Estação Agroflorestal Marumbi

:::::::::::::::::: ONDE ESTAMOS :::::::::::::::::: Nosso espaço é em meio a FLORESTA DA MATA ATLÂNTICA na cidade de Morretes (Paraná). Estamos no meio de uma agrofloresta, vivemos uma biodiversidade muito rica em plantas, flores, árvores, passarinhos e água, vida brotando por todo lugar. :::::::::::::::::: AGROFLORESTA DE 10 ANOS :::::::::::::::::: Temos 1 1/5 hectares de SAFS (sistemas agroflorestais) e estamos sempre expandindo, plantando para viver com mais qualidade de vida. Vivemos tranquilos em harmonia com a nossa natureza, com trabalhos em foco cultural, seja na multiplicação/plantios ou na produção de conteúdo que colaborem para esse despertar no cuidado, tomando nós como parte do meio ambiente. :::::::::::::::::: NOSSO ESPAÇO:::::::::::::::::: Vivemos em um espaço amplo em meio a natureza/floresta, cercados de agrofloresta por todo lado. A hospedaria que recebemos pessoas é em um casarão de 1914, onde os tataravós de Luiz Paulo chegaram, e montaram um engenho de cachaça e um restaurante, que hoje estão desativados com projetos e planejamentos para a revitalização e transformação em um museu vivo. Também temos a EcoLab, uma cozinha coletiva para partilha. Também temos em nosso espaço a Casa Semente, local para fazer eventos e ofertar cursos, eventualmente ofertamos cursos em agrofloresta, meliponicultura e alimentação consciente, entre outras propostas terapêuticas e agroecológicas. :::::::::::::::::: ESTILO DE VIDA :::::::::::::::::: Gostamos de escutar o som da natureza, de conversar sobre a vida e o momento de cada um, de trabalhar, e de contemplar a beleza criação. Somos daquelas pessoas que trocaram a televisão por uma janela que dá para a mata, a cerveja por um bom açaí colhido do nosso pé de Jussara, a festa por uma fogueira ao céu estrelado... rs. É uma forma de dizer que aqui optamos por viver mais naturalmente e presentes/conscientes, integrados com a terra, buscando gerar harmonia em nossas ações e escolhas.

:::::::::::::::::: TROCA DE SABERES :::::::::::::::::: Ofertamos aos que vem passar um tempo aqui, uma troca de saberes, e valores intrínsecos da vida em harmonia com a terra. Buscamos uma irmandade de troca de saberes, de tecermos juntos nesse momento de transição e regeneração planetária. Sonhar e cocriar juntos, materializando nossos sonhos no plano presente, gerando qualidade de vida para todos os envolvidos, buscando abraçar muito mais pessoas, por isso nos engajamos localmente-regionalmente e abrimos as portas para que mais pessoas possam vir partilhar dessa vida de fatura e harmonia que é viver na mata, integrado aos valores do bem viver, agroecologia e uma cultura regenerativa. :::::::::::::::::: TRABALHOS :::::::::::::::::: Durante toda semana trabalhamos, seja na agrofloresta, na jardinagem agroflorestal, seja de beneficiamento de alimentos, seja de marcenaria, bioconstrução, ou também de registros de fotos e filmes, design e trabalho nas mídias. Também nos dedicamos a fazer alguns mutirões, tanto em nosso espaço quanto de nossos parceiros de projetos regionais, geralmente para nossos ançiões professores que estão mais necessitados de mão de obra em sua roças ou no beneficiamento de seus produtos da roça (melado, doce de laranja azeda, melado de banana entre diversas criações). :::::::::::::::::: ROTINA :::::::::::::::::: Temos uma rotina fixa para algumas coisas e variável para outras. Segunda-feira é dia de reunião coletiva para compreender as demandas, e dia de colheita. Nos demais dias da semana preferimos trabalhar juntos pela manhã começando pela roça e todos juntos, começando bem o dia, e depois encaminhando para os trabalhos de cada um. Independente do voluntário escolhido, o envolvimento com a roça/plantio é necessário para o aprendizado que oferta esse espaço, dando uma descomprimida da cidade e entrando em outra vibração, além de ser uma ótima forma de iniciar o dia, resultando em uma harmonização individual (é uma maravilhosa meditação ativa) e coletiva (todos na mesma vibração). No mais, precisamos ter bastante entrega na capacidade de adaptação, os planos mudam, as urgências trocam de posição, e mais importante a natureza dá o tom (alô chuvaaa). :::::::::::::::::: HOSPEDAGEM :::::::::::::::::: Os voluntários tem seu quarto no casarão mas as vezes é necessário dividir no quarto coletivo - o banheiro é coletivo, são dois. A cozinha coletiva é toda completa e fica a disposição dos voluntários, mas geralmente nos almoços costumamos juntar alguns pratos que cada um fez e comermos juntos. Em dia de roça ofertamos o almoço, mas que sempre é feito coletivamente e/ou em escala.

Top Anfitrião
Esse anfitrião recebe muitos worldpackers e tem uma média alta de avaliações.

Avaliações

5.0
13 avaliações13

Anfitrião & Equipe

5.0

Horas & Atividades

4.5

Hostel

5.0

Aprendizado & Diversão

5.0

Brasil

5

Minha passagem pela Estação Agroflorestal Marumbi foi maravilhosa. Além de muitos aprendizados, também tive a oportunidade de fazer grandes amigos, que quero levar para a vida. Fui muito bem recebida por Luiz...uma pessoa maravilhosa, com um coração bondoso e solidário, que gosta de partilhar seus conhecimentos. Também fui muito bem acolhida por Suily. Agradeço pelas vivências, pelas trocas e pelas pessoas incríveis que pude conhecer...Raquel, minha querida parceira de voluntariado, Leco, David, Professor Joel, dentre outras pessoas. Também agradeço a Lara, por ter aberto este caminho :)

4 meses atrás

Brasil

4

Entrar numa agrofloresta de 10 anos de idade foi uma experiência transformadora, além de todas as possibilidades que foram abertas na convivência com pessoas tão diversas e interessantes. Teve colheita, produção do banamel, cozinhar o que colhemos, cuidar do composto, troca de ideias, cocriação do começo ao fim.
E pra fechar com chave de ouro: Bioconstrução! Hoje me sinto mais capaz de realizar o sonho de bioconstruir minha própria casa
Pude contribuir com a minha bagagem e aprendi muito sobre como pode ser uma vida mais conectada com a natureza, me sinto muito grato pela oportunidade

7 meses atrás

Itália

5

My experience at Estação Agroflorestal Marumbi was truly eye opening !
I have helped in many different tasks and that is what I liked the most, the diversity of the daily jobs. From harvesting different fruits that the forest gives, like bananas, avocados, inhame, the fruit that holds the coffee beans , cajá-mirim,… to create digital drawings for a catalogue of the agroforestry that Lara and Luiz are developing.
I also helped in the bio construction of a little house that in the ‘work in progress stage’ and it was great to help and learn at the same time about different types of techniques.

7 meses atrás

Brasil

5

Agradecemos a todos os amigos que ali nos receberam. O voluntariado é bem diversificado. As tarefas diárias são distribuídas conforme as necessidades do espaço vão aparecendo. Minha companheira e eu participamos de trabalhos como colheita, manejo das SAFs, bio-construção, catalogar plantas, feitio do delicioso Banamel, etc. Após o termino a reflexão que fica para nós é de muito aprendizado, crescimento pessoal. Rolou roda de violão, almoço compartilhado, banho de rio e dança com os mosquitos :)

7 meses atrás

Brasil

5

Passei 3 semanas na Estação e foi um tempo muito especial e maravilhoso pra minha vida! Lara e Luiz são pessoas incríveis, com histórias de vida maravilhosas e coração gigante. Me senti sempre muito à vontade e como uma família mesmo. A vida no casarão é muito diferente de tudo que já tinha experienciado. Existe uma rotina muito bem estruturada e eu amava estar na cama as 21h e em pé as 6h (por escolha própria, claro). Banhos no rio e conversas profundas fizeram parte da nossa rotina que eu amava. Desde o suco às 7, o café da manhã um pouco depois e o almoço compartilhado. Já estou com saudad

9 meses atrás


Estação Agroflorestal respondeu

Ohhhh que amor! Já estamos com saudades :)


Ideal para você se estiver procurando por

Contato com a natureza

Vegetariano / Vegano

Rural

Espiritual

Família

Cachoeira