Como tornar sua viagem como mochileiro para Cancún possível

Veja um guia de lugares incríveis desse paraíso caribenho em que você pode conhecer e ainda economizar dinheiro durante sua viagem para Cancún.


412ce93f0d4edde2449c03a61b5b22f8

Lisiane

Jun 18, 2019

Historiadora e jornalista, resolvi dois meses antes de completar meus 30 anos, partir para uma aventura de um ano. Deixando de contar apenas as hi...

Dicas para viajar para Cancún de forma econômica

Cancún é um daqueles destinos paradisíacos que fazem parte dos sonhos de muitas pessoas. A cidade está localizada no estado de Quintana Room, no México, na costa caribenha, e tem várias atrações e um clima de férias o ano todo

De Cancún é possível seguir para outros destinos próximos que estão a cerca de duas ou três horas de distância, como Tulum, Chichén Itzá e Play del Carmen, por exemplo. Estes lugares também são agraciados com a diversos presentes da natureza e história.

De volta a menina dos olhos dos turistas, Cancún tem o mar azul turquesa, ventos fortes e refrescantes e o sol forte presente durante praticamente todo o ano, que são essenciais para atrair visitantes de várias partes do mundo, sejam eles turistas tradicionais que estão de férias e dispostos a fazer reservas em hotéis, comprar passeios e ir a restaurantes, ou também mochileiros, que estão se aventurando pelo México e dispostos a conhecer os pontos turísticos gastando o mínimo possível.

Nesse artigo quero te mostrar como é possível fazer uma viagem para Cancún e explorar a cidade e região da forma mais econômica possível.

Confira minhas dicas para conhecer Cancún de uma forma baratinha:

1. Transporte público

Mesmo tendo muitos táxis espalhados pelas ruas do Centro e na Zona Hoteleira - onde ficam a maioria dos hotéis - Cancún é uma cidade bem servida de transporte público, ônibus e vans servem a todos e seguem para  diferentes direções da cidade. 

Eles podem ser identificados por números e também pelos nomes dos lugares ou região que transitam. Se você está na Zona Hoteleira e for em direção ao Centro ou o sentido contrário, não se preocupe que não vai passar muito tempo esperando no ponto, porque, principalmente nessa direção, há uma quantidade satisfatória de transporte público, qualquer hora do dia e da noite, inclusive na madrugada.

As vans fazem roteiros dentro da região central e também lugares mais distantes. Ambos custam o mesmo valor, são 12 MXN, o que dá menos de 1 USD.

2. Alimentação


A gastronomia local é algo que deve ser provado em uma viagem para Cancún

Como uma tradicional cidade turística, em Cancún você vai encontrar muitos restaurantes com diferentes especialidades e preços. Porém, não se assuste, se tiver com a grana contada e quiser fazer uma boa economia com alimentação, a dica é comer nos restaurantes locais de rua, que servem tacos, torta (um tipo de sanduíche), quesadilhas e outras comidas tradicionais e baratas. 

Outra sugestão é fazer compras no supermercado e usar a cozinha do hostel para preparar as refeições. Dependendo da região os valores dos produtos nos supermercados podem variar, porém sabendo pesquisar é possível seguir economizando.

Algumas dicas não são apenas para destinos específicos, mas sim para economizar em todas as viagens! Se você quer se tornar um especialista no assunto, pode fazer o curso da Worldpackers de Como Viajar Barato e aprender todas as dicas para viajar mais e gastar menos.

3. Hospedagem e voluntariado


O voluntariado é uma ótima opção para economizar durante a viagem

Em meio a resort e hotéis, Cancún é bem servida de hostels também, com diferentes valores, e se a reserva for feira com antecedência ainda há possibilidade de conseguir preços mais baixos.

Uma alternativa muito buscada pelos mochileiros são as oportunidades de work exchange nos hostels espalhados pela cidade através da Worldpackers. São várias oportunidades de voluntariados disponíveis na plataforma, que exigem cerca de 24 a 30 horas de trabalho por semana, com folga, café da manhã e descontos em festas.

3. Praias de Cancún


As melhores praias de Cancún

As praias públicas espalhadas pela orla de Cancún são lindas e com fácil acesso. O transporte público passa por toda a extensão de praias na Zona Hoteleira, para visitar esses lugares não será necessário muito tempo de deslocamento.

Destaque para a Playa Delfines, que tem esse nome porque dependendo da temporada do ano é possível ver golfinhos nadando próximo a praia. Neste ponto fica o letreiro colorido com o nome Cancún e o mirante que permite uma visão geral da praia. 

A Playa Fórum também é muito bonita e com um mar incrível, localizada mais próxima das atrações da cidade e por isso recebe um número maior de pessoas.

A maior parte dos pontos turísticos que estão fora dessa rota de praias em Cancún e na região são visitados pelos turistas que fecham pacotes com agências. Essa, para muitos, é a forma mais cômoda e que não garante perda de tempo. 

Ainda sim, seguem dicas com maneiras econômicas de visitar os lugares mais interessantes como Chichén Itzá, Tulum, Playa Del Carmen e Isla Mujeres.

  • Templo Kukulkán em Chichén Itzá


Templo Kukulkán

Uma das sete maravilhas do mundo moderno e Patrimônio Mundial pela UNESCO, o sítio arqueológico é um dos mais importantes do México, onde você encontra o Templo de Kukulkán, que tem um posicionamento estratégico de onde os maias podiam observar vários fenômenos de luz e sombra e podem ser vistos até hoje na escadaria que leva a parte superior do templo. 

No local existe ainda diversos tipos diferentes de arquitetura que se misturam, gravuras estão desenhadas nas estruturas de muitas ruínas e é possível conhecer um pouco da história tão interessante dessa civilização.

Como chegar: na região central de Cancún há um terminal de ônibus, lá é possível pegar um veículo com destino para uma das cidade mais visitadas do México diariamente, Chichén Itzá.

É possível encontrar ônibus que fazem o trajeto direto, como a empresa ADO, que tem transporte saindo as primeiras horas da manhã, a passagem custa 195 MXN o trecho. A viagem pode durar entre duas a três horas, depende muito do tráfego na estrada. O ônibus que faz o trajeto geralmente tem ar condicionado e poltronas confortáveis e sai mais barato do que por agência.

Se por algum motivo não encontrar ônibus que vá direto ao destino, você pode buscar um que esteja indo em direção a cidade de Valladolid - que, se tiver tempo, vale a pena passar uma hora ou mais conhecendo a região central - e de lá buscar um ônibus ou van que vá para Chichén Itzá.

O acesso às ruínas é permitido das 8h às 16h e é necessário comprar o ticket que custa para turista 481 MXN - valor praticado em 2019.

  • Isla Mujeres

Um destino ideal para passar dois ou três dias em um daqueles bate e volta, vale muito a pena para quem está em Cancún. É um destino que todo mundo deve conhecer antes de morrer, como os mexicanos gostam de dizer.  

A Playa do Norte é considerada uma das mais lindas do mundo e atrai sempre muitos visitantes. Na ilha existem muitos recifes de corais e se torna o local perfeito para snorkel e mergulho, inclusive é lá que tem o Museu Subaquático de Arte de Cancún, com esculturas no fundo do mar. A região central é bem charmosa, cheia de pequenas lojas de artesanato e restaurantes.

Como chegar: no centro da cidade você pode pegar uma van para Porto Sam, o valor é de 12 MXN. No porto há um guichê onde vendem passagens de ferry boats, é indicado comprar logo ida e volta e assim economizar tempo. O valor para as duas passagens dá um total 150 MXN - preço tabelado para 2019- e a viagem no ferry dura em média de 30 a 40 minutos. Existem embarcações fazendo trajeto de ida e volta durante todo o dia em diferentes horários. 

Recomendo na volta pegar o penúltimo ferry do fim de tarde, de volto ao Porto Sam é só buscar uma van e ir em direção ao centro de novo.

  • Playa Del Carmen

Destino buscado pelos turistas principalmente no verão, situado na Riviera Maya, com areia branca e água do mar em tons azuis e verdes.  Além das praias, a região também tem atividades como windsurf, caiaque, mergulho vários recifes de corais. 

Para quem está em busca de bares, restaurantes e lojas, a Quinta Avenida é  ideal para encontrar tudo isso e uma vida noturna agitada. No local também há museu e exposições de pinturas.

Como chegar: é possível chegar ao destino de van ou ônibus da empresa ADO, ambos saindo do Centro de Cancún em diferentes horários no dia. A passagem custa a partir de 40 MXN e a viagem deve durar em média uma hora.

  • Tulum

As ruínas maias de Tulum são consideradas Patrimônio da Humanidade da UNESCO e estão localizadas na frente do mar do caribe. Um local bem fotogênico e cheio de muita história e significados para os mexicanos. Abaixo do penhasco está a Playa del Paraíso na Riviera Maya, de onde saem barcos até a barreira de coral mesoamerica.

Nessa região está um dos cenotes mais lindos do México. Cenotes são lagos subterrâneos usados pelos maias para sacrifícios e também fonte de água doce. O cenote Dos Ojos, como o nome já diz, tem dois cenotes que formam dois olhos e que dá nome ao local. Com formações rochosas, o local é ideal para mergulho de cilindro e snorkel. É uma das experiências em Tulum que vale muito a pena e recomendo.

Como chegar: no terminal de ônibus na região central de Cancún também é possível encontrar transporte até Tulum. A zona arqueológica fica bem localizada e na região central da cidade.

Para chegar até o Cenote Dos Ojos é possível pegar um táxi de Tulum até lá e combinar a volta com o motorista. Não é uma tarefa tão simples e talvez nem tão barata quanto as demais citadas neste artigo. Se estiver em grupo é interessante ver a possibilidade de alugar um carro, dividindo o valor sai bem em conta e otimiza muito o tempo. É necessário pagar uma taxa para entrar no cenote.

4. Noite em Cancún

Se você gosta de balada em Cancún, as melhores custam bem caro, a partir de 60 USD, se estiver disposto a pagar vai se divertir muito. Porém, existem opções mais em conta distribuídas pela zona turística. 

Para quem busca se divertir sem gastar muito, o Botanero Nacional, tem um pouco de restaurante e muito de um bar. Por lá, qualquer coisa do menu sai por 21 MXN e está localizado na frente das principais baladas de Cancún.

Viu como Cancún pode ser um destino para viajantes alternativos? É só planejar sua viagem e os roteiros dos lugares que quer visitar e assim será possível explorar as belezas de Cancún e região com o que você tem em mãos e ainda economizando.


412ce93f0d4edde2449c03a61b5b22f8

Lisiane

Jun 18, 2019

Historiadora e jornalista, resolvi dois meses antes de completar meus 30 anos, partir para uma aventura de um ano. Deixando de contar apenas as hi...


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor