Categorias

Quanto gastei como Worldpacker em Recife

Uma das principais dúvidas para quem está pensando ou planejando realizar uma viagem é o orçamento, então vou descrever os custos médio do meu primeiro mês em Recife, espero que possa ajudar.


Ed9dd7139fbffc4d5e2230af10df5752

Cledson Luiz

Sou Cledson Mochileiro, Aventureiro, Voluntário e um desbravador desse mundão, natural de Rio Que...

Mai 17, 2018

voluntário aproveitando praia de Recife

1. Gasto total nesse 1º mês em Recife

Considerando transporte, alimentação e turismo no local, gastei uma média de R$ 350 nesse primeiro mês. 

2. Gastos com alimentação

O Hostel que estou fazendo o trabalho voluntário não fornece alimentação, somente hospedagem e um incentivo de viagem de R$100 por semana para a função que estou desempenhando.

Eu tinha disponível a cozinha para despertar os meus dotes de Masterchef adormecido. 

Geralmente vou ao Extra, que fica a duas quadras do hostel, compro as coisas para cerca de duas semanas com custo médio de R$ 100, dessa forma gastei um total de R$200. 

Não pense que foi miojo, tem opções bem baratas e saudáveis para se alimentar.

Se quer umas dicas de Masterchef iniciante ou sobre o trabalho voluntário , pode mandar mensagem pela própria plataforma.

Quando cheguei ao Hostel me dispus a começar uma horta. Acho que não conseguirei usufruir dos benefícios dela, já que ficarei somente mais um mês, porém espero que os próximos voluntários possam usufruir e que de continuidade nela.

3. Gastos com transporte

Sai da minha pacata cidade chamada Rio Quente, que espero que um dia possam conhecer, fui até Caldas Novas, onde peguei o ônibus para cá, pagando um valor de R$ 3,50 pelo ID JOVEM.

Caso não saiba como funciona, falei sobre ele em um artigo anterior, dá uma conferida no meu perfil.

Chegando em Recife peguei um metro, que interligava com uma estação ônibus, pagando assim R$2,20 até o hostel.

Nesse dias que estou por aqui gastei uma média de R$ 80 com transporte público, o custo médio de trecho de ônibus é de R$ 3,20.

Dá para andar bastante a pé pela cidade, tem belas construções e museus, então faça valer suas pernas.

Voluntário em praia turística de Recife

4. Gastos com diversão

Gastar com diversão é uma das melhores formas de ver o dinheiro ir embora, não é mesmo? Mas como bom mochileiro, uso e abuso dos pontos gratuitos e das formas mais baratas para conhecer os lugares.

Aqui em Recife geralmente acontece uma vez por semana um tour guiado gratuito que a prefeitura fornece contado um pouco mais sobre a bela história dessa cidade.

Se vier por aqui não deixe de conferir a página no Facebook ou site Olha Recife para ficar por dentro dos passeios gratuitos.

Além do mais, toda terça-feira alguns museus pagos são gratuitos, dessa forma tem o custo somente da passagem de R$ 3,20 por trecho.

A cidade é muito histórica, dessa forma dá para pegar um ônibus até o Recife Antigo e se perder pelas ruas com lindas construções.

Além de Recife, dá para conhecer algumas cidades próximas e praias. Vou falar de algumas que já fiz.

Tive oportunidade de conhecer Olinda, a cerca de 40 minutos de Recife. É uma cidade para não querer ir embora, suas belas construções e ladeiras é de deixar qualquer viajante de queixo caído. O ônibus para lá custa R$ 4,20.

Porto de Galinhas é um dos pontos turísticos mais procurados de Pernambuco e, sem dúvidas, tem motivo. Fiquei maravilhado com aquele lugar, o ônibus que sai de Recife custa R$ 15,50 sendo cerca de 01h30min até lá.

A cerca de 50 min existe a Reserva do Paiva, um paraíso preservado com belos coqueiros e piscinas naturais. Nesta mesma rota é possível em outro dia ir à Praia de Gaibu e Galhetas uma ao lado da outra.

Um pouco mais distante daqui tem a Praia de Carneiros, os passeios para esse local custam em média R$90, porém resolvi juntar com uma galera aqui do hostel e alugarmos um carro. A praia é simplesmente sensacional, valeu cada centavo dos R$ 50 que ficou para cada.

Em um outro momento juntei com uma nova turma para ir para Ilha de Itamaracá, ficou R$ 30 para cada. A ilha é paradisíaca e no caminho ainda conhecemos a cidade de Igarassu, que foi o primeiro povoado de Pernambuco e a segunda cidade mais antiga do Brasil. Um local que te faz viajar no tempo com lindas casas coloridas e belas igrejas.

Na ilha de Itamaracá peguei um barquinho até a Ilha da Coroa do Avião. Ela é bastante tranquila, com um visual de tirar o fôlego e custa R$ 15 ida e volta.

Aos fins de semana acontece ótimos eventos culturais no Recife Antigo, como apresentações de Maracatu, Capoeira, Dança, música e outras coisas.

Tenha em mente que o planejamento financeiro é o segredo de tudo. Para que possa desfrutar ao máximo dos lugares sem gastar muito, não deixe de conversar bastante com os moradores. Não existem guias melhores que eles para gastar pouco e curtir muito.



Ed9dd7139fbffc4d5e2230af10df5752

Cledson Luiz

Sou Cledson Mochileiro, Aventureiro, Voluntário e um desbravador desse mundão, natural de Rio Que...

Mai 17, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar Cledson saber :-)


Comentários