Como começar a trabalhar escrevendo e poder viajar o mundo

Já imaginou poder trabalhar escrevendo, de qualquer lugar do mundo, tendo a liberdade de viajar por aí? Confira minhas dicas para trabalhar começar na área.


Ed1f122864f5b83c2ad23f5b697ee1fd

Jun 12, 2019

Economista que virou Nômade Digital. Vamos conquistar o mundo?

como começar a trabalhar escrevendo

Muita gente tem vontade de sair para viajar o mundo, porém sempre fica aquela dúvida: “Como vou fazer isso? Não tenho dinheiro o suficiente”. 

Existem diversas formas de realizar esse sonho, e não, não é um bicho de sete cabeças como dizem por aí. Uma das minhas formas favoritas é a criação de conteúdo online, ou seja, escrever enquanto viajo para ganhar dinheiro.

O que a maioria das pessoas não sabe é que não é preciso muita coisa para começar a escrever, considero que há duas principais: vontade e dedicação. 

Diversas pessoas têm um talento incrível para escrever, porém, nunca desenvolveram sua capacidade, nunca saíram da zona de conforto, ou ainda nunca tentaram se profissionalizar. 

Este artigo é pra ajudar você, que quer trabalhar escrevendo, mas tem receios e não sabe por onde começar.

1. Qual o passo mais importante para trabalhar escrevendo?

O primeiro e mais importante passo vai ser aplicado durante todo o período em que trabalhar como um redator remoto, que é estudar. É de suma importância se aprimorar constantemente, e indico alguns cursos iniciais que podem te ajudar a deslanchar na carreira de escritor freelancer:

A Worldpackers oferece um curso para aprender a escrever conteúdos que valem até R$ 200. Neste curso são abordados temas importantíssimos como:

  • Como desenvolver sua escrita;
  • Tipos de conteúdo;
  • Introdução às técnicas básicas de SEO (Search Engine Optimization);
  • SEO avançado;

  • Como entrar no mercado de produtores de conteúdo.

Na Universidade Rock Content você tem acesso gratuito ao Curso de Conteúdo para Web. Algumas abordagens:

  • O que é Produção de Conteúdo para Web;
  • Conceitos básicos do Marketing de Conteúdo;
  • Redação para web;
  • Revisão para web;
  • Cases de sucesso.

Ambos cursos oferecem um certificado ao final. No entanto, vale ressaltar que, mais do que certificados, o esforço para aprender e a prática que definirão seu futuro como redator freelancer. 

Estudar extensivamente SEO, por exemplo, diferencia você da maioria dos redatores no mercado web, permitindo que você siga viajando e mantenha a demanda sobre seu trabalho.

2. Opções de trabalho como escritor remoto

  • Freelancer

Um freelancer é um profissional autônomo que presta algum serviço para uma determinada empresa por um período acordado de tempo. No caso de redatores, podem ser contratados por projeto ou mesmo para um único texto ou post. 

Além da boa e velha prospecção direta, existem diversas plataformas que unem quem busca trabalhar escrevendo com empresas que necessitam de artigos. Em outra seção entraremos mais a fundo em algumas plataformas disponíveis.

  • Blog de empresas

Com o crescimento do marketing de conteúdo, cada vez mais empresas possuem uma seção blog em seus sites. Essas empresas apostam em inbound marketing, ou seja, marketing que tem como objetivo atrair as pessoas até seu produto ou serviço, ao invés de procurá-las diretamente. 

Normalmente estas empresas não possuem um especialista em criação de conteúdo em sua equipe, sendo normal contratar um profissional autônomo para manter o blog sempre atualizado.

  • Redes sociais

Da mesma forma que com os blogs de empresas, as redes sociais - especialmente de empresas de menor porte, ou que estão iniciando - não possuem alguém trabalhando dedicadamente, que possua conhecimentos sobre as redes sociais, redação e SEO. Uma boa maneira de iniciar seu trabalho como redator é encontrando uma ou mais empresas que necessitem de um gestor para suas redes sociais.

  • eBooks

No caso dos eBooks, há dois caminhos distintos. Você pode escrever um utilizando seus conhecimentos sobre algum assunto que outras pessoas podem se interessar e disponibilizá-lo para venda em sites como a Amazon, ou, caso não tenha inspiração para algum conteúdo, pode encontrar algum especialista de alguma área, porém sem interesse em redação, e escrever seu eBook como ghostwriter.

  • Trabalhar escrevendo sobre viagens

Uma de minhas opções favoritas é trabalhar escrevendo sobre viagens, pois é onde uno o útil ao agradável - ou seja, escrevo profissionalmente sobre minha maior paixão, viajar. Há diversos blogs sobre viagens que aceitam artigos de colaboradores externos, bem como a própria Worldpackers que possui um Programa de Bloggers.

  • Blog próprio

Criar um blog de sua própria autoria pode ser a melhor oportunidade para começar a carreira de redator web, pois você pode colocar em prática e aprimorar seus conhecimentos de SEO e redação sem colocar em risco o site de terceiros. É importante lembrar que qualquer blog deve possuir conteúdos novos constantemente para mantê-lo ativo e os leitores engajados.

  • Buscar negócios locais

Viajando estamos contantemente conhecendo pessoas novas, culturas novas e interagindo com negócios locais. Uma possibilidade para ampliar seus clientes é falando sobre seu trabalho e sobre marketing de conteúdo. Uma dica: cheque os sites e redes sociais do hostel que você está hospedado, eles podem necessitar de uma ajudinha!


Dicas para trabalhar escrevendo

3. Portais para começar a escrever

A Worldpackers oferece as categorias Expert e Blogger para seus integrantes verificados, que são aprovados mediante um teste. Na primeira categoria você ajuda outros viajantes tirando dúvidas e dando dicas, enquanto na segunda, pautas de textos são oferecidas e você pode escrever a respeito se tiver domínio do conteúdo.

A Rock Content é uma plataforma que une clientes com redatores, mas é necessário tirar uma certificação em seu site e realizar um texto-teste para cada tipo de assunto que você redigir. É uma ótima opção para fugir do trabalho de encontrar clientes e se concentrar exclusivamente na escrita.

Da mesma forma que a Rock Content, a 99Freelas diminui a distância entre você e quem necessita de textos. A diferença é que não há certificação e você faz uma proposta de orçamento e tempo de trabalho para a entrega. Dica: atente-se à média de valor e tempo.

A Workana difere um pouco da 99Freelas pois não informa o valor médio das ofertas realizadas, e sim um mínimo e um máximo.

Textbroker funciona essencialmente da mesma maneira que as duas anteriores, a diferença é que são clientes e profissionais que trabalham em mais de 10 idiomas. Caso você seja fluente e tenha uma boa escrita em outros idiomas, pode ser uma ótima alternativa.

O mais comum entre quem escolhe trabalhar escrevendo pela internet é utilizar mais de uma plataforma, realizando mais de um tipo de trabalho, principalmente no início.

É possível estabelecer uma média semanal ou mensal de artigos escritos, organizar o orçamento e sair a viajar por esse mundão. Vamos alongar esses dedos e começar a produzir? Nos vemos por aí!


Ed1f122864f5b83c2ad23f5b697ee1fd

Jun 12, 2019

Economista que virou Nômade Digital. Vamos conquistar o mundo?


Gostou? Não esqueça de deixar Pietro saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor