Pontos turísticos de São Paulo: as 19 melhores atrações da capital

Entre museus, parques, mirantes, prédios históricos e lugares para apreciar arte de rua, os pontos turísticos de São Paulo são muito variados. Confira uma seleção dos melhores - e dicas locais para você não se perder na imensidão!

marina

Jun 29, 2022

11min

pontos turísticos de são paulo

Cidade mais populosa do Brasil e quarta maior metrópole do mundo, São Paulo é considerada uma cidade global pela grande diversidade de vivências que proporciona não só para quem mora lá, mas também para quem a visita. Os pontos turísticos de São Paulo são muito variados, e com certeza você vai curtir vários deles.

Até mesmo uma viajante que ama estar na natureza e costuma fugir de cidades grandes pode se surpreender positivamente com a cidade: foi o que aconteceu comigo. Além de existirem espaços verdes muito agradáveis por lá, é maravilhoso conviver com tantas pessoas e culturas diferentes

E se você é uma pessoa que gosta de visitar lugares históricos e ficar imaginando tudo que já aconteceu ali, você também vai amar conhecer São Paulo, já que a cidade foi pioneira em marcos importantes do nosso país.

Melhores pontos turísticos de São Paulo

Neste artigo vou falar sobre os melhores de museus, prédios históricos, praças e parques, mirantes e arranha-céus, além de sugestões de passeios gratuitos para você conhecer São Paulo de forma barata e autêntica. No final, vou incluir dicas práticas sobre como se locomover pela cidade e como se hospedar em São Paulo gastando pouco. 

Leia também: TOP 15 melhores praias de São Paulo



Museus e prédios históricos de São Paulo

A programação cultural é um dos tesouros da capital paulista. Confira os principais museus e prédios históricos turísticos de São Paulo:

1. MASP (Museu de Arte de São Paulo)

O Museu de Arte de São Paulo foi fundado em 1947 e fica no coração da Avenida Paulista. É o mais importante acervo de arte europeia do Hemisfério Sul, além de referência arquitetônica, sua coleção reúne mais de 10 mil obras envolvendo pinturas, esculturas, fotografias e muito mais! 

Para quem não conhece muito de arte, como eu, é uma ótima forma de entender mais sobre cada arte exposta lá, já que a maioria tem uma breve explicação da origem e como foi criada.

Se você procura atrações gratuitas na cidade de São Paulo, fica esperto, pois o acesso é gratuito nas terças-feiras e toda primeira quarta-feira do mês!

2. Theatro Municipal

Com mais de um século de história, o Theatro Municipal foi inspirado na arquitetura da Ópera de Paris e foi sede de movimentos importantes na história do Brasil, como a Semana de Arte Moderna, que marcou o início do modernismo.

Nos tempos atuais, o Theatro abriga diversas atividades como a Orquesta Sinfônica Municipal, o Balé da cidade de São Paulo e o Coral Paulistano.

Não esqueça de conferir os espetáculos em vigor nas datas em que você for à cidade: é uma experiência completa poder estar em um local com tanta história.

Os valores variam de um espetáculo para outro.



3. Pinacoteca

Primeiro museu de artes de São Paulo, inaugurado em 1905 próximo à emblemática Estação da Luz, a Pinacoteca é um museu de artes visuais com ênfase na produção brasileira e em diálogo com as culturas do mundo.

Ele é um dos pontos turísticos de São Paulo mais conhecidos, tanto pela sua arquitetura externa quanto pelo seu vasto acervo de mais de cem mil obras.

Por ser um lugar que visa muito ser um espaço democrático e com foco na diversidade da sociedade brasileira, mesmo quem não entende muito de movimentos artísticos tem tudo para se encantar.

Aos sábados o acesso é gratuito.

4. Mosteiro de São Bento

O Mosteiro de São Bento tem 423 anos de história e chama atenção pela construção inspirada na tradição germânica e pelas relíquias conservadas no seu interior, como o relógio, sinos e os órgãos.

O local abriga a Basílica de Nossa Senhora de Assunção e o mosteiro com cerca de 40 monges enclausurados que seguem a tradição. Vale conferir os horários das missas realizadas no local, conhecidas pelos cantos gregorianos acompanhados de um grande órgão.

O acesso ao mosteiro é gratuito.

5. Museu Catavento

Para desconstruir a ideia de que museu é algo monótono, a proposta do Museu Catavento é trazer informações relacionadas a ciência de forma interativa, divertida e altamente informativa. Esse é um dos melhores pontos turísticos de São Paulo para quem está com crianças. 

Visitantes de até 7 anos não pagam ingresso, e todas as idades têm gratuidade nas terças-feiras.

Melhores parques e praças de São Paulo

Sabia que existem mais de 5 mil parques e praças em São Paulo? Além de serem ótimos lugares para brincar com crianças e levar o dog para passear, esses espaços são um ótimo respiro em meio ao caos dessa grande metrópole. Separei os quatro mais legais para você colocar no roteiro.

1. Parque Ibirapuera

Considerado uma das mais importantes área verdes da cidade, o Ibirapuera é o xodó dos paulistanos e um dos melhores lugares para ir em São Paulo. Em 2017 ele foi o parque mais visitado da América Latina e é um dos locais mais fotografados do mundo. 

É um local muito completo, contando com pistas de corrida, ciclovia, quadras esportivas e muito espaço verde para aproveitar dias de sol.

E além de tudo isso, é sede de pontos turísticos de São Paulo que valem muito a visita, como o Museu de Arte Moderna, o Museu Afro Brasil e o Planetário Prof. Aristóteles Orsini. Como se não bastasse, é possível aproveitar para visitar o Museu de Arte Contemporânea da USP, que fica bem ao lado e te dá o privilégio de uma vista linda para o parque. 

A entrada é gratuita.

2. Jardim Botânico

Visitar o Jardim Botânico de São Paulo é uma experiência fantástica para quem gosta de estar mais imerso na natureza. A Mata Atlântica faz parte da composição do parque, fazendo você esquecer que está em uma das maiores metrópoles do mundo por alguns instantes. 

Entre as atrações do espaço se destacam o Museu Botânico, a estufa de plantas, o Jardim dos Sentidos (onde você pode cheirar e tocar nas plantas para sentir as texturas e aromas que elas tem) e até mesmo uma trilha que leva às margens do Rio Ipiranga.

No Jardim Botânico é cobrada uma entrada de R$ 10 (inteira) e R$5 (meia).



3. Praça e Catedral da Sé

Um banquete para quem gosta de história, a Praça da Sé é o Marco Zero da cidade e um dos principais pontos turísticos de São Paulo. Nela fica a Catedral Metropolitana da Sé, a maior igreja da cidade, com 110 metros de comprimento, 46 metros de largura, torres com 92 metros de altura e capacidade para 8 mil pessoas.

4. Praça do Pôr do Sol

O nome oficial dessa praça é Alto de Pinheiros, mas ela foi carinhosamente apelidada de Praça do Pôr do Sol por ser muito procurada para apreciar o sol se pondo em meio aos arranha-céus paulistanos.

É um ambiente bem tranquilo, onde é comum encontrar rodas de amigos acompanhados de um violão e famílias fazendo piquenique

Dentre todos os lugares para ver o pôr do sol em São Paulo, a Praça do Pôr do Sol certamente se destaca. O visual é deslumbrante! 

Quer viajar por São Paulo além da capital? Confira esses artigos:

Mirantes e arranha-céus de São Paulo

E ainda tem muito mais o que fazer em São Paulo! Como, por exemplo, conhecer os diversos mirantes e arranha-céus da cidade, com vistas incríveis para contemplar a selva de pedras e se sentir um grãozinho de areia na imensidão.



1. Farol Santander

Já viu a bandeira do Estado balançando no topo do Edifício Altino Arantes? Com seus 35 andares, o Farol Santander é um centro de cultura, empreendedorismo, lazer e gastronomia, com um acervo de memórias onde os visitantes vislumbram como era o dia a dia dos banqueiros em1950.

Além dessa exposição fixa, existem outras que ficam em exibição por tempo limitado, então confira o que está rolando no período que você estiver na cidade.

Os visitantes têm acesso até o 26º andar, e é lá que o mirante com paredes de vidro nos permite admirar diversos pontos turísticos de São Paulo bem do alto.

A entrada custa atualmente R$25 por pessoa (meia entrada por R$ 12,50).

2. Pico do Jaraguá

Sim, mesmo na Selva de Pedra é possível sentir uma imersão na natureza. O Pico do Jaraguá é o lugar mais alto da cidade de São Paulo, com 1135 metros de altitude, e um dos principais cartões postais da cidade.

Lá você pode fazer trilhas e curtir a vista a partir dos mirantes, além de admirar a vida animal, por haver ali resquícios de Mata Atlântica. Não deixe de notar os saguis e esquilos dando o ar da graça por lá. Vale a pena reservar um dia inteiro para curtir esse passeio!

A entrada é gratuita.

3. Mirante do Vale

Ele foi por 48 anos o edifício mais alto do Brasil, com 51 andares e 170 metros de altura: o Mirante do Vale é o arranha-céu mais alto de São Paulo e proporciona uma vista incrível.

No 42º andar do prédio você encontra o Sampa Sky: inspirado no Skydeck de Chicago, nos Estados Unidos, ele te proporciona a experiência de andar sobre o chão de vidro dando a sensação de estar flutuando sobre a paisagem a 150 metros de altura.

A entrada para a atração custa R$30.

4. Edifício Copan

Desde os anos 50 o Edifício Copan, com projeto desenhado por Oscar Niemeyer, é um dos cartões portais de São Paulo. Para vocês terem ideia da dimensão do lugar, além de ter a maior estrutura em concreto armado do país e ser o maior prédio residencial da América Latina, o Edifício Copan tem um CEP só para ele!

Imagina só a vista lá de cima? Para quem quiser visitar o terraço do prédio, basta agendar uma visita gratuita por telefone, de segunda a sexta-feira.



5. Edifício Itália

Com seus 46 andares, o Edifício Itália também é um dos maiores prédios do país. Nas dependências do prédio tem um museu e o famoso Restaurante Itália, que fica na cobertura e dá direito a uma das mais belas vistas da cidade.

De segunda a sexta das 15h as 16h o acesso é gratuito, e nos demais dias e horários o valor é de R$15.

6. Edifício Martinelli

Primeiro grande arranha-céu da América Latina, o Edifício Martinelli permite admirar, a partir do seu terraço, vários pontos turísticos da cidade de São Paulo, incluindo o Pico do Jaraguá e as antenas da Paulista.

De segunda a sexta, das 9h30 as 11h e das 14h30 as 16h, a visitação é gratuita.

Leia também:

Pontos turísticos de São Paulo: atrações gratuitas

Acham que acabou? A cidade de São Paulo oferece uma gama quase infinita de possibilidades de lazer. As atividades que vou recomendar a seguir são ideais para quem gosta de se sentir como um morador e se conectar com a cultura local. E o melhor: a maioria desses passeios não vai te custar nada, ou quase nada.

1. Desbravar a Avenida Paulista

A Avenida Paulista é um dos lugares mais representativos de São Paulo. Lá você entra em contato com diferentes culturas, e além do MASP pode visitar outros museus, centros culturais e lojas. Vale a pena tirar um tempo para cruzar essa avenida de uma ponta à outra.

2. Degustar comidinhas no Mercado Municipal

Tá aí um passeio super divertido, em que você não vai precisar nem gastar com comida se não quiser: no Mercado Municipal de São Paulo é muito comum a prática de degustação, que vai desde salames e queijos, até aquelas frutas esquisitas que você sempre teve curiosidade de experimentar, mas nunca teve coragem de comprar.

Se puder, claro que vale a pena pagar para provar lá mesmo ou levar para casa alguma das delícias do mercado, como o famoso pão com mortadela.

3. Admirar a arte de rua no Beco do Batman

Os museus são apenas um fragmento da arte que existe em São Paulo, pois ela está muito presente nas ruas e nos prédios. Um ótimo lugar para curtir arte de rua é o Beco do Batman, onde acontecem eventos como feirinhas com música, venda de produtos artesanais, comidas gostosas e cervejas. 

Além disso, vale muito a pena caminhar pelo bairro da Vila Madalena, cujos barzinhos reúnem turistas e moradores na noite paulistana.

4. Passear por outros endereços icônicos de São Paulo

Além da Avenida Paulista, vários outros endereços de São Paulo carregam muito simbolismo. Vá ao Minhocão em um domingo, compre coisas que você nem sabia que precisava na Rua 25 de Março, conheça mais sobre a cultura japonesa no bairro da Liberdade, visite as lojas de luxo na Oscar Freire, conheça os bares badalados da Augusta e tire umas fotos no famoso Viaduto do Chá.


Rua Liberdade, São Paulo.

Gastronomia de São Paulo

Para muita gente, nenhum ponto turístico de São Paulo é tão atraente quanto a variedade de opções gastronômicas que se encontra por lá. A metrópole reúne diversas opções de restaurantes com culinária do mundo inteiro, desde os mais simples aos mais famosos, capitaneados por chefs renomados. Pesquise os melhores lugares de acordo com seu paladar e seu orçamento.

E é claro que o apelo gastronômico da cidade não se limita a pratos sofisticados. Não deixe de provar o famoso pastel de feira e de visitar uma padaria e fazer como um bom paulistano: pedir uma média com pão na chapa, ou seja, um pãozinho tostado com manteiga e um café com leite delicioso.

Como se locomover em São Paulo

Por se tratar de uma das maiores metrópoles do mundo, é de se esperar que as pessoas se perguntem: como se locomover em São Paulo? Já que a cidade é grande e tem um fluxo intenso de carros e ônibus, a melhor opção para se deslocar por lá é de metrô. 

Além de facilitar a locomoção, muitas estações são históricas e valem a visita. Um exemplo é a Estação da Luz, próxima à Pinacoteca, que foi importante para o escoamento de café até a segunda guerra e hoje abriga o Museu da Língua Portuguesa.

Se você não tem costume de andar de metrô, de início pode parecer difícil entender o mapa que interliga todos os destinos. Mas com a prática tudo fica mais claro, e os funcionários podem sanar as suas dúvidas no local. Caso queira percorrer pequenas distâncias, pode valer a pena recorrer ao Uber.



Como economizar na hospedagem em São Paulo

Agora que você já conhece os principais pontos turísticos de São Paulo e não vai mais ficar na dúvida do que fazer na cidade, saiba também como você pode economizar na hospedagem e ter uma experiência ainda mais completa.

Através da Worldpackers você tem a oportunidade de se hospedar de graça em São Paulo, trocando trabalho por hospedagem. Morando em São Paulo como Worldpacker você vai poder conhecer a cidade com calma e ter contato com pessoas do Brasil todo e de outras partes do mundo, podendo inclusive treinar o inglês ou espanhol. 

Existem diversas vagas de voluntariado em São Paulo, em que você pode viver experiências inesquecíveis nas mais diversas funções. Olha só alguns exemplos:



A capital paulista é um destino completo e tem muito a oferecer para diversos perfis de viajantes. Vá com a cabeça aberta e pronto para se apaixonar. Ao contrário do que dizem por aí, existe muito amor em São Paulo.

Se quiser acompanhar mais dicas de viagens e outras brisas de uma mulher viajando sozinha, confira meu Instagram, onde compartilho mais pensamentos e vivências. Será um prazer te ter comigo! 



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor








Mais sobre esse tema