Como trabalhar e ganhar dinheiro com o Instagram enquanto viaja

O Instagram pode ser uma rede social que vai te ajudar a levantar uma grana. Se você tem interesse em trabalhar com essa rede social enquanto viaja, esse texto é pra você.


Ea3dc39ca0b2f6b5f17abddec1f0e9a4

Mai 27, 2019

Eu viajo. É disso que eu vivo e eu vivo para isso. Não posso imaginar minha vida de outro jeito e acredito que o mundo seria um lugar muito mais d...

dicas de como trabalhar com instagram enquanto viaja

Tão sério esse mercado tem se tornado, que pesquisas recentes apontam a rede social como principal fonte de informação e de pesquisa para usuários que buscam novas aquisições. Isso quer dizer que, antes de comprar um produto ou serviço, as pessoas buscam no Instagram referências de pessoas que elas seguem e confiam sobre o assunto.

Então, por que não aproveitar essa informação e criar seu próprio público? Criar sua comunidade e começar a aproveitar os benefícios dessa rede que está disponível para todos e já conta com 500 milhões de usuários ativos diariamente, sendo que o Brasil está em segundo lugar no ranking de acessos diários, perdendo apenas para os EUA.

Com tanta gente acessando a plataforma todos os dias (muitas delas mais de uma vez ao dia), fica mais fácil começar a engajar seu público. Para isso, listamos algumas dicas valiosas de como começar e atrair pessoas organicamente, além de evitar cair em armadilhas como compra de seguidores e curtidas.

Confira essas 7 dicas de como trabalhar com o Instagram e fazer sucesso enquanto viaja:

1. Comece

Todo mundo que está no Instagram, não importa se tem milhares de seguidores ou não, todo mundo, sem exceção, começou com um total de zero seguidores e zero conteúdo. 

É muito fácil a gente se auto sabotar achando que do dia para a noite os seguidores vão aparecer como um passe de mágica e, quando isso não acontecer, acabar desanimando e deixando uma boa ideia de lado.

Criação de conteúdo online é um trabalho de formiguinha que precisa ser feito diariamente. Quanto mais você se dedicar, melhores os resultados serão e mais fluído será o trabalho do dia a dia. Então, apenas comece e mantenha uma periodicidade para que seu público se acostume com ela e passe a esperar seus posts.


Confira essas dicas de como trabalhar com instagram enquanto viaja

2. Interaja

Não só de publicações vive um perfil de Instagram. Não adianta apenas postar suas votos, você tem que interagir, com seus seguidores que interagem nos seus posts e também interagir em outras contas, para que seu perfil seja visto por potenciais seguidores.

Siga pessoas, comente em fotos de empresas e marcas que você gosta de acompanhar, um dia eles podem se tornar seus parceiros, dê atenção às pessoas: quando você tem um nicho (dicas de viagem, por exemplo) é muito comum que apareçam diariamente em seu inbox ou até nos comentários pessoas com as mais diversas dúvidas sobre o assunto, já que você é um expert nisso. É importante conversar e tentar ajudar todos os seus seguidores, pois desta forma você estará formando a sua comunidade e se tornando cada vez mais uma referência no tema que escolheu compartilhar com ela.

3. Não compre seguidores

Eu sei que parece injusto que muitas pessoas tenham parcerias bacanas quando o perfil claramente tem seguidores comprados. Não caia nessa furada de comprar seguidores, pois isso é um caminho sem volta, já que você precisará manter as aparências para sempre.

Além de gastar dinheiro recorrente com isso (ao invés de estar ganhando), você não entrega resultados quando compra seguidores. Se seu perfil está cheio de números incríveis, pode até ser que alguma empresa concorde em fechar uma parceria com você, mas quando eles perceberem que você não está convertendo nem novos seguidores para a conta deles, muito menos aquisições, a parceria irá acabar e você ficará queimado com esta marca. 

Além disso, hoje em dia existem dezenas de formas bem simples de descobrir se o sucesso de um perfil é orgânico ou não e qualquer empresa séria tem uma equipe de marketing que irá avaliar seu perfil antes de fecharem qualquer proposta.

Por isso, um perfil com, por exemplo, 2 mil seguires e um engajamento muito bom, é mil vezes melhor do que um perfil com 50 mil seguidores e nada de engajamento. Números não são o mais importante nesta conta e sim a comunicação que você tem com seu público, a confiança que você conquistou sendo autêntico e honesto todas as vezes que mostrou sua cara por lá.

4. Tenha estratégia

Nada vai para a frente nessa vida se não colocarmos metas, o Instagram não seria diferente. Quantos novos seguidores você quer conquistar este mês? Quantas parcerias você quer ter até o final do ano? Como e o quanto você vai trabalhar para alcançar essas metas? 

Criar uma estratégia não é apenas escolher um nicho e cuidar da parte estética do seu perfil (que sim, são muito importantes também), mas é muito mais do que isso. É pensar com antecedência no conteúdo que você vai criar diariamente, conversar e se unir a influenciadores da mesma área que você, trocar informações e divulgação, estudar pessoas que chegaram onde você almeja chegar.

É preciso tratar seu trabalho no Instagram como um trabalho de verdade, porque, apesar de muita gente ainda não levar a sério, é o que ele tem se tornado: uma verdadeira fonte de renda e um trabalho sério que demanda tempo e dedicação como qualquer outro.

Para você saber por onde começar, fiz uma lista de links de artigos e autoridades no assunto que dão muitas dicas grátis diariamente e podem te ajudar a encontrar um caminho para seguir que funcione para você e seu público.

  • Paulo Cuenca (@paulocuenca) – Que quase todas as noites nos trás dicas valiosas de como monetizar o Instagram em suas “aulas interneteiras” nos stories.
  • Top Influenciadora (@topinfluenciadora) – Perfil paralelo da blogueira Gabi Ferreira, com dicas de como crescer organicamente, além de muita inspiração e materiais que você pode aproveitar.
  • Marina Migliorucci (@marina.marketing) – É especialista em marketing e estratégias para mídias sociais e dá um monte de dicas valiosas nesse perfil.
  • Aporama: 7 estatísticas do Instagram que vão te impressionar.

Tirar bpas fotos também é importante para trabalhar com Instagram

5. Conteúdo

O conteúdo também faz parte da estratégia, mas merece um tópico exclusivo, de tão importante que ele é. Sem conteúdo de qualidade nenhuma estratégia vai dar resultado e é por isso que a gente precisa se dedicar tanto para criar conteúdos imbatíveis e impossíveis de serem ignorados.

Começando pela qualidade da foto, que é a primeira coisa a ser vista pelos seus seguidores: ela precisa prender a atenção do usuário em meio a tantas outras fotos e fazer com que ele queira ler a legenda para entender ou saber mais sobre o que se trata o assunto. Neste momento sua legenda será o sucesso ou o fracasso do post. 

Quando a pessoa começa a ler um conteúdo interessante, completo de informações e relevante para sua vida, a possibilidade dele começar a te seguir (se ainda não for um seguidor) ou de enviar esse conteúdo para outras pessoas é muito maior.

Por isso, pesquise antes de postar, especialmente se seu nicho é sobre viagens. Dicas de quanto as pessoas vão gastar em determinados destinos, roteiro de coisas fora da rota para fazer em alguma cidade turística, seu dia a dia e os perrengues que você já passou. Todas as suas experiências são histórias que as pessoas querem escutar!

6. Parcerias

Depois de cuidar do seu conteúdo e das estratégias para alcançar cada vez mais pessoas, chegou a hora de começar a buscar parcerias, tanto para aumentar a divulgação (parceria entre influenciadores) quanto para começar a ganhar algum tipo de retorno pelo trabalho incrível que você vem desenvolvendo há algum tempo.

Estudos apontam que um perfil com 2 mil seguidores já pode começar a buscar essas parcerias e a dica é buscar empresas que tenham mais ou menos o mesmo número de seguidores que você. Além disso, é normal e não tem problema nenhum começar com permutas (envio de produtos para você testar e falar sobre no seu Instagram). Outra dica é começar a buscar primeiro por perto: lojas da sua cidade, que você já conhece e frequenta, por exemplo, é um ótimo caminho.

Com isso, você vai criando uma base sólida de trabalhos, vai registrando os resultados dessas parcerias e, no futuro, terá material para apresentar às empresas maiores. Com o tempo essas permutas vão perdendo o sentido e você deverá começar a cobrar pelo seu trabalho e só você poderá sentir quando é o momento certo de fazer isso, baseando-se nas estatísticas do seu público, que podem ser acessadas (apenas em contas comerciais, então altera seu perfil para comercial já) no canto superior do seu perfil, onde ficam as três barras horizontais, na opção “informações”. É ali que você vai poder estudar o comportamento dos seus seguidores e entender melhor o que eles gostam e o que não faz sentido continuar postando, além de ser um ótimo material para apresentar aos seus possíveis futuros parceiros em uma apresentação profissional chamada mídia kit.

Outra boa opção para começar a ganhar dinheiro com o seu Instagram é lançar produtos, ou seja, e-books, mentorias, aulas, artigos, vídeos, tudo o que for material exclusivo para quem quer pagar (materiais que não serão divulgados para o público geral, apenas para quem estiver pagando por isso). 

Tem muita gente que te segue porque acredita no seu potencial e na sua autoridade sobre determinado assunto, então por que não transformar isso numa fonte de entrada de dinheiro? Esta forma de trabalho se chama renda passiva e, nada mais é do que dedicar tempo a criar um material que será vendido posteriormente e te trará uma renda sem que você tenha que seguir trabalhando naquilo no futuro, podendo se dedicar a outros projetos.

7. Ferramentas

Existem ferramentas que te ajudam a fazer todo esse trabalho de criador de conteúdo com mais flexibilidade e mais automação, alguns deles são bem famosos e outros variam de acordo com o perfil do influenciador. 

Deixarei aqui todos os que eu conheço e suas funções, assim você pode testar o que dá certo na sua forma de trabalho para otimizar seu tempo.

  • mLabs – Uma plataforma para você agendar seus posts e gerenciar suas estatísticas e desempenho de forma mais profissional, gerando relatórios e aprendendo com seus erros e acertos.
  • UNUM – Aplicativo para organização do feed (antes de postar), para aquelas pessoas que gostam de manter uma cartela de cores específica ou cuidar da harmonia do seu feed.
  • Infleux – Uma gerenciadora marketing que coloca marcas e influenciadores com o mesmo perfil de público em contato para possíveis trabalhos. Disponível apenas para contas com mais de 10 mil seguidores por enquanto.
  • Lightroom – App de celular que otimiza a qualidade das suas fotos, podendo ser editadas com presets (edições padronizadas que deixam todas as fotos com o mesmo filtro ou mesma identidade visual), para quem gosta de manter uma identidade.
  • Snapseed – App para edição e também para quem gosta de colocar efeitos “famosos” em suas fotos, como o granulado ou o efeito de câmera analógica.
  • SparkPost – App para criar material de divulgação em mídias digitais, como promoções, sorteios, participações especiais e outros.
  • Canva – Tem a mesma função do app acima, mas é usado no computador.

Depois dessas dicas, fica fácil começar hoje mesmo a trabalhar e crescer com seu Instagram e se tornar um verdadeiro influenciador. Lembre-se de que este é um trabalho que demanda tempo e dedicação diários que a longo prazo te mostrarão os resultados que você quer.


Ea3dc39ca0b2f6b5f17abddec1f0e9a4

Mai 27, 2019

Eu viajo. É disso que eu vivo e eu vivo para isso. Não posso imaginar minha vida de outro jeito e acredito que o mundo seria um lugar muito mais d...


Gostou? Não esqueça de deixar Nathalia saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor