Conhecido por suas águas de coloração dourada, pedras bonitas, areia branca, grutas charmosas e cânions exuberantes, o Parque Estadual do Ibitipoca possui 1.488 hectares de extensão, com fauna e flora preservadas e mais de 20 atrações naturais únicas.

A reserva é uma riqueza localizada no Sudeste do Brasil, na Zona da Mata de Minas Gerais. O Parque fica a três quilômetros da Vila de Conceição do Ibitipoca, que é um dos três vilarejos do distrito de Santa Rita do Ibitipoca, pertencente a cidade de Lima Duarte.

Dentro das rotas é possível conhecer diferentes atrativos, como cachoeiras, grutas, mirantes, lagos e praia de água doce. As trilhas são bem demarcadas e podem ser feitas sem guia turístico.

Confira as dicas do que fazer em sua viagem para Ibitipoca:

1. Circuito da Janela do Céu


Dicas do que fazer em Ibitipoca: Janela do Céu

Uma vez ouvi que ir a Ibitipoca e não trilhar rumo à Janela do Céu é o mesmo que não ter ido. É impossível ir e não conhecer o mais belo cartão postal da reserva, fotografado por milhares de pessoas.

A paisagem é de tirar o fôlego! Se olhar para trás, encontrará o Rio Vermelho, logo à frente está o Mirante para a Vila dos Monteiros, onde o atrativo se torna uma cachoeira (acessada fora do parque em propriedade particular).

O percurso total é de 16 quilômetros (ida e volta) e é recomendado começar o percurso até no máximo 09h30 da manhã, para ter tempo de conhecer e parar nas atrações com calma. Então quanto antes melhor.

No caminho você vai encontrar:

  • Cruzeiro, Gruta da Cruz;
  • Pico do Ibitipoca;
  • Gruta dos Três Arcos;
  • Gruta dos Fugitivos;
  • Gruta dos Moreiras;
  • Cachoeirinha;
  • Janela do Céu;
  • Rio Vermelho.

2. Circuito do Pico do Peão


Circuito do Pico do Peão é outra dica para Ibitipoca

Nesse roteiro, o visitante encontra as maiores e mais belas grutas do Parque, o objetivo da trilha é chegar ao Pico do Pião, que fica a 1.720 metros de altitude e possui ruínas de uma antiga capela que foi destruída naturalmente, de acordo com a história, por tempestades, ventos e raios. O percurso total é de quilômetros.

No caminho você vai encontrar:

  • Gruta do Monjolinho;
  • Gruta do Pião;
  • Gruta dos Viajantes;
  • Pico do Pião;
  • Ruínas da Capela no Pico do Pião.

3. Circuito das Águas


Circuito das Águas é uma dica para quem tem pouco tempo em Ibitipoca

É o circuito mais escolhido por quem tem pouco tempo e/ou poucas condições físicas de fazer trilhas longas. Por este motivo, é a parte mais movimentada do parque em alta temporada. Para conhecer todas as atrações do circuito, o visitante deve percorrer cinco quilômetros (ida e volta).

No caminho você vai encontrar:

  • Lago dos Espelhos;
  • Lago Negro;
  • Prainha;
  • Lago das Miragens;
  • Ponte de Pedra;
  • Cachoeira dos Macacos;
  • Rio do Salto.

4. Camping dentro do Parque


Dicas de Ibitipoca: é possível acampar dentro do parque

Há a possibilidade de acampar legalmente em um local específico no parque. A área fica no Centro dos Visitantes, infra-estrutura equipada com banheiros com ducha, restaurante, lanchonete e estacionamento.

Acampando lá à noite terá um céu lindo e cheio de estrelas só para você. O valor para camping é de R$60 por pessoa (já inclui a entrada no parque). 

Em quanto tempo dá para conhecer todas as atrações?


Otimize seus dias no Parque com essas dicas de Ibitipoca

É possível visitar todas as atrações do parque em dois ou três dias, dependendo do ritmo e disposição. Este tempo é considerado levando em conta todas as três opções de circuitos do Parque, Janela do Céu, Pico do Pião e Circuito das Águas, e que o visitante fará diferentes paradas em atrações até o fim do percurso.

A visitação deve ocorrer entre 07h e 18h e em todos os casos o visitante tem que contar o percurso com a ida e a volta para conseguir retornar para o alojamento até o fim da tarde. 

Há a possibilidade de acampar dentro da reserva também, isto possibilita começar trilhas mais cedo, fazer mais de um roteiro no mesmo dia, ver o sol nascer e se pôr no Parque... Acho que é uma experiência legal para quem gosta de camping.

Caso tenha apenas um dia livre, recomendo ir bem cedo ou dormir no parque, entrando até o fim da tarde do dia anterior (dá para montar acampamento e visitar o circuito das águas no mesmo dia da chegada, terminado até às 18h), começando a trilha depois do nascer do sol, até a Janela do céu e voltar pelo Pico do Peão, assim conhecerá tudo rapidamente. Se tiver apenas poucas horas, recomendo apenas o circuito das águas, que é fácil, mas não deixa a desejar na beleza.

Quando ir?


Melhores dicas de quando ir para Ibitipoca

Dá para ir o ano todo, desde que se observe as condições climáticas. Mas a melhor época para visitar Ibitipoca é entre abril e setembro, quando chove menos. Outra época bacana é entre março e novembro, mas é preciso tomar certo cuidado devido a maior ocorrência de chuvas e raios.

É necessário tomar certo cuidado com a lotação na alta temporada, épocas festivas ou nos fins de semana. Isto porque só podem entrar até 600 visitantes no parque. Aos fins de semana a entrada passa de R$ 20 para R$25 por pessoa.

Dicas

  • Prefira começar a trilha pela manhã bem cedo e opte por roupas leves e calçados apropriados para trekking, vale levar também um casaco quentinho na mochila porque o inicio da manhã, o fim da tarde e a noite são bem frios em qualquer época do ano.
  • Todo o percurso depois do centro do visitante é feito exclusivamente a pé, então lembre-se de levar água para se hidratar.
  • É importante chegar cedo aos fins de semana e entrar em contato com o parque para verificar a lotação do camping (se for acampar).

A Vila de Conceição do Ibitipoca


Dicas do que fazer na Vila de Conceição do Ibitipoca

A Vila de Conceição do Ibitipoca é mágica. Imagine um lugar com ruas de pedras, casas coloridas, pessoas com boa energia... Isso tudo em uma noite fria com fogueira/lareira ou sentado em algum barzinho cheio de peculiaridades.

Visitei Ibitipoca cinco vezes, em diferentes épocas do ano, e uma coisa é certa: o centro de apoio do Distrito é a Vila de Conceição do Ibitipoca. 

É relativamente pequena, mas é o centro comercial mais bem estruturado do distrito. Sem contar que o parque fica a três quilômetros da Vila e decidir se hospedar lá é uma opção para quem não quiser gastar com o camping do parque (R$60).

Uma boa dica para quem quer ficar mais tempo e gastar pouco dinheiro é ir como voluntário no Serra do Ibitipoca Hotel de Lazer pela Worldpackers.

Eventos tradicionais


Dicas de eventos tradicionais em Ibitipoca

Caso não deseje muito movimento, te indico que evite feriados como Réveillon e Carnaval. Caso contrário, esta é a época ideal para aproveitar a noite na Vila.

Há também outros eventos tradicionais que lotam a vila:

  • Ibitipoca Jazz Festival - julho;
  • Ibitipoca Off Road - agosto;
  • Ibitipoca Blues - agosto;
  • Sabores da Serra - outubro.

Passeios para fazer fora do Parque Estadual do Ibitipoca

Ibitipoca não terminará nos limites do parque para quem deseja explorar um pouco mais com o trekking ou se poderá investir em pacotes de turismo.

Existem três empresas que fazem duas rotas alternativas fora do Parque Estadual do Ibitipoca. Uma delas leva até a parte baixa da Janela do Céu, que se transforma em uma bela cachoeira com sete quedas.

As vilas citadas abaixo são acessadas por estrada de chão. Elas ainda pertencem ao distrito de Santa Rita do Ibitipoca.

1. Vila dos Moreiras

Fica a 12 quilômetros da Vila de Conceição do Ibitipoca, as propriedades são particulares.

No caminho você vai encontrar:

  • Cachoeira Janela do Céu parte baixa;
  • Serra da Água Santa.

Vila dos Moreiras, Ibitipoca

2. Vila Souza do Rio Grande

Fica a 30 quilômetros de Conceição do Ibitipoca, possui um cartão postal ainda pouco conhecido pelos turistas, o Corte de Pedra ou Corte Fundo. A atração é uma antiga linha ferroviária em um exuberante paredão de pedra, com um quilômetro de extensão e 1,5 metro de largura.

O circuito inclui esportes de aventura.

No caminho você vai encontrar:

  • Passeio de bote e caiaque no Rio Grande;
  • Cachoeira do Cedro;
  • Pedra que Equilibra;
  • Corte de Pedra (corte fundo).

Como chegar a Santa Rita do Ibitipoca

Ibitipoca fica à 94 km de Juiz de Fora – MG e não existe um transporte direto para lá. Deve-se pegar um ônibus em Juiz de Fora x Lima Duarte. A empresa que faz a linha é a Bassamar, a viagem demora 1h05min (64 km).

Chegando a Lima Duarte, deve-se pegar outro ônibus até Ibitipoca. O trajeto demora 1h 15min (30 km) por estrada de terra. Os horários são escassos: 06h30 e 15h15 de segunda a sexta e 07h30 e 15h15 aos sábados, domingos e feriados. A empresa que faz essa linha é a Vimara. Para retornar, o mesmo ônibus sai da Vila às 09h30 e às 17h indo até Lima Duarte.


411c6551547073985b0cc02ad2c958b9

Fabi

Mineira, 23 anos, jornalista por formação e viajante por natureza. Tenho como objetivo de vida co...

+ Ver mais

Dez 03, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar Fabi saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor