Guia completo de Lençóis, Bahia: tudo que você precisa saber

Conheça as principais atrações de Lençóis, Bahia, e confira dicas práticas para facilitar sua viagem para esse que é um dos principais destinos da Chapada Diamantina

8min

o que fazer em lençóis, bahia

Considerada a melhor base para quem quer conhecer a Chapada Diamantina, a cidade de Lençóis, Bahia, tem ótima infraestrutura turística. O município oferece hospedagens e restaurantes para todos os gostos e orçamentos, além de proximidade das principais atrações do Parque Nacional. 

Lençóis e seus arredores estão entre os principais destinos de ecoturismo no Brasil, atraindo os amantes da natureza pelas suas montanhas, cachoeiras, poços, rios, grutas e cavernas. Mas além dos atrativos naturais, quem chega lá se encanta também pelo charme da arquitetura e a saborosa culinária local.

Confira nosso guia completo e veja tudo que Lençóis, Bahia, tem para oferecer. 

História de Lençóis, Bahia

Lençóis foi fundada no século 19 e tinha o garimpo como principal atividade econômica. Nesse período, a cidade teve seu auge econômico como maior produtora mundial de diamantes, época que ainda deixa marcas no Patrimônio Cultural da cidade.

O nome do município baiano tem duas possíveis origens: alguns dizem que ele faz referência às coberturas de lona branca das tendas dos primeiros garimpeiros, que criavam a impressão de um grande lençol estendido. 

Outra possibilidade é que se refira às espumas brancas que se acumulam no rio Lençóis, que corta a cidade ao meio, que dão a impressão de um lençol bordado estendido em meio às pedras.

A grande procura por diamantes levou ao esgotamento da pedra na região, resultando em uma crise econômica na cidade. A saída achada pelos moradores foi aproveitar as belezas naturais para o turismo. 

O conjunto arquitetônico e paisagístico de Lençóis, na Bahia, foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1973.

Como chegar em Lençóis

A melhor forma de chegar em Lençóis, Bahia é partindo de Salvador. A capital baiana fica a 418 km e o trajeto pode ser feito de carro, ônibus ou avião.

De ônibus, a empresa que realiza o trajeto de Salvador para Lençóis é a Real Expresso/Rápido Federal. A viagem dura cerca de 6 horas e a passagem custa atualmente a partir de R$ 99.

Lençóis conta também com um aeroporto localizado a 22km do centro da cidade, com voos regulares operados pela empresa Azul Linhas Aéreas, partindo de Salvador (BA), Confins (MG) e São Paulo (SP).

Uma opção muito usada pelos turistas é ir de avião até Salvador e lá alugar um carro para percorrer o trajeto até Lençóis. Essa escolha é recomendada por facilitar a locomoção entre as atrações da Chapada Diamantina, devido à sua extensa área. É uma opção especialmente interessante caso viaje em grupo, sendo uma boa forma de economizar e dividir os gastos dos passeios.

Leia também: Pontos turísticos de Salvador para conhecer a capital como um morador

Quando ir para Lençóis

A Chapada Diamantina, e mais especificamente a cidade de Lençóis, pode ser visitada durante o ano todo. No entanto, cada época tem sua particularidade, devido ao clima, incidência de chuvas, volume das cachoeiras e fluxo de turistas.

Assim, uma época pode ser mais recomendada que outra dependendo do que você busca. Veja alguns fatores a se considerar ao planejar sua viagem para Lençóis, Bahia:

Clima de Lençóis

Lençóis, assim como as demais cidades que compõem a Chapada Diamantina, tem um clima diferente de outras cidades baianas, devido à altitude, às nascentes e às grandes áreas verdes.

No verão, de novembro a março, o clima é quente e úmido, com a temperatura máxima atingido 32°C e a mínima 20°C. O verão é caracterizado pela presença de chuvas, o que torna as cachoeiras mais caudalosas, mas também demanda mais cuidados, devido a riscos de tromba d’água.

Já no inverno, de maio a outubro, o clima é frio e seco, com máxima de 26°C e mínima de 17°C. Devido à seca, você encontrará cachoeiras com o volume de água menor e também mais geladas.

Fluxo de turistas em Lençóis

A alta temporada ocorre no período de férias escolares, como acontece na maioria dos destinos brasileiros. Ou seja: em julho, dezembro e janeiro e em feriados prolongados. 

Nessas épocas, os pontos turísticos da cidade ficam mais cheios e os preços de hospedagem costumam subir.

Em junho, a cidade celebra o São João, promovendo um festival com apresentações musicais, decoração e comidas típicas. Vale a pena conferir!

Leia também:

O que fazer em Lençóis, Bahia

Esse paraíso no coração da Bahia conta com montanhas, cachoeiras, poços, rios, vegetação, formações rochosas e uma arquitetura única. E o melhor: a maioria dos atrativos pode ser visitada a pé e de graça.

Antes de falar dos atrativos de Lençóis, uma curiosidade: você pode se assustar com a coloração escura das águas da maioria dos rios e cachoeiras da Chapada Diamantina, que lembra Coca Cola. Mas não se preocupe: as águas são limpas. O tom escuro é resultado da grande quantidade de matéria orgânica, como folhas e galhos, em decomposição. 

Confira agora as principais atrações da cidade:

1. Parque Municipal da Muritiba



A poucos minutos do centro de Lençóis e com fácil acesso, o Parque Muritiba conta com um circuito que inclui cachoeiras, poços, mirantes e até salões de areia

O trajeto começa no rio Serrano, que conta com várias piscinas naturais ou caldeirões para banho, além de uma bela vista da cidade.

Próximo ao Serrano se encontra o Salão de Areias Coloridas, formado por grandes rochas, túneis, cavernas e arenitos em decomposição, com diversas colorações que dão origem às areias coloridas.

Seguindo o percurso, é possível visitar o Poço Harley, o Mirante de Lençóis, a Cachoeirinha e a Cachoeira Primavera.

O roteiro completo pelo Parque Muritiba tem cerca de 4km, exigindo um esforço físico de leve a moderado.

2. Ribeirão do Meio



Um dos atrativos mais famosos de Lençóis, o Ribeirão do Meio possui uma queda d’água que forma um tobogã natural e rende muita diversão, além de um grande poço perfeito para banho. Para chegar ao Ribeirão partindo do centro são aproximadamente 3,5 km em uma trilha de nível leve. 

3. Cachoeira do Sossego

Considerada uma das atrações mais bonitas de Lençóis, a Cachoeira do Sossego se encontra a 4km do Ribeirão. O local fascina com queda d’água de 20 metros de altura e um ótimo poço para banho.

A trilha para a Cachoeira do Sossego é considerada de nível médio, porém não conta com sinalização, portanto é indicado contratar um guia local.

Você também pode se interessar por esses artigos:

4. Prainha



Pouco conhecida pelos turistas, a Prainha está localizada a 2km da cidade e possui fácil acesso. O local é muito frequentado pelos moradores, e recebe esse nome por ter uma faixa de areia na beira do rio. 

5. Cachoeira do Mosquito



Distante 40km do centro de Lençóis, a Cachoeira do Mosquito é um dos poucos atrativos dessa lista que precisa ser acessado de carro. A cachoeira impressiona com uma queda d'água de 70 metros de altura, e no caminho também é possível admirar a vista do mirante.

O curioso nome da cachoeira se dá devido aos pequenos diamantes encontrados no local, chamados pelos garimpeiros de “mosquitinhos”.

A trilha até o atrativo é fácil, leva cerca de 30 minutos e para entrar no local é cobrado o valor de R$30 por pessoa.

6. Poço do Diabo



O Poço do Diabo está localizado a 18km do centro de Lençóis, sendo necessário também algum meio de transporte até ele. 

A queda de 20 metros é originada pelo Rio Mucugezinho e resulta em um grande poço ideal para nadar, visto que é bem fundo. No local também é possível praticar outras atividades, como tirolesa e rapel.

O atrativo cobra a entrada de R$10 e possui estrutura, contando com banheiro e restaurante.

Leia também:

7. Centro histórico de Lençóis



O centro histórico de Lençóis reúne casarões coloniais, praças e igrejas que remetem ao século XIX, rendendo um passeio pela história da cidade.

A Casa de Cultura Afrânio Peixoto é uma opção de passeio cultural no centro. O espaço conta com um acervo rico em fotos, livros e objetos pessoais do médico, político e escritor lençoense.

À noite, o centro ganha vida com os diversos restaurantes, bares, lojas, música ao vivo e intervenções artísticas.

8. Gastronomia local

Além dos diversos passeios, você não pode deixar de conferir a gastronomia de Lençóis, com diversos práticos típicos nordestinos como cuscuz, tapioca e acarajé.

Entre as iguarias locais, não deixe de provar o pastel de palmito de jaca e as famosas cachaças artesanais, como as do Paraíbar.

Se tiver a oportunidade, a feira da cidade ocorre na segunda-feira à noite e no domingo de manhã e conta com uma grande variedade de produtos.

E agora que você já sabe o que fazer em Lençóis, Bahia, aproveite para conferir também os principais atrativos da Chapada Diamantina localizados nas cidades vizinhas,

Onde se hospedar em Lençóis, Bahia: voluntariado

Não é difícil encontrar bons lugares onde se hospedar em Lençóis, Bahia, já que existe uma variada oferta de hospedagem por lá para diversos tipos de viajantes. Se estiver sem carro, o ideal é ficar no centro histórico; se não, busque uma pousada ou albergue que mais se adeque aos seus objetivos de viagem.

E se quiser economizar na hospedagem em Lençóis, viver experiências incríveis e curtir o lugar com mais calma, como se fosse um morador, nossa dica é fazer um voluntariado na Bahia através da Worldpackers. Nesse esquema você troca algumas horas de trabalho por acomodação e possivelmente outros benefícios como alimentação, acesso a cozinha compartilhada e passeios.

Confira algumas das vagas de voluntariado em Lençóis:

Ainda ficou com alguma dúvida sobre o que fazer em Lençóis, na Chapada Diamantina? Fala aí nos comentários!



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor


Mais sobre esse tema