Promo code ben

Torne-se membro com um lindo desconto de US$10!

CICLOVIVO

TOP 9 projetos sustentáveis no Brasil e dicas de voluntariado

Que tal contribuir com projetos sustentáveis enquanto vive experiências incríveis Brasil afora? Saiba como unir voluntariado e sustentabilidade enquanto viaja.

Ab23d57e70f430d46e0396aba4b298c6

Gabrieli

Mar 24, 2022

10min

projetos sustentáveis

Tem vontade de conhecer projetos sustentáveis no Brasil e contribuir com eles enquanto viaja? Eu também tinha, e realizei esse objetivo voluntariando numa fazenda sustentável no Rio Grande do Sul. Essa experiência de voluntariado ambiental me ensinou muito e me fez refletir bastante.

Quando colocamos a mochila nas costas, o mundo vira a nossa casa, e o modo como cuidamos dela diz muito sobre nós mesmos. Unir sustentabilidade e voluntariado é uma boa opção para quem deseja ter esse cuidado especial, principalmente pela facilidade de encontrar projetos sustentáveis para voluntariar aqui no Brasil. 

Neste artigo, vou contar como foi minha experiência, explicar como você pode encontrar um voluntariado sustentável e dar dicas de outros 9 projetos incríveis para praticar turismo sustentável enquanto troca trabalho por hospedagem em diferentes partes do Brasil.

O que são projetos sustentáveis?

Projetos sustentáveis são um conjunto de práticas que tem o objetivo de causar o mínimo de impacto no meio ambiente. Sabe aquela ideia de substituir as sacolinhas plásticas de supermercado por ecobags? Também se encaixa aqui! Ela até pode parecer pequena, mas não é. O que realmente importa é o quanto você está disposto a mudar os seus hábitos.

E mesmo viajando você pode contribuir com o meio ambiente. Não me refiro apenas às práticas sustentáveis que você pode adotar no dia a dia, que também são muito importantes, mas também às vagas de voluntariado ecológico disponíveis para quem quer aprender na prática sobre sustentabilidade.

Por que voluntariar em projetos sustentáveis?

Seja em fazendas, ecovilas, iniciativas de permacultura e bioconstrução ou de agroecologia e até mesmo em grandes centros urbanos, projetos sustentáveis nos ensinam a termos reais percepções do que realmente é importante para nós. E, claro, para o nosso mundo. Eles podem contribuir, por exemplo, para:

  1. Despertar nossa consciência ambiental;
  2. Aprender técnicas simples para aplicar no dia a dia;
  3. Experimentar a liberdade e a autonomia de mudar hábitos;
  4. Desenvolver habilidades em trabalhos manuais alternativos;
  5. Fazer a sua parte cuidando do nosso planeta.

Caso você ainda não tenha se convencido sobre as vantagens de voluntariar num projeto sustentável, vou te contar a minha experiência ao unir viagem e sustentabilidade durante meu primeiro mochilão

Depois desse depoimento, confira uma lista com 9 vagas incríveis de voluntariado com turismo ecológico em diferentes partes do Brasil.

Leia também: 

Meu voluntariado sustentável no Rio Grande do Sul 

"Curral Alto fica a 90 km da cidade mais próxima, é no fim do mundo". Essa foi uma das primeiras frases que Alessandra nos falou enquanto meu namorado e eu combinávamos nosso voluntariado sustentável pela Worldpackers. O que não sabíamos é que, na verdade, era o início de um novo mundo para nós.

O enunciado da vaga nos chamou atenção: "aprenda Yoga enquanto me ensina permacultura". Ainda tínhamos pouco conhecimento sobre essa prática, mas fizemos a aplicação mesmo assim. Sem demora, fomos aceitos.

A anfitriã nos convidou para chegar um pouco antes e cuidar de seus cachorros e cavalos durante 10 dias, enquanto estivesse viajando. Mesmo sem nos conhecermos, a única resposta possível naquele momento foi “sim”.

Saímos da loucura do Hostel Casa do Rogério, em Caxias do Sul, e fomos à "campanha", no extremo sul do estado. Curral Alto é um distrito da cidade de Santa Vitória do Palmar, próximo à fronteira com o Uruguai.

Na beira da BR-721 e com poucos vizinhos, fica a casa de Alessandra, tão simples quanto aconchegante. Ale, como é conhecida, se mudou de Pelotas, no Rio Grande do Sul, para Curral Alto no início da pandemia. E está transformando a casa onde morava quando era criança em um delicioso refúgio.

O Refúgio El Charrua é um projeto sustentável em construção. Como a própria bio do Instagram diz, é "Casa de voluntariado, projetos, bem estar, saúde, cultivos, agloflorestas, cavalos, doma e yogaterapia com cavalos".



Dentre os afazeres propostos pela anfitriã - presentes no Livro dos Voluntários - está escrito "construir um telhado sustentável" e "fazer uma horta". Mas a troca não se limita apenas a essa lista. 

Você pode criar e sugerir ideias, da forma que se sentir melhor. Eu e o João, meu namorado, aproveitamos para desenvolver nosso lado artístico. Eu com textos e fotografias, e ele com desenhos. Assim como Alessandra já fazia, pedaços de madeira viraram telas de pintura.

Dormíamos no quarto dos voluntários, acordávamos cedo e tomávamos café com a Ale, que enchia a mesa de comida. Ainda lembro do cheirinho de café passado logo pela manhã. Depois íamos aos nossos afazeres, sem regras e sem obrigações.

Essa experiência no campo foi uma ótima escolha para fugir da pandemia e aprender mais sobre sustentabilidade, um assunto que sempre nos interessou e que nos influenciou a parar de consumir carne. E voluntariar com animais foi muito legal.



Compartilhamos receitas vegetarianas e transformamos os restos de comida em compostagem. Também limpamos o galpão e as cocheiras e cuidamos dos animais, as prioridades antes da chegada do inverno.

Com o mercado mais próximo a 5 km e um Fusca que decidia quando queria ligar, nossas compras dependiam de longas caminhadas ou da disponibilidade dos vizinhos. Por sorte, eles se tornaram nossa família e sempre nos ajudavam. Para reduzir o uso de plástico, sempre guardávamos as compras em mochilas ou ecobags.

Durante todo o voluntariado, que durou um pouco mais de um mês, lavamos as roupas à mão. Dividimos os baldes com os cavalos, que comiam milho neles, e com o vaso sanitário, que precisava de uma "ajudinha" com a descarga.

Também passamos dias sem energia e sem internet, dependendo das raras vezes em que os dados móveis funcionavam. Sair da zona de conforto é desafiador, mas nos faz crescer.

Não sabíamos muito sobre permacultura para ensinar a Ale, mas nós três aprendemos juntos. Hoje, com sua horta produzindo, ela compartilha seus cuidados nas redes sociais e dá dicas de plantio.

A vida no campo é simples e linda, ainda mais quando se cuida do planeta. Saímos da cidade grande pra ir de encontro a nós mesmos.

E essa minha experiência de voluntariado na natureza foi só uma entre tantas outras que já aconteceram e que podem acontecer. Quem sabe a próxima não é a sua? 

9 projetos sustentáveis no Brasil para voluntariar

1. Fazenda em Santa Vitória do Palmar - RS



No Refúgio El Charrua, onde voluntariei, você vai vivenciar o campo, a yoga e a terapia com cavalos. Assim como eu, vai aprender como construir, do zero, uma fazenda sustentável.

A anfitriã, Alessandra, é formada em medicina veterinária e é professora de yoga. Sua intenção é unir as duas profissões, praticando a terapia com cavalos. Se você ficou curioso para saber mais, a Ale pode te explicar melhor. É só se inscrever para a vaga!

  • Aceita casais e duplas.
  • O que você oferece: 25h semanais, cuidados com animais, serviços gerais, cultivos, jardinagem e taxa extra de R$ 30 por dia, para alimentação completa (vegetariana) ou R$ 15 por dia incluindo apenas o café da manhã.
  • O que você recebe: dois dias livres por semana, hospedagem em quarto compartilhado, barraca, café da manhã, tour e trilhas gratuitas, curso de yoga, terapias holísticas e cozinha equipada.

Sem dúvidas, esse foi o lugar que mudou minha percepção de mundo.

2. Permacultura em Ubatuba - SP



Nessa vaga de voluntariado sustentável em Ubatuba (SP) você vai ajudar na estruturação do camping, com tendas e ambientes protegidos da chuva, e na construção de um banheiro seco em bioconstrução.

O banheiro seco, como o próprio nome diz, não necessita de uma rede de esgoto. Dessa forma, não há contaminação da água e os dejetos podem virar insumo para florestas. Você já parou para pensar no impacto que uma única descarga tem? Imagine, então, a importância de aprender essa técnica em um voluntariado. Demais, né?

  • Aceita casais e duplas.
  • O que você oferece: 32h semanais, pintura e decoração, serviços gerais e jardinagem.
  • O que você recebe: dois dias livres por semana, hospedagem em acampamento, café da manhã, almoço, jantar e cozinha equipada.

3. Fazenda em Castanhal - PA



No voluntariado na Art Fazenda, no Pará, você vai ter contato com a natureza amazônica e desenvolver suas habilidades com trabalhos manuais junto à terra, como cultivos florestais e permacultura, por exemplo. Além disso, vai poder desfrutar de turismo ecológico e esportes de aventura.

"Nesse local me conectei com muitas pessoas que já tinham um despertar de consciência e fico feliz em poder dizer que o meu despertar começou lá", escreveu a voluntária Raniele na avaliação que deixou após seu período como Worldpacker.

Viver esse despertar de consciência com certeza é uma das vantagens de voluntariar em um projeto sustentável. Assim como Raniele, você também pode ter essa experiência.

  • Aceita casais e duplas.
  • O que você oferece: 24h semanais, artes, pintura e decoração, serviços gerais e jardinagem.
  • O que você recebe: dois dias livres por semana, quarto compartilhado, café da manhã, descontos em tours, descontos em acomodação, trilhas gratuitas, carona na chegada, aulas de surf, terapias holísticas e cozinha equipada.

4. Fazenda em Alto Paraíso de Goiás - GO



No Sítio Florestinha, em Alto Paraíso (GO), você vai aprender sobre agrofloresta e trabalho no sítio, a partir da venda dos produtos colhidos. A agrofloresta consiste em um sistema de plantio que é sustentável e faz a recuperação do solo. Como diz o enunciado da vaga, lá você vai praticar agricultura regenerando o planeta.

  • Não aceita casais ou duplas.
  • O que você oferece: 30h, fazenda, jardinagem, e taxa extra de R$ 350 para alimentação e manutenção, pelo período estabelecido (no mínimo 3 semanas).
  • O que você ganha: dois dias livres por semana, hospedagem em quarto compartilhado, café da manhã, almoço e jantar, lavanderia gratuita e carona na chegada. 

5. Fazenda em Palmas - TO



"O sítio é um lugar de meditação, prática de ioga e cura", descreve o anfitrião dessa fazenda em Palmas, no Tocantins. Lá não é permitido o consumo de bebidas alcoólicas, drogas e carne. Além de ser um ambiente de reflexão, você vai ajudar na prática de agrofloresta, criação de galinhas e estruturação do local.

Nessa vaga de voluntariado em um projeto sustentável você vai desenvolver sua consciência ambiental e ter contato com a natureza.

  • Aceita casais e duplas.
  • O que você oferece: 20h, cuidados com os animais, serviços gerais e cultivos.
  • O que você ganha: dois dias livres por semana, acampamento, café da manhã, almoço, descontos em tour, trilhas de graça, carona na chegada, aula de ioga, lições de linguagem e curso de permacultura.

6. Fazenda em Uruçuca - BA



Nessa fazenda sustentável na Bahia você vai vivenciar a vida num sítio de bioconstrução com tijolos ecológicos de solo e cimento, desenvolvendo suas habilidades com essa técnica.

Na bioconstrução, a preocupação ambiental está presente do início ao fim da obra. Nesse caso, o uso de tijolos ecológicos contribui com a redução de 90% do consumo de água.

Ao unir o voluntariado com sustentabilidade, você aprende, na prática, técnicas para mudar seus hábitos e contribuir para transformar o planeta.

  • Não aceita casais e duplas.
  • O que você oferece: 30h, artes, pintura e decoração, serviços gerais e jardinagem.
  • O que você recebe: dois dias livres, quarto compartilhado, acampamento, café da manhã, almoço e janta, trilhas gratuitas, drinks gratuitos, carona na chegada e cozinha equipada.

7. Ecovila em Aragoiânia - GO



No Vale do Éden você vai vivenciar o dia a dia em uma ecovila em construção e ajudar a construir uma biblioteca infantil, jardins, casas e um santuário animal. Além de estar conectado com a natureza, o objetivo do trabalho é servir à comunidade e outros projetos naturais.

A vaga possui mais de 20 avaliações na plataforma Worldpackers, com nota 5, sendo considerado um dos Top Anfitriões do site.

  • Aceita casais e duplas.
  • O que você oferece: 6h por dia, trabalhos manuais, serviços gerais, cultivos, jardinagem e artes.
  • O que você recebe: dois dias livres por semana, quarto compartilhado, barraca, lavanderia gratuita, carona na chegada e cozinha equipada. 

8. Fazenda em Teresópolis - RJ



Na Casa Rosa e Verde, em Teresópolis (Rio de Janeiro), você vai aprender sobre bambu enquanto faz pequenas reformas.

Apesar de o bambu estar ganhando maior notoriedade como uma alternativa sustentável, ele já é utilizado na construção civil há milênios. Devido à sua resistência e flexibilidade, ele pode substituir o aço em algumas estruturas. E o melhor de tudo: ele não polui!

As tarefas são bem variadas e algumas requerem um pouco de condicionamento físico. Se você tiver experiência como carpinteiro, eletricista, pintor ou pedreiro, esse é o lugar certo!

  • Aceita casais e duplas .
  • O que você oferece: 30h por semana, artes, pintura e decoração, serviços gerais, cultivos e taxa extra de R$ 20 por dia para ajudar na alimentação, que é oferecida pela fazenda.
  • O que você recebe: dois dias livres por semana, quarto compartilhado, café da manhã e almoço, carona na chegada, terapias holísticas, curso de permacultura e cozinha equipada. 

9. Permacultura em Rolante - RS



Você já pensou em plantar e construir com barro? Nessa vaga de voluntariado sustentável você vai vivenciar o dia a dia de duas famílias que vivem no local, trabalham com bioconstrução e precisam de ajuda para construir uma banheiro de pau-a-pique, além de contribuir com a prática de horticultura e plantios de primavera.

Pau-a-pique é uma prática antiga que consiste em madeiras verticais, fixadas no solo, entrelaçadas com vigas horizontais, geralmente de bambus, amarradas com cipó. O resultado é um grande painel perfurado, que vai ser preenchido com barro, formando uma parede ecológica. Quer saber mais? É só aplicar para esta vaga e ter vontade de aprender.

  • Aceita casais e duplas.
  • O que você oferece: 20h semanais, serviços gerais, cultivos e jardinagem.
  • O que você recebe: dois dias livres por semana, quarto privado, barraca, café da manhã, almoço e janta, carona na chegada, curso de permacultura e cozinha equipada.

Agora que você sabe como é fácil unir turismo, voluntariado e sustentabilidade enquanto viaja e conheceu vários projetos sustentáveis Brasil afora precisando de ajuda, vamos juntos cuidar do nosso mundo? Esse mesmo que nós, viajantes, chamamos de casa. 



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor




Mais sobre esse tema