Quer uma passagem de até US$500 grátis?
Envie sua resposta até 31/07 e tenha a chance de ser premiado.

Naturismo: a filosofia por trás dele e como praticá-lo

Descubra do que se trata o naturismo, quais são seus benefícios e como começar a praticar esse estilo de vida de maneira ética.

7min

naturismo

O naturismo pode ser uma jornada libertadora. Muitas pessoas encontram dificuldades em aceitar sua forma física como é, devido às demandas da sociedade e suas expectativas. Eles, frequentemente, se envolvem nas expectativas e normas sociais, sentindo-se pressionados a se conformar. O naturismo oferece um caminho alternativo. Trata-se de se aceitar plenamente, sem julgamento ou vergonha.

É muito mais do que simplesmente se despir de roupas. Esse estilo de vida promove a positividade corporal e a liberdade, ao mesmo tempo em que ajuda a se conectar com a natureza em um nível mais profundo.

Mas começar no naturismo nem sempre é simples; é preciso coragem e estar aberto. Neste artigo, vamos te ajudar a entender sua filosofia, desvendar mitos e descobrir como se envolver nesse jeito de viver.

Veja também: 

O que é naturismo?


Naturismo: o que é 

O naturismo promove um estilo de vida e uma filosofia de viver em harmonia com a natureza, enfatizando a autoaceitação e o respeito pelos outros, ao se libertar das normas sociais relacionadas às roupas.

Os naturistas se envolvem em atividades regulares, como nadar ou fazer trilhas sem roupas - tudo mantendo um ambiente de consentimento onde todos se sintam confortáveis com sua própria nudez, além de respeitar os limites das outras pessoas.

A filosofia por trás do naturismo

As pessoas que praticam o naturismo vêm de diversas origens filosóficas e culturais. Portanto, não há uma única ideologia naturista, mas geralmente favorece a harmonia com a natureza e o respeito pelos outros e pelo ambiente.

Aprofundando-se nas crenças fundamentais por trás dessa prática, entende-se que estar nu na natureza pode levar a uma compreensão mais profunda de si mesmo e do mundo

Esse sistema de crenças tem como objetivo promover a aceitação do próprio corpo, ao mesmo tempo em que aprecia a beleza inerente a todas as formas encontradas em nosso ambiente natural.

Um dos aspectos essenciais é reconhecer seu corpo pelo que ele realmente é: outro elemento da paisagem diversificada da Terra, sem conotações sexuais. O naturismo também busca promover uma atmosfera de igualdade: a ausência de roupas elimina os símbolos de status associados à moda ou riqueza, levando a um ambiente em que todos são iguais, independentemente de sua origem.

Diferença entre nudismo e naturismo

O nudismo e o naturismo são conceitos relacionados à prática de estar sem roupas, mas possuem algumas diferenças entre si. Enquanto o nudismo se concentra principalmente na liberdade de estar nu e na sensação física de conforto, o naturismo vai além ao enfatizar uma conexão mais profunda com a natureza, promovendo aceitação do corpo, respeito pelos outros e pelo ambiente. 

O nudismo é frequentemente associado à nudez recreativa, enquanto o naturismo incorpora uma abordagem filosófica e ética que busca uma harmonia mais completa entre o indivíduo, a sociedade e o meio ambiente.

Promovendo o naturismo ético

O naturismo é um estilo de vida que está ganhando espaço, mas frequentemente enfrenta mal-entendidos. Um equívoco generalizado é que a vida naturista é inerentemente sexual ou um convite aberto para avanços indesejados. Isso está completamente errado.

Naturistas éticos trabalham para desmistificar os mitos associados à nudez, quer esses venham de instituições religiosas ou construções sociais enraizadas ao longo de séculos em diversas culturas globalmente.

Essa defesa vai muito além das experiências individuais, abrangendo programas comunitários de conscientização com o objetivo de desbancar concepções errôneas relacionadas à orientação sexual, por exemplo. A ideia é criar espaços mais seguros onde todos se sintam aceitos, independentemente de como se identifiquem.

No naturismo, tem uma parte bem legal que é se unir em eventos especiais. Essas ocasiões não são só pra bater papo, são como momentos em que as pessoas se aproximam de verdade. E além disso, reforçam as ideias importantes do naturismo ético: valorizar a si mesmo, respeitar os outros, curtir a natureza e levar a vida numa boa.

Espaços e eventos de naturismo mundo afora


Naturismo: eventos 

O naturismo tem uma presença forte em muitas partes do mundo, com uma variedade de espaços e eventos que celebram essa filosofia de vida. Confira alguns exemplos desses eventos:

  • Praia de Haulover, Miami, EUA: Conhecida por ser uma das praias mais famosas para o naturismo nos Estados Unidos, Haulover Beach oferece uma área designada para banhistas que desejam aproveitar o sol e o mar sem roupas.
  • Cap d'Agde, França: Este é um resort naturista situado na costa do Mediterrâneo, onde os visitantes podem desfrutar de praias, acomodações e áreas recreativas destinadas ao naturismo.
  • Festival Mundial de Naturismo em Cap d'Agde, França: Um evento anual que reúne naturistas de todo o mundo para celebrar a filosofia naturista, incluindo atividades, música e palestras.
  • Praia de Abricó, Rio de Janeiro, Brasil: É a primeira praia oficial para o naturismo no Brasil, localizada na cidade do Rio de Janeiro. A praia atrai naturistas locais e turistas que buscam um lugar para aproveitar a natureza sem roupas.
  • Festival Internacional de Naturismo de Zipolite, México: Realizado na bela praia de Zipolite, o festival oferece uma semana de eventos relacionados ao naturismo, como palestras, workshops e atividades sociais.
  • Playa Sonrisa, Quintana Roo, México: Uma praia tranquila e isolada na Costa Maya, que atrai naturistas que buscam relaxar e aproveitar a natureza.
  • Naked Wanderings NakedFest, Tailândia: Um festival organizado pelo blog Naked Wanderings, que promove o naturismo consciente. Oferece uma semana de atividades naturistas em um ambiente descontraído.
  • Vera Playa, Espanha: Uma vila naturista com praia e acomodações exclusivas para naturistas. É um destino popular para aqueles que desejam viver e relaxar sem roupas.

Dicas para Começar a Praticar o Naturismo


Naturismo: dicas para começar 

Respeite as regras do naturismo

A base de qualquer parque naturista ou evento está enraizada na promoção de interações éticas e não sexuais entre os participantes. Isso cria um ambiente onde todos se sintam à vontade para expressar seu estado natural sem medo de avanços sexuais.

Além disso, as leis sobre nudez pública variam muito de um lugar para outro, portanto, antes de se aventurar na natureza ao natural, certifique-se de estar familiarizado com as regulamentações locais.

Aceite o seu corpo

Os naturistas acreditam em se aceitar plenamente, o que inclui abraçar todos os aspectos da aparência física, como cicatrizes, marcas de nascença, etc. Todas as formas e tamanhos são celebrados dentro da comunidade.

Essa aceitação se estende além de nossos corpos: ela engloba outras partes de nós mesmos, como orientação sexual, criando assim um espaço seguro para que as pessoas explorem e se expressem livremente.

Não julgue os outros

Em sintonia com o respeito pelos corpos uns dos outros, vem uma regra importante: evite julgar com base em aparências. Assim como não devemos nos prejudicar por meio de autocrítica negativa, da mesma forma, evite fazer julgamentos sobre a beleza das pessoas.

A ampla variedade de formas, dimensões, tonalidades e imperfeições que possuímos é o que realmente nos torna belos. Isso faz parte do que nos torna únicos e das nossas jornadas vivas em busca de liberdade e amor à nossa maneira.

Proteção solar

A proteção solar é fundamental ao participar de eventos nudistas ao ar livre, onde áreas normalmente cobertas por roupas estarão expostas diretamente à luz solar. Sempre aplique protetor solar generosamente e reaplique regularmente ao longo do dia.

Se possível, evite ficar diretamente exposto ao sol durante as horas de pico (geralmente entre 10h e 16h). O uso de chapéus e óculos de sol também são boas opções de proteção adicional.

Voluntariado em comunidades naturistas


Naturismo: voluntariado 

No universo das experiências únicas de viagem, voluntariar em uma comunidade naturista se destaca. E uma forma de fazer viver essa experiência de forma acessível e segura é por meio de plataformas como a Worldpackers.

A ideia central por trás da Worldpackers é a troca de habilidades e experiências, onde os viajantes oferecem suas habilidades e tempo para auxiliar os anfitriões em projetos, tarefas ou atividades. Em troca, recebem acomodação e outros benefícios, como refeições ou oportunidades de aprendizado cultural.

A plataforma é uma excelente maneira para os viajantes economizarem em acomodação enquanto vivenciam a cultura local de forma mais imersiva, ao mesmo tempo em que contribuem de forma positiva para a comunidade anfitriã.

Anfitriões naturistas na Worldpackers

Se interessou em viver essa experiência? Na Worldpackers, existem anfitriões ao redor do mundo que adotam essa filosofia de vida e estão abertos para receber voluntários. 

As funções disponíveis podem variar, desde atividades de jardinagem em uma eco-aldeia, onde a vestimenta é opcional, até auxílio com habilidades artísticas em um espaço de recreação em meio à natureza.

Cada anfitrião passa por um processo de verificação antes de serem aceitos pela plataforma. Além disso, avaliações deixadas por voluntários anteriores fornecem informações sobre o que você pode esperar durante a sua estadia, garantindo ainda mais transparência e responsabilidade.


Naturismo: comunidades naturistas 

Aqui estão alguns exemplos de anfitriões naturistas com os quais você pode colaborar em troca de acomodação: 

Quer saber mais sobre como é ser voluntário em uma comunidade naturista? Confira a seguir o vídeo da Aline, viajante da Worldpackers, contando sobre a incrível experiência que viveu:

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre naturismo e como vivenciar esse estilo de vida? Siga as redes sociais da Worldpackers para acompanhar as novidades: estamos no Instagram, no Tiktok e no YouTube!



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor

Mais sobre esse tema