Categorias

Voluntariando em Viena

Nesse artigo, vou contar um pouco sobre os três meses que passei como Worldpacker no Hostel Ruthensteiner, em Viena, capital da Áustria.


51c96d0697577e2e692c7df12dd1ef11

Torisa

Nascida em Taiwan, criada no Brasil, morando atualmente em Taipei. Estou viajando e me mudando po...

Mai 25, 2018

jardim do hostel

Imagine um lugar lindo, onde a arquitetura imperial contrasta harmoniosamente com o moderno. Um lugar repleto de palácios, música clássica, vinho, cafés, rico em história de contos de princesas e reis.

Este lugar é real e encontra-se no meio da Europa rodeado por sete países em sua fronteira. 

1. Função, tarefas e horários

Com um cronograma bastante flexível, o voluntário é responsável por basicamente duas tarefas: servir o café da manhã e organizar a cozinha.

Lembrando que são, geralmente, quatro voluntários e os horários são igualmente divididos entre todos.

O café da manhã é servido em duplas durante a alta temporada, iniciando o preparo por volta das 7h da manhã, com início do serviço às 7h30 e término às 10h30. 

É função do voluntário se atentar aos alimentos e utensílios, repondo sempre que necessário, além de ajudar e interagir com os hóspedes.

Após o término do café da manhã, o voluntário deve preparar e organizar para o café do dia seguinte e limpar a bancada, terminando por volta das 11h30. 

Durante o verão, deve ser preparado uma deliciosa limonada e durante o inverno, um aromático chá de maçã com frutas vermelhas que fica na recepção para ser servida aos hóspedes.

Além de servir o café da manhã, o voluntário deve fechar a cozinha do hostel diariamente à meia noite, deixando-a organizada, lavando quaisquer utensílios deixadas pelos hóspedes indevidamente, mantendo a bancada e o fogão limpo. É um serviço rápido levando não mais que 30 minutos.

Ocasionalmente, o hostel oferece o Thursday cooking, um jantar preparado pelos voluntários aos hóspedes todas as quintas-feiras.

O jantar é preparado em duplas ou individualmente com o propósito de interagir com os hóspedes, com um orçamento oferecido pelo hostel de €20.

 O valor a ser cobrado pela refeição fica a critério do hóspede, sendo que todo o valor arrecadado é dividido entre os que cozinharam.

É uma ótima oportunidade para interagir com os hóspedes, dividir um pouco da sua cultura, história e pratos típicos.

Pessoalmente, preparei desde strogonoff ao básico arroz, feijão, farofa de banana e vinagrete. 

Indispensável dizer que a comida brasileira desperta curiosidade e agrada paladares com muita facilidade.

2. Estrutura do hostel

Rutheinsteiner é um hostel de médio porte com mais de 50 anos de história localizado no centro de Viena.

Sendo a cidade conhecida como a capital da música clássica, o hostel não poderia deixar essa famosa característica musical de fora oferecendo instrumentos musicais como o violão, ukulele e piano à disposição na área de convivência, que fazem parte de muitas noites animadas acompanhadas de drinks oferecidos pelo bar.

Além da cozinha e lavandaria, o hostel possui dois jardins com uma ampla garagem com diversas bicicletas para aluguel.

Os jardins são uma ótima pedida num dia de verão e mais lindo ainda quando decorado com luzes natalinas numa noite fria de dezembro.

O quarto do voluntário fica separado do restante dos quartos, próximo à cozinha e ao bar com vista direta a um dos jardins.

Cozinha do hostel

3. Relação com o staff, hóspedes e anfitrião

Posso ser um pouco suspeita quando tenho um carinho tão grande por esse lugar, mas acredite quando digo que não existe equipe mais receptiva do que o staff do Ruthensteiner.

A interação começa na recepção, no bar e se estende diariamente a muitos outros drinks à beira do Danúbio numa noite quente e estrelada a bares, clubes e festas privativas.

Os três meses que passei nesse lugar me proporcionaram memórias inesquecíveis e amizades pra uma vida, tanto que retornei à Viena outras três vezes para visitar a cidade e os amigos.

Apesar do inglês e do alemão serem os idiomas predominantes, a equipe é diversificada e multicultural, falando os principais idiomas europeus e alguns até o português.

4. Benefícios

Como se a experiência em si no hostel não fosse o suficiente, o voluntário tem dois dias de folga por semana, acesso à drinks na faixa ou com desconto, uso semanal da lavanderia gratuitamente e têm à disposição duas bikes exclusivas dos voluntários.

Caso o seu programa seja durante o verão, na alta temporada, vai poder ter a oportunidade de participar de um tour de bike para um dos diversos vinhedos ao redor de Vienna.

Acredite, a experiência em andar de bike com a bela paisagem austríaca e algumas taças de vinho irão te proporcionar muitas gargalhadas.

jantar entre amigos

5. Proximidades, tempo livre e dicas

O hostel está em uma localização privilegiada com mercados, bares, restaurantes, sorveterias e os principais pontos turísticos acessíveis a pé, como o Museumquartier, Palácio de Schönbrunn, Hofburg e a famosa rua Mariahilferstrasse.

A apenas cinco minutos a pé do metrô e trem a dois quarteirões, o hostel está cercado de diversas opções de transporte, mas tenha a certeza que a melhor forma a explorar a cidade é a duas rodas; use e abuse das bikes que o hostel tem à disposição! Vienna é uma das cidades com as melhores ciclovias.

Além dos principais pontos turísticos, Viena possui uma excêntrica vida noturna com diversas opções subterrâneas e nos locais mais inusitados.

Para saber das melhores festas e eventos é só seguir as dicas oferecidas pelo quadro na recepção do hostel, mas os austríacos gostam mesmo é de oferecer festas privativas e convidar os amigos mais próximos para uma noite animada no conforto da casa deles.

Durante o verão, existe uma área externa com bancos no centro do Museumquartier, onde você irá encontrar locais aproveitando a noite quente com drinks.

Se tiver um tempinho a mais, ir à ópera é imprescindível e se achar o ingresso caro demais, existe a opção por somente €2, que embora tenha que assistir a ópera de pé ou sentada sobre o degrau, promete fazer a experiência valer cada segundo.

Uma última dica de localização: o Google Maps não funciona em Viena! Recomendo baixar dois aplicativos, o Qando, similar ao Google Maps e o app do próprio hostel, que oferece dicas de comes e bebes, mapas e o melhor de tudo, funciona off-line!



51c96d0697577e2e692c7df12dd1ef11

Torisa

Nascida em Taiwan, criada no Brasil, morando atualmente em Taipei. Estou viajando e me mudando po...

Mai 25, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar Torisa saber :-)


Comentários