5. SEO avançado

SEO não é sobre o Google, é sobre as pessoas que estão buscando no Google, então é importante escrever para elas. Tire suas dúvidas com nossas técnicas avançadas.

5877ccaf6703ee62237807df98d7474c

Luiza

Abr 30, 2020

4min

tecnicas avancadas SEO viagem

Como definir a pauta do seu conteúdo usando SEO

A primeira parte para elaborar uma pauta é entender quais informações são importantes ter naquele conteúdo. Para isso, uma dica é buscar no Ubersuggest ou no próprio Google Keyword Planner quais são os textos que estão em primeiro para aquela palavra-chave e identificar quais informações lá são relevantes e respondem às dúvidas dos usuários. 

 Veja também os textos que estão ranqueando em primeiro para a palavra-chave escolhida

Por exemplo, se o texto que aparece em primeiro lugar no Google quando digitamos "viajar pela Itália” contêm dicas e roteiros completos, você precisa fazer o mesmo, ou melhor. Observe também à estrutura, seções, palavras-chaves, imagens, dicas e informações que os outros textos ranqueados têm.

Como delimitar palavras-chaves para seus conteúdos

O primeiro passo, caso você esteja criando seu blog do zero, é identificar: 

  1. Qual será o tema dele 
  2. Sobre o que você vai falar 
  3. Qual será sua audiência

Para assim, entender melhor quais palavras-chaves as pessoas do seu nicho de interesse estão procurando no Google. E assim, delimitar melhor seu campo de trabalho.

Identifique o que e como as pessoas estão buscando

Se você já tem ideia de alguns termos ou frases que as pessoas estão buscando, estude eles em alguma ferramenta de pesquisa de keywords como: 

  • Ubersuggest
  • Ahrefs
  • SEMRush
  • Google Ads

Após uma rápida pesquisa da keyword escolhida, você saberá como as pessoas estão buscando aquele tema além de outras palavras-chaves relacionadas ao assunto; que também devem aparecer no seu artigo. 

O que considerar na escolha da sua palavra-chave 

Lembre-se que a palavra-chave, ou keyword, servirá como guia para toda a produção do seu conteúdo, desde a pesquisa prévia para identificar o que deve ter no seu conteúdo até a parte de otimização do seu artigo. 

Antes de escolher, avalie: 

  • O volume de buscas mensais da palavra-chave
  • A dificuldade de ranquear (dado pelas ferramentas)
  • A autoridade do site concorrente para aquela palavra-chave

Observação: caso o cenário seja outro e você esteja trabalhando como freelancer ou redator fixo escrevendo textos otimizados para uma empresa/ site/ blog, é possível que eles te mandem a palavra-chave de interesse.

10 Principais fatores de ranqueamento no Google

O Google considera centenas de fatores de ranqueamento que ninguém tem acesso. E para dificultar, os algoritmos variam de tempos em tempos. Porém, mesmo com este cenário é possível seguir as boas práticas dos fatores que listamos a seguir e perceber que funcionam. São a partir deles, que otimizamos nossos conteúdos. 


blog viagem tecnicas avancadas SEO

1. Autoridade da página

Para construir uma boa autoridade, é importante considerar o tempo em que a página existe, o quanto o seu site é mencionado ou linkado por outros autores e também links dentro do seu próprio site, uma vez que links internos também ajudam na autoridade da página.

2. Autoridade do domínio 

Funciona exatamente como a autoridade da página, porém, como a autoridade do domínio envolve todas as páginas do seu site, ela é construída através da relevância das páginas no site.

3. Relevância de links

Quanto maior a relevância e autoridade dos links colocados no texto ou que outros sites te mencionam, maior a relevância de links.

4. Conteúdo original e de qualidade

Se o seu conteúdo não for completo, de qualidade, organizado e que ofereça uma boa experiência, há grandes chances do leitor sair rápido da sua página e o Google entender que aquele conteúdo não é completo.

5. Tamanho do conteúdo

Textos maiores costumam ranquear melhor no Google porque eles têm mais conteúdo e, consequentemente, respondem a mais dúvidas do que conteúdos menores. O tamanho do conteúdo não tem relação com a contagem de caracteres, não adianta simplesmente fazer um conteúdo grande, é preciso fazer um conteúdo completo.

6. Palavra-chave no título 

Essa é uma maneira de mostrar para os algoritmos do Google que o seu conteúdo se trata daquela palavra- chave, além de passar essa mesma informação para as pessoas que estão procurando por aquele assunto.

7. Palavra-chave no conteúdo 

Da mesma forma que o item anterior, colocar a palavra- chave dentro do seu conteúdo ajuda o Google identificar do que se trata aquele texto.

8. Tempo de permanência na página

Se o conteúdo for de qualidade, responder às dúvidas dos leitores e passar informações relevantes, maiores são as chances dos usuários ficarem mais tempo lendo o conteúdo e o Google entender aquele texto como relevante.

9. Velocidade de carregamento da página 

Se você entra em um site e ele demora muito para carregar, quais são as chances de você continuar nele? Páginas que demoram para carregar perdem muito leitores que, infelizmente, nem chegaram a ler o conteúdo.

10. Design Responsivo 

Boa parte das pessoas usam o celular para fazer as pesquisas e ciente disso, o Google ranqueia melhor as páginas que têm um design responsivo e melhor usabilidade.