 reais, ou então prato feito que você pode encontrar por uns 12 a 15 reais.

Não importa se é segunda ou domingo, sexta então nem se fale, balada é sempre cheia, e a maioria tem entrada gratuita. E calma! Se você voltar de madrugada, não se preocupe, Praga é segura para se andar a noite. 

Lá tem vários parques lindos, a cidade é florida, a dica que eu dou é: faça igual os checos, compre uma cerveja e assista o pôr do sol no parque Riegrovy Sady. Ou então seja turista mesmo e vá remar tranquilo por 1 hora no Rio Moldava, nós fomos em 3 e gastamos 8 reais cada.

Olha, veja bem, não sou de beber muita cerveja, mas dá vontade de comprar todo dia, no mercado, ela chega a ser mais barata que água, então se você gosta de experimentar cervejas diferentes, uma boa ideia é levar um abridor com você na mochila.

República Checa faz parte da zona Schengen, logo, para brasileiros são os 3 meses de visto como turista, mas garanto que dá pra conhecer muita gente boa nesse tempo, ouvir muitas histórias dos checos, respirar o ar gótico da cidade, ouvir o rap e o rock que toca na maioria das estações de rádio de lá, dançar eletrônico e pop nas festas da cidade ou simplesmente sentar sobre a grama de um parque e observar esta linda e romântica cidade que é uma mistura do novo e do antigo, do sereno e da agitação, do misterioso e do indescritível. 

Tenho ainda muita coisa curiosa que lembro desse incrível e único pedacinho de terra, porém te digo: Vá a Praga, viva Praga, viva!

Depois me conte.


Ce7e6c312d1c9d3e59fca4d7d2a6243d

Gustavo

"O mundo é muito grande pra se viver em apenas uma cidade" E é pensando nisso que eu escolhi te...

Abr 06, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar GustavoPaiva saber :-)


Comentários