Quebrando os paradigmas e medos que te impedem de viajar

Eu sempre sonhei em conhecer o mundo, mas antes de sair de casa eu não sabia ao certo o que era o mundo, e para falar a verdade ninguém sabe antes de ter uma experiência como essa.


1037f0fcd23d782778d274e61fc7c728

Caroline

Me joguei nessa aventura procurando me descobrir e estou aqui para encorajar você a fazer o mesmo...

+ Ver mais

Nov 08, 2018

Voluntária em pôr do sol

Eu busquei, estudei, almejei tudo o que atualmente está acontecendo na minha vida. Não foi por acaso que eu estou aqui e não é por acaso que você está lendo este texto! Assim como eu li o de outros viajantes, relatos como este que me motivaram a me tornar uma worldpacker e eu uni isso ao meu grande sonho, que só se tornou real com a ajuda dessa plataforma.

A vontade de viajar está na maioria das pessoas, mas metade desiste por falta de grana e a outra metade por falta de coragem. Pois bem, o problema da grana a gente já resolveu encontrando a Worldpackers, agora se depois desses relatos incríveis que você está lendo você não criar coragem, aí a coisa fica mais séria.

Eu não vou negar e mentir que o medo não me acompanhou até aqui, desde o momento que eu soube que seria real até o momento em que pisei para fora do avião nas terras americanas, eu estive ao lado dele, e constantemente ele me visita quando fica sabendo de alguma nova mudança.

Tive medo de pegar o avião sozinha, de não saber me comunicar direito em inglês, de não fazer amigos ou não ser bem acolhida, de tudo dar errado e eu não conseguir ficar aqui nem uma semana. São tantos medos que tinha e tenho até hoje que seria impossível falar todos aqui, mas a coisa mais importante de tudo é que eles te fazem aprender.



Eu errei muito, passei muitos perrengues, mas cada coisa me tornou mais forte e mais sábia. Se não tivesse enfrentado o meu medo, eu ainda estaria sentada no sofá da minha casa ai no Brasil, vendo vídeos de relatos das viagens de OUTRAS pessoas no youtube, só imaginando como a minha vida seria se eu criasse coragem pra sair de lá.

O que quero dizer é que ninguém vai fazer isso por você, ninguém vai pegar na sua mão e te acompanhar do aeroporto da sua cidade até o aeroporto do outro país, ninguém vai te dar a certeza que tudo dará 100% certo. A força de vontade tem que vir de nós, a vida é sua, não deixe de viver o que sempre quis por falta de incentivo ou opinião alheia.

Já posso dizer que mudei do minuto em que me despedi da minha família no aeroporto e segui em frente, sem olhar para trás (porque não aguentaria ver meus pais chorando). Dali em diante sabia que eu estaria só, era eu e Deus no mundo. Senti naquele exato instante o peso da minha liberdade e sabia que deveria aprender a lidar com ela sozinha.

Durante a minha primeira jornada eu conheci muitas pessoas no caminho, umas me ajudaram e outras me mostraram que não deveria confiar em todo mundo. Nada na vida se aprende se não se jogar de cabeça e se dedicar a isso, eu me entreguei 100% e hoje eu sei apreciar com mais valor as minhas pequenas conquistas.



Todo dia é um dia diferente, eu não tenho uma rotina fixa igual no Brasil, e isso me instiga a querer sempre mais. Eu conheço histórias incríveis de pessoas que encontro no meu caminho e que sempre me motivam a ser melhor, eu aprendo cada dia no mínimo umas cinco novas palavras para o meu vocabulário em inglês que eu não aprenderia sentada em uma sala de aula comum por cinco anos. Eu vivo e desejo coisas que nem passariam pela minha cabeça três meses atrás onde tudo isso começou.

Não dá para descrever tudo o que vivi nesses últimos meses, não sei medir o quanto mudei, mas eu sinto, e o mais importante de tudo é você saber que dentro de si grandes coisas estão acontecendo.



A lição de tudo é que nunca vamos estar 100% preparados, nunca vamos ter todo o dinheiro necessário ou todo o roteiro pronto, nunca saberemos os perrengues que estão por vir e tudo o que é preciso saber para enfrentá-los, a única certeza que temos é que essa experiência vai mudar nossas vidas... e muito!

Meu nome é Caroline, eu tenho 18 anos e saí do conforto da minha casa para viajar para o outro lado do mundo SOZINHA, sendo mulher, sem ninguém para me pegar no aeroporto ou me indicar qual direção ir, sem um inglês avançado e sabendo da possibilidade que meus pais não poderiam me ajudar com grana nenhuma. E você ai que está lendo, qual a sua desculpa de hoje para não realizar seus sonhos? 



1037f0fcd23d782778d274e61fc7c728

Caroline

Me joguei nessa aventura procurando me descobrir e estou aqui para encorajar você a fazer o mesmo...

+ Ver mais

Nov 08, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar Caroline saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor