Tire suas viagens do papel com ajuda de experts em viagem!
Torne-se membro até 29/02 e participe de webinars exclusivos com viajantes experientes.

O que é coliving, como funciona e como se hospedar em um de graça

Seja para reduzir custos, trocar experiências ou dividir tarefas, o coliving é uma tendência em centros urbanos. Saiba tudo sobre essa forma moderna de vida comunitária.

5min

Seja para reduzir custos, trocar experiências ou dividir tarefas, o coliving é uma tendência em centros urbanos. Saiba tudo sobre essa forma moderna de vida comunitária.

Os humanos vivem em comunidade desde sempre, mas só recentemente o termo coliving começou a aparecer em todos os lugares. Com o intuito de reduzir custos, trocar experiências, aumentar as relações humanas, dividir tarefas ou fazer coworking, essa forma moderna de vida comunitária tem se tornado tendência, principalmente em grandes centros urbanos.

O coliving é perfeito para quem está se mudando para uma nova cidade, trabalhando remotamente, vivendo como nômade digital, entre outros estilos de vida. Esse modelo traz vantagens para quem o pratica, sua comunidade e o planeta. 

Confira tudo o que você precisa saber sobre esta modalidade de moradia compartilhada, além de descobrir como se hospedar em um coliving de graça.

Veja também:

O que é coliving e como funciona?


mulheres trabalhando num coliving

O coliving é um conceito de moradia compartilhada em que as pessoas têm o seu próprio quarto, mas compartilham os outros espaços da casa ou do apartamento, como cozinha, sala e demais áreas comuns.

Além de compartilhar espaços, o conceito do coliving envolve senso de comunidade, troca de experiências, sustentabilidade e economia colaborativa, ou seja, a prática de partilhar bens e serviços em vez de adquiri-los.

Inspirados por essa tendência, empreendimentos imobiliários têm investido cada vez mais em moradias com mais opções de espaços compartilhados, projetando até mesmo áreas para coworking.

Os espaços de coliving podem ser administrados por empresas especializadas em moradias compartilhadas ou por grupos de pessoas que se reúnem com esse intuito.

Como surgiu o Coliving?

Viver em comunidade faz parte da história humana desde tempos mais longínquos. O termo “coliving” é derivado de “cohousing”, um estilo de moradia que surgiu nos anos 70 na Dinamarca.

As comunidades de cohousing eram formadas por dezenas de famílias que tinham moradias individuais, mas compartilhavam espaços de convivência e dividiam tarefas, como a limpeza e o preparo de refeições.

Com inspiração nesse modelo de habitação e na economia colaborativa, surgiram diversas formas de moradia compartilhada como o coliving. Apesar de seguir o mesmo conceito do cohousing, o coliving tem uma diferença: além de compartilhar os espaços de convivência, se compartilha também o próprio imóvel.

Para quem é indicado esse tipo de moradia?

O coliving é uma modalidade de moradia interessante para quem busca um sentido de comunidade e se interessa pela economia do compartilhamento, que traz trocas vantajosas para todos os lados envolvidos. É uma forma de evitar o problema gerado pela superlotação das grandes cidades e também os altos valores de aluguel.

Os conceitos que envolvem a moradia compartilhada se relacionam bem com alguns dos estilos de vida que são tendência atualmente, como nômades digitais, autônomos e pessoas que trabalham em home office.

Quem tem trabalho flexível, deseja viver em boa localização e mora sozinho pode usufruir de muitos benefícios do coliving para ter um dia a dia mais cômodo.

Por exemplo, se você viaja com frequência e gosta de socializar com pessoas, realizar encontros profissionais em espaços compartilhados, gosta de praticidade e não tem tempo de realizar todas as atividades domésticas, o coliving pode ser um facilitador em sua vida.


conheça as vantagens de morar em um coliving

Quais as vantagens do Coliving?

Como vimos, o coliving vai além de apenas um espaço compartilhado. A ideia é que esse estilo de vida colaborativo possa enriquecer e proporcionar muitos benefícios para a vida pessoal do morador. 

Veja algumas vantagens de viver em uma moradia compartilhada:

  • Resgatar o sentido de comunidade;
  • Aproximar pessoas e proporcionar troca de experiências;
  • Partilhar bens e serviços em vez de adquiri-los;
  • Economizar recursos naturais;
  • Dividir decisões e tarefas;
  • Facilitar caronas e uso otimizado do transporte.

Voluntariado em um Coliving


é possível voluntariar num coliving e ganhar hospedagem grátis

Se você se identificou com o conceito e gostaria de experimentar como é viver um tempo nessa modalidade de moradia, temos uma ótima dica: por meio do voluntariado da Worldpackers é possível viver em um coliving e não gastar nada com isso.

Criada com o intuito de proporcionar trocas colaborativas, a Worldpackers é uma plataforma em que você pode trocar suas habilidades por hospedagem gratuita e outros benefícios em diferentes locais, como projetos ecológicos, sítios, ecovilas, hostels e até em colivings.

E as vantagens vão muito além da economia. Se você optar por conhecer um destino fazendo voluntariado pela Worldpackers, certamente vai criar novas conexões, seja com os anfitriões, hóspedes, outros voluntários ou moradores que encontrar no dia a dia.

Para te dar um empurrãozinho, selecionei algumas oportunidades incríveis de voluntariado em espaços com foco em coliving, em diversas partes do mundo. 

Confira também todas as oportunidades de voluntariado em Coliving e vivencie a rotina em um espaço coletivo sem pagar aluguel.

5 vagas incríveis de voluntariado em coliving 

1. Coliving nas montanhas suíças

Que tal ser voluntário em um coliving nas montanhas de Entremont District, Suíça? No Petit Velan - Coliving Frilingue há vagas para auxiliar de cozinha, limpeza, manutenção, produção de conteúdo e diversas outras tarefas. 

Você pode trocar suas habilidades por estadia, alimentação e a possibilidade de conhecer o dia a dia de um espaço que tem como foco proporcionar experiências incríveis de coliving.


coliving nas montanhas da Suíça

2. Coliving em Nova York

No Outpost Club, além de conhecer pessoas do mundo todo e passar um tempo em Nova York sem gastar com estadia, os voluntários podem aprender sobre como funciona a administração de um coliving e desenvolver habilidades de comunicação e solução de problemas, em funções como recepção e organização. 


hospede-se de graça num coliving em Nova York

3. Coliving em Las Palmas, Espanha

Localizado no litoral da Espanha, o Villa Santa Fe é lar de uma comunidade internacional de nômades digitais. Por lá, você pode ajudar em tarefas domésticas e recepção em troca de estadia, alimentação e passeios para conhecer as belezas do local. Demais, não é?


voluntariado em um coliving na Espanha

4. Hostel, Camping Urbano, CoWork, CoLiving e Arte em Recife

Em um ambiente de coletividade e arte, o Zili Pernambuco oferece os voluntários uma experiência de coliving bem pernambucana. Por lá, há diversas vagas, como produtor de conteúdo, recepção e ajudante de cozinha. Em troca, você vive de graça no Recife, próximo de diversos atrativos da cidade. 


coliving no Recife

5. Coliving e coworking em Burgas, Bulgária

O Burgas coliving & coworking é um espaço compartilhado por uma comunidade de pessoas que trabalham remotamente e criaram esse coletivo. O local foi recém reformado e está buscando artistas e mentes criativas dispostas a ajudar com a decoração do novo ambiente. 

Em troca, além de estadia gratuita, o voluntário terá a oportunidade de usar todas as instalações e comodidades da propriedade; conhecer pessoas diferentes, principalmente freelancers, trabalhadores remotos e empreendedores de todo o mundo; e aproveitar seu tempo livre em uma região sossegada da Bulgária. 



E aí, já tinha ouvido falar em coliving? Gostou dessa forma moderna de vida comunitária? Crie um perfil gratuitamente na comunidade Worldpackers para começar a viajar por meio de trocas colaborativas.



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor




Mais sobre esse tema