O que fazer na Sicília: 10 dicas para aproveitar o melhor do sul da Itália

Da imponência do vulcão Etna ao doce sabor do Cannoli, descubra Sicília, no Sul da Itália. Os anfitriões acolhedores e hospitaleiros da ilha te esperam.

6min


Fa13426f962d9107a8817ce11789f58f

Camila

Set 28, 2020

Geminiana, com ascendente em vinhos e viagens. Sou paulistana, engenheira e ex-workaholic. Em 2019 decidi largar tudo, mudar de vida, de área e de ...

o-que-fazer-sicilia

A Sicília é a maior das ilhas do mar Mediterrâneo e está separada do sul da Itália por apenas 3km. Sua capital Palermo, quinta maior cidade do país, é famosa no mundo inteiro por sua comida de rua e seus mercados. Dentre os povos que ocuparam esta região durante a história estão: 

  • Gregos e Romanos
  • Normandos 
  • Árabes 

Tais culturas milenares influenciaram a gastronomia e arquitetura siciliana. Os vinhos, as artes, a música e a literatura da Sicília são o fruto desta mistura que conquistou o mundo inteiro. 



A Sicília também é conhecida por abrigar o o vulcão Etna - o maior em atividade na Europa e um dos mais altos do mundo, atingindo aproximadamente 3350 metros de altitude.

Como chegar na Sicília?

Na Sicília é possível chegar por terra, céu e mar. A ilha possui 5 aeroportos, sendo os principais de Palermo e Catânia, bem atendidos pelas companhias low cost - para nossa felicidade! 

Se preferir, dá para chegar de trem - a viagem é longa, mas o custo é menor - e de navio. Existem inúmeras rotas, sendo as principais via Genova, Civitavecchia (Roma) e Nápoles.



DICA: Programe com antecedência suas datas de chegada e partida, eu consegui ótimos preços voando pela Ryanair e Volotea, e existem voos pela Alitalia também.

Chegando aos aeroportos de Palermo e Catânia existem ligações de trem ou ônibus para todas as principais regiões. Acesse o site dos aeroportos, ali estão descritas todas as empresas disponíveis e os horários.

Melhor época do ano para ir a Sicília

Vai depender muito do que você deseja fazer na viagem. A Sicília possui um clima mediterrâneo, o que garante um longo período de sol o ano todo. A temperatura chega facilmente aos 35 graus no verão - entre julho e agosto, porém entre os meses de maio e outubro um banho de mar será perfeitamente possível nas praias da Sicília.

 Se preferir um período mais fresco para visitar os pontos turísticos sem muito calor e muitos turistas, viaje nos meses de abril, maio, outubro e novembro. Este é um item importante para se planejar em quais roupas levar, garantindo uma mala mais enxuta, o que vai te ajudar a se locomover mais facilmente.



Como se locomover na Sicília?

É possível utilizar o transporte público para chegar em todas as principais regiões da Sicília, todas são bem interligadas de ônibus ou trem, porém é necessário estar atento aos horários, já que não costumam ser tão abundantes como no resto da Itália. 

Viajar de carro será um conforto a mais, mas atenção às estradas mais afastadas, que costumam ser um pouco desniveladas porém bem sinalizadas.

O que fazer na Sicília: 10 dicas para curtir o sul da Itália

Pontos turísticos não irão faltar, assim como as opções do que comer. Existem muitos pratos e doces típicos para experimentar e muitos lugares para conhecer! Vamos às principais atrações:

1. A história de Palermo traduzida em paisagens



É sem dúvida uma das minhas cidades preferidas no mundo, tanto que mereceria um artigo só para ela, tão grande a quantidade de coisas que temos pra ver, fazer e comer por ali!

A capital da Sicília é muito bem interligada pelas linhas de metrô. Caminhar pelas ruas da cidade é se surpreender constantemente com a beleza da história, traduzida na diversidade da arquitetura e na cultura do povo siciliano. Alguns dos principais pontos turísticos:

• Catedral de Palermo

• Quattro Canti

• Fontana Pretoria

• Monte Pellegrino

• Mercato di Ballarò

• Mercato Vucciria

• Via Roma e Via Maqueda

• Praia de Mondello

2. A imponência do vulcão Etna



O vulcão Etna está dentro do parque de mesmo nome, situado entre as cidades de Taormina e Siracusa, é possível chegar facilmente de carro ou de ônibus. 

Não deixe de fazer a trilha até as crateras do vulcão. São aproximadamente 5 quilômetros, de nível fácil a médio. Não é preciso equipamento especial, mas um guia é aconselhável. A paisagem é incrível, quase lunar. Programa perfeito para quem gosta de aventura e natureza!

3. Deguste a melhor receita de Arancini

Sim, uma das melhores coisas para se fazer na Itália é comer, e na Sicília isso fica ainda mais divertido e tentador. Andando pelas ruas e mercados de Palermo você vai se surpreender com a variedade de aromas, cores e sabores!

Chamado assim pelo seu formato de laranja (arancia, em italiano), o arancini é a comida de rua que mais simboliza a Sicília. Com a massa feita de arroz, empanado e frito, pode ter vários recheios: carne con ragu, prosciutto e mozzarella, spinacci, ricota, entre outros. Encontrado em absolutamente todos os lugares, um dos mais famosos é da rede KePalle.

4. Conheça o sabor do tradicional Cannoli italiano



O Cannoli sem dúvida é o doce típico mais conhecido da Sicília! 

Trata-se de uma massa doce frita em formato de tubo, recheada com creme de ricota e coberto com pistache, frutas secas ou chocolate, dependendo da região. 

Quando o assunto é Cannoli siciliano, um dos mais famosos é o da Antica Focacceria San Francesco, em Palermo, que existe desde 1834.

5. Refresque-se experimentando a granita com brioche

A granita é parecida com o gelato italiano, porém com uma textura mais cristalina, dá pra sentir os cristais de gelo em cada colherada, lembrando um pouco a nossa “raspadinha” do Brasil. 

Os sabores mais tradicionais: limão, café, pistache, amêndoas e morango. No verão, os italianos costumam pedir no café da manhã a granita acompanhada de brioche, um pão macio e adocicado. A combinação perfeita para iniciar o dia no calor siciliano!

6. Encante-se pelo majestoso teatro antigo de Taormina



Taormina é uma cidade que fica no topo da colina, a 55km do Etna. A atração principal é o Teatro Grego, antigo teatro greco-romano ainda em funcionamento. 

Perto do teatro, os penhascos debruçam-se sobre o mar e formam grutas com praias arenosas. Temos ainda a maravilhosa Isola Bella, uma pequena ilha e reserva natural ligada ao continente por uma estreita faixa de areia.

7. Das compras ao banho de mar em Cefalù

Cefalù é uma das cidades imperdíveis da Sicília. Próxima de Palermo (70km) é possível chegar de carro, trem e ônibus.

 É uma cidade muito charmosa, com uma história milenar, perfeita para se perder entre as ruazinhas do centro histórico com ótimos restaurantes, lojinhas de artesanato, bares, cafés e ainda aproveitar a praia ou subir à parte alta da cidade para assistir ao pôr do sol.

8. Viaje no tempo pelos sítios arqueológicos de Agrigento



Perfeita para um bate-volta, a distância entre Agrigento e Palermo é de aproximadamente duas horas de trem. 

É a cidade dos templos e o Vale dos Templos é a principal atração, sendo um dos maiores sítios arqueológicos do mundo. Não deixe de passear pelas ruazinhas da cidade que, apesar de pequena, possui uma belíssima arquitetura.

9. As águas hipnotizantes de San Vito Lo Capo

Uma praia de areias brancas, com um oceano que varia entre o transparente e o mais belo tom azul safira, San Vito é considerada uma das praias mais lindas não só da Sicília mas de toda Itália. 

Além disso, oferece uma ótima infraestrutura e um centrinho muito animado no cair das tardes quentes sicilianas. Um cenário perfeito, se você puder ficar mais de um dia para aproveitar, não irá se arrepender.



10. Esteja no topo da Sícilia no Parque de Madonie

É neste parque nacional que estão localizadas as montanhas mais altas da Sicília. Além de inúmeras trilhas, natureza preservada, animais selvagens e paisagens cinematográficas, é o lugar perfeito para esquiar no inverno, quando a temperatura pode chegar aos 10 graus negativos. 

Sim! Está provado que esta ilha oferece opções para todos os gostos e estações do ano! A Sicília é sem dúvida, um dos lugares mais lindos que eu já conheci! Soa sensacionalista, eu sei, mas é a mais pura verdade. E ainda temos:

Siracusa

Catânia

• Ragusa, Módica e Lampedusa

• As vinícolas, o panelle e o pani ca meusa

• Todas as praias paradisíacas das ilhas próximas: Pantelleria, Favignana e Stromboli



Eu já viajei 11 vezes para a Itália e posso dizer que conhecer a Sicília me fez enxergar o país com olhos ainda mais apaixonados

Voltei de lá cheia de lembranças, fiz muitos (verdadeiros) amigos e pretendo voltar assim que possível pra provar um pouco mais da diversidade da culinária, da cultura e da simpatia do povo siciliano, que para mim, é uma das melhores atrações que a Sicília oferece.

Se você tem mais dúvidas ou precisa de mais dicas desta ou de qualquer outra região da Itália, não deixe de me escrever!


Fa13426f962d9107a8817ce11789f58f

Camila

Set 28, 2020

Geminiana, com ascendente em vinhos e viagens. Sou paulistana, engenheira e ex-workaholic. Em 2019 decidi largar tudo, mudar de vida, de área e de ...


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor