Como se alimentar bem e barato viajando

Um guia prático com dicas de como se alimentar bem gastando pouco enquanto viaja, pois estar saudável é essencial em uma vida sem rotinas!


2ca35526b113b3eea903aee342cdcc2b

Dez 11, 2018

Caiçara desbravando a América Latina! Yoga, permacultura, natureza e muita alegria! Cola com a gente pra ser mais um viajante nesse mundão!

Como se alimentar enquanto viaja

Viajar é ter uma rotina sem rotina. É acordar cada dia em um lugar diferente, conhecer pessoas novas, fazer algo diferente todos os dias, como visitar um parque, um free walking tour pela cidade, acampar, escalar um vulcão! 

Além do mais, mochilar requer muito do corpo, você caminha bastante, na maioria das vezes com uma mochila pesada nas costas, dorme mal. 

Sendo assim, comer de uma forma minimamente saudável vai evitar que você fique doente e perca aquele passeio irado que você já tinha pago (e que muito provavelmente não terá o dinheiro de volta). Então, manter-se saudável é essencial para curtir qualquer mochilão.

Para a felicidade geral da comunidade mochileira,  venho aqui trazer segredos naturais e baratos para alimentar-se bem em viagens inóspitas (mas divertidas)!

Primeiramente, eu vou defender a adoção da dieta vegetariana, por dois motivos óbvios: mais saudável e muito mais barato. Se você faz questão de comer carne, tudo bem, este espaço não é para debater sobre o vegetarianismo, portanto a única dica que deixo aqui sobre a compra de carnes é considerar a procedência dela, pois já vi muita gente intoxicada por carnes em más condições. 

De qualquer forma, tornar-se vegetariano ou ao menos diminuir sua quantidade de carnes lhe fará economizar muito durante seu mochilão. Considere. Sua saúde e bolso agradecerão!

Vou listar abaixo o que faço atualmente, trata-se de um conjunto de hábitos e ações para que eu tenha  sempre alimentos saudáveis disponíveis e a um valor baixo. 

Lembrando que cozinhar no hostel ou onde estiver é muito mais barato do que comer fora e garante a alimentação equilibrada. Ir em feiras ao ar livre e a mercados centrais/ municipais das cidades também garante qualidade e preços baixos e de quebra você ainda conhece a cultura local!

Confira minhas dicas de como se alimentar bem durante uma viagem:

1. Mantenha o hábito de consumir antibióticos naturais

Antes de sair do Brasil, comprei um vidrinho de extrato de própolis (somos os melhores produtores do mundo, mas você pode encontrar em qualquer lugar, até porque existem abelhas no mundo inteiro) e tomo de 20 a 30 gotas todos os dias misturadas em água, sucos, iogurtes, etc. O própolis tem ação antibacteriana, antiviral e antifúngica, você pode conferir mais detalhes aqui.


Como se alimentar bem: antibióticos naturais

Além disso, eu sempre carrego uma garrafinha de água com limão espremido para tomar durante o dia. O limão equilibra o pH do organismo para básico e é algo extremamente simples de fazer. Caso você queira incrementar ou substituir um pouco, também vale colocar pedaços de gengibre na água.

Juntando todas essas propriedades com a facilidade de encontrarmos esses alimentos, a dica é bastante útil para mochileiros que não podem se dar ao luxo de ficarem doentes na viagem.

2. Insira os alimentos abaixo na sua rotina

Eu não sou nutricionista, mas gosto de estar saudável e me preocupo com o que como, e é isso o que eu geralmente compro e cozinho:

  • Frutas: banana, laranja, abacate, melancia - busque pelas frutas da estação;
  • Legume: abobrinha, cenoura, beterraba, pepino... opções não faltam;
  • Verduras: agrião, brócolis, rúcula, espinafre - lembrando que folhas escuras são ricas em cálcio e assim você pode dispensar o leite;
  • Grãos: salve o nosso arroz e feijão querido! Mas também tem as lentilhas, quinoa, ervilha, soja (cuidado com as transgênicas), etc;
  • Ovos: porém use eles para variar o cardápio e não como proteína base;
  • Brotos: de feijão e alfafa, por exemplo. São deliciosos em uma salada;
  • Cogumelos: champignon, shimeji, portobello. As opções são muitas e nos mercadões é possível comprar a granel;
  • Iogurte natural: com frutas e aveia ou granola garante um café da manhã reforçado e com probióticos - seu intestino viajante agradece;
  • Oleaginosas e frutas secas: linhaça, nozes, amêndoas, chia, amendoim, uva passa e etc.


Como se alimentar bem: grãos e leguminosas

Antes de pensar que não terá proteína, saiba que ovos, feijão, quinoa e brócolis são alguns dos alimentos ricos em proteína. Basicamente, feijões, cereais integrais e até frutas contém proteínas. 

Se alguns dos seus alimentos preferidos não estiverem nesta lista, sugiro que consulte em USDA Nutrition Database, por exemplo, para verificar o valor protéico de cada alimento.

3. Dicas extras sobre cozinhar

Tubérculos são ótimos para levar em marmitas. Invente receitas com batata, batata doce e inhame.

As frutas são opções saborosas e nutritivas para qualquer momento do dia. Escolha as frutas corretamente, para que elas se encaixem bem na rotina mochileira. 

Dependendo do local onde se hospedar, você pode achar um mixer ou liquidificador para preparar um suco e consumir durante o dia.


Como se alimentar bem: frutas

Em países da América do Sul se encontra quinoa facilmente. A dica é fazer uma sopa instantânea e turbinar com quinoa e vegetais (ou macarrão). Assim, a sopa fica como uma base temperada, mas você ganha mais nutrientes com os ingredientes agregados.

Abacate, o herói dos viajantes na América Latina! Dedico um parágrafo para esta paixão em forma de alimento! Com o abacate (ou aguacate, palta, avocado) se pode fazer guacamole para comer com pão (acrescentar tomate e limão garante uma iguaria boa e barata!), molho para macarrão, salada, enfim, deixar a criatividade atuar.

Um outro hábito comum de quem faz trilhas é encher a mochila de besteiras que não alimentam de verdade. Uma boa dica é antes da trilha cozinhar ovos, não tirar a casca e levar para a trilha. O ovo é uma ótima fonte de proteína e vai durar algumas horas sem estragar.

As oleaginosas são perfeitas para serem consumidas como snacks. Pacotes de amendoim, castanhas e amêndoas são baratos, nutritivos e te deixam satisfeitos enquanto você está conhecendo novos lugares.

Preparar sanduíches já é uma das práticas mais famosas quando o assunto é se alimentar durante uma viagem. Para quem está fazendo mochilão, essa pode ser a solução perfeita! Você pode aproveitar cenoura, milho, abacate, ovos e queijos para montar o que mais te agrada.

E germinados, alguma vez já ouviu falar? Germinar grãos é super fácil e proporciona uma bomba de nutrientes para o nosso corpo! Você pode preparar saladas e hambúrgueres com eles, por exemplo. Aprenda a fazer aqui.


Como se alimentar bem: legumes e brotos

4. Embalagens práticas

As famosas marmitas se fazem super presentes na vida do mochileiro. Comprar potes plásticos ou de vidro para carregar com você faz a diferença na hora de preparar comida para longas viagens de ônibus, por exemplo. 

Outras opções super usadas é o papel alumínio, o filme de PVC e as embalagens herméticas de plástico (esta última inclusive pode ser lavada e reaproveitada por diversas vezes). Também vale ter uma boa garrafa térmica para manter-se sempre hidratado e não precisar comprar garrafas de plástico e gerar mais lixo.

Seguindo essas dicas de como se alimentar bem, equivale a qualquer vitamina ou suplemento que compensaria uma alimentação fraca. 

Você com certeza vai ressignificar sua relação com a comida e descobrir um grande prazer em cozinhar, além de economizar e aprender muitas receitas locais para cozinhar com os amigos depois quando voltar! 


2ca35526b113b3eea903aee342cdcc2b

Dez 11, 2018

Caiçara desbravando a América Latina! Yoga, permacultura, natureza e muita alegria! Cola com a gente pra ser mais um viajante nesse mundão!


Gostou? Não esqueça de deixar Carolina saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor