O que fazer em Bento Gonçalves: passeios incríveis na Serra Gaúcha

Um guia completo sobre o que fazer em Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, cidade muito rica em história, cultura, boa gastronomia e excelentes vinhos.

02277874cf0dcc32c73d0dbe70426f2f

Bárbara Nicoli

Jul 28, 2022

7min

O que fazer em Bento Gonçalves

Bento Gonçalves é um dos destinos mais famosos da Serra Gaúcha. A cidade é conhecida como a capital brasileira do vinho e a maior produtora de uva do Rio Grande do Sul. Ou seja, se você aprecia um bom vinho, Bento Gonçalves é o destino perfeito. Mas o que fazer em Bento Gonçalves além disso?

A cidade não é apenas pros amantes de vinho: em Bento Gonçalves existem vários pontos turísticos para a família toda, como um parque de aventuras que conta com passeios de quadriciclo, arvorismo, tirolesa e escalada, além de um espaço amplo para passar o dia em família.

Além disso, a cidade é cercada por montanhas e parreiras, formando uma paisagem encantadora tanto no verão como no inverno. Bento também abrange muita história e cultura. O destino tem forte influência do povo italiano e isso é visível em todos os cantos da cidade, principalmente na gastronomia.

Nesse artigo vou dar as melhores dicas de o que fazer em Bento Gonçalves. Se você está preparando uma viagem para a Serra Gaúcha, continue lendo e fique por dentro de todos os pontos turísticos de Bento Gonçalves! 

Leia também: Turismo rural RS: 10 cidades para voluntariar no inverno


o que fazer em Bento Gonçalves: mulher posando numa vinícola

Onde fica Bento Gonçalves?

A cidade de Bento Gonçalves fica a aproximadamente 120 km da capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, e a apenas 40 km de Caxias do Sul, que é a segunda maior cidade do estado. Também fica próxima de outras cidades da Serra Gaúcha, como Gramado e Canela. 

Sabia que é possível se hospedar de graça na Serra Gaúcha?

Uma ótima forma de conhecer a Serra Gaúcha é trocando trabalho por hospedagem através da Worldpackers, plataforma de voluntariado em viagens. Assim, você não paga por acomodação e pode receber também outros benefícios como refeições. Nas suas folgas, pode aproveitar pra fazer passeios em Bento Gonçalves e outras cidades próximas.

Em Gramado, por exemplo, você pode ajudar nas rotinas diárias de um hostel e se hospedar sem custo nenhum. Caso você seja um expert das redes sociais, pode curtir a região e atualizar as redes de uma pousada.

Em Canela, também existem oportunidades de trocas colaborativas, como ser chef de cozinha de uma pousadadar um apoio na manutenção de uma guest house e aproveitar o tempo livre pra conhecer as maravilhas da região, ou apenas ajudar a manter uma casa limpa e organizada e curtir a natureza.

Caso prefira se hospedar mais afastado dos centros urbanos, uma opção é a cidade de Rolante, que fica perto de Gramado. Você pode aprender sobre bioconstrução e viver uma experiência sustentável numa fazenda rodeada de verde.

Gostou dessas ideias? Crie um perfil gratuitamente na comunidade Worldpackers e comece a salvar suas vagas de voluntariado favoritas!

Como chegar em Bento Gonçalves saindo de Porto Alegre

Na rodoviária de Porto Alegre as empresas Bento Transportes e Unesul trabalham com a rota para Bento Gonçalves diariamente, com vários horários por dia. A viagem dura em torno de duas horas e meia e custa hoje R$ 50.

Como chegar em Bento Gonçalves saindo de Caxias do Sul

De Caxias do Sul para Bento Gonçalves existem ônibus convencionais que fazem o trajeto, com paradas em outras cidades pelo caminho. É uma opção mais barata, porém um pouco mais demorada. Na rodoviária, a empresa Unesul também faz o percurso algumas vezes por dia. A viagem leva mais ou menos 1h30 e a passagem custa atualmente R$ 30.

Como chegar em Bento Gonçalves de Gramado ou Canela

Se estiver pela região de Gramado e Canela você vai precisar pegar um ônibus para Caxias do Sul e depois outro ônibus para Bento Gonçalves. Não existem ônibus diretos de Gramado ou Canela para Bento Gonçalves.


paisagem de Bento Gonçalves

Quando ir para Bento Gonçalves?

Bento Gonçalves pode ser visitada o ano inteiro. É uma cidade muito charmosa, com inúmeros pontos turísticos, além de uma vasta gastronomia e vinícolas, desde opções mais antigas até as mais modernas e renomadas.

No verão é quando acontece a colheita de uvas, processo do qual os visitantes podem participar dentro das vinícolas. Geralmente a colheita vai do fim de janeiro ao fim de março. É uma boa época para visitar a cidade e conhecer um pouco mais da cultura dos imigrantes italianos.

Já no outono e inverno a paisagem muda um pouco, as parreiras de vinho secam e as folhas caem, formando um belo cenário entre as colinas. O clima fica mais gelado, ideal para fazer uma degustação de vinho e se esquentar em frente às lareiras e fogueiras.

O que fazer em Bento Gonçalves?

Centro da cidade

Vamos começar as dicas de o que fazer em Bento Gonçalves pelo centro da cidade, pois nele existem alguns pontos bem interessantes para visitação. Alguns exemplos são a Via del Vino, onde fica o famoso chafariz que jorra vinho, chamado de La Fontana, a estação da Maria Fumaça, o Museu do Imigrante e o Parque Cultural da Epopeia Italiana. 


Chafariz de vinho em Bento Gonçalves

As apresentações teatrais do Parque Cultural da Epopeia Italiana contam a história dos primeiros imigrantes italianos que chegaram em Bento Gonçalves e colonizaram a região. Durante o espetáculo, o visitante passa por nove cenários em tamanho real. É como fazer uma viagem no tempo. 

Outros pontos legais para visitar no centro de Bento Gonçalves são a Igreja Cristo Rei, a Casa do Artesão e do Artista Plástico e a Casa Valdugo Varejo.

Numa caminhada agradável, você consegue visitar todos esses lugares. E caso queira uma experiência diferente, indico o passeio de Maria Fumaça. Ele dura aproximadamente 2 horas em uma locomotiva a vapor da década de 50 e é uma diversão para a família toda. 

O percurso de 23km liga Bento, Garibaldi e Carlos Barbosa. O passeio é regado a músicas italianas, apresentações de dança e degustações de vinho, espumante e suco de uva, além das paisagens deslumbrantes pelo caminho.


Maria-fumaça usada no passeio de trem

Caminhos de Pedra

O Caminho de Pedra é um passeio imperdível em Bento Gonçalves. São 7 km de construções antigas feitas de pedra e madeira. Nas casas históricas funcionam restaurantes, vinícolas e comércio de produtos típicos italianos, como a Casa da Erva Mate, Casa de Cucas, Casa de Tecelagem e Casa do Tomate.

Vale dos Vinhedos

O Vale é onde ficam as principais vinícolas da região. É um lugar muito procurado para fazer degustações guiadas e aprender sobre a produção dos vinhos. São mais de 30 pontos de cultivo de uva e produção de vinho, desde pequenas casas a grandes construções modernas.

O esquema de visitação é parecido em todas as vinícolas. Os valores variam de R$ 25 a R$ 90 para experimentar os principais vinhos da casa e conhecer o processo de produção.

Algumas vinícolas contam com espaço externo para piquenique e oferecem cestas prontas e alguns petiscos. Nos finais de semana, algumas delas fazem eventos com música ao vivo e DJ: uma verdadeira festa regada a comida boa e muito vinho


Taças para degustação de vinhos em Bento Gonçalves

Rota das Cantinas Históricas

A Rota das Cantinas Históricas fica a aproximadamente 10 km do centro de Bento Gonçalves, fazendo parte do distrito de Faria Lemos. É mais uma atração para quem gosta de comida italiana. 

São várias opções de restaurantes espalhados pela avenida e fica até difícil escolher um lugar onde comer! O passeio também envolve a história dos imigrantes italianos e algumas vinícolas.


Barris em uma vinícola em Bento Gonçalves

Pipa Pórtico

O pórtico da entrada da cidade é o cartão-postal de Bento Gonçalves, um monumento com 17 metros de altura em formato de pipa (barril). Não é bem um passeio, mas vale a pena parar para admirar e tirar uma foto.

Parque de Aventuras

O Parque de Aventuras é um atrativo totalmente diferente das outras opções de o que fazer em Bento Gonçalves: localizado no alto de um penhasco, é uma opção de passeio para quem gosta de aventuras e adrenalina

O parque conta com várias atividades, como tirolesa, bungee jump, arvorismo, escalada, rapel, quadriciclo, paintball e super pêndulo.

Mesmo para quem não quer se aventurar, a visita ao parque ainda vale a pena, pois o visual lá de cima é realmente fascinante. O lugar também tem uma grande estrutura com café, restaurante, churrasqueira e espaço para passar o dia.

Vale do Rio das Antas

Em Bento Gonçalves ainda existem rotas não tão conhecidas, como o Vale do Rio das Antas. Essa rota fica localizada na BR-470, rodovia que liga Bento Gonçalves a Veranópolis e atravessa a Serra do Rio das Antas. 

O caminho é cercado por belezas naturais, com destaque para o mirante do Vale da Ferradura do Rio das Antas e a Ponte dos Arcos. Nessa rota também existem algumas vinícolas e lojas de produtos regionais com muita variedade de cachaças e rapaduras.


Moça caminha observando vários barris de vinho em Bento Gonçalves

Vocês perceberam que as principais dicas de o que fazer em Bento Gonçalves são ligadas a comida e bebida? Não tem jeito, os imigrantes italianos trouxeram essa cultura para a região e até hoje ela predomina. Viajar para a Serra Gaúcha é sinônimo de comer bem e experimentar ótimos vinhos!

A Serra Gaúcha tem também diversas outras cidades charmosas que merecem uma visita. Se você tiver tempo de sobra, vale a pena dar uma esticada até as cidades vizinhas, como Garibaldi, Carlos Barbosa, Pinto Bandeira, Caxias do sul, Farroupilha e Flores da Cunha. Veja também o que fazer em Torres, tesouro escondido no Rio Grande do Sul.

Se você gostou dessas dicas, siga as redes sociais da Worldpackers para acompanhar novidades sobre viagens: estamos no Instagram, no Tiktok e no YouTube!



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor

Mais sobre esse tema