9 motivos para inovar e curtir o melhor do verão da Europa

A intensidade com que tudo acontece e o desejo de viver a vida que os europeus têm no verão vão mudar sua percepção sobre qual a melhor época para conhecer a Europa.


5c3ac302eb4c22f28c43744a1174b392

Abr 04, 2019

Half Brazilian, half Spanish, completely into discovering the world. I left home in 2017 to travel for just one year and, well, never came back. If...

Motivos para curtir um verão na europa

Quando a gente pensa em Europa, logo lembramos das belas paisagens ao tempo frio, a neve caindo ou as folhas ficando amarelinhas. 

Melhor deixar o tempo quente para curtir o Caribe, o nordeste brasileiro ou as tão sonhadas Maldivas, certo? Bem, eu diria que não é tão simples assim. O charme do outono e do inverno no velho continente realmente é irresistível, mas igualmente lindo (ou até mais!) é o verão por lá. 

Duvida? Então vem saber um pouquinho mais sobre como é viver a estação mais quente do ano em terras europeias e comece a planejar sua viagem! 

Confira 9 motivos para aproveitar o verão da Europa:


Imagem do pôr do sol no verão em Veneza, Itália

1. Cultura

Antes de mais nada, é importante saber que o verão na Europa é mais do que uma estação do ano, é um verbo. A palavra “veranear” e suas variantes fazem parte de muitas línguas faladas no continente, exatamente porque, nessa época, todo muito se põe a fazer coisas que não dá pra fazer quando está frio. A grande maioria dos países enfrenta invernos rigorosos e temperaturas extremamente baixas durante a maior parte do ano, por isso, quando o calor chega, tudo o que as pessoas querem é aproveitar.

Eu, que nasci em São Paulo e sempre pensei que 15 graus era bem frio, dificilmente entenderia por conta própria o quanto o calor e os dias de sol são um verdadeiro presente. 

É por isso que eu afirmo que o verão no hemisfério norte pode mudar a sua vida. A minha visão mudou depois de viver um ano sabático na Europa e me mudar para Madri, na Espanha, e ver a empolgação das pessoas com os termômetros subindo, a vontade com que planejam suas viagens, os encontros com os amigos, as festas, os dias lendo aos pés de uma árvore no parque. 

A gente tá tão acostumado a poder fazer o que quiser em qualquer época do ano, que parece que a gente acaba nem fazendo nada. A ida pra praia fica pro próximo feriado, a festa pode ser no outro fim de semana, a fantasia é pro próximo Carnaval. Na Europa, quando o verão chega, é hora de viver a vida intensamente. 

2. O tempo certo

Na Europa, o clima começa a esquentar antes do verão chegar, normalmente no começo de junho, e permanece assim até o final de setembro. 

É nesse período de quatro meses que a agitação de verdade começa por aqui, principalmente porque os dias ficam tão longos que dá pra incluir muito mais compromissos na agenda. Como em algumas regiões o sol se põe só as 22h, não estranhe se alguém te desejar boa tarde às 20h30 ou te convidar para jantar às 23h. Antes disso, estarão todos na rua aproveitando o dia. 

Outra coisa que me deixou espantada é que as lojas, bancos, órgãos públicos e empresas privadas também mudam o horário de funcionamento. Até mesmo em multinacionais gigantescas existe a jornada curta de verão e é super normal ver os engravatados saindo do trabalho às 15h simplesmente porque é verão. Existem até mesmo empresas que fecham durante todo o mês de agosto. 

Ali, aproveitar o sol, o calor e ter qualidade de vida importa muito mais do que os lucros da empresa no período. Em contrapartida, os museus, atrações turísticas, bares e restaurantes têm seus horários de funcionamento estendidos, o que faz a época ser perfeita para quem pretende turistar. 

Para se ter uma ideia, o acesso pelas escadas à Torre Eiffel no verão fica aberto das 09h à 00h45, muito mais tempo do que o período de 09h30 às 18h30 praticado em outros meses do ano. Bem melhor, não é mesmo? 

Além de ter mais horas para aproveitar o dia, mais atrações abertas, mais vida nas ruas e temperaturas mais agradáveis, ainda há outra vantagem nessa época do ano: existem experiências incríveis na Europa que são impossíveis de serem vividas fora do verão. Olha só:

3. Festivais de música


Imagem de festival que acontece na Europa no verão

Quem aguentaria ficar ao ar livre por várias horas em temperaturas negativas? Impossível! Por isso os maiores e melhores festivais de música do mundo acontecem no período de verão. 

Alguns ótimos exemplos são o Tomorrow Land, Ultra Europe e o Sziget Festival. Conhecidos internacionalmente e com milhares de pessoas vindas de mais de 100 países todos os anos, esses eventos contam com a presença das bandas que estão bombando em todo o mundo e chegam a durar até sete dias. Impossível perder. 

4. Despedida de solteiro

Praticamente nenhum casal oficializa sua união durante a temporada fria, o que significa que você vai encontrar muitos grupos de amigos fazendo despedidas de solteiro por aí. Eu, particularmente acho divertidíssimo ver a galera fantasiada, fazendo brincadeiras e apostas e sempre tento fazer amizade com os grupos. 

Além de boas histórias, essas interações me ensinaram muito sobre como cada povo celebra e alguns costumes internacionais. 

5. Dormir sob bilhões de estrelas

Pra que hotel cinco estrelas se você pode acampar e dormir debaixo de bilhões delas? Alguns lugares super misteriosos e lindíssimos, como a floresta negra, na Alemanha, são mais receptivos a turistas no verão. 

Acampar por lá (ou em uma das centenas de florestas que existem na Europa) é uma experiência bem bacana, especialmente porque você pode se sentir seguro e ver paisagens bem diferentes do que está acostumado. 

6. Praias



Não só de Caribe vive o viajante que ama as águas cristalinas. As praias do mar mediterrâneo e Adriático têm cores tão bonitas e uma água tão quentinha que você nem vai lembrar que existe outro paraíso no mundo. 

De atenção especial para as praias espanholas (como as das Ilhas Baleares), as do sul da Itália (em especial a Sardenha), as croatas (Hvar e Dubrovnik merecem uma atenção especial) e as do sul da França (Marseille é o melhor exemplo). Se você for mais ousado, pode explorar o Chipre ou conhecer as praias búlgaras. Para os que não se importam com a multidão, Grécia é a melhor pedida. 

7. Festejar até o amanhecer 

Assim como os festivais de músicas, as melhores baladas acontecem nessa época. A minha melhor experiência foi na Croácia, numa ilha chamada Hvar, onde a noite começa já no porto com centenas de pessoas esperando pelos barcos que levam à Carpe Diem. Essa balada tão famosa por lá acontece numa ilha próxima à costa que é inteiramente dedicada à festa, com direito à show pirotécnico, DJs famosos, fogos de artifício e muita música boa. Impossível não querer ficar lá até o amanhecer. 

Se você curtir mais festas na piscina, também vai ter muitas opções. Em Budapeste, especialmente, existem festas enormes e muito boas em que todo mundo se refresca em águas termais enquanto curte tudo o que uma balada de verdade tem a oferecer. 

8. Refrescar o corpo e a mente 

Além das praias maravilhosas, você também pode aproveitar as águas de cachoeiras e rios (que por aqui costumam ser bem limpos) e praticar esportes aquáticos que não são tão conhecidos no Brasil. 

Além de ser bem divertido, com certeza será um aprendizado pra toda a vida. Um bom exemplo disso é uma prática realizada na Suíça, que uma amiga me contou e desde então não vejo a hora de ir pra lá e experimentar também. No verão, os suíços compram cervejas e petiscos, inflam boias gigantes e descem os rios flutuando com toda sua galera dentro da boia enquanto fazem suas festinhas particulares. Sensacional, né? 

9. Ser voluntário 


Voluntários curtindo praia da Europa no verão

Claro que essa experiência não podia faltar. Não só no verão, mas em qualquer época do ano, fazer um intercâmbio de trabalho é uma experiência que vai mudar sua vida. 

O mais especial dessa época é que, como a grande maioria dos europeus está de férias, os hostels, por exemplo, estão muito mais cheios e há muito mais gente para conhecer, trocar ideia e fazer amigos pra vida toda. Vai ser uma oportunidade incrível de treinar outras línguas e aprender novas habilidades também!

E aí, já definiu seus planos para o verão na Europa? Me conta aí nos comentários e quem sabe a gente não se esbarra por aí! 


5c3ac302eb4c22f28c43744a1174b392

Abr 04, 2019

Half Brazilian, half Spanish, completely into discovering the world. I left home in 2017 to travel for just one year and, well, never came back. If...


Gostou? Não esqueça de deixar Estela saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor