Intercâmbio comunitário: viva uma experiência de impacto social

Tudo que você precisa saber sobre intercâmbio comunitário antes de embarcar nesta jornada transformadora e fazer do voluntariado parte de suas viagens

3min

intercâmbio comunitário

Quem nunca passeou entre as redes sociais, visualizou dezenas de fotos maravilhosas de viajantes e se perguntou: como pode ser possível viajar tanto?

É simples! Uma das melhores opções para dar à volta ao mundo sem pagar quase nada é o intercâmbio comunitário

E não é só o mundo que a experiência te promete não, viu? A viagem também te aproxima de diferentes culturas e do autoconhecimento.  

O intercâmbio comunitário, também conhecido como intercâmbio voluntário ou work exchange consiste basicamente, em trocar experiências e algumas horas de trabalho por acomodação e alimentação. Mas na verdade, os benefícios vão muito além disso.

Através do intercâmbio comunitário é possível viajar o mundo gastando muito pouco ou quase nada e o principal requisito para este tipo de intercâmbio é: disposição e mente aberta para aproveitar ao máximo todas as experiências.

Intercâmbio comunitário com a Worldpackers 

É normal pesquisar em agências de turismo e se deparar com preços um tanto quanto exorbitantes para passar pouquíssimo tempo em um destino dentro de um projeto social, por exemplo. 

Mas a melhor forma de participar de projetos através do intercâmbio comunitário é o voluntariado. É possível fazer intercâmbio comunitário gastando bem pouco e você ainda tem a oportunidade de pesquisar vagas em diversos países e cidades.


intercâmbio ou voluntariado 

A Worldpackers é uma comunidade global de viajantes conscientes e anfitriões acolhedores que, desde 2014, promove milhares de conexões e experiências únicas em busca do desenvolvimento e da transformação do mundo em um lugar mais social e ambientalmente sustentável.

É simples. Tudo que você precisa é encontrar uma vaga que se encaixe no seu perfil. Que tenha como proposta um trabalho ou habilidade com a qual se identifique, um destino bacana e benefícios que se adequem a sua necessidade. 

Uma das melhores vantagens deste tipo de viagem é que cada experiência é diferente da outra. 

O conceito é simples, você trabalha algumas horas por dia em uma determinada atividade e em troca, recebe acomodação e muitos outros benefícios que podem ir além de coisas materiais. 

Com diversas opções, você pode tanto se hospedar em uma ecovila e aprender mais sobre permacultura, quanto ir para um hostel no centro de uma cidade badalada e ajudar na recepção. Tudo depende do seu interesse e destino.

Quer viajar fazendo voluntariado e exercendo um grande impacto social? Leia também: 


voluntariado em viagens 

Dentro da Worldpackers, cada vaga destacada indica o destino do intercâmbio, a quantidade de horas, quantos dias na semana e o tipo de atividade a ser desenvolvido no local.

E muito mais! Desta forma você ainda pode desenvolver novas habilidade e ainda sobra tempo para explorar a cidade e aprender mais sobre a cultura local.

Para ajudar a escolher a oportunidade perfeita para você, na Worldpackers é possível visualizar o relato de viajantes anteriores para saber um pouco mais sobre a experiência de cada um. 

Quem pensa que o intercâmbio comunitário só pode ser feito no exterior ou nos países mais comuns está muito enganado! Na plataforma da Worldpackers existem vagas de intercâmbio em mais de 140 países mas você pode aproveitar para viver uma experiência de voluntariado até mesmo em sua cidade, mas principalmente, em seu próprio país. 


intercâmbio comunitário no brasil

Com tantas oportunidades já fica bem mais fácil e barato viajar pelo mundo. Quem passa pela experiência sabe, a viagem não acontece só lá fora não. Acontece aqui dentro também. 

E cada troca seja de trabalho, de história, de vivência ou experiência transforma e dá muito mais sentido a sua própria jornada. Continue descobrindo novas experiências e aprendendo tudo sobre intercâmbio comunitário no Brasil e no mundo, leia também: 



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor


Mais sobre esse tema