O que fazer em Barcelona: principais atrações

Quer conhecer uma das cidades mais multiculturais da Espanha? Descubra o que fazer em Barcelona e monte seu roteiro por uma das cidades mais vibrantes da Europa.


Db952c3c88cb2cdc74478d9e6336a301

Luisa

Jul 03, 2019

Cinco intercâmbios e viagens por mais de 30 países me ajudaram a superar inseguranças e “abrir as janelas” pra o mundo. Desde 2012 compartilho no w...

Dicas do que fazer em Barcelona

Uma das cidades mais vibrantes da Europa, a capital da Catalunha oferece atrativos suficientes pra muitos e muitos dias. Neste guia, vou contar o que fazer em Barcelona para cair de amores por lá. Prepare-se: você provavelmente vai querer voltar ou ficar.

Confira minhas dicas do que fazer em Barcelona:

1. El Gòtic

O bairro Gótico (El Gòtic) é uma das partes mais bonitas da cidade. Uma caminhada em rumo é suficiente para se apaixonar. Uma dica é ir lá de manhã cedo caso você esteja na cidade em alta temporada, porque o bairro costuma ficar muito cheio de turistas.

A grande atração, por lá, é a Catedral, que foi construída em estilo gótico e pode ser visitada por dentro. Atenção: não é permitida a entrada de quem estiver de shorts ou blusas de alças, mas geralmente há senhoras na frente da igreja vendendo lenços para cobrir os ombros ou amarrar na cintura.

Também é possível pagar um ingresso extra para subir de elevador até o topo da Catedral. Não acho a vista tão interessante, porque a construção não é das mais altas, mas se você ama ver cidades de cima pode valer a pena.

Outro destaque do Bairro Gótico é a Plaça Sant Jaume, onde ficam o Palau de la Generalitat (sede do governo catalão), o Ajuntament (prefeitura) e onde costumam ser realizados protestos e manifestações culturais.

Pelas ruas, você encontra muitas lojas de souvenir e de decoração, cafeterias, lanchonetes, vestígios da época de dominação romana (desde ruínas de muralhas a altas colunas) e mais um monte de preciosidades arquitetônicas.

Nesse quesito, um ícone do bairro é a Pont del Bisbe (Ponte do Bispo), uma passarela que une dois prédios (a Generalitat e a Casa dels Canonges) por cima da Carrer del Bisbe (Rua do Bispo).

Por ali também ficam o Museu d’Història de Barcelona (MUHBA), construído sobre restos arqueológicos, e o museu Frederic Marès, com um pátio charmoso e um café super agradável.


O que fazer em Barcelona: Catedral

2. Las Ramblas

Outro lugar que concentra muitos turistas o ano inteiro é Las Ramblas, avenida mais famosa da cidade. Ela é basicamente um calçadão só pra pedestres com uma rua de cada lado, no meio você encontra barracas de souvenir e artistas de rua. Não acho nada muito especial, mas vale dar uma conferida.

3. Mercat de La Boquería

Você provavelmente vai passar pelas Ramblas a caminho do também célebre Mercat de la Boquería. Também muito turístico, mas bem interessante, esse mercado público reúne quiosques com vários tipos de comidinhas, desde copos cheios de frutas ou smoothies a tapas, chocolates e itens de pastelaria.


O que fazer em Barcelona: Mercat de la Boquería 

4. El Raval

Nos arredores do mercado você encontra uma parte menos turística da cidade: El Raval é um bairro bem vivo, sendo considerado uma das áreas mais multiculturais de Barcelona. Muitos imigrantes, artistas e estudantes moram por lá.

A beleza do lugar não é tão óbvia, mas uma caminhada despretensiosa revela um punhado de ruas bonitas e com mais “vida” que no Gótico. O bairro também é cheio de lojas descoladas e lugares pra experimentar sabores de várias partes do mundo, desde um restaurante africano a uma pastelaria árabe.

Se você for do tipo que curte dar check em atrações específicas, coloque na sua listinha a Rambla del Raval, espécie de praça comprida com bares ao redor e uma famosa escultura de Botero, e o Museu de Arte Contemporânea de Barcelona (MACBA).


O que fazer em Barcelona: El Raval 

Quer ter tempo para conhecer Barcelona como um morador, vivendo o dia a dia da cidade sem gastar com hospedagem? Confira as vagas de troca de trabalho por hospedagem por lá.

5. Port Vell e Praia de Barceloneta

Se você for um rato de praia e estiver se perguntando por que esse roteiro ainda não passou pela orla, fique tranquilo. Seguindo por Las Ramblas você pode ir direto até o Port Vell, antiga região portuária onde se destaca um monumento a Cristóvão Colombo (Monument a Colom).

Sentar num dos bancos do píer e admirar a paisagem é uma das minhas coisas preferidas para fazer em Barcelona. Ali você encontra também um shopping e um aquário, e se andar um pouco vai chegar à Praia de Barceloneta.

Vale a pena dar um pulo na praia para ver como é, ou aproveitar para entrar no mar se o calor bater, mas saiba que a Barceloneta costuma ficar bem lotada. Em termos praianos, acho mais interessante fazer um bate-volta para algum lugar nos arredores, como a charmosíssima Sitges.


Praia de Barceloneta

6. Carrer Blai

Não vá embora de Barcelona sem “salir de tapas” ao menos um dia. Esse hábito de ir de bar em bar tomando umas bebidinhas e comendo os tradicionais petiscos espanhóis é uma das minhas coisas preferidas na Espanha.

Pra isso, um dos melhores lugares em Barcelona é a Carrer Blai, rua cheia de bares de tapas frequentada por turistas e moradores. Na maioria dos bares por lá você encontra as “tapas” expostas no balcão e vai se servindo com o que interessar. No final, o garçom faz a conta do que você consumiu de acordo com os palitinhos que espetam cada petisco.

7. Sant Antoni

Outra opção legal para vida noturna em Barcelona é o bairro Sant Antoni, que está meio na moda e reúne vários restaurantes e bares descolados. Alguns exemplos são o Federal, o Calders, o Cometa e o Sirvent.


O que fazer em Barcelona: Sant Antoni 

8. Vila de Gràcia

Tem também minha região preferida para um happy hour em Barcelona. O bairro Vila de Gràcia tem uma atmosfera bem mais tranquila do que as regiões mais turísticas da cidade e reúne muitos bares legais.

O coração do bairro, ao menos em termos festeiros, é a Plaça del Sol. Quando o clima está agradável, você provavelmente vai encontrar lá uma grande quantidade de jovens tomando uma cervejinha. Sugestão: compre uma bebida para fazer o “esquenta” por lá e depois vá explorar os barzinhos.

9. Parc de la Ciutadella

O Parc de la Ciutadella, cuja entrada fica em frente à versão barceloneta do Arco do Triunfo, foi o primeiro parque público de Barcelona. A parte mais bonita do lugar é logo na entrada: a Cascada Monumental.

Vale a pena dar uma caminhada por lá para conferir também o Castillo de los Tres Dragones, as estufas e o prédio do Parlamento da Catalunha, ou simplesmente observar o movimento.


O que fazer em Barcelona: Parc de la Ciutadella 

10. El Born

Ali perto você encontra meu bairro preferido em Barcelona: El Born. Pessoalmente, acho ele tão charmoso quanto o Gótico, mas me sinto aliviada ao caminhar por lá porque a região costuma ser menos lotada.

Uma atração do bairro é o Mercado del Born, que fica ao lado do Parque de la Ciutadella. O prédio tem arquitetura modernista e abriga achados arqueológicos, um centro cultural, restaurante e loja.

Também recomendo passar pela Basílica de Santa María del Mar, também em estilo gótico, que é uma graça e fica numa praça com simpáticos cafés. A melhor parte é simplesmente se perder pelas ruas do El Born, descobrindo seus próprios cantinhos preferidos.

11. Plaça de Catalunya

Considerada a principal praça da cidade, a Plaça de Catalunya já foi rodeada de teatros, hotéis e bares. Hoje, você encontra lojas de rede como Hard Rock Café e El Corte Inglês, além de um grande número de turistas.

12. Casa Battló e La Pedrera

O Passeig de Gràcia é tipo a “Champs Elysées” barceloneta. Nessa ampla e agradável avenida, você encontra várias lojas de grife e prédios lindos. Entre eles, se destacam duas das obras mais famosas de Gaudí: a Casa Batlló e La Pedrera (Casa Milà).

As entradas para ambas são caras (cerca de 23 euros cada), mas só olhar por fora já vale muito a pena, caso prefira economizar.


O que fazer em Barcelona: Casa Battló 

13. Sagrada Família

Falando em Gaudí, é claro que não ia deixar de mencionar a Sagrada Família, né? Essa igreja ainda em construção é realmente impressionante, tanto por fora quanto por dentro. Se quiser entrar, no entanto, uma recomendação é comprar o ingresso online com horário marcado para não perder muito tempo em filas.

14. Praça Espanha

O grande destaque da Plaça d’Espanya é um shopping. Caso fazer compras não seja sua praia, não pule esse parágrafo: o shopping Arenas Barcelona é bem bonito, já que foi construído no lugar de uma antiga Plaza de Toros, e tem um terraço com vista em 360 graus dessa parte da cidade.


O que fazer em Barcelona: Praça Espanha 

15. Castelo de Montjuïc

Lá na Plaça d’Espanya você também pode pegar um ônibus para ir até o Castelo de Montjuic. Escolha entre ir até o fim do percurso ou descer na estação do funicular e teleférico, que são uma forma interessante de chegar ao castelo. Também dá para fazer parte do caminho a pé, se não estiver fazendo muito calor, e parar em alguns mirantes e jardins.

O Castell de Montjuïc é uma fortaleza bem grande com muita história. Minha parte preferida é a vista panorâmica desde a construção, que fica uns 170 metros acima do mar.

16. Parque de Montjuïc

Ali perto do castelo, outra popular atração turística de Barcelona é o Parque de Montjuïc. Nele fica a Font Màgica, onde é realizado um espetáculo de luzes coloridas e música coordenados com os jatos d’água (confira a programação antes de ir). O parque também é casa da Fundació Joan Miró, museu dedicado a esse famoso artista catalão.

17. Park Güell

Outro parque ainda mais famoso é o Park Güell. O espaço é bem interessante, marcado pela tendência de Gaudí de se inspirar nas formas orgânicas da natureza. Boa parte do parque pode ser visitada gratuitamente, e essa área dá direito a boas vistas da cidade.

No entanto, a área conhecida como Zona Monumental, onde ficam a famosa praça com um banco serpenteante colorido e aquela salamandra colorida que você já deve ter visto em fotos, tem acesso pago.

É recomendável comprar o ingresso online com antecedência, porque o número de visitantes é restrito e é difícil conseguir entradas na hora.


O que fazer em Barcelona: Park Guell 

18. Bunkers del Carmel

Por fim, o lugar onde você encontra a vista considerada por muitos (inclusive eu!) como a mais linda de Barcelona: os Bunkers del Carmel.

Esse lugar é um bunker antiaéreo construído durante a Guerra Civil Espanhola, na década de 1930, para proteger a região dos ataques fascistas. Com o fim da guerra, ele virou uma espécie de favela, mas entre as décadas de 1980 e 1990 a região foi revitalizada.

Os Bunkers del Carmel ficam abertos 24h por dia e a entrada é gratuita. Recomendo ir no fim de tarde e levar um lanche para curtir a atmosfera.


O que fazer em Barcelona: Bunkers del Carmel 

19. Bate-voltas a partir de Barcelona

Já deu “check” em toda essa lista de o que fazer em Barcelona e ainda tem tempo sobrando na cidade? Aproveite para ir conhecer outros destinos interessantes nos arredores. A cidade praiana Sitges, que já mencionei, fica a uma curta viagem de trem e merece muito a visita. Outras opções de bate-volta são Montserrat, Girona e Tibidabo.

Você tem outras dicas de o que fazer em Barcelona? Compartilha com a gente aí nos comentários!


Db952c3c88cb2cdc74478d9e6336a301

Luisa

Jul 03, 2019

Cinco intercâmbios e viagens por mais de 30 países me ajudaram a superar inseguranças e “abrir as janelas” pra o mundo. Desde 2012 compartilho no w...


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor