Tire suas viagens do papel com ajuda de experts em viagem!
Torne-se membro até 29/02 e participe de webinars exclusivos com viajantes experientes.

Santarém, PA: guia completo para conhecer a região

Santarém, PA, é um destino surpreendente. Confira como chegar, quando ir, o que fazer e dicas práticas sobre esse paraíso amazônico.

7min

Santarém, PA

Localizado no meio da rota fluvial do Rio Amazonas, Santarém - PA é conhecido como “Pérola do Tapajós”, por conta das águas cristalinas do Rio Tapajós que formam mais de 100 km de praias de água doce na região.

Esse destino incrível oferece áreas de floresta tropical, grandes rios, igapós, ilhas, culinária típica e muitos eventos culturais. Além da rica biodiversidade, o município também é considerado o principal centro urbano, financeiro, comercial e cultural do Pará

E para te ajudar a conhecer esse lugar surpreendente, preparamos um guia com tudo que você precisa saber para planejar sua viagem para Santarém.

Leia também:

Como chegar em Santarém, PA


barco de viagem na amazônia

Santarém está localizado no Pará, entre Belém e Manaus. Há quatro formas para chegar lá e vamos detalhá-las a seguir.

De ônibus

A partir da maioria das capitais do país há ônibus direto para Belém; direto para Santarém pode ser mais difícil de achar. Mas chegando na capital paraense é só pegar outro ônibus até o destino.

Porém, vale ressaltar que, dependendo de onde você estiver partindo, essa seria uma viagem muito longa, podendo levar três dias ou mais no ônibus.

De carro

Como já foi falado acima, a viagem pela estrada pode ser bem longa, e se prepare para pegar trechos de estrada de terra, além de rodovias em manutenção. 

Se escolher ir para Santarém de carro, não esqueça de planejar paradas estratégicas pelo caminho para descansar, comer e até mesmo para conhecer outros lugares.

De avião

O Aeroporto Internacional de Santarém - Maestro Wilson Fonseca, recebe voos das companhias Azul, GOL, LATAM e TAP Portugal, partindo das principais capitais do país.

Vale a pena também conferir os preços das passagens para destinos próximos dali, como a capital Belém, que pode ter passagens mais em conta.

De barco

Partindo de Belém ou Manaus, é possível chegar até Santarém de barco. Esse é o meio mais popular para chegar até o destino, pois, apesar da viagem ser longa, é uma experiência bacana para quem quer observar as paisagens incríveis da região e sentir um gostinho da Amazônia. 

De Belém, a viagem tem duração de três dias, percorrendo 836 km pelo rio. Partindo de Manaus, são 766 km e com a mesma duração. Há diferentes empresas e tipos de embarcação que fazem o trajeto.

Quando ir para Santarém


homem de costas em pequeno barco em meio à floresta alagada

O município conta com dois períodos bem distintos, então fique atento a isso na hora de escolher quando ir. Em ambos os períodos você encontrará paisagens incríveis, porém elas serão bem diferentes.

Na época das cheias, o Rio Tapajós atinge seu nível máximo, chegando até o calçadão da orla. A cidade fica bela, porém as praias de água doce são encobertas e perdem seu encanto, mas ainda há muitos outros atrativos para conhecer.

na época da vazante, que vai de agosto até janeiro, o nível dos rios baixa e as belas praias se mostram, formando cenários paradisíacos.

Como se preparar para a viagem

Como já falei acima, a primeira coisa que você precisa saber sobre este destino é que não há praias durante o ano todo: apenas no período de seca é possível ver a faixa de areia à beira do Rio Tapajós. Então, caso seu objetivo seja conhecer as praias, planeje bem quando ir.

Outro ponto é o clima: prepare-se para o calor, pois a região é bem quente. Lembre-se de levar protetor solar, chapéu, óculos escuros, roupas com proteção UV e, claro, roupas de banho.

Por ser uma região de floresta tropical, nem preciso falar que repelente contra mosquitos é item essencial, não é? Eles costumam aparecer no final da tarde e podem ser bem incômodos. 

Falando em mosquitos, também é importante conferir se sua vacina contra febre amarela está em dia antes de visitar a região amazônica.

8 Melhores coisas para fazer em Santarém, no Pará

Não faltam opções de o que fazer em Santarém: são muitas belezas naturais, praias de água doce, florestas, igarapés, ilhas e rios, além de muita cultura e a deliciosa culinária local. 

Para te ajudar, preparamos uma seleção com as melhores coisas para fazer por lá:

1. Encontro das Águas 


dicas de viagem para santarém, PA

Assim como a vizinha Manaus, Santarém também tem seu espetáculo de encontro das águas, onde as águas azuis do Rio Tapajós se juntam com as águas barrentas do Rio Amazonas.

O encontro pode ser visto a partir do mirante da orla do Rio Tapajós ou em um passeio de barco, com saídas diárias do Terminal Fluvial Turístico.

2. Calçadão da Orla do Rio Tapajós

Além de ser o ponto para ver o encontro dos rios,  o calçadão da Orla é um ponto de encontro da cidade. Quando o forte calor diminui, no fim da tarde e à noite, as pessoas saem para caminhar na orla, comer fora, pescar no rio ou apenas passear.

3. Floresta Nacional de Tapajós


turistas posam em frente a uma samaúma em Santarém, PA

A Floresta Nacional de Tapajós é uma unidade de conservação da floresta amazônica a 50 km da cidade.

Ela conta com belas praias do Rio Tapajós, trilhas, grandes árvores como a Sumaúma Vovó e a presença de população tradicional e indígena. É uma oportunidade incrível para interagir com a natureza e a cultural local.

4. Aproveitar as praias da região


praia de rio na região de Santarém

Uma das atrações imperdíveis para conhecer na região de Santarém são as praias fluviais, formadas pelos Rios Tapajós e Arapiuns.

As praias mais famosas são a Praia do Cajueiro e a Ilha do Amor, em Alter do Chão, a 38 km do centro de Santarém, PA. Sendo possível chegar por terra ou de barco.

5. Mercadão 2000


itens da culinária amazônica à venda no mercadão 2000

Nada melhor que visitar o mercado local para conhecer a cultura de uma região, não é? Assim como o famoso Ver-o-Peso na capital paraense, o Mercadão 2000 é uma amostra dos costumes e do dia a dia dos habitantes de Santarém. Por lá você encontra frutas, verduras, farinhas e peixes únicos da região amazônica.

6. Observar os botos na Feira do Pescado

Próximo ao Mercadão 2000 está a Feira do Pescado, um local ótimo para conhecer os peixes amazônicos. Além de ser um ponto estratégico na cidade para ver os botos, que volta e meia vão até lá para comer as sobras de peixe da feira.

O boto, além de ser um belo animal, também é parte do imaginário folclórico da região. Quem nunca ouviu a lenda do boto, que se transformava em um belo rapaz durante a noite para curtir as festas nas comunidades ribeirinhas? Observar os botos na região amazônica é parada quase que obrigatória.

7. Centro de Artesanato Cristo Rei

O Centro de Artesanato Cristo Rei é outra ótima sugestão de o que fazer em Santarém. Lá você encontra peças de artesanato de todas as regiões do Tapajós. Parada imperdível para comprar as lembrancinhas da viagem!

8. Experimentar a Culinária Tapajônica


prato típico da culinária amazônica

Para completar a lista das melhores coisas para fazer em Santarém: experimente a culinária tapajônica, que reflete toda diversidade e abundância da Floresta Amazônica, com seus sabores únicos e ingredientes locais.

Onde ficar em Santarém, PA

A região da orla do Rio Tapajós, próximo ao calçadão e ao comércio, é considerada a melhor área para se hospedar em Santarém.

E que tal passar um tempo na cidade sem gastar com hospedagem? Isso é possível por meio de um voluntariado da Worldpackers, plataforma em que você dedica algumas horas de trabalho por semana, ajudando em tarefas que o anfitrião necessite, em troca de estadia e outros benefícios, como refeições e passeios. Além da economia, o voluntariado proporciona uma grande imersão cultural e muitos aprendizados.

Há vagas em locais como a Casa da Maya, em que o voluntário pode ajudar com pintura, decoração, jardinagem ou manutenção do espaço, em troca de estadia para explorar as belezas da região.

Confira todas as vagas de voluntariado em Santarém!

Santarém e Alter do Chão


praia de rio em Alter do Chão, no Pará

Santarém é a porta de entrada para quem quer conhecer Alter do Chão, um vilarejo a 30 km do Aeroporto de Santarém. Conhecido como Caribe Amazônico, por conta das praias fluviais com águas que variam entre tonalidades azuis e esverdeadas, a principal atração do local é a Ilha do Amor.

Alter do Chão também é palco de uma das maiores festas folclóricas da região, o Sairé, que atrai turistas do mundo todo.

O destino fica bem perto de Santarém, sendo possível chegar até lá de carro ou barco. Vale a pena se planejar para conhecer os dois lugares e todas suas belezas naturais e culturais. Dê uma olhada também nas oportunidades de voluntariado em Alter do Chão.

Se você gostou dessa lista de o que fazer em Santarém, siga as redes sociais da Worldpackers para acompanhar mais dicas de viagem: estamos no Instagram, no Tiktok e no YouTube,



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor

Mais sobre esse tema