Foz do Iguaçu: o que fazer na tríplice fronteira

Confira dicas de atrativos, hospedagem, alimentação e deslocamento e tudo o que fazer para aproveitar ao máximo a sua temporada em Foz do Iguaçu.


D671652476d582a62dc05741c77eb424

Aline Fernanda

Ago 14, 2019

Encontrando respostas em cada experiência mundo afora! Blogueira de Viagem | Viajante Solo | Escritora | Terapeuta Holística | Vegetariana | Apaix...

Foz do Iguaçu é uma cidade arborizada de médio porte que se tornou um dos destinos mais visitados do Brasil nos últimos anos, especialmente por estrangeiros. A cidade recebe anualmente um número de visitantes que representa sete vezes a sua população. 

O principal motivo é o fato de a cidade abrigar grande parte das mais de 270 quedas das Cataratas do Iguaçu, uma das sete maravilhas naturais do mundo, junto com as cidades de Puerto Iguazú, na Argentina, e Presidente Franco, no Paraguai, as quais formam a tríplice fronteira.

Considerando sua infraestrutura, boa oferta de meios de transporte, locais para hospedagem, diversão e alimentação, a cidade passou a ser referência no setor hoteleiro da região. 

A maioria das pessoas que desejam conhecer as Cataratas ficam hospedada ou fazem voluntariado em Foz do Iguaçu. Lá é possível deslocar-se facilmente para cidades da Argentina e Paraguai, por isso vou compartilhar neste artigo algumas opções de atrativos que você poderá visitar enquanto estiver em Foz, bem como dicas para você aproveitar ao máximo o seu passeio.

Confira esse guia do que fazer em Foz do Iguaçu:

1. Como chegar 

É possível chegar à cidade de avião ou ônibus. O Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu/Cataratas é a melhor alternativa para quem vem de muito longe, recebe voos diários de companhias aéreas como Latam, Gol, Azul e Avianca. O aeroporto fica nas proximidades das Cataratas do Iguaçu, a cerca de 15 km do centro, e a linha de transporte público que passa pelo local é a 120. 

Já a Rodoviária Internacional de Foz do Iguaçu fica a cerca de 4km do TTU - Terminal de Transportes Urbanos - onde operam companhias como Gontijo, Princesa do Campos, Eucatur, Catarinense e Nuestra Señora de La Asunción, recebendo viajantes de vários locais do Brasil e Mercosul. O transporte rodoviário pode ser uma boa alternativa para economizar, pois as passagens aéreas na maioria das vezes têm um valor mais alto, especialmente na alta temporada, então vale a pena conferir.


Placa de sinalização em Foz do Iguaçu

2. Como deslocar-se em Foz do Iguaçu e para os países vizinhos

Há duas opções de deslocamento mais econômicas em Foz do Iguaçu. Os aplicativos Uber e 99 (tarifa Pop) são os mais rápidos e, se compartilhados com outras pessoas, podem se tornar a opção mais econômica dependendo da distância. 

Já o transporte público é seguro, eficiente e funciona no sistema integração, ou seja, quando você precisar trocar de ônibus no TTU para chegar ao destino final, não pagará outra passagem. O valor atual da tarifa é de R$3,75.

Outra alternativa é utilizar o serviço de táxi tradicional, transporte turístico privativo ou compartilhado, que pode ser adquirido junto às agencias de turismo instaladas na cidade, e aluguel de bicicletas.

As linhas internacionais que levam os visitantes de Foz do Iguaçu para cidades do Paraguai e Argentina oferecem saídas diárias em diferentes horários e os ônibus fazem paradas em vários pontos da cidade, não precisando ir até a rodoviária para pegá-lo.

3. O que fazer em Foz do Iguaçu

Cataratas do Iguaçu


Cataratas do Iguaçu

O lado brasileiro das Cataratas pode ser visitado em aproximadamente quatro horas caso você decida fazer apenas a caminhada e visita aos mirantes do parque, mas, se possível, recomendo programar o passeio para um dia ensolarado e menos movimentado. 

No período de férias e feriados prolongados o parque costuma ficar lotado e você corre o risco de não aproveitar tanto. Há restaurantes e lanchonetes dentro do parque, mas você também pode levar um lanche e água, caso deseje economizar. 

O parque está aberto diariamente das 09h às 17h e o valor do ingresso padrão para brasileiros é de R$41, que pode ser adquirido através do site do atrativo. Outras atrações, como o Macuco Safari e trilhas, são realizados por uma agência que opera dentro do Parque Nacional do Iguaçu. Valores e descritivo dos passeios estão disponíveis no site da agência.

Transporte coletivo: linha 120 (Ala 02 do TTU).

Marco das três fronteiras

O obelisco, que representa o marco das fronteiras, foi construído nas cidades que fazem parte da tríplice fronteira para exaltar a paz entre as nações. O marco do lado brasileiro, situado no Porto Meira, é um ótimo lugar para apreciar o pôr do sol em Foz do Iguaçu. 

Além disso, conta com uma vila das missões jesuíticas, onde são apresentados shows culturais com danças típicas que homenageiam os países. Os shows artísticos são realizados de terça à domingo a partir das 19h30 e, diariamente, ao entardecer, acontece no mirante um belo show de luzes e águas. 

O complexo também conta com restaurante e tendas que servem lanches, parque infantil e área para descanso. O marco está aberto diariamente das 14h às 23h e a tarifa integral custa R$24.

Transporte coletivo: linha 103 (Ala 02 do TTU).

Itaipu Binacional


Usina de Itaipu

A Usina Itaipu Binacional oferece várias opções de passeios: Itaipu Especial, Itaipu Panorâmica, Itaipu Iluminada, Refúgio Biológico, Kattamaram, Ecomuseu e Pólo Astronômico. 

Quando estive em Fozrealizei a visita panorâmica, que consiste em um tour de ônibus com paradas em pontos estratégicos para conhecer a barragem de vários ângulos. Este passeio acontece diariamente das 09h às 17h, tem duração média de duas horas e proporciona uma visão excepcional da barragem, além das paisagens naturais que a cercam. O descritivo de todos os atrativos e venda online de ingressos está disponível no site criado especialmente para promover o turismo na usina.

Transporte coletivo: linhas 101, 102 e 104 (Ala 01 do TTU).

Complexo Dreamland Foz do Iguaçu

O complexo fica aberto diariamente das 08h às 22h e conta com os seguintes atrativos: Dreams Ice Bar, Maravilhas do Mundo, Vale dos Dinossauros e Museu de Cera. 

O Vale dos Dinossauros é um único atrativo ao ar livre que mostra 20 espécies de dinossauros reproduzidas em tamanho real, sendo que alguns deles se movimentam e emitem sons. O Museu de Cera e Maravilhas do Mundo fica no mesmo prédio e são muito interessantes considerando a variedade e perfeição das estátuas de cera das celebridades e réplicas de famosas atrações turísticas de diferentes partes do mundo. 

Já o Dreams Ice Bar é um bar de gelo separado do prédio principal onde até os copos e acentos são de gelo e o ingresso inclui open bar de bebidas alcoólicas e não alcoólicas com permanência de 30 minutos. O passeio no complexo pode ser conciliado com a visita às Cataratas do Iguaçu, já que fica no caminho. O valor do passaporte ou ingresso unitário está disponível no site e pode ser adquirido online.

Transporte coletivo: linha 120 (Ala 02 do TTU).

4. Atrativos gratuitos em Foz do Iguaçu

Templo Budista


Templo budista 

Paz e contato com a natureza resumem o passeio pelo Templo Budista Chen Tien, construído em um ponto alto da cidade que oferece uma bela vista de Foz do Iguaçu e Ciudad del Este, além de uma grande área verde para os amantes da meditação ao ar livre. 

É possível visitar o interior do templo, sem fotografar, mas a caminhada silenciosa pelos jardins repletos de estatuas de Buda, uma delas com sete metros de altura, é o ponto alto do passeio. O templo recebe visitantes de terça a domingo das 09h30 às 16h30.

Transporte coletivo: linha 103 (Ala 01 do TTU).

Mesquita Muçulmana

Transporte coletivo: não há linhas de ônibus até o local, por isso é recomendado parar na Avenida Paraná, proximidades do Hipermercado Big, e depois caminhar por cerca de 850 metros até a Mesquita.

A visita a Mesquita Omar Ibn Al-Khatab pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 09h às 11h30 e das 14h às 16h30h, e aos sábados das 09h às 11h30, exceto nos horários de oração. 

A edificação tem cerca de 15 metros de altura e seu interior conta com uma sala oval decorada com arte abstrata, onde acontecem as orações. Para ingressar na Mesquita, as mulheres devem estar usando calças ou saias longas e recebem um véu para cobrir os cabelos e ombros. Os homens podem estar usando bermudas, desde que cubra os joelhos. 

Um integrante da comunidade islâmica faz uma breve explanação sobre a cultura e desenvolvimento da mesma na cidade enquanto você acompanha em tempo real, através de um televisor, a peregrinação na área sagrada de Meca. É permitido fotografar no interior da Mesquita, mas o celular deve ser mantido no modo silencioso.

5. O que fazer em Ciudad del Este e Presidente Franco

Compras no Paraguai


Entrada para o Paraguai

Quase todas as pessoas que visitam Foz do Iguaçu desejam dar um pulinho em Ciudad del Este para conferir produtos com preços mais acessíveis. Nós, viajantes, que estamos sempre buscando alternativas para economizar, podemos aproveitar estas oportunidades para comprar algo que esteja faltando pois, dependendo da cotação do dólar, vale a pena mesmo. 

Já adquiri eletrônicos com preços muito mais baixos do que no Brasil, mas recomendo comprar sempre em lojas de shoppings, não na rua, para que você não seja vítima de falsificações ou outras situações desagradáveis. Também é importante se atentar a cota máxima para compra e quantidade permitida de cada item. Atualmente o valor é de U$300 por pessoa e, caso seja ultrapassado, é necessário pagar 50% de imposto sobre o valor superior a cota.

O Rio Paraná separa Foz do Iguaçu de Ciudad del Este, e a ligação entre as duas cidades é a Ponte da Amizade, que durante o funcionamento das lojas no Paraguai fica tomada por filas de automóveis. Nesse caso, atravessá-la pode exigir um pouco de paciência, a menos que você faça isso caminhando ou opte por percorrer o trajeto de mototáxi, o que é bem comum entre os compradores. 

De ônibus, há linhas internacionais partindo da rodoviária de Foz que param em vários pontos da cidade, inclusive nas proximidades do TTU, e deixam os passageiros no centro comercial de Ciudad del Este. Não é necessário apresentar o documento de identidade para entrada ao país e grande parte dos locais aceitam reais no pagamento das compras. 

Caso você prefira comprar dólares, é possível fazer isso em casas de câmbio de Ciudad del Este, como a La Moneda e Chaco, lembrando que nas compras com cartão de crédito há incidência de IOF e os valores podem sofrer alterações devido a variação cambial.

Saltos del Monday

Há dois parques para acesso aos Saltos del Monday, na cidade de Presidente Franco, a 8 km do centro comercial de Ciudad del Este, um ao lado do outro. 

Um deles é o Parque Aventura Monday, que recebe visitantes diariamente das 07h às 17h. O valor da entrada custa U$6 para moradores do Mercosul e a estrutura conta com mirantes de onde é possível ver as quedas de diferentes ângulos, passarelas e trilhas, travessia de balsa, sanitários e Wi-Fi. Os demais atrativos que o parque oferece, como arqueria, rapel, rafting, canoismo, tirolesa, travessia guarani e circuíto de arvorismo são cobrados a parte.

 O outro é o Parque Saltos Monday, que também funciona todos os dias das 07h às 17h e cobra o mesmo valor para visitação. Este parque oferece trilhas, área para piquenique, sanitários, mirantes, acessibilidade e elevador panorâmico. Quando visitei o local, em 2018, estava em Ciudad del Este e fui até o parque com uma linha de ônibus que sai de um ponto pertinho do Shopping China, no centro comercial, pagando apenas R$2 pela passagem. Informei ao motorista do ônibus paraguaio que meu destino seria os Saltos del Monday e ele me deixou no ponto mais próximo, em Presidente Franco. Do ponto de ônibus até os parques são cerca 900 metros de caminhada e há placas indicando onde fica o local.

6. O que fazer em Puerto Iguazú

Cataratas del Iguazú


Cataratas do lado argentino

A visita ao lado argentino das cataratas foi um dos passeios que mais gostei e fiquei impressionada com a sua grandiosidade. Eu recomendo reservar um dia inteiro para o passeio, pois assim é possível fazer todas as trilhas com calma e guardar um momento para contemplar toda beleza natural do lugar. 

Outra dica para aproveitar o passeio é realizá-lo em dias de menor movimento. Quando estive no parque, em um dia normal no meio da semana, mais de 3.000 pessoas transitavam pelo local, mas em feriados e finais de semanas esse número pode passar de 11.000, o que torna a visitação um tanto incômoda, especialmente na Garganta do Diabo, ponto alto do passeio. 

O parque está aberto diariamente a partir das 08h e o acesso é permitido até às 16h30, pois o fechamento acontece às 18h. O valor do ingresso para adultos residentes no Mercosul é de $640 e pode ser adquirido diretamente no site, sendo que está incluído no valor o traslado no trem ecológico, acesso ao caminho verde, caminho macuco e Salto Arrechea, passeio superior e inferior e Garganta do Diabo. 

Há restaurantes e lanchonetes no parque, mas você também pode levar algo para comer no decorrer do passeio, sempre lembrando que os animais que vivem no parque não devem ser alimentados. 

Para chegar até o local há empresas em Foz que oferecem transfers em vans, mas também é possível ir até as cataratas do lado argentino de ônibus. Linhas internacionais partem de um ponto ao lado do TTU, anexo a Ala 01, rumo ao terminal de Puerto Iguazú. De lá há outra linha do transporte público que vai até as cataratas. Apesar de ser mais demorado, este meio de transporte é mais econômico. 

Todos os estrangeiros que vão de Foz para Puerto Iguazú passam pela imigração e devem apresentar documento de identidade ou passaporte. No caso de brasileiros, pode ser apresentado o RG com menos de 10 anos da data de emissão.

Ice Bar

O bar de gelo de Puerto Iguazú é muito semelhante com o que funciona no Complexo Dreamland, em Foz, porém, a versão argentina está instalada dentro de uma estrutura que conta também com “bar quente”, todo decorado com antiguidades e onde são servidas cervejas reconhecidas e artesanais, pratos típicos e petiscos. 

O local está aberto diariamente das 14h à meia-noite e o valor da entrada para o Ice Bar é de $450. Para chegar ao local basta pegar uma das linhas do transporte internacional que sai do ponto ao lado do TTU, anexo a Ala 01, rumo ao terminal de Puerto Iguazú. Caso você deseje retornar de ônibus também, é necessário ficar atento aos horários, pois o transporte público internacional não opera a noite.

Marco das três fronteiras


Marco das Três Fronteiras

O marco do lado Argentino fica às margens do Rio Iguaçu e oferece uma estrutura bem mais simples do que o lado brasileiro, mas também é um atrativo que recomendo a visitação pela bela vista que oferece. 

O acesso ao local é gratuito e ao cair da noite acontece um show de luzes e águas dançantes por cerca de dez minutos em três horários, às 20h, 21h e 22h. No espaço também há um feirinha de artesanato para comprar algumas lembrancinhas. 

Há ônibus do terminal central de Puerto Iguazú até o marco, mas se você decidir ficar para assistir ao show terá que voltar para Foz do Iguaçu de táxi, já que atualmente o último horário de ônibus de Puerto Iguazú para Foz é às 20h15.

Duty Free Shop

Logo depois de cruzar a Ponte Internacional da Fraternidade e antes de passar pela imigração de Puerto Iguazú, está situado o Duty Free Shop Puerto Iguazú, com uma grande quantidade de lojas de perfumaria, roupas e acessórios, calçados, eletrônicos, bebidas, entre outros. O local está aberto todos os dias das 10h às 21h e você pode pagar as compras com cartões de crédito, débito ou em espécie (dólar, peso e real).

7. Onde ficar em Foz do Iguaçu


Made in Brazil Hostel

Foz do Iguaçu é uma cidade que recebe todos os tipos de viajantes: mochileiros, investidores, famílias, compradores, grupos e profissionais. Isso fez com que a cidade se desenvolvesse para oferecer uma grande quantidade de alternativas de hospedagem, atendendo todo esse público.

Grande parte dos visitantes costuma se hospedar na área central ou na Avenida das Cataratas. O centro oferece opções mais econômicas e facilita o deslocamento, seja a pé ou utilizando o transporte público. Alguns atrativos também ficam nessa região e podem ser visitados enquanto você realiza uma simples caminhada.

O Work Exchange (troca de trabalho por hospedagem e outros benefícios) que fiz em Foz do Iguaçu pela Worlpackers foi no Made in Brazil Hostel que fica no centro, nas proximidades do 34ª Batalhão de Infantaria. A localização do hostel é ótima, perto de tudo, e a região muito bonita, toda arborizada e com bons locais para a prática de exercícios. Além do mais, fica perto do TTU, Mesquita Muçulmana, Feirinha do Bosque Guarani, Avenida Paraná, Shopping Cataratas, entre outros.

8. Onde comer

A cidade é repleta de opções para realizar refeições rápidas, econômicas e típicas.

Toda sexta-feira, das 16h às 22h, acontece a Feirinha da Praça Bosque Guarani, próximo ao TTU, onde você irá encontrar produtos naturais e orgânicos, doces e salgados.

O Falls Food Park é outra opção bem bacana que funciona diariamente das 18h até a meia-noite e trata-se de uma espécie de praça de alimentação com food trucks que oferecem comida japonesa, mexicana, chinesa, árabe, hambúrgueres, espetinhos, porções, pizzas, batata recheada e sanduíches.

O Pirá, prato típico de Foz, pode ser saboreado em vários restaurantes da cidade e seus principais ingredientes são duas espécies de peixe encontradas no Rio Paraná, dourado e surubim, preparados com aipim, espinafre, arroz, cenoura, pimentão, gengibre e condimentos.

Para provar comidas típicas da culinária argentina basta cruzar a Ponte Internacional da Fraternidade, que separa as cidades de Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú. Poucos quilômetros depois você encontrará bons restaurantes e supermercados com opções para todos os gostos. Um dos restaurantes que tive a oportunidade de conhecer e recomendo é o El Quincho del Tio Querido, especializado em cortes de carnes argentinas que fica logo depois do Casino Iguazú, na Avenida Presidente Juan Domingo Perón.

9. Motivos para conhecer Foz do Iguaçu

A cidade convida para uma imersão multicultural que levará você a três diferentes países. É acolhedora, bonita e não faltam opções para se divertir, relaxar e ficar em contato com a natureza. Lá você pratica espanhol e inglês, aprende algumas palavras em Guarani e ensina português. É um lugar muito interessante para quem curte compartilhar experiências e fazer novos amigos de qualquer parte do mundo.


D671652476d582a62dc05741c77eb424

Aline Fernanda

Ago 14, 2019

Encontrando respostas em cada experiência mundo afora! Blogueira de Viagem | Viajante Solo | Escritora | Terapeuta Holística | Vegetariana | Apaix...


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor