20 dicas de filmes e séries para inspirar a sua próxima viagem

Não sabe para onde ir? Preparei uma lista de filmes e séries que se passam em diferentes lugares do mundo para inspirar novas viagens.


9f4c22de91afd627d1c9bc401701f5a7

Bruna

Out 07, 2019

Decidiu botar a mochila nas costas e ir explorar o mundo. Sem data de retorno. Designer, ama cinema, música e bons livros. E um cafezinho também!

Créditos da imagem: filme Diários de Motocicleta. Filmes para inspirar viagens

Viajar é uma das melhores coisas da vida. Um dos momentos que eu mais gosto é aquele que antecede uma nova jornada – planejamos que cidades visitar, buscamos fotos das ruas, mapas, pratos típicos e relatos de outros viajantes. Assim conseguimos nos imaginar lá. Esse já é o início da viagem!

Para entrar no clima, podemos ler um livro sobre o destino e colocar a nossa imaginação para trabalhar. Através dos livros, viajamos sem sair de casa, conhecemos personagens encantadores e abrimos a mente pro novo. Outra forma de fazer isso é assistindo a filmes e séries.

Preparei essa lista, que contempla diferentes lugares do mundo, para você entrar no clima da sua viagem. Se você ainda não sabe para onde ir, tudo bem: depois de ver alguns destes títulos, você terá alguma ideia. Vários destinos que aparecem neles possuem oportunidades de troca de trabalho por hospedagem pela Worldpackers.

Aqui, a lista de filmes e séries que podem te inspirar a viajar:

  1. Diários de motocicleta (2004);
  2. Sob o Sol da Toscana (Under the Tuscan Sun, 2003);
  3. Encontros e Desencontros (Lost in Translation, 2003);
  4. O Filho da Noiva (El Hijo de la Novia, 2001);
  5. Vicky Cristina Barcelona (2008);
  6. Viva – A Vida é uma Festa (Coco, 2017);
  7. Na Natureza Selvagem (Into the Wild, 2007);
  8. Meia-Noite em Paris (Midnight in Paris, 2011);
  9. O Caminho (The Way, 2011);
  10. One Year on a Bike (2017);
  11. A Praia (The Beach, 2000);
  12. A Vida Secreta de Walter Mitty (The Secret Life of Walter Mitty, 2013);
  13. Sete anos no Tibet (Seven Years in Tibet,1997);
  14. Destino > Felicidade (Expedition Happiness, 2017);
  15. Vivendo com Um Dólar (Living on One Dollar, 2013);
  16. Chef’s Table (2015);
  17. Sense8 (2015);
  18. Minha Amiga Genial (L’Amica Geniale);
  19. Sherlock (2010);
  20. As Casas mais Extraordinárias do Mundo (The World's Most Extraordinary Homes, 2017).

Você vai encontrar um pouco de tudo: histórias verídicas, relatos de viagens, retrato de culturas, séries documentais, comédia, drama, romance. Cada um dos filmes mostra um pedacinho de algum lugar no mundo, com uma bela fotografia e bons atores.

Confira minha lista de filmes e séries para inspirar suas próximas viagens:

Filmes

1. Diários de motocicleta (2004)

Filme obrigatório para viajantes da América Latina! Baseado nos diários de viagem de Che Guevara (interpretado por Gael García Bernal), que tinha apenas 23 anos quando fez esta viagem de moto em que cruzou a América Latina com seu amigo Alberto Granado (Rodrigo De la Serna).

“A Poderosa”, uma moto caindo aos pedaços, levou eles da Argentina até o Peru, onde trabalharam como voluntários em uma colônia de leprosos. Essa experiência mudou a vida de Che para sempre, moldando suas crenças e valores.

O filme mostra belas paisagens, cenários como Cusco e Machu Picchu (em uma linda cena sem turistas). Indispensável para repensarmos a nossa América e os processos de colonização.


Créditos: cena do filme Diários de Motocicleta

2. Sob o Sol da Toscana (Under the Tuscan Sun, 2003)

Já perdi as contas de quantas vezes assisti esse filme, um dos meus preferidos. Depois de enfrentar um divórcio traumático, a escritora Frances (Diane Lane) faz uma viagem para a Toscana, na Itália, para deixar pra trás o sofrimento do casamento que não deu certo.

Ao chegar lá, ela compra impulsivamente um velho casarão, praticamente abandonado, e inicia uma longa restauração. Nesse processo, ela tem a companhia de seus pedreiros poloneses e dos vizinhos italianos, que a ajudam com a obra da casa e a recomeçar a vida.


Créditos: cena do filme Sob o Sol de Toscana

3. Encontros e Desencontros (Lost in Translation, 2003)

Um filme muito belo da diretora Sofia Coppola. Retrata a história de dois norte-americanos que acabam se encontrando em Tóquio, Japão: um ator decadente (Bill Murray) e uma mulher (Scarlett Johansson) que acompanha seu marido em uma viagem de negócios.

Ambos acabam lidando juntos com o choque cultural, a insônia, a solidão e o isolamento inevitável em uma mega cidade.


Créditos: cena do filme Encontros e Desencontros

4. O Filho da Noiva (El Hijo de la Novia, 2001)

O cinema argentino é apaixonante. Esse é um dos muitos filmes feitos pelos nossos vizinhos portenhos.

Essa é apenas uma das películas estreladas pelo excelente Ricardo Darín, um argentino que você precisa conhecer! O Filho da Noiva se passa em Buenos Aires e conta a história do estressado Rafael (Darín) e do restaurante da família, gerenciado por ele. Quando seu pai decide renovar os votos do casamento com sua mãe, que está sofrendo de Alzheimer, ele vê uma chance de reavaliar a sua própria vida.

Não mostra grandes cenas da cidade, mas proporciona uma excelente maneira de acostumar o ouvido com o sotaque portenho e gíria local (lunfardo).


Créditos: cena do filme O Filho da Noiva

5. Vicky Cristina Barcelona (2008)

As amigas Vicky (Rebecca Hall) e Cristina (Scarlett Johansson) vão passar as férias na casa de uma amiga em Barcelona. Em uma visita ao museu de arte, elas conhecem o sedutor Juan Antonio (Javier Bardem), que faz um convite para as duas passarem o final de semana na sua casa em Oviedo, no norte da Espanha.

Onde uma das cenas foi gravada é também um dos mais importantes pontos turísticos de Barcelona, La Sagrada Familia.


Créditos: cena do filme Vick Cristina Barcelona

6. Viva – A Vida é uma Festa (Coco, 2017)

Impressionante como a Pixar consegue fazer animações que conversam tanto com adultos quanto com crianças. Que animação linda! Cores e música para todos os lados.

O filme acontece no México, e conte a história de Miguel e de sua família, que tem questões mal resolvidas em torno da música e de seus antepassados. O pano de fundo é o Día de los Muertos, feriado mexicano para honrar os antepassados de uma maneira que não acontece em nenhum outro lugar no mundo.

Dá vontade de comprar passagens e ir correndo pro México!


Créditos: cena do filme Viva - A Vida é uma festa

7. Na Natureza Selvagem (Into the Wild, 2007)

Clássico, presente em todas listas de filme para viagem. Isso acontece porque ele é o melhor! Vai despertar o espírito aventureiro dentro de você.

A emocionante história verídica de Chris McCandless (Emile Hirsch), um jovem de 24 anos que abandona a sua família e um suposto futuro promissor para viver da maneira mais autêntica possível, longe dos valores capitalistas da sociedade norte-americana.

Ele viaja pelos Estados Unidos até chegar ao Alasca, e acaba influenciando a vida de cada uma das pessoas que cruzam o seu caminho. O filme é inspirado no livro de mesmo nome do jornalista Jon Krakauer.


Créditos: cena do filme Na Natureza Selvagem

8. Meia-Noite em Paris (Midnight in Paris, 2011)

Um dos meus preferidos do diretor Woody Allen. O filme é uma homenagem à Paris, onde o jovem escritor Gil Pender (Owen Wilson) cruza um portal e acaba viajando no tempo para uma Paris nos anos 20. Ele passa a noite com algumas das figuras mais importantes da literatura.

Visualmente lindo, prepare suas malas para a França.


Créditos: cena do filme Meia Noite em Paris

9. O Caminho (The Way, 2011)

Tom (Martin Sheen) recebe a trágica notícia da morte de seu filho Daniel (Emilio Estevez), que fazia o Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha. Os dois viviam uma relação conflituosa, em que o pai, conservador, não entendia as escolhas de vida do filho.

Em choque, Tom decide viajar até a França e iniciar a mesma viagem espiritual, levando junto as cinzas do seu filho para que ele complete o caminho. Ao longo da travessia, ele passa por muitas situações inesperadas, características de viagens de mochilão, e também entende que "não se escolhe uma vida, vive-se uma". Lindo.


Créditos: cena do filme O Caminho

10. One Year on a Bike (2017)

Martijn Doolaard é um holandês muito louco que faz uma viagem de bicicleta de Amsterdã até Singapura, em que pedalou 17,000 km pela Europa Oriental. Para nossa sorte, Martijn é um excelente fotógrafo e designer, transformando essa viagem em documentário e livro. Você pode adquirir ambos por esse site. Esse tipo de iniciativa deve ser incentivada!

Atualmente, ele acabou de finalizar outra travessia de bicicleta pelo mundo, do Canadá até a Patagônia. Eu acompanhei a jornada dele pelo Instagram e estou ansiosa pela sua próxima viagem!

Foi um dos documentários que mais conversou comigo nos últimos tempos. Assisti ele prestes a iniciar o meu ano sabático e caiu como uma luva.


Créditos: cena do documentário One Year on a Bike

11. A Praia (The Beach, 2000)

Clássico filme com o Leonardo DiCaprio. O norte-americano Richard (DiCaprio) viaja para Bangkok, onde conhece uma figura misteriosa que lhe apresenta o mapa de uma suposta ilha, onde as pessoas vivem em uma praia paradisíaca, fora do sistema.

Intrigado com a existência do lugar, Richard convoca um casal de franceses para acompanhá-lo nessa aventura, e eles acabam vivendo experiências intensas e inesquecíveis. A praia em Ko Phi Phi Leh, na Tailândia, ficou famosa depois desse filme.


Créditos: cena do filme A Praia

12. A Vida Secreta de Walter Mitty (The Secret Life of Walter Mitty, 2013)

Conta a história do Walter Mitty (Ben Stiller), um tímido gerente de uma loja de fotografia. Ele é um cara sonhador, vivendo uma vida comum, que um dia decide se lançar em uma grande aventura. É uma história que mostra o poder transformador das viagens.

Ele viaja para lugares como a Groenlândia, o Nepal e a Islândia (que é muito fotogênica).


Créditos: cena do filme A Vida Secreta de Walter Mitty

13. Sete anos no Tibet (Seven Years in Tibet,1997)

A história real do montanhista austríaco Heirich Harrer (Brad Pitt), que inicia uma escalada ao monte Everest, mas é interrompido pela Segunda Guerra Mundial. Diante disso, ele é obrigado a passar um tempo no Nepal, onde se aproxima do jovem Dalai Lama, na época apenas uma criança.

Através dos ensinamentos do budismo, ele aprende importantes lições sobre amizade, amor e humildade.


Créditos: cena do filme Sete anos no Tibet

14. Destino > Felicidade (Expedition Happiness, 2017)

Um casal e seu cachorro viajam pelo continente americano em um ônibus reformado. É legal ver a transformação do veículo em casa e as lindas cenas dos lugares com pura natureza – montanhas, rios, alces, ursos.

Eles passam por alguns imprevistos no caminho, como dificuldades na fronteira com os Estados Unidos e também uma cirurgia canina. Mesmo assim, o documentário é muito leve, cheio de cenas lindas de natureza e animais embalados por uma bela trilha sonora.


Créditos: documentário Destino > Felicidade

15. Vivendo com Um Dólar (Living on One Dollar, 2013)

A jornada de quatro amigos que viajam para a Guatemala rural, com o objetivo de viver com apenas um dólar por dia – como um bilhão de pessoas ao redor do mundo vive. Eles enfrentam diversas dificuldades ao longo da viagem, ficam doentes, passam fome, mas também se surpreendem com a generosidade e a resiliência dos moradores da cidade que vive essa situação de pobreza como realidade.

Esse documentário não mostra paisagens belas ou pontos turísticos imperdíveis, mas é um tapa na cara para sairmos das nossas bolhas e também nos abrirmos para um tipo de turismo mais consciente, que proporciona experiências como a desses meninos (menos extremas, mas com mesma riqueza de trocas).


Créditos: cena do documentário Vivendo com Um Dólar

Séries

16. Chef’s Table (2015)

Existe coisa melhor do que conhecer um país através da comida? Uma série documental que conta a história de vida de chefs renomados e nos permite fazer uma viagem ao mundo em sabores, ingredientes e texturas.

Também aborda questões sociais e ambientais que estão inevitavelmente conectadas à gastronomia. Difícil encontrar alguém que não tenha curtido essa série. Não assista com fome!

Os meus episódios favoritos são dos chefs Francis Mallmann (Patagônia Argentina), Magnus Nilsson (Suécia), Gaggan Anand (Índia) e Alex Atala (Brasil).


Créditos: cena da série Chef's Table

17. Sense8 (2015)

Uma série de ficção em que oito desconhecidos ao redor do mundo são conectados por uma habilidade especial que os permite acesso aos pensamentos e experiências uns dos outros. Ela falava de muitos temas relevantes para os dias de hoje, como empatia, conexão humana e inclusão social.

Infelizmente, foi cancelada depois de duas temporadas. Devia ser caro gravar cada episódio, pois ela acontecia em oito países diferentes, de onde vinham os seus protagonistas! Você vai ver cenas em Nairóbi, Seul, San Francisco, Mumbai, Reykjavik, Londres, Berlim, Chicago, Cidade do México e São Paulo.

Em um dos episódios, os personagens vão para o Brasil. A cena foi filmada de verdade durante a Parada LGBT em São Paulo.


Créditos: cenas da série Sense8

18. Minha Amiga Genial (L’Amica Geniale)

Minissérie baseada na série de livros da escritora italiana Elena Ferrante, que foi febre em 2017. Se você tiver a oportunidade, leia os livros antes de assistir a série. A primeira temporada corresponde ao primeiro livro. Eles contam a história de duas amigas, Lenu e Lila, que crescem juntas na Itália pós guerra.

Série de produção inteiramente italiana: os atores são italianos e a série é todinha falada no dialeto napolitano. Se não fosse assim, não faria jus à história. É um retrato da vida cinza na cidade de Nápoles dos anos 50 e de como era crescer sendo uma menina pobre num contexto de fortes conflitos familiares e políticos.


Créditos: cena da série Minha Amiga Genial

19. Sherlock (2010)

Já foram feitas mil produções sobre o Sherlock Holmes, personagem criado pelo inglês Arthur Conan Doyle. Essa versão é uma das minhas preferidas, pois ela retrata Holmes (interpretado por Benedict Cumberbatch) como um homem do século XXI. Cenas de Londres nos dias atuais e o famoso apartamento na Baker Street.


Créditos: cena da série Sherlock

20. As Casas mais Extraordinárias do Mundo (The World's Most Extraordinary Homes, 2017)

Uma série que não fala diretamente sobre viagem, mas que mostra um pouco do mundo através da arquitetura. Você vai ver casas extraordinárias na Grécia, Holanda, Espanha, Nova Zelândia.

Gosto muito da cultura nórdica, e em um dos episódios o programa viaja para a Noruega e mostra um pouco dos cenários de fiordes e natureza selvagem. Podemos entender um pouco como funciona a cultura escandinava de respeito à natureza e como eles englobam esses valores nos projetos de arquitetura sem destruir o entorno.


Créditos: cena da série As Casas Mais Extraordinárias do Mundo

Agora é só preparar a pipoca e depois as malas!


9f4c22de91afd627d1c9bc401701f5a7

Bruna

Out 07, 2019

Decidiu botar a mochila nas costas e ir explorar o mundo. Sem data de retorno. Designer, ama cinema, música e bons livros. E um cafezinho também!


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor