Total de gastos na minha viagem para Florianópolis

Minha viagem foi a baseada na economia, a cidade é um pouco cara e estava no começo de temporada, então procurei lugares baratos e eventos gratuitos, muita praia e muita carona. Num total minha viagem ficou R$500, calculando um gasto de R$16 por dia para um mês.


Eed6e3a3f888ef820240f819b03aca09

Cinthia

Cinthia, 26 anos. Vim do interior de SP e estou na estrada a alguns meses. Indo atrás de conhece...

+ Ver mais

Ago 22, 2018

Turma do Greenhouse Hostel

1. Alimentação

O hostel fornecia café da manhã bem completo, com a liberdade de pegar frutas durante o dia.

Os mercados variavam bastante dependendo do lugar, o que valeu bastante a pena foi caçar pelos sacolões, que saiam muito mais barato.

Minha dica é sim procurar pelos lugares mais baratos de comprar que a diferença de preço sai bem em conta.

2. Gastos com transporte

Eu saí de Campinas a Florianópolis com passagem a R$180, com bagagem inclusa. A bagagem eu tive que pagar na hora então saiu um pouco mais caro, mas pela internet sai mais barato.

Do aeroporto ao hostel peguei um Uber que ficou R$20, normalmente não sai disso, eu indico se não conhece o esquema de ônibus ou se está com bagagem.

Os ônibus estavam na época R$3,80 e agora está R$4,20, então já tem essa diferença.

Se for fazer passeios de barco é bom procurar as praias mais longes, que saem mais barato e o passeio é mais longo.

Se for morar e trabalhar em alguns pontos que só chegam de barco, tem uma carteirinha que faz nos pontos que sai mais barato as passagens.

Como o hostel tinha uma boa localização dava pra fazer bastante coisa a pé, como mercado, bares, restaurantes e praia.

Eu peguei bastante dicas em grupos de Florianópolis na internet sobre bares mais baratos, restaurantes e baladas.

O Google maps me ajudou muito mostrando os preços das passagens tanto de ônibus quanto do Uber. 

contato com a natureza que o hostel proporciona

3. Gastos com diversão

Os parques da cidade, como o projeto Tamar e o Parque do Rio Vermelho, são com visitas agendadas saindo de R$10 a R$20, dependendo da época.

Os guias costumam cobrar entre R$ 40 a R$60 por pessoa, mas as trilhas são bem tranquilas de fazer e tem plaquinhas que ajudam a se localizar, então dá pra ir em grupo e economizar nessa parte.

As cidades turísticas vizinhas são bem perto, com ônibus saindo dos terminais com preços variados de R$8 a R$25

A vida de bares e baladas acaba saindo um pouco cara, mesmo com os bares tendo esquema com os hostels para desconto e entradas free.

Os restaurantes costumam servir bem, os pratos saem entre R$50 e R$120 em relação a cada região. Dividimos sempre em 3 pessoas, o que compensou bastante já que era bastante comida.

A cidade oferece muita diversão tanto paga quanto de graça, bem estruturada pra diversão. Vai depender do que busca e procurar as opções que cabem no bolso. 



Eed6e3a3f888ef820240f819b03aca09

Cinthia

Cinthia, 26 anos. Vim do interior de SP e estou na estrada a alguns meses. Indo atrás de conhece...

+ Ver mais

Ago 22, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar Cinthia saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor