O que fazer em Alter do chão, no Pará: conheça tudo sobre a região

Conheça o norte do Brasil e descubra tudo o que fazer em Alter do Chão no Pará, desde suas paradisíacas praias de água doce ao carimbó das ruas amazonenses.

Cc180e2c12cc5ad9a26df5835f312f52

Kayo

Mai 13, 2021

9min

O que fazer em alter do chão

O Brasil é um país extremamente diverso e seus mais diferentes destinos de turismo revelam um pouquinho da cultura de cada região do nosso país. O norte brasileiro não é diferente: em meio à floresta amazônica existe muito o que conhecer, desde praias de água doce à suas bagagens culturais riquíssimas e comidas típicas da região.

Para você que deseja conhecer a Amazônia e estar em contato com a essência do norte brasileiro, conheça Alter do chão no Pará, uma pequena vila ao norte do país, com grandes influências musicais e tradições religiosas, festas populares, berço de grandes inspirações e dona do que é para muitos o caribe brasileiro. Descubra tudo o que fazer em Alter do Chão com a Worldpackers. 

Como chegar em Alter do Chão, no Pará

Alter do chão fica localizado ao lado de Santarém, uma cidade com pequeno aeroporto e um porto náutico onde recebe todos dias diversos barcos vindo de Manaus e Belém.

Para quem procura como chegar em Alter do chão, pode optar por viajar de avião até Santarém ou para você que está fazendo um mochilão pelo Brasil pode optar pela viagem de barco através do Rio Amazonas saindo de Manaus ou Belém.

Para viajar de barco desde Manaus é cobrado um valor de 250 reais com duração de 2 dias de viagem, e para viajar desde Belém o valor cobrado é de 180 reais com direito a desconto de estudante. Vale lembrar que para quem é beneficiário do ID Jovem é possível viajar de barco por estes lugares usando o benefício, onde é cobrado apenas um valor simbólico de embarque.

Para chegar de Santarém à Alter do Chão, basta tomar um ônibus no mercadão 2000 para ir até o vilarejo, a viagem dura cerca de 40 minutos.

Veja também: As mais incríveis cachoeiras da chapada dos veadeiros, em Goiás


Alter do chão Santarém 

Onde ficar em Alter do chão

Alter do chão no Pará é sem dúvida um dos destinos mais incríveis para quem quer viajar barato pelo Brasil e viver uma experiência de imersão cultural no norte brasileiro. 

Para viajantes que decidirem ficar por lá algumas semanas e descobrirem tudo o que fazer em Alter do Chão, os Hostels da região são uma ótima opção. 

Uma forma de passar mais tempo em Alter do Chão, no Pará, é através do intercâmbio voluntário na cidade. É possível através do voluntariado em Alter do Chão viver experiências únicas de trocas colaborativas e se inserir na comunidade através da sua ajuda vivendo a rotina e conhecendo a região como uma verdadeiro local. 


praias de água doce

Um voluntariado na região é a opção perfeita para descobrir tudo o que fazer em Alter do Chão e criar conexões únicas com a natureza e outros viajantes que passam pela cidade para conhecer as mais famosas praias do Pará. 

Por ali é quase certo encontrar viajantes da américa do sul que estão conhecendo a Amazônia brasileira e aumentar a bagagem de conhecimento trocando experiências pessoais além de se conectar com a riqueza das tradições e costumes paraenses, que vão desde os cafés da manhã servidos com tucumã e suco de cupuaçu até mesmo histórias indígenas e folclóricas, e riquíssimas decorações indígenas que fazem os hostels super especiais.

Veja também: 8 destinos baratos e de tirar o fôlego no Brasil

O que fazer em Alter do Chão: 8 Experiências incríveis para viver na bacia amazonense

Essa pequena vila onde tudo gira em torno de sua praça central, apesar de pouco conhecida recebe o nome de caribe amazônico por suas belezas naturais devido ao rio tapajós beirando seus cardeais preservando sua história e riquíssima cultura indígena. 

Confira o que fazer em Alter do Chão: 

1. Curtir o carimbó na praça

O carimbó além de um patrimônio cultural brasileiro é um estilo de dança em roda tradicional amazônico, e por sua vez muito rico em seus movimentos artísticos e suas músicas. 

Se você quer saber o que fazer em Alter do Chão, não deixe de conhecer essa que é uma das maiores expressões da cultura paraense. 

O carimbó pode ser apreciado na praça central de Alter do chão a partir das 18h00 quase religiosamente todas as quintas-feiras a noite. Ali reúnem-se nativos e viajantes em uma roda de dança onde é impossível não participar. Seus batuques e seu ritmo quente faz o ambiente contagiante, além de vendedores de caipirinha e barraquinhas de comidas que ficam todas as noites por ali.

2. Aproveitar os pratos típicos da região

Se a pequena vila de Alter do chão no Pará ainda não te conquistou até agora, a culinária com certeza irá te fazer mudar de ideia, isso porque o Pará é berço de sabores incríveis que mudarão sua percepção para sempre ao se tratar de comidas.

Um grande exemplo disso são suas frutas típicas do amazonas como o cupuaçu, o murici, o jambo que são usadas em sucos frescos e vendidos bem gelado por ambulantes no centro da cidade.

Uma opção que não pode faltar em seu roteiro do que fazer em Alter do chão é experimentar o verdadeiro açaí: extraído diretamente da árvore e moído na hora, o açaí paraense é usado para acompanhar pratos salgados como peixes de água doce, e farinha granulada. Seu sabor natural impressiona a qualquer um que não o conheça e a experiência vale a pena.

Além destes alimentos existem os pratos típicos do Pará como o caruru, maniçoba de maniva o famoso tacacá; uma espécie de sopa feito a base de chicória, jambo e tucupi, que são originais da Amazônia e prometem um sabor especial de deixar até mesmo a língua “elétrica”.

3. Conhecer o Sairé


carimbó alter do chão

O Sairé ou Sairé é um evento riquíssimo culturalmente, comemorado no mês de setembro.

É uma ótima opção para quem procura o que fazer em Alter do Chão nessa época, pois o evento resgata culturas folclóricas e tradições amazônicas onde todos os nativos se reúnem para apresentações e uma espécie de desfile em Alter do chão com direito a notas pelas escolas, quase como um carnaval

Suas apresentações resgatam temas religiosos e carrega uma gama de simbolismos culturais. No primeiro dia de evento é erguido dois mastros cheios de frutos como oferenda e em seu último dia de evento, é derrubado estes dois mastros e realizado um almoço coletivo onde todas as pessoas podem se servir em confraternização. 

4. Navegar pelo Rio Tapajós

O mesmo rio que traz vida a natureza amazônica e traz facilidade aos nativos da região, carrega em seu leito paisagens únicas de praias, mangues, e uma fauna inteira em seus afluentes, traz em suas veias uma verdadeira experiência para todos os viajantes que buscam se conectar com a natureza.

Para navegar pelo Rio Tapajós é necessário um barco ou canoa. Na orla de Santarém existem agentes credenciados que podem oferecer um passeio com guia pelas margens do rio que irão passar pelas mais diversas praias do Pará. 

O preço de um dia de passeio diferente das agências, pode variar entre R$100 e R$150 reais direto com proprietários dos barcos, a maioria nativos da vila.

5. Visitar a Ilha do amor

No cais da vila os guias oferecem atravessar o rio de canoa até a pequena ilha por 5 reais.

A ilha do amor em Alter do chão é uma das principais atrações da vila por ter suas areias claras e uma paisagem caribenha. Ali é possível ter uma visão de outro ângulo e ter acesso a alguns quiosques que colocam suas mesas dentro d’agua para os turistas passarem a tarde. A mesma chega a ter seus quase 2km de um lado a outro para explorar além do acesso ao conhecido morro da pirouca.

6. Subir o morro da Pirouca

Ao chegar ilha do amor, se programe pra conhecer uma das melhores vistas de Alter do chão no Pará. 

Para subir o morro não tem segredo, basta caminhar pela lateral da ilha até chegar em um caminho de árvores, ali terá uma trilha fácil de 20 min até o pico do morro.

Sua vista permite um panorama da ilha e toda a floresta nativa em seu horizonte. Apesar de mais visitado no pôr do sol, há quem se arriscam acampar por ali, em noites de lua cheia a experiência é completa, podendo escutar até mesmo animais selvagens e seus barulhos em meio a floresta nativa.

Leia também: Guia de atrações gratuitas na Chapada dos Veadeiros


praias do pará 

7. Assistir o pôr do sol na ponta do caruru

A ponta do cururu como é conhecida pela região é um extremo da praia central onde é possível ver o pôr do sol através da praia. Por se tratar de água doce, o aspecto do sol iluminando as árvores e os barquinhos em volta são de arrepiar, e sua paisagem com certeza irá marcar a experiência. 

8. Fazer compras na loja Araribá

Uma loja localizada no centro de Alter do chão totalmente voltada a artigos indígenas e independentes onde são oferecidos trabalhos manuais feitos por artesãos da vila e discos e Cds de artistas amazônicos muito talentosos e pouco conhecidos.

Na Araribá é possível encontrar desde decorações ornamentais para casa, instrumentos musicais nativos da região até instrumentos de caça. Excelente lugar para o viajante levar um pedacinho daquela cultura e ajudar a economia local, é uma ótima opção para quem procura o que fazer em Alter do Chão muito além das suas paisagens exuberantes. 

O que fazer em Alter do Chão: Conhecendo os pontos turísticos de Santarém

Após esta grande experiência em Alter do chão, separe alguns dias para conhecer Santarém e aproveitar um pouco da cidade que recebe primeiramente os viajantes de todos os lados e reserva algumas das melhores praias do Pará. 

Por se tratar de base para quem visita Alter, Santarém também tem alguns lugares voltados para o turismo, além de como toda cidade maior, uma infraestrutura mais completa como shopping, centro histórico, mercado central entre outros. Sua visita em Santarém pode servir como um parâmetro para conhecer a fundo o dia a dia do paraense, dialeto, costumes etc, uma vez que em Alter do chão o contato é mais turístico e misturado.


o que fazer em santarém 

Centro de artesanato Cristo-rei

Trata-se de um salão que conta com mais de 20 lojinhas onde é possível contribuir com os artesanatos locais e conferir algumas de suas tradições, além de conhecer um pouco mais á fundo a cultura paraense.

Mercado 2000

É no mercado 2000 em Santarém onde existem aproximadamente 385 boxes de comerciantes vendendo das mais variadas frutas, farinhas, peixes e roupas, excelente para conhecer a culinária local sem ir a lugares turísticos.

Orla de Santarém

De lá onde saem as embarcações para as cidades vizinhas, a orla de Santarém também tem sua atração pelas noites, onde milhares de pessoas caminham pela orla e saem para passear e praticar esportes em suas quadras ao ar livre, ou jantar nas mais variadas barraquinhas e restaurantes.

Praias de Santarém

Para quem já deu um pulinho em Alter do chão, conhecer as praias de Santarém é uma ótima opção.

Praias como maracanã e pajuçara também são lugares que podem ser visitados ao passar um dia na cidade. Ambas no rio tapajós, contam com algumas dezenas de restaurantes em sua orla.

Floresta nacional do tapajós

Localizada próximo à cidade de Santarém, a floresta pode ser um destino muito bem aproveitado casa tenha tempo. 

Esta reserva conta com uma mata inteira fechada, onde pesquisadores usam para preservação de espécies únicas de pássaros, árvores e alguns animais, além de recursos sustentáveis voltados para a recuperação e preservação do ambiente em diversas comunidades. Sem dúvidas merece sua atenção e visita se você quer descobrir tudo o que fazer em Alter do chão e sua região.


rio tapajós alter do chão

Aproveite para conhecer os melhores lugares para viajar no Brasil, agora que você já sabe tudo o que fazer em Alter do chão, continue viajando pelo Brasil com a Worldpackers, leia também: 



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor




Mais sobre esse tema