Como foi minha experiência como voluntário em João Pessoa

Depois de muito tempo sonhando em conhecer a região do Nordeste de nosso Brasil, pude realizar entre os meses de março e abril de 2018 esse sonho, conhecendo a aconchegante capital da Paraíba, João Pessoa, com praias de águas cristalinas, pessoas pacatas e custo de vida bastante acessível.


Ca1de15104739c59363cdde0ded46eb0

Arnesen

Artesão, viajante e amante da natureza, sempre em busca de uma história pra contar e uma vivência...

+ Ver mais

Ago 22, 2018

Praia em João Pessoa

Deixarei aqui com detalhes como foram esses 14 dias vivendo em "Jampa, uma das capitais mais lindas do Brasil.

1. Funções como Worldpacker

Horários: O trabalho era distribuído em 25h por semana, com dois dias de folga. Tinha três horários de escala: manhã (6h30 às 11h30), tarde (11h30 às 16h30) e noite (16h30 às 21h30). Se conversado com antecedência, o voluntário poderá escolher um melhor horário para melhor conhecer as praias e os pontos turísticos da cidade.

Atividades: Eram feitas atividades convencionais de recepção, fazendo o check in / check out dos hóspedes, controlando o fluxo de caixa e atendimento telefônico. Também tinha atividades de regar as plantas do jardim, organizar a cozinha e auxiliar na limpeza geral do hostel quando necessário. 

2. Estrutura do hostel

Cozinha: O hostel conta com uma cozinha compartilhada muito organizada e com todos os materiais necessários para se preparar algum lanche ou almoço.

Quartos: Fiquei hospedado num quarto com duas beliches, com ventilador e um armário para guardar os pertences. Tem diversas categorias de quartos no hostel, contando com quartos compartilhados ou privativos, todos formados por beliches e camas de casal (variam entre 1 a 3 beliches) e armários privados, cada um com sua chave.

Os quartos mais caros contam com ar-condicionado e banheiro privativo. Cada quarto tem um nome em homenagem a algum ponto turístico da cidade. O Jampa Hostel tem capacidade para receber mais de 20 hóspedes por dia, de forma bem tranquila e aconchegante.

Banheiros: Conta com um banheiro unissex no térreo com chuveiro de água quente e dois banheiros no segundo andar. O primeiro é feminino com água quente e o segundo é unissex e conta com 3 sanitários e 3 chuveiros de água gelada.

Varanda: Sofás, cadeiras e mesas de madeiras são distribuídas ao redor da varanda do hostel, para os hóspedes e voluntários descansarem e desfrutarem de boas prosas.

Garagem: Possui uma garagem que tem capacidade para até dois carros.

Estrutura do hostel

3. Relação com o staff

Durante o período do meu voluntariado, tive a companhia da Hevelyn, responsável pelo hostel, junto com a Rejane, que trabalhava com limpeza no período da manhã. Minha relação com elas foi muito boa. 

O almoço não estava incluso como um dos benefícios do voluntariado, mas elas ajudaram bastante em alguns dias com a refeição.

Conheci muitos hóspedes legais, de Fortaleza, Natal e até de Cuba. Minha relação com todos foi muito saudável e pude conhecer um pouco de cada lugar através dos relatos de cada um.

4. Benefícios

Além da hospedagem gratuita, fiquei em um quarto compartilhado, tinha café da manhã incluso, com pães, frutas e sucos e duas folgas na semana.

5. Tempo livre

Na maior parte dos dias, desfrutei das lindas praias com águas cristalinas do Bessa, Tambaú e Cabedelo. No último dia, conheci o centro histórico e o Parque Sólon de Lucena.

Andando pelo centro histórico, calhou a sorte de achar a Academia Paraibana de Letras, que tem ênfase no poeta Augusto dos Anjos, que é um dos meus poetas preferidos. Acabei conhecendo mais obras de outros autores paraibanos, como livros e pinturas. Foi uma experiência maravilhosa.

hóspede curtindo um tempo livre

6. Dicas para se dar bem

Não tem complicação. Como o trabalho é principalmente de contato com público e com check in/check out dos hóspedes, é bom que a pessoa tenha facilidade para lidar com pessoas, atendimento telefônico e saber o básico de mexer com computador. Nada muito pesado, a Hevelyn sempre dará o suporte e a ajuda necessária com muita paciência. 



Ca1de15104739c59363cdde0ded46eb0

Arnesen

Artesão, viajante e amante da natureza, sempre em busca de uma história pra contar e uma vivência...

+ Ver mais

Ago 22, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar Arnesen saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor