Precisamos mesmo nos definir pela nossa formação?

Quando nos perguntam o que fazemos da vida, sempre respondemos com algo que está atrelado à nossa profissão ou formação. Será que precisamos nos definir por títulos?


0aa21fd0f8702728dcf6bf0cdd864e49

Abr 23, 2019

Travel blogger, Brazilian, 28. Helping Travel Lovers and Sharing Experiencies w/ Love!

Somos além da nossa formação ou emprego

Nós seres humanos somos capazes de fazer várias coisas ao mesmo tempo e desenvolvemos diferentes habilidades no decorrer da nossa vida.

Somos seres plurais e estamos sempre nos transformando e evoluindo. Mudamos de opiniões, gostos e preferências ao longo dos anos. E está tudo bem! Você não precisa se definir.

1. Você não é um título

Você é muito mais do que o curso que estudou na sua universidade, muito mais do que a sua profissão ou o cargo que vem exercendo hoje.

Você tem hobbies, preferências musicais, lugares favoritos, pessoas preferidas e experiências de vida a compartilhar.

Se você não se formou ou não possui um cargo ou emprego com um título conhecido, muitas vezes fica difícil responder a essa pergunta não é mesmo?

Mas não se cobre tanto!

O mundo está se transformando e muitas das novas profissões de hoje e do futuro ainda não são conhecidas pela maioria das pessoas.

Nossa geração está cada vez mais preocupada em agregar valor e isso muitas vezes não pode ser reconhecido por fórmulas matemáticas.

As pessoas não estão habituadas a ouvir como resposta que:

  • Você escreve artigos para sites e blogs sobre diferentes temas e sobrevive disso;
  • Você é fotógrafo de viagem e vende seus trabalhos para sites e plataformas de fotografia e sobrevive disso;
  • Você já morou em diversos países e que em cada um deles trabalhou com algo diferente e consegue se manter financeiramente e ser feliz assim;
  • Você consegue viajar voluntariando em hostel em troca das suas habilidades e isso vem te fazendo aprender e a evoluir como pessoa, muito mais do que os anos que você passou na escola e na universidade.

Imagem de dois garotos com mochila nas costas e um violão

2. Você pode mudar de ideia

Não sinta-se frustrado se no decorrer de sua vida, aquela profissão que você tanto amava e aquele cargo que você tanto almejava já não te satisfazem mais.

Tá tudo bem! Você mudou e isso é ótimo.

Busque novas alternativas que te façam bem agora e não tenha medo de mudar o rumo da sua vida. O que realmente importa é o seu estado de felicidade.

Pode parecer loucura largar uma carreira e uma vida estruturada né? Mas já pensou na loucura de viver ser se sentir feliz e motivado todos os dias? Esses sim, são verdadeiros loucos!

Se você mudou de ideia é sinal que evolui como pessoa e que as coisas que faziam sentido para você no passado, já não fazem mais! Continue evoluindo como ser humano e não tenha medo de mudar sua realidade. Afinal de contas, você é uma outra pessoa hoje e não será a mesma amanhã!

3. Você pode ter várias habilidade e realizá-las ao mesmo tempo 

Quando terminamos a escola, a sociedade nos cobra para definirmos o que queremos ser na vida. Ela não costuma aceitar respostas do tipo: quero viajar o mundo, ajudar pessoas, conhecer novas culturas, compartilhar experiências, me autoconhecer, aprender novos idiomas, tocar pessoas com a minha música, desenvolver o meu lado artístico e tantas outras.

Você precisa escolher algo para o seu futuro! No caso, um curso de graduação de algo que você vai trabalhar na sua fase adulta e que é escolhido no final da sua adolescência.

Se pensarmos assim, não faz muito sentido, não é mesmo?

Mas, tudo bem! Vamos supor que você escolheu advocacia porque realmente gostava e sempre foi seu sonho ser advogado. Só que ao mesmo tempo você sempre gostou muito do mundo da música e amava aprender a tocar novos instrumentos. Porém, isso foi sendo deixado de lado porque você precisava cumprir as obrigações do seu trabalho.

O que eu quero expor aqui é que você pode sim desenvolver habilidades totalmente distintasO segredo é aprender e buscar conhecimento sobre tudo aquilo que você tiver vontade.

Hoje em dia eu não consigo me definir em uma única profissão. Vim desenvolvendo tantas habilidades no decorrer da minha vida que eu acredito que tudo o que eu me dispuser a fazer, farei muito bem feito. Tudo é uma questão de aprendizado e dedicação!

As habilidades não precisam estar relacionadas não. Por exemplo, eu escrevo artigos para websites, administro um site, edito fotos, cozinho muito bem, sei fazer bijuterias, tenho um blog, faço coquetéis, sou barista, tradutora, gosto de cantar e muitas outras coisas que eu aprendi a ser e a fazer! Eu realmente não consigo me definir!


Mensagem escrita no asfalto

4. Estamos em constante transformação

Cada experiência de passamos, cada livro que lemos, cada filme que assistimos e cada pessoa que conhecemos nos transformam como seres humanos. Essa é uma das partes mais interessantes e legais da vida! Nós estamos constantemente aprendendo e evoluindo.

Hoje você é uma pessoa diferente da pessoa que era ontem. As experiências do seu dia te trouxeram algumas lições e com isso algumas mudanças, internas ou externas, e você é um outro você hoje! Por isso nos definirmos é tão arriscado.

Por já ter morado em vários países e ter conhecido muitas pessoas diferentes em um período curto de tempo, passei a refletir sobre muitas coisas. Quando me perguntam qual tipo de música eu gosto, respondo com algo do tipo:

"Ah, hoje eu gosto de ouvir um reggae, amanhã talvez prefira ouvir um rap e nos finais de semana música latina."

Perguntas tão simples como esta fazem meu cérebro quase explodir, pois eu quase sempre eu não consigo dar uma resposta exata. É impressionante como essas perguntas me rodeiam.

  • Qual sua comida favorita?
  • Qual seu hobby?
  • Onde você gosta de ir aos finais de semana?
  • O que você prefere beber?

Peço desculpas à essas pessoas, mas eu sou um ser totalmente plural! A minha resposta vai depender da minha energia, do meu humor, do ambiente, das pessoas que estão comigo, da fase da minha vida e assim vai.

Não se pressione para ter respostas para tudo!

Está tudo bem não conseguir ter algumas delas e saiba que você não está sozinho nesta!

Busque viver o que faz o seu coração vibrar, mesmo que a sua felicidade pareça um pouco diferente da felicidade que te foi ensinada! 

Você é um ser único.

Para mais inspiração e bate-papos: me mande uma mensagem por aqui!

Para acompanhar minhas viagens e meu estilo de vida: @jess.alvess_


0aa21fd0f8702728dcf6bf0cdd864e49

Abr 23, 2019

Travel blogger, Brazilian, 28. Helping Travel Lovers and Sharing Experiencies w/ Love!


Gostou? Não esqueça de deixar Jéssica saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor