Viaje: sua saúde agradece

Vivemos um momento onde as pessoas têm se preocupado mais com a saúde. Rotinas de exercícios, mudança na alimentação, terapias e, quem pode, opta por rotinas menos exaustivas.


C7f5910a4e9c9c81778c293c2258e96b

Gabrielle

Uma vez por ano, vá a algum lugar onde nunca esteve antes. (Dalai Lama) | Girl Power | Espírito ...

+ Ver mais

Ago 20, 2018

imagem de uma lagoa com agua cristalina

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define saúde como: “um estado de completo bem estar físico, mental e social”. Desta forma, é importante entender que não é apenas a ausência de doença que define um indivíduo como saudável, mas sim o equilíbrio de todos estes aspectos.

Considerando tal definição, a atividade viajar pode ser muito eficaz para uma melhor saúde, uma vez que viajar estimula mente, corpo e alma.

Como terapeuta ocupacional, não poderia não analisar a atividade viajar.

Pois bem! Vamos falar sobre como esta atividade impacta na sua saúde de forma positiva.

Quando viajamos nos deparamos com novidades o tempo todo. Novos cheiros, novas imagens, novo idioma, novos alimentos, clima, enfim, nada que estamos acostumados no nosso dia a dia. Não existe zona de conforto para as sensações.

Para o cérebro, é uma explosão de estímulos e tudo deve ser processado. Quanto mais estimulamos nosso cérebro, mais aumentamos nossa capacidade cognitiva, ficamos mais atentos, focados, melhora nossa memória, raciocínio lógico e diminuímos o risco de doenças como demência.

Quando nos sentimos confortáveis com estas novidades, a sensação de bem estar é inevitável e temos um responsável químico por isso, a serotonina. Responsável pela sensação de alegria e prazer, é tipo a fórmula mágica da felicidade.

Por outro lado, a disfunção na produção da serotonina, nos faz adoecer e podemos desenvolver depressão, insônia, mau humor, ansiedade, redução da libido, entre outros.

Muitas pessoas recorrem a atividade viajar com o objetivo de restabelecer a saúde, se reequilibrar. É uma ótima opção, inclusive Dalai Lama já disse: “Uma vez por ano vá a algum lugar onde nunca esteve antes”. É uma ótima forma de estimular seu corpo e mente.

Existem muitos estudos que comprovam os efeitos positivos da viagem na saúde e estes benefícios são duradouros, porque com as lembranças da viagem, revivemos bons momentos e continuamos a nos beneficiar dos bons efeitos.

O planejamento da viagem é um momento muito importante, nesta hora nos colocamos em contato com nosso interior e pode surgir muita ansiedade, por isso é importante se conhecer, entender seus limites, desejos e expectativas, pesquisar e planejar, reduzir no mínimo as possibilidades de frustração que podem atrapalhar a sua fórmula mágica da alegria.

duas amigas aproveitando a viagem em São Francisco

Não podemos terminar de falar da saúde mental dos viajantes sem falar do sono. Diferente da sua rotina do dia a dia, durante a viagem as principais preocupações são com os passeios, então, durma mais. Prezar por uma boa noite de sono é fundamental para aproveitar o dia com melhor qualidade.

Nos aspectos físicos, minimamente, esperamos que você se movimente mais, já que terá novos lugares para explorar e dificilmente ficará muitas horas na frente da TV ou do computador.

As articulações agradecem o movimento e o aumento do fluxo sanguíneo ajuda a regular a temperatura do corpo, assim você pode se adaptar melhor a ambientes frios, por exemplo, e como já sabemos, a prática de atividades físicas favorece a produção de serotonina.

Aproveite a viagem e pratique esportes ao ar livre mesmo que somente por diversão, já será um ganho enorme para sua saúde.

Se tiver algum problema de saúde, procure atividades que contemplem seu estado físico, não é o momento de forçar a barra, passar mal e perder o restante do passeio, segurança em primeiro lugar.

Os benefícios do aspecto social adquiridos na viagem podem ser normalmente observados na evolução da capacidade de relacionamentos interpessoais dos viajantes.

Normalmente, estas pessoas são muito tolerantes e abertas à novas oportunidades. Esta condição faz todo sentido quando nos deparamos com pessoas que viajam muito e elas apresentam melhor capacidade comunicativa e facilidade para estabelecer contato com estranhos.

Lembrou das relações interpessoais no trabalho?

Exatamente, existem vários estudos que comprovam que pessoas que viajam mais são menos estressadas, produzem mais, são confiantes e criativas. Isso impacta diretamente na capacidade de se relacionar.

Viajando conhecemos pessoas de toda parte, com culturas, hábitos, idiomas e definições diferentes da nossa. Se relacionar com estas pessoas tão diferentes é um belo exercício, precisamos respeitar as diferenças e praticar a empatia.

Nesse novo ciclo de relações, seremos expostos à novidades, conteúdos diferentes, arte, música, costumes e tudo isso aguçará nossa criatividade.

Entendemos então que não existe lado negativo, mas sim alguns cuidados a adotar. O mais importante é respeitar suas condições físicas, psicológicas e sociais para definir o melhor roteiro, de forma personalizada, para usufruir dos benefícios que a viagem pode te proporcionar e tornar sua experiência ainda mais saudável.

Viajar não faz bem, faz muito bem. Bora cair na estrada?

Foi útil a leitura? Se sim, deixe seu obrigado nesta página e dá follow nas redes sociais.

Até a próxima!


C7f5910a4e9c9c81778c293c2258e96b

Gabrielle

Uma vez por ano, vá a algum lugar onde nunca esteve antes. (Dalai Lama) | Girl Power | Espírito ...

+ Ver mais

Ago 20, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar Gabrielle saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor