Gravetto Confeitaria & Casinha Tropical

A Casinha Tropical e a Gravetto Confeiteria são dois projetos que buscam resgatar as relações humanas e impulsionar o autoconhecimento, autocura e bem estar contínuo. Na Casinha você nos auxiliará na manutenção, limpeza e recepção de hóspedes, bem como a realização das atividades de Yoga, meditação e eventos de bem estar. Na Confeitaria faremos juntos, doçuras para nossos hóspedes, clientes e delivery, desde alfajores a Ovos de Páscoa!

Aqui todos somos uma verdadeira Família! .<3 Nossas 3 regras principais: 1 - Amor Livre e Incondicional; 2 - Organização e Limpeza; 3 - Nada vale a pena na ausência das outras duas :) Buscamos pessoas que estejam comprometidas com o bem estar e conexão humana, que queiram aprender muito, se desenvolver, se transformar por completo, pois é uma verdadeira imersão! Você faz parte do nosso time para criar grandes experiências e participar delas também!

Host%402x Top Anfitrião
Esse anfitrião recebe muitos worldpackers e tem uma média alta de avaliações.

Avaliações

4.5
55 avaliações55

Anfitrião & Equipe

4.5

Horas & Atividades

4.5

Hostel

4.5

Aprendizado & Diversão

4.5

Brasil

5

Bom, como minha primeira vez no Rio não tinha como ser melhor. Por acontecimentos aleatórios infelizmente precisei retornar antes do período acordado, porém, pretendo voltar, só estou me organizando.

Sou muito grato ao Reynaldo e o Rodrigo por tudo, por me proporcionar essa experiência e essa troca incrível, e conexão com pessoas de todo o mundo! Espero poder contribuir sempre, pois foi um período curto, mas de muita experiência e aprendizado.

Gratidão e não direi tchau, e sim, até logo, Casinha Tropical e Gravetto <3

25 dias atrás

Brasil

2

O lugar onde nos deixa é pequeno abafado e sujo.
Fui contagiado por covid.
Uma voluntaria que estava com covid mesmo ela dizendo que estava mal eles não pediram para ela fazer o teste e nem se isolar deixou todos no mesmo quarto, acabei sendo contagiado e ao final como se não bastasse pediram para que fosse do hostel, não estava tendo forças para me levantar para cumprir com as tarefas por ter sido contagiado, a verdade é que não gostei da experiência para nada sorte pra quem quiser fazer voluntariado ai

27 dias atrás


Reynaldo respondeu

Quem faz o ambiente são as próprias pessoas, se você não teve uma boa experiência também tem parte nisso. Sempre tivemos um ambiente confortável, limpo e organizado, mas se os próprios voluntários, como você não mantém e valorizam seu espaço, realmente não funciona. A voluntária que estava mal em todo momento omitiu o seu quadro de saúde, e isso foi muito estranho, principalmente se tratando uma pessoa que se diz Médica. Você em nenhum momento foi transparente em dizer o que estava passando e como poderíamos ajudar, simplesmente nos deixou na mão encima da hora diversas vezes, tendo que seus colegas ou mesmo eu fazer suas tarefas sem sermos avisados antes. Ficamos uma semana tentando de alguma forma entender e ajudar e você não fez nada, somente jogava desaforos encima de mim e seus colegas, por suas questões emocionais pessoais que estava passando. Voluntariado é transparência e saber viver em comunidade, não ficar se escondendo e falando mal dos outros por trás das costas, pois a ideia do voluntariado é sermos melhores seres humanos e assim como não julguei quem você é, você também não pode julgar a forma de tentarmos ajudarmos as pessoas sem conhecer a nossa jornada, isso serve pra vida, se você ainda não aprendeu, espero que um dia aprenda. Boa sorte!

Venezuela

2

Puntuación es baja por la interaccion de los anfitriones con el voluntario. Noté que no se involucran con ellos dejando la responsabilidad de la dinamica del hostel a cargo de los voluntarios. Tuve la dicha de ser recibida por buenos voluntarios, realmente fue gracias algunos de ellos que mi experiencia mejoró. Sugiero que los anfitriones tienen que hacerse mas responsables de la dinamica del hostel y comprometerse con la experiencia de los voluntarios; comento esto porque durante mi morada ocurrieron una serie de incovenientes no gratos para una mujer viajera. Por lo demas gracias

29 dias atrás


Reynaldo respondeu

Sua avaliação é um grande exemplo de falta de empatia. Você teve diversos problemas pra chegar ao Brasil e fui super solícito em te ajudar em todas as questões possíveis, como carta de imigração, registros, mudanças constantes de datas, e várias situações que demandam tempo e dedicação. Ao chegar aqui tive todo o cuidado em recebê-la, principalmente por não ter português intermediário, que é exigido na vaga. Quantas vezes você julgou a atitude de outros Voluntários sem ser exemplo, tanto das suas atividades, disciplina e comunicação. Quantas vezes ouvi suas ideias e vontades de empreender no Brasil e tentei te dar apoio de sugestões para fazê-lo. Isso só mostra que voluntários como você enfraquecem a comunidade. O estopim foi você sair pra festa em meio a Pandemia, se infectar com COVID, e mesmo sendo profissional da saúde não nos avisar, não usar máscara dentro dos ambientes comuns, e não tomar medida alguma! Isso prejudicou toda nossa rotina e a experiência dos outros Voluntários que estavam juntos. Para fechar o ciclo de hipocrisia, mesmo nós separando os voluntários que estavam com sintomas, em quartos diferentes, e pedindo todas as medidas de saúde, fazerem os testes, e dando folga para aqueles que não estavam bem, você foi pra festa de novo! Não sei o que se passa na sua cabeça, mas as aparências realmente enganaram com seu jeito meigo e carinhoso de se expressar. Só espero que um dia reflita sobre o ocorrido e deixe o ego um pouco de lado para reconhecer seus erros. Boa sorte!

Brasil

3

Tudo super tranquilo, porém não esperava uma relação "empregado e empregador".

1 mês atrás


Reynaldo respondeu

Ainda há muito a conhecer sobre a comunidade de voluntariado, que é uma troca, não uma Colônia de Férias. Essa comunidade só irá evoluir aqui no Brasil se essa consciência for ampliada em conjunto.

Peru

5

Mi experiencia en Casinha Tropical fue la mejor. Este ha sido mi primer voluntariado y de lejos lo recomiendo mucho. Fui muy bien recibido y me ayudaron con el idioma Portugués. Aprendi lo básico para conversar . Reynaldo fue un gran apoyo cuando tuve un inconveniente durante un paseo. Me brindó su ayuda y confianza para poder continuar con el voluntariado. Eso es lo que más agradezco de Reynaldo y del equipo de la Casinha Tropical. Aprendí a cocinar el plato típico de Brasil como la Feijoada y Farofa. Recomiendo 100% este lugar. Me sentí en familia. 🙂

2 meses atrás


Ideal para você se estiver procurando por

Vegetariano / Vegano

Espiritual

Festa

Yoga / Meditação

Família