Os dez mandamentos da boa convivência entre voluntários em um hostel

Aquele bom e velho manual para quem está começando a voluntariar ou nunca pensou em quais regras estão subentendidas para uma boa convivência entre voluntários.


Afd2ca3934cf900fad18d2e8802a5b3f

Mai 24, 2019

Sou gaúcha e vivo na busca... Na busca de conhecer o resto do mundo, novas vivências, culturas e pessoas. Vamos trocar experiências?

Confira as regras de convivência entre voluntários

1. Deixarei meu espaço organizado

Só de ter muitas pessoas em um local ele já acaba ficando muito saturado, são roupas, lençóis e toalhas para todos os lados. Imagina minha surpresa quando cheguei no quarto para trocar de roupa e havia uma calcinha que não era minha em cima da cama! 

Organizar seu espaço também evita que você perca suas coisas e ajuda a encontrá-las mais fácil quando precisa.

2. Lavarei sempre minha louça

Tem coisa pior do que chegar em casa morrendo de fome, ter que cozinhar e na hora que entra na cozinha a louça que você precisa usar está toda suja? Isso ainda acontece bastante! Principalmente com os hóspedes do hostel, que as vezes deixam a louça suja de propósito ou porque precisam sair correndo para fazer outra coisa.

Mas é bom sempre se colocar no lugar do outro, sabemos que é muito chato lavar louça, ainda mais uma louça que não é sua. Se você cozinhar somente para uma ou duas pessoas, vão ser poucas coisas para lavar. Melhor não criar inimizades por isso né?

3. Não acenderei a luz do quarto durante a noite

As pessoas em quarto compartilhado chegam para descansar em horas diferentes, faz parte das regras da boa convivência tentar ao máximo não acordar os coleguinhas. Por isso, é melhor não ligar a luz do quarto. 

A dica é utilizar a lanterna do celular e iluminar somente seu caminho. Tente também não fazer muito barulho enquanto procura suas coisas.

4. Não deixarei meu despertador tocando muitas vezes seguidas

Essa dica esta interligada com a anterior, para não acordar o pessoal que está dormindo. Assim como todos tem horários diferentes para dormir, alguns também tem horários diferentes para acordar. 

Uma das coisas que eu não gosto é quando você acabou de ir dormir e começa a tocar aquele despertador de galo acordando o quarto todo! Faz parte, mas se você pode colocar uma musiquinha mais baixa e menos agressiva (aquele galo faz todos saírem da cama pulando), por que não?

5. Estarei pronto para trabalhar no horário combinado

É muito importante cumprir o combinado com o seu anfitrião e se apresentar para o trabalho na hora combinada. Normalmente eles contam com a gente, então precisam de alguém para desempenhar a função que nos colocaram.

 Chegar no horário já indica que você é uma pessoa responsável e comprometida. Seu anfitrião vai gostar de você e te indicar para outros anfitriões. Boas atitudes geram coisas boas!

6. Serei pró-ativo

Pró-atividade vale para o trabalho e para a convivência em geral. No trabalho é sempre bom quando você faz as tarefas que sabe que precisa fazer mesmo sem alguém mandar. Também é muito bom para o grupo e o anfitrião quando você dá ideias novas de como melhorar o trabalho ou o ambiente. Na convivência, a pró-atividade serve para pequenas coisas, como ajudar alguém a guardas as louças ou estender a roupa.

7. Não irei comer os alimentos sem meu nome na cozinha

A grande maioria dos hostels trabalha com o esquema de etiquetar a comida para identificar quem é o dono. Normalmente você compra seus alimentos, coloca uma etiqueta com seu nome e ninguém pode pegar para comer. Fico muito indignada quando somem coisas minhas da geladeira, não seja a pessoa que faz isso! 

O bom dos hostels é que normalmente sobram muitas coisas nos armários que os hóspedes costumam deixar e nós podemos cozinhar, mas somente depois dos donos originais irem embora.


A geladeira sempre é um ponto importante na divisão

8. Irei manter minhas coisas limpas

Todos gostam de morar em um local cheiroso! Quando digo manter minhas coisas limpas, não falo somente de roupas e outros itens, mas de você mesmo também. 

Porque, por incrível que pareça, já cruzei com algumas pessoas que não achavam que tomar banho ou lavar roupa eram coisas muito importantes. Infelizmente, por causa disso, havia uma área envolta do armário de um menino que ninguém conseguia chegar muito perto. Sem falar que hábitos de higiene são ótimos para sua saúde também.

9. Não irei demorar no banheiro

Eu diria que a pior coisa depois de lavar louça de outras pessoas é ter que esperar muito tempo para ir no banheiro. Às vezes você precisa trabalhar ou sair e alguém demora meia hora no banho, ou às vezes quando você acorda apertado para ir no banheiro e tem mais três esperando na sua frente, é importante ter noção de que mais pessoas precisam utilizar do vaso! 

Enfim, temos que levar em conta que alguns têm horários, ou quando é de manhã todos tem que chegar no café a tempo. 

10. Respeitarei a individualidade de cada um

Parte da experiência de se estar em um hostel é encontrar pessoas de todos os cantos. Lugares diferentes resultam em pessoas com línguas, ideias e costumes diferentes. É importante respeitar o que cada um tem de singular e aprender com isso! 

Já conheci pessoas que aprenderam línguas diferentes somente fazendo voluntariado em outros países. Eu inclusive até aprendi um pouco de espanhol viajando no Brasil mesmo, sem falar nos amigos que você pode fazer e as casas que você poderá pedir hospedagem no futuro!


Afd2ca3934cf900fad18d2e8802a5b3f

Mai 24, 2019

Sou gaúcha e vivo na busca... Na busca de conhecer o resto do mundo, novas vivências, culturas e pessoas. Vamos trocar experiências?


Gostou? Não esqueça de deixar Alexia saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor