Entrevista com @andresemfronteiras: a filosofia como forma de (vi)ver a vida

Aprenda sobre estoicismo e saiba como desenvolver o autoconhecimento e o desapego com André Baldo, no episódio 37 do podcast Abrindo Caminhos.

2min


O que significa autoconhecimento? Como o estoicismo pode te ajudar a ver a vida de uma nova forma? Qual o limite entre aceitação e mudança?

Perguntas complexas, mas o convidado André Baldo fala sobre tudo isso de uma maneira muito didática e leve. Ele é escritor, psicanalista e empresário. Aos 27 anos, abandonou a vida tradicional para viajar o mundo em busca de se conhecer melhor, se testar e se desafiar. Durante esse tempo ele conheceu 10 diferentes tradições espirituais, fez retiros e teve encontros com grandes mestres, como Mooji e o próprio Dalai Lama.



As diferentes religiões e filosofias de vida nos ensinam sobre nós mesmos, mas o trajeto de autoconhecimento não é tão simples assim quanto ler uns livros. É uma jornada que não tem fim, sempre estaremos crescendo, passando por fases diferentes da vida e vamos descobrir novas partes de nós. Pode ser que encontremos dores e sombras quando entramos em contato com outros, mas isso faz parte:

“É fácil meditar, ficar em silêncio e se conhecer sozinho, mas o externo é essencial para que o interno se revele, ele é como um espelho. Precisamos dos obstáculos e das alegrias da vida também”, afirma André.

Não só se desafiou, como o próprio destino o testou também: ele foi roubado sete vezes durante essa viagem. Praticar o desapego para ele não foi uma opção, e ele compartilha como foi esse processo.

“Amor fati significa amar o seu destino”, comenta Baldo.

Agora, ele compartilha com o mundo o conhecimento que conquistou e ninguém poderá roubar. Ele é o idealizador do projeto Sem Fronteiras e diretor do Instituto Sócrates.



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor

Mais sobre esse tema