10 sugestões de onde curtir o Carnaval como voluntário

Além de curtir a festa, também dá para usar o período para desenvolver novas habilidades como voluntário. Por isso, juntei dicas de 10 lugares onde passar o Carnaval.


412ce93f0d4edde2449c03a61b5b22f8

Fev 05, 2019

Historiadora e jornalista, resolvi dois meses antes de completar meus 30 anos, partir para uma aventura de um ano. Deixando de contar apenas as hi...

Dicas de onde passar o Carnaval e curtir um voluntariado

Passou o período de celebração de fim de ano e a maioria dos brasileiros já começa a se preparar para o Carnaval. 

A temporada de festividades pelo Brasil é aguardada com ansiedade  por aqueles que não veem a hora de ver a escola de samba preferida na passarela, por quem quer vestir alguma fantasia e cair na folia em blocos pelas ruas de alguma cidade brasileira ou para os que apenas querem aproveitar os dias de folga e relaxar em algum lugar tranquilo e esquecer as pressões que vêm acompanhadas com o novo ano.

Se você ainda está em dúvida de onde passar o Carnaval, saiba que o bom dessa temporada que se aproxima é que, além de se divertir, você pode fazer novas descobertas e quem sabe ter um carnaval bem diferente do que está acostumado, aliando diversão ou sossego há uma experiência que possa te permitir ampliar o círculo de amizades e de quebra descobrir novas habilidades fazendo algo totalmente novo gastando pouco dinheiro.

O Carnaval que se tornou popular no Brasil é uma marca registrada dos brasileiros, com uma importância que vai muito além do beber, dançar e paquerar. A festa movimenta a economia, atrai turistas nacionais e internacionais e valoriza a cultura de diferentes regiões que levam para as ruas tradições que passaram por gerações e podem ainda serem vistas no modo de vestir, na dança com gingado cheio de significados, no som de instrumentos com origens seculares e, mesmo com a diferença de sotaques, todos se entendem com o sorrisão largo no rosto, porque afinal, é Carnaval!

É durante a festa que trabalhadores podem se tornar colombinas, pierrôs, reis momos, rainhas, índias, bonecos e desfilar pelas ruas, pulando e distribuindo sorrisos. Todos podem sentir a sensação de cantar a mesma música atrás de um trio elétrico na Bahia, descendo as ladeiras de Olinda ou na arquibancada no Rio de Janeiro ou São Paulo, vendo a escola de samba que gosta passar pela avenida.

Decida onde passar o Carnaval e faça um voluntariado

Quem prefere viajar sem gastar muito e junto com a folia viver experiências novas estimulando uma habilidade, pode se permitir viver uma experiência fora da caixinha através das oportunidades disponíveis no site da Worldpackers em hostels espalhados pelo país e projetos sociais.

Para isso o pensamento deve estar além do período de festividades. A decisão de fazer um voluntariado deve estar atrelada não só as atrações do destino que escolheu ou as festas que acontecem por lá, mas sim na chance de fazer algo diferente do que está acostumado, se descobrir como pessoa, adquirindo responsabilidades que possam te fazer ver o mundo com um olhar inspirador, criativo e aberto.

É importante não quebrar o elo de confiança entre você e o anfitrião que acredita na sua capacidade de ajudar pelo período que sinalizou no acordo. Tenha responsabilidade com o compromisso que assumiu mesmo durante os dias do feriado. 

Para aliar alegria e descobertas, reunimos uma lista de oportunidades que você pode aplicar antes do Carnaval e já ir sentindo a vibe gostosa dessa experiência que pode de dar o bônus de aproveitar a festa de uma forma totalmente diferente. 

Confira a lista com 10 sugestões de voluntariados pelo Brasil e escolha onde passar o Carnaval com pouco dinheiro.

Onde passar o Carnaval em 2019 com muita agitação:

1. Boêmia Lapa

Considerada uma das principais regiões boêmias do Rio de Janeiro, a Lapa é o endereço onde "a noite é uma criança". Bairro histórico e eclético, onde tem de tudo um pouco. De botecos sem decoração com cachaça barata, restaurantes simples e outros com menu que vai além de sabores brasileiros e coffee shops com um ar rústico e moderno ao mesmo tempo. É o destino para decididos ou indecisos não colocarem defeito. 


Onde passar o Carnaval: Lapa, Rio de Janeiro

No Carnaval essa vibe se mantém, porém com uma alegria que começa durante o dia com shows gratuitos e blocos de rua de sábado a terça-feira no ponto mais famoso do bairro, que são os Arcos da Lapa. 

É nessa região que está um dos anfitriões mais populares da Worldpackers no Rio de Janeiro. O Lapa Design Hotelque recebe hóspedes e experiências culturais, precisa de pessoas com bom humor e dispostas a deixar o espaço limpo e agradável para todos, 25 horas de trabalho por semana, quatro folgas e café da manhã para começar o dia.

2. Blocos pelas ruas de São Paulo

Com cerca de 570 blocos de ruas, o Carnaval de São Paulo promete uma diversidade bem maior que no ano anterior, em uma festa a céu aberto, reunindo grupos vindos de diferentes regiões da famosa metrópole brasileira. 

A lista para quem quer ir em algum bloco é enorme, há opções como: bloco Bicho Maluco Beleza com o comando de Alceu Valença, Beleza Rara com a banda Eva, Monobloco, Pipoca da Rainha com Daniela Mercury e Tarado ni você, e são só algumas sugestões. Além dos desfiles na Marquês de São Vicente e Engenheiro Luís Carlos Berrine.

Para conhecer melhor a cidade e aproveitar o Carnaval, uma das diversas opções de work exchange em São Paulo está no We Hostel Desing, que busca voluntários que possam por pelo menos quatro semanas ajudar a manter o local limpo, receber hóspedes e se tornar amigo de viajantes de diferentes partes do mundo. Em troca café da manhã, almoço e três dias de folga para conhecer São Paulo gastando pouco.

3. Capital do Axé

É lá que é realizada a maior festa de participação popular do mundo. Pular atrás dos diversos trios elétricos que levam os blocos é uma das principais atrações do evento e uma das atividades que vale a pena para os que gostam de aproveitar com ou sem abadá, dentro ou fora das cordas.


Onde passar o Carnaval: Salvador 

A grande festa esse ano será no início de março, mas em Salvador apesar de ter uma programação especial para os dias oficiais da festa, o berço do axé não se contenta com quatro dias e a agitação pelas ruas deve começar no final de fevereiro, uma espécie de esquenta para o que está por vir. 

A folia acontece em três circuitos diferentes: Barra-Ondina, Campo Grande e Centro Histórico. Há também folia em outras áreas menos centralizadas, como em bairros, Palco do Rock e Vila Infantil.

Nem é preciso destacar que o estado recebe milhares de turistas. Para receber da melhor forma possível, no centro da cidade, bem próximo ao Pelourinho, tem um hostel com vaga disponível para voluntários que queiram ensinar inglês e francês para os funcionários do local. Em troca você recebe acomodação, bicicletas a disposição e lavanderia. 

Para quem manja de cozinha e bar, há oportunidade com direito a acomodação e almoço incluso no Surf Hostelpertinho do Farol da Barra.

4. Centro Histórico de Recife e as ladeiras de Olinda

Maracatu, frevo, samba e ritmos africanos vão dar o tom do Carnaval em Pernambuco, principalmente no Centro Histórico de Recife, que a festa começa pela manhã e vai até o final da tarde e deve reunir blocos, tendo como ponto alto a saída do Galo da Madrugada no sábado, considerado um dos maiores blocos carnavalescos do mundo e que abre oficialmente a festividade. 

Na vizinha Olinda a folia é durante o dia, com aproximadamente 500 bloquinhos e agremiações que saem pelas ruas, alguns acompanhados de bandinhas que de uma forma bem tradicional e cheia de personalidade vão fazendo a alegria de todos que estão pelas ladeiras e ruas da região histórica. O Marco Zero é um dos pontos com atrações para quem quer aproveitar as noites de folia. Uma das recentes novidades é que a festa vai se estender com o Carnaval de Boa Viagem, lançado ano passado.


Onde passar o Carnaval: Recife 

Que tal aproveitar essa festa cheia de cultura que Recife tem e ser um escritor e ajudar como social mídia em um hostel da região? São 28 horas de trabalho por semana, acomodação e três dias de folga para aproveitar não só o Carnaval, mas as praias.

Aqueles que entendem de jardinagem ou gostariam de ter experiência com recepção podem fazer a diferença colaborando com Mameluco Beleza Hostel, que fica em uma das históricas ruas de Olinda.

5. Folia em Minas Gerais

Belo Horizonte, Ouro Preto entre outras cidades de Minas Gerais se transformam para receber a temporada de folia pelas avenidas da capital e ruas históricas da região metropolitana. 

Em BH o clima da cidade muda completamente e tudo fica mais colorido, a festa começa com o raiar do dia e termina no início da noite, por isso não se espante ao ir na padaria e ver alguém fantasiado com energia de sobra as 7 horas da manhã, faz parte do espírito da festa. 

As apresentações das centenas de blocos de Carnaval com bandas independentes como Pega no Piston, US Beethoven, Beiço do Wando,  entre outros, são responsáveis por unir pessoas de diversas idades pela capital mineira.

Com a alta demanda, o Hostel BH busca por voluntários no período noturno e oferece, além da acomodação, o café da manhã para quem quer começar o dia disposto.

Em Ouro Preto tem hostel precisando da disposição de voluntários durante 25 horas por semana antes, durante e após o maior Carnaval universitário do país. A vaga é para quem está disposto a trabalhar na recepção e até ser guia pela cidade no Hostel Varanda.

Onde passar um Carnaval tranquilo e perto de belezas naturais

Para quem prefere uma rotina sem agitação, aproveitando as belezas naturais do Brasil e renovando as energias para o ano que, segundo o ditado popular, só começa depois do Carnaval, as sugestões envolvem trabalhos sociais com crianças e até mesmo em fazendas.

6. Lençóis Maranhenses

Um verdadeiro paraíso na terra, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, no Maranhão, pode ser o refúgio ideal para quem quer relaxar e estar perto de uma das maravilhas da natureza. 

É possível ver um pôr do sol incrível após fazer uma caminhada pelas dunas e se refrescar nas lagoas naturais cristalinas formadas pela água da chuva e que tem um tom azul lindo. As mais procuradas são as Lagoa Azul e Bonita. 

Um passeio de barco pelo Rio Preguiças permite conhecer a comunidade local, comer um delicioso peixe fresco e frutas da estação, além de ter a oportunidade de visitar os municípios de Primeira Cruz, Santo Amaro e Atins, que ficam próximos a Barreirinhas, ponto de partida para o parque nacional.


Onde passar o Carnaval: Lençóis Maranhenses 

Para aproveitar o paraíso gastando pouco a dica é aplicar para uma das diversas oportunidades de work exchange em Barreirinhas. A Casa do Professor Hostel, por exemplo, precisa de ajuda de voluntários para preparar o café da manhã dos hóspedes e ajudar na limpeza, são apenas quatro horas de trabalho por dia.

7. “Cidade das Serras”

No Leste do Estado de São Paulo, Cunha é uma daquelas cidades pequenas e muito charmosa, foge dos roteiros óbvios e oferece contato com a natureza e agradáveis surpresas aos visitantes. 

As atrações da cidade vão desde a arquitetura, visita aos ateliês de cerâmica, que é uma das principais atividades econômicas, passeio nos campos de lavanda, escaladas e trilhas pelas Serras da Mantiqueira, do Mar e Bocaina e descansar nas diversas cachoeiras no entorno da cidade.

Aproveitando esse clima tranquilo que Cunha oferece, que tal um voluntariado que pode contribuir para a manter uma vibe livre de estresse e ansiedade? O Source Temple Sanctuary precisa de voluntários dispostos a ajudar com jardinagem e reparos por pelo menos quatro semanas. Em troca o local oferece acomodação, almoço e até aulas de yoga e meditação.

8. Vibe zen de Arraial d’Ajuda

Se você gosta de animais, que tal passar uma semana, ou até mesmo um mês, ajudando o trabalho de um projeto que resgata gatos de rua, fazendo fotografia, vídeos e divulgação em redes sociais, em Arraial d’Ajuda, na Bahia? 

A iniciativa que leva o nome de Gatinho Zen, em troca da colaboração de voluntários para fazer campanhas e até mesmo um documentário, oferece acomodação e passeios na faixa para explorar os destinos do local. 

Por lá tem praias com um mar de um azul tão intenso que hipnotiza, o colorido das casinhas do Centro Histórico e uma localização que permite conhecer facilmente os arredores como Porto Seguro e Trancoso.

9. Praias de Ubatuba

Com aproximadamente 100 praias, Ubatuba é um daqueles destinos que merecem atenção de quem pretende viajar e está buscando o barulho do mar, água fresca e sol. 

A Praia do Félix é uma das mais procuradas e tem uma área enorme com espaço para todos que buscam o mesmo objetivo, relaxar. Tem também a Ilha do Prumirim, que tem um quê paradisíaco no ar, e a Ilha do Anchieta, com praias que fazem o visitante perder a noção do tempo. Além do mercado de pescadores, feira de artesanato e o clima noturno da cidade com bares, restaurantes e baladas.


Onde passar o Carnaval: Ubatuba

Para ficar pertinho dessas atrações que tal ensinar inglês para crianças em um projeto social que exige apenas 20 horas de dedicação por semana? E ainda ter bicicleta a disposição para explorar e descobrir as belezas da cidade durante os dias de folga e café da manhã. Uma oportunidade de compartilhar conhecimento e viver novas experiências.

10. Surf exchange no paraíso de Pipa

Para quem não quer tanta tranquilidade, mas gosta de um pouco de vida noturna sem abrir mão de aventura, Pipa, no Rio Grande do Norte pode ser uma boa escolha para fazer voluntariado. 

Na lista de atividades você pode incluir passeio de parapente, pular das falésias da Praia do Madeiro e trilhas pelo Santuário Ecológico. Para dias mais lentos um passeio na Barra de Cunhaú, vilarejo sem muitos visitantes, com jangadas e praticantes de kitesurf aproveitando os ventos fortes ou a Praia Sibaúma, que tem como frequentadores os pescadores de um vilarejo quilombola. Há dias que fica praticamente deserta.

Por falar em surf, você pode ajudar crianças caiçaras a se aventurarem no esporte e desenvolver atividades socioambientais focado em desenvolvimento sustentável através do projeto Surf Exchange, que como uma ajuda adicional oferece acomodação, refeições e você pode ter dois dias livres para explorar Pipa.

Para facilitar a sua busca por locais tranquilos ou agitados, serra ou praia e voluntariado em hostels, projetos sociais e programas ecológicos, você pode filtrar as opções de acordo com o seu perfil no campo de busca e assim  visualizar exatamente o que procura para ter um Carnaval econômico e com novas experiências.


412ce93f0d4edde2449c03a61b5b22f8

Fev 05, 2019

Historiadora e jornalista, resolvi dois meses antes de completar meus 30 anos, partir para uma aventura de um ano. Deixando de contar apenas as hi...


Gostou? Não esqueça de deixar Lisiane saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor